1. Spirit Fanfics >
  2. Amor de Infância - Isulio >
  3. Capítulo 14

História Amor de Infância - Isulio - Capítulo 14


Escrita por:


Capítulo 14 - Capítulo 14



Narra Isabela 


Passaram alguns dias, e meus amigos quase sempre saiem e dão uma desculpa falando que foram para algum lugar, eu os conheço e sei que estão mentindo. Bom hoje é um dia muito especial pra mim, Porque hoje fiz 20 anos, acabei de acordar e tomei banho e agora vou descer para tomar café.


- Oi Guido oi Giulia! - comprimentei eles que estavam na cozinha.

- Oii - falaram

- feliz aniversário Miga! - disse Giulia vindo me abraçar.

- Obrigada Giu! - falei entre o abraço.

- Parabéns Mana! - disse Guido me abraçando. - Daqui alguns dias na vai ter cabelo branco - disse Guido rindo.

- Se eu vou ter cabelo branco então você vai morrer né! - falei.

- Aqui miga fizemos seu café. - disse Giulia colocando as panquecas com morando na mesa.

- Obrigada! - falei

- De nada! - disse Giulia

- Vocês viram o Júlio? - perguntei.

- Não, ele saiu cedo! - Disse Guido.

- Ah... - falei

- Fica assim não miga! Duvido ele ter esquecido que hoje é seu aniversário... - disse Giulia.

- É...


As 2hrs da tarde...


Já havia passado horas e o Júlio ainda não tinha chegado, eu estava com a Giulia na sala vendo filme. O Guido falou uma desculpa como todos fizeram durante esses dias e saiu, até que a porta é aberta.


- Oi meninas! - disse Júlio.

- Oii - falamos

- Aonde você tava? - perguntei

- Fui resolver uns problemas, só vim pegar minha carteira que esqueci no seu quarto e já vou sair denovo e volto mais tarde ok? - disse Júlio.

- Tá... - falei triste.

Júlio subiu as escadas e depois de alguns minutos desceu, ele veio até mim e me deu um selinho.

- Volto mais tarde! - disse Júlio indo em direção a porta.

- É né ele não esqueceu do meu aniversário... - falei me sentando no sofá.

- Ele deve estar com algum problema que deve ter esquecido! - disse Giulia.

- Ele poderia pelo menos me falar desse "problema" - falei fazendo aspas com as mãos. - Ele sabe que hoje é um dia importante pra mim! Se fosse um assunto grave que ele estivesse, ele já teria me contado!

Havia se passado mais algumas horas e já era 5hrs e Guido ou Júlio ainda não voltaram até que a Giulia recebeu uma ligação.

- Alô? - disse Giulia no telefone. - Tá... estamos indo! - disse e desligou o telefone.

- Miga já que hoje é seu niver vamos sair um para comemorar? A Agus chamou a gente! - disse Giulia animada.

- Tá não tem nada pra fazer mesmo... - falei me levantando. - quer uma roupa emprestada?

- Sim! - disse  Giulia me acompanhando até meu quarto.

Depois de alguns minutos já estávamos prontas, Giulia chamou um Uber e ela falou o endereço, estranhei porque eu nunca tinha ido a esse lugar. Depois de alguns minutos no carro chegamos na frente de uma casa grande.

- Giu que lugar é esse? - perguntei saindo do carro.

- A Agus chamou a gente aqui, vamos entrar! - disse Giulia indo até o portão da casa.

Depois da Giulia  abrir o portão da casa, tinha um quintal gigante com uma piscina. Caminhamos até a porta da casa e quando entramos estava tudo escuro.

- Giu porque tá tudo escuro? - perguntei olhando pra ela.

- SUSPRESA! - gritaram e as luzes se ascenderam e todos meus amigos estavam lá, a casa estava toda decorada com coisas de festa.

- Feliz aniversário Miga!!! - disse Agus vindo me abraçar.

- Achei que vocês tinham esquecido! - falei entre o abraço.

- Você acha que iríamos esquecer de uma data tão importante pra você? - disse Júlio me abraçando por trás.

- Tava parecendo! - falei.

- Miga aqui seu presente! - disse Mica me trazendo uma caixa grande.

- Uou! - Obrigada! - falei pegando o presente.

- Espero que goste! - disse Alan.

Quando abri o presente da Mica e do Alan fiquei muito feliz com oque tinha dentro.

- Que violão lindo!!! - falei sorrindo. - Obrigada Mica e Alan! - falei os abraçando.

- De nada! - responderam.

- Agora o meu! - disse Agus. - Me entregando uma caixinha.

- Obrigada! - falei abrindo a pequena caixa. - Que lindo Agus!

- Adorei! - falei a abraçando.

- De nada! Já que você ama olhar o céu quis comprar pra você. - disse Agus.

- Agora sou eu! - disse Giulia. - Me entregando uma caixa.

- Que abajur fofo Miga! - falei ao abrir a caixa.

- Que bom que gostou! - disse Giulia.

- Agora faltou eu! - disse Júlio segurando uma caixa de presente no chão.

Me agachei para ver o presente até que vi a caixa se mecher. Abri com cuidado e me surpreendi com o que tinha dentro.

- Não acredito Júlio! - Gritei sorrindo. - Ela é muito linda!

Tirei a cadelinha da caixa e me levantei com ela.

- Obrigada!!! - falei dando um selinho no Júlio. - Mais...

- Não se preocupe eu falei com o Guido e ele deixou você ficar com ela. - disse Júlio.

- Valew Guido! - falei.

- De nada!

- Posso pegar ela um pouco? - perguntou Giulia.

- Claro! - falei entregando a cadelinha a ela.

- Qual vai ser o nome da minha sobrinha? - perguntou Giulia se referindo a Cadela.

- Hmm... pode ser Rita - falei.

- Seja bem vinda Rita! - disse Giulia.

- Vamos aproveitar a festa agora meu povo! - gritou Luís.

Na era 8hrs da noite e ainda estávamos dançando e cantando na festa, estávamos todos nós divertindo até que Júlio pegou um microfone e subiu no palco.

- Bom gente eu queria dedicar essa música pra alguém muito especial para mim! Que sempre esteve comigo desde que éramos crianças e que me faz o homem mais feliz do mundo. - disse Júlio e piscou pra mim.

 

"La última parada"

Entre tanta gente

A tu mirada la vi pasar

Esos ojos negros y tu sonrisa me hicieron volar

Será que en la ventana

A tu reflejo le dio por pintar

Y cuando miro el atardecer

Solo pienso en hablarte por hablar

Y como estas?

Que andas haciendo?

A donde vas?

Echo de menos perderme en tus palabras

Yo voy hasta la última parada

Quiero viajar

A donde el Sol brille sobre el mar

Y si me das nada más que una mirada

Yo voy hasta la última parada

Por cada Sol un día

Por cada roto hay otro por coser

Por cada duda hay una esquina

Que amaga por nunca volverte a ver

Por qué este otoño pretende que pase mi vida

Dezojando margaritas

Solo por miedo a que sea como el

Y como estas?

Que andas haciendo?

A donde vas?

Echo de menos perderme en tus palabras

Yo voy hasta la última parada

Quiero viajar

A donde el Sol brille sobre el mar

Y si me das nada más que una mirada

Yo voy hasta la última parada

Y como estas?

Que andas haciendo?

Y a donde vas?

Echo de menos perderme en tus palabras

Yo voy hasta la última parada

Quiero viajar

A donde el Sol brille sobre el mar

Y si me das solamente una mirada

Yo voy hasta la última

La última parada

Por cada Sol un día

Por cada roto hay otro por coser

Por cada duda hay una esquina

Que amaga por nunca volverte a ver

Por qué este otoño pretende que pase mi vida

Dezojando margaritas

Solo por miedo a que sea como el

Y como estas?

Que andas haciendo?

A donde vas?

Echo de menos perderme en tus palabras

Yo voy hasta la última parada

Quiero viajar

A donde el Sol brille sobre el mar

Y si me das nada más que una mirada

Yo voy hasta la última parada

Y como estas?

Que andas haciendo?

Y a donde vas?

Echo de menos perderme en tus palabras

Yo voy hasta la última parada

Quiero viajar

A donde el Sol brille sobre el mar

Y si me das solamente una mirada

Yo voy hasta la última

La última parada

Depois que Júlio terminou de cantar a música eu estava emocionada até eu escutar um latido e quando olhei para o chão vi a Rita com dois anéis amarrados com um laço em suas costas. E quando olhei para o palco denovo vi a Agus entregando um buquê de flores para o Júlio.


- E então Isa... aceita namorar comigo? - perguntou Júlio.

Paralisia na hora e coloquei a mão na boca de surpresa até que respondi.

- Sim! SIM! - Falei emocionada com lágrimas em meus olhos.

Júlio desceu do palco caminhou até mim, agachou e desamarrou as alianças que estavam nas costas de Rita pegou minha mão e colocou no meu dedo. Peguei o outro anel e diz o mesmo, e ele me olhou nos olhos, secou minhas lágrimas e me beijou.

- UHUUUUUU!!! - Gritaram nossos amigos.

- Obrigada meu Deus! Valew a pena lutar por esses dois! - disse Giulia levantando as mãos pra cima nos fazendo rir.



•Continua...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...