História Amor de fogo - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Leafeon, Luxray, Ninetales, Personagens Originais
Tags Arcanine, Furries, Furrys, Leafeon, Lgbt, Luxray, Ninetales
Visualizações 11
Palavras 228
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, LGBT, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe a demora mas a preguiça falou mais alto

Capítulo 11 - Cap 11


Eu tinha ido na casa do Thomás falar com ele. estava no quarto dele sentado na cama dele enquanto ele estava deitado cobrindo o corpo dele todo.

Thomás: Sair daqui.

Jonas: O que eu fiz?

Thomás: Nada mas agora saía.

Jonas: Me fala, Thomás

Thomás: Eu chego na sua casa com flores pra te pedi algo e você está abraçado com outro.

Jonas: Qual é o problema de eu abraça meu primo?

Thomás: Primo?

Ele tirou a coberta. Ele estava chorando mas bem pouco, dava pra ver o travesseiro dele molhado demais.

Abracei ele e o mesmo fez a mesma coisa.

Jonas: Primo isso mesmo e você estava abraçado com um leão em uma foto.

Thomás: Era meu irmão.

Jonas: Nossa são iguais.

Thomás: Éramos ele morreu faz uns 2 anos.

Jonas: Me... desculpa...

Ele tampou minha boca, achei estranho isso mas ele tinha colocado a cabeça pro lado fazendo uma cara fofa parecendo um cãozinho.

Thomás: Não foi você pra se desculpa.

Ele tirou a pata e avançou em mim me dando um beijo de língua. O beijo que o Thomás dava era intenso que me fazia ficar a sem ar e com vergonha.

Ele me deitou na cama com muita força que chegou a me machucar um pouco, o olha do Thomás tinha ficado diferente, tipo de alguém sentido cheiro de cio.

Thomás: Já estava com vontade faz tempo.

Jonas: Do que?

Thomás: Vai ver.

Ele ficou em cima de mim cobrindo a gente com seu coberto.


Notas Finais


Arcanines na história tem um instinto que tem que ter uma noite juntos pra te um parceiro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...