História Amor de Incesto. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bleach
Visualizações 33
Palavras 909
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Historinha estava em contos Eróticos e agora está aqui!
Beijinhos
Desculpem os erros ainda não corrigi...

Capítulo 1 - Amor de Incesto!


Fanfic / Fanfiction Amor de Incesto. - Capítulo 1 - Amor de Incesto!

Byakuya kuchiki



Desde pequeno sempre fui muito reservado! Sempre fazendo cálculos  para ser o melhor, sou muito cuidadoso e muito certinho, não gosto de nada fora do lugar.

O complicado é  que minha vida mudou completamente quando ela nasceu! Rukia minha irmã, um poço de fofura que eu decidi amar e cuidar sou apenas três  anos mais velho que ela, e ela sem dúvida me irrita muito, hoje ela tem 18 anos e eu 21 mais mesmo assim ela continua desorganizada, e agora deu pra ir em festas e chegar tarde da noite, vou acabar criando rugas com essa garota.

Mal consigo dormir de preocupação e sinceramente aquelas roupas que ela está usando, vou queimar todas e lhe dar vestes decentes..


-você  anda assim porque gosta dela, seu pervertido. - falou Renji um amigo íntimo.


-Está  maluco! Eu não  gosto da minha própria irmã  nesse sentido! - falou meio irritado, mais sem encarar o amigo.


- tem certeza! - falava provocando, vendo que o amigo estava ficando com um olhar sério  e pensativo. - Você é certinho demais! Tenho certeza que percebeu que Rukia faz essas coisas para te provocar. - falava o ruivo arqueando uma sobrancelha.


-Você  não é normal Renji. _ falava tacando um travesseiro no amigo.


-Você  que não  consegue assumir, que toda vez que a Rukia está  por perto você dica de pal duro, e cheio de tesão. - falou com a cara mais safada que tinha..


- Do que está  falando? - Falou se fazendo de bobo.


-Sou seu amigo desde quando éramos embriões.você  acha que eu não notei que você fica nervoso! Ainda mais quando o Ichigo vem aqui para os dois namorarem as antigas? E você  fica querendo sempre estar por perto e atrapalhar as oportunidades deles.


-Eu realmente não  sei do que está falando.


-Deixe eu continuar. No dia da festa do aniversário  dela de 18, a festa da piscina quando o Kenpachi deu em cima dela e você  comprou a briga e depois você foi praguejando para a garagem e a Rukia foi atrás  de você preocupada. Eu percebi que ali rolou um clima e meu bem eu notei ali que ela te olhava de uma forma e que você  a olhava...parecia que um iria derrotar o outro. Sei que são irmãos, mais vocês se amam e se se amam eu apoio.


-você  é um louco e agora to preocupado.você  dá pra detetive.Ou é um psicopata.


-Sou apenas um escritor, amante de todas as formas de amar e no momento  estou interessado na sua história.


Amor de incesto. Se bem que com a Rukia...até  eu tentaria! Só nunca fiquei com ela pois sei dos teus sentimentos insanos e profundos  por ela. Karalho até arrepiei..


Byakuya- Aquela tarde com Renji passou rápido  ele foi para casa e eu assim que entro pela porta dou de cara com Rukia a minha coelhinha  só de toalha, seu corpo e aquele ar de inocente que nada condiz com ela me arrepia inteiro e eu pareço uma bomba prestes a explodir.


Suas curvas são  perfeitas, sua pele clara, seus olhos ….aquele olhar intenso que me faz querer beijá-la.


-Byakuya nee você  está bem! _ ela falou chegando tão perto de mim. Que meu corpo estava em chamas. E quando ela triscou em mim e me viu quente, logo falou que eu estava com febre e precisava de um banho, pra abaixar minha temperatura. Ela me puxou para o banheiro e tirou minhas roupas me deixando completamente nu.


Ela me jogou na banheira e em seguida entrou sentando no meu colo, esfregando sua intimidade no meu pau, eu gemia mesmo não  querendo,mais não havia o que fazer a minha doce e inocente irmã estava claramente me provocando.


Perdi totalmente minha sanidade quando ele veio até  meu ouvido, e seus seios tocaram meu peitoral e ela falou quase num sussurro.


- Achou mesmo que podia esconder que me amas, a vida toda. Eu te quero tanto quanto você, por isso eu decidi agir sem pensar muito nas consequências.


Nesse momento eu viajei naqueles olhos e beijei a sua boca, carnuda e pequena, minhas mãos  passearam pelo seu corpo e nossos sexos se tocaram, pedindo para explorar e sentirmos as sensações  que seria esta um dentro do outro. A sensação de sermos um só.


Ela veio e sentou lentamente deixando meu membro a invadir,eu beijava seus seios e seu pescoço deixando marcas, confirmando a mim mesmo que aquilo era bem real.

Com uma mão  apertava sua bunda e com a outra sua cintura auxiliando nos movimentos, de sobe e desce que ela fazia. Ela mesma apalpava seus seios e gemia meu nome, aquilo pra mim soava tão  erótico, melhor do que meus maiores sonhos.


Saímos da banheira e fomos para o meu quarto, a deitei na cama, e me deleitei com aquele corpo, mostrando a ela como se faz uma garota sentir prazer ao extremo.


Ela tremia, ela estava ofegante, levantei suas pernas e as coloquei em meus ombros e fui com mais intensidade, abaixava o quanto podia para poder senti-la melhor e poder beijar e chupar seus seios.


Senti uma de suas mãos  em busca do seu clitóris e na medida que eu a penetrava ela se tocava gemendo, de uma maneira linda! Logo seu corpo começou  a se contorce e ela gozar e eu acompanhá-la a preenchendo por inteira.


-De hoje em diante você  é minha.


Ela beijou minha face e deitou-se em meu peito.


-Eu sempre fui sua meu irmão querido. Ela falou antes de apagar e eu adormeci em seguida, sendo guiado por meus sonhos prazerosos com ela.







Notas Finais


Comentários são bem vindos..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...