História Amor de lobo e gata - Capítulo 4


Escrita por: e alexMASTER

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Cat Girl, Neko Girl, Ookami Boy, Wolf Boy
Visualizações 70
Palavras 641
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Cap novo. Espero que gostem e boa leitura.

Capítulo 4 - Comprando Briga por Causa Dela!


 

Wolf (Alex)

 

  Depois que ela saiu correndo, resolvi seguir ela. Por mais que eu não admitisse, realmente fiquei preocupado com ela, principalmente quando ela quase revelou sua forma neko em plena sala de aula. Deixei passar uns dez minutos e fui atrás dela, na minha forma Ookami, sendo que não era muito difícil seguir ela a distância, por causa de seu odor, que todo Ookami consegue identificar de sua fêmea. Logo identifiquei para onde ela ia: para um clã de felinos que eu já tive problemas no passado.

 

- “De tantos lugares para ela ir, tinha que ser logo aqui?!” – pensei, observando tudo à distância.

-Oii pai, o que ouve? – ouvi ela dizer para o líder do clã. Mais uma coisa para a lista de coisas complicadas que eu teria que lidar: a fêmea que meu corpo reagiu era filha do clã que um dia ajudei, mas fui humilhado quando não precisaram mais de mim.

-Você vai se casar. – ele disse sério. Meu corpo quase agiu por instinto de ataca-lo.

-Como? – ela estava surpresa, mas não tanto quanto eu.

-Sim, temos que juntar o nosso bando com os do Norte, assim eles vão viver aqui para que não haja guerra. – nesse momento, me levantei e quase parti pra cima dele, mas fui impedido por dois Ookamis que eu reconheci de imediato.

-O que diabos vocês estão fazendo aqui?! – perguntei irritado, mas sussurrando, para eles: Aki e Toshiro. Meus irmãos.

-Nós é que fazemos essa pergunta... Não sabe que é perigoso perambular no território do clã dos felinos?! – respondeu Aki, sussurrando também.

-Aki tem razão, Alex... O que faz aqui? – perguntou Toshiro.

-Estava... – hesitei. Não sei se devo contar a eles sobre ela. Quando olhei novamente para o local, Critty não estava mais lá. – Não importa...

-Importa sim... – rebateu Aki. – Você não costuma agir de forma tão impulsiva assim.

-Eu reagi a uma fêmea. – sussurrei saindo dali e tentando rastrear Critty pelo seu delicioso cheiro de morango.

-Reagiu? – perguntou Toshiro, surpreso. – E o que é que tem a ver o clã dos felinos?

-Não está óbvio, Toshiro?! – ela disse quase histérica. – Ele reagiu a uma fêmea do clã dos felinos!

-Sim. Eu reagi a uma neko. E mais, estou estudando na mesma classe que ela, sigo ela no site do Spirit. – disse, finalmente encontrando o rastro dela. – Agora preciso ir atrás dela.

-Mas você...!!!! – Aki estava quase a ponto de surtar, mas foi amparada pelo meu irmão.

-Esqueça Aki... Você não reagiu a nenhum macho pra saber o que ele está sentindo. – Toshiro sempre foi o mais compreensivo, como irmão mais velho, diferente de Aki, a irmã do meio, que é muito escandalosa.

-Obrigado Toshiro... – disse me transformando em lobo e indo atrás dela.

 

  Não demorou muito até eu acha-la, pois seu cheiro de morango ficava cada vez mais forte. No entanto também identifiquei o cheiro salgado das lágrimas. Ela estava chorando e quando estava perto dela acabei uivando sem pensar, o que chamou a atenção dela e assim que cheguei perto, mas ela acabou cedendo ao cansaço.

 

-Gatinha, gatinha... – disse suspirando, me transformando em Ookami boy e pegando ela no colo em estilo noiva. – Você me deixa louco...

-Hmm... – ela murmurou se ajeitando melhor nos meus braços. Não demorou muito para chegarmos na casa dela.

-Não vou poder ficar com você, pois já seria difícil explicar... – disse colocando ela na cama, pegando o meu celular e mandando a mensagem como “Wolf”. – Descanse, minha gatinha... Logo teremos tempo de conversar.

-Hmm... – ela murmurou de desgosto quando a coloquei na cama. Eu sabia que não demoraria muito para ela acordar, então saí da casa dela pela janela e fui para a minha toca, logo depois de fazer carinho nas orelhas de neko dela, que ronronou de forma muito fofa. Essa gatinha logo irá descobrir que não permito que magoem o que é MEU.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...