1. Spirit Fanfics >
  2. Amor De Um Psicopata(Jikook) >
  3. Início Dos Planos

História Amor De Um Psicopata(Jikook) - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus anjos, bens e bolinhos😘 primeiramente gostaria de agradecer pois chagamos aos duzentos e doze favoritos, muito obrigado mesmo por tudo❤ obrigado!!!
Bom, peço desculpas pela demora é que não estou bem de saúde, por isso peço de vocês um pouco de paciência que irei postar nossos capítulos, e hoje vim aqui com mais um, espero que gostem dei meu máximo para ela está bem encaixada com o enredo da Fic
Bom, é isso, desculpe-me mesmo pela demora😍
Boa leitura nesta quarentena👏

Capítulo 24 - Início Dos Planos


Fanfic / Fanfiction Amor De Um Psicopata(Jikook) - Capítulo 24 - Início Dos Planos

Continuando....

Jeon era arrastado por todos aqueles malditos que estavam o levando para uma penitenciária, ele gravava os rostos quando passava por eles porque quando estiver livre ah coitado daqueles que entraram em seu caminho, havia imprensa no local ele ria para cada uma das câmeras mostrando sua imponência e assim é colocado dentro de um camburão, ele até ria se sentia em um próprio filme de magnatas onde o maior criminoso era pego, é realmente uma grande piada, ele sabia que a partir daquele momento seu lado louco iria aflorar mais se for para cair ele jamais caíra sozinho a verdade era tá prá nascer alguém capaz de acabar com ele, enquanto isso não acontece ele já planejava sua fuga, ah sim Jeon já suspeitava quem estava por trás daquilo tudo e quando ele o encontrar novamente esse infeliz conhecerá o pesadelo em pessoa e assim ele rir mais fica sério novamente quando escuta: senhor Jeon, creio que amará passar a eternidade dentro de nossa penitenciária.

- é o que veremos! - responde encarando o homem que chega sente um calafrio em sua espinha ao encarar aqueles olhos negros afiadores que só faltava arrancar sua alma, já Jeon ria da cara de medo do projeto de homem a sua frente, é isso será muito interessante ele só espera que ninguém toque em seu bebê porque se isso acontecer ele mostrará um lado que ninguém ainda conhece.

Enquanto isso na mansão....

    Jimin encara Taemin com os braços cruzados e em pleno deboche ele rir e muito o que apoquenta o outro e quando termina ele o encara mortalmente e fala: nem a pau meu querido aqui quem manda sou eu, já você nem na merda manda.

Taemin furioso vai até ele e o puxa pelo braço com tudo e furioso o olhando fala: acho melhor ter cuidado com que fala meu anjo, porque não será só Jeon que dançará você também sofrerá as consequências se não colaborar.

- escute aqui seu escroto de merda eu não tenho medo de ninguém, afinal de contas eu durmo todos os dias e noites com ele e ontem, ah ontem sim ele me levou as alturas, então acho bom o escroto ai se mancar você pode ameaçar o quando quiser porque cobra que rasteja não ataca. - e assim Jimin virá as costas e sobe levando consigo Tae, Jin e Eunbi se Taemin queria guerra ele terá

- espero que saiba que a mansão está toda cercada não tem para onde ir meu anjo, queira você ou não eu mando aqui agora. - grita Taemin para ele escutar

- senhor, quer que fizemos algo- pergunta um de seus capangas

- não, não, ele é arisco mais sei muito bem lidar com rosas como essa, é só cortar os espinhos.- dizia Taemin rindo ao pensar em algo

Enquanto isso Jimin entra furioso com tudo dentro do quarto, ele até grita e chora de raiva ele não acreditava que isso realmente estava acontecendo como ele não percebeu isso antes? Ele se culpava era para seu homem está alí naquele momento com ele, afinal de contas eles haviam acabado de ficarem noivos sem contar na noite quente que tiveram juntos ele não acreditava que levaram seu coelhinho dele e isso o dava raiva e medo de algo acontecer, afinal de contas Jimin era forte valente mais era frágil e delicado em algum momento de sua vida, ele andava de um lado para o outro tentando pensar em algo e rápido

- Chim se você não parar eu juro que irei vomitar está me deixando mais tonto e nervoso desse jeito. - fala Jin que estava do mesmo jeito que o amigo

- droga, estamos presos em nosso próprio lar e para piorar o desgraçado confiscou todas as minhas armas, estou no ponto de explodir e estourar a cabeça do maldito de pura raiva que estou sentindo no momento, ah droga!- dizia Jimin em pura raiva 

- se acalme você é quem é sabe muito bem resolver esses detalhes, confio em você acredito que irá conseguir Chim e espero que você acabe com ele dá pior forma. - fala Tae para Jimin que agora estava pensando em algo

- senhor, fique calmo dará tudo certo o senhor Jeon é Killer e perder ou baixar a cabeça não existe em seu dicionário e outra, você ainda tem uma arma de reserva é só olhar dentro do closet direito meu senhor. - fala Eunbi para tentar acalmar e ajudar seu senhor que rir para a mesma neste momento, é estava tudo um tremendo alvoroço mais a velha sabia muito bem quem ganhará no final. 

Busan

Penitenciária de resistência máxima

  Ao chegar na penitenciária es que as portas do camburão é aberta e assim três homens de uma vez entram para assim arrastar Jeon para fora este que ao pisar no chão respira fundo o ar do lugar e macabro fala: fedor de sangue, gostei.

E assim é levado para dentro e ao chegar lá seu sorriso aumenta ainda mais pois o lugar era horrível paredes grossas e reforçadas, isolamento do meio urbano, grades, cercas, vigilância constante, divisão em celas etc, Jeon estava impressionado e mais feliz porque era alí bem naquele lugar que será o palco do novo massacre a qual ele liderará, e quando sair seu plano de matar Danger partirá para o final ah se vai, ele assim é arrastado até uma sala grande de porta de aço muito alta, por sinal uma velharia que enojava Jeon que começava a sentir falta de sua fortuna e do corpo e beijos quentes do amado, e isso ele tinha que mostrar o homem cruel que era por Jimin para ele e somente por ele, e com isso a porta se abre revelando a sala em cor escura e macabra onde dentro dela tinha envolta de cinquenta homens armados em pé ao redor e no meio tinha uma grande mesa onde um homem estava sentado em uma cadeira olhando uns papéis que estava em mãos, em sua frente havia uma cadeira vazia o qual ele foi colocado sentado tendo os pés presos por correntes de aço, ele até rir da situação o homem que até então olhava os papéis os largam em cima da mesa o olha pondo assim as mãos em cima dela e então, ele com um sorriso o qual Jeon queria arrancar de sua cara feia fala: ora, ora, o que temos aqui? Senhor Killer seja bem vindo!

- espero que tenha um bom motivo para mim está aqui, sabe que sou um homem de negócios e muito ocupado e que não costumo gostar de perder com insignificantes como vocês. -fala Jeon áspero já que seu humor havia mudado e agora alí diante de todos estava ele Killer o que dava medo em cada um alí até os homens armados alí tremiam diante do então famoso psicopata que mesmo preso mostrava uma grande dominância e postura, fazendo o homem a sua frente engolir em seco e assim abaixar a cabeça e falar: é-é bom, o senhor está aqui pelos crimes que cometeu e já aviso que não saíra daqui tão cedo!

- não seja ridículo homem eu Killer Bunny pagar por meus crimes? E quanto a sua morte pagarei de que forma em? Não há penitenciária nenhuma que me prende, a única coisa que me prende são as lindas coxas grossas do meu bebê, tirando isso não ah nada e ninguém páreo para mim! - dizia Jeon entre dentes, estava furioso ao ponto de gritar, se soltar e matar um por um para depois dar de presente como sopa para seus lindos cães, Jeon estava perdendo a pouca paciência que tinha não era para ele está alí naquela situação ridícula, ele então assustando todos presentes bate com tudo em cima da mesa e fala: é melhor começar a falar porque se você sabe eu não tenho medo de ninguém, e nem tente me ameaçar com armas porque eu sou a própria arma.

O homem a sua frente engole seco novamente e em seguida tentando colocar uma cara de durão no rosto fala: creio que preso o senhor não fará nada entenda, o senhor está perdendo Killer, sua vida, suas fortunas e a beldade que possui na cama se eu fosse o senhor ficava quietinho para acabarmos logo com isso e para o senhor ser levado para sua humilde cela.

- ainda espero que seja algo muito importante porque como eu falei eu não tenho medo de nada, e estou no ponto de perder a pouca paciência que tenho. - fala Jeon nem um pouco abalado e o olhando sério com um sorriso diferente no rosto

- Bom senhor Killer Bunny, ou melhor, Jeon Jung-kook magnata rei do crime, de 26 anos de idade, empresário e líder do maior contrabando do país, banqueiro, dono do banco central da cidade, ficou noivo ontem com a maior beleza do país, eleito o maior trilhardário de todo o país, psicopata matou mais de quinhentas mil pessoas. - dizia o homem lendo tudo aquilo nos papéis as informações de Killer mais que na mesma hora é interrompido pelo mesmo

- Creio que está informação está errada, nem para fazer uma pesquisa você serve em?- debocha Jeon que não ver a hora de matar o homem que estava bem em sua frente

- Quer dizer que irá negar agora seus crimes? Que coisa feia em Jeon, um homem grande desse. - testa o homem a paciência de Jeon que o olha mortalmente e depois da uma risada macabra estilo próprio seu e olhando para todos Jeon responde: não meu caro, não negarei até porque não sou homem que faz esse tipo de coisa, apenas falei que a informação não procedem, ou seja, eu matei mais do que está bosta fala ai seu desgraçado você está me irritando sabia? O mais burro de sua parte é achar que não irei sair daqui, já sair de coisa pior meu caro e não há lugar que me prenda!

- Levem esse maldito daqui agora! - grita o homem que sentava na frente de Jeon, este último citado que é arrastado para uma outra parte daquele lugar, por isso Jeon ia rindo e ria muito a espera de sua perfeita oportunidade, ele era arrastado pelos braços até ser jogado dentro de uma cela, chegando lá um dos carcereiros que segurava seu braço fala: seja muito bem vindo a seu hotel. - e assim rir

Jeon o encara e responde: desgraça que tipo de cela é essa? Pensei que ganharia algo com tudo dentro, cadê meu bar? Minha televisão? Bom, o que importa mesmo é que sairei daqui.

Jeon havia reparado em um jovem que o olhava com um olhar de admiração? Bom, isso era bom, para ele isso era perfeito depois que todos sairam o jovem era o único que ficou na cela Jeon o olhou riu e perguntou: não me diga que colocaram uma criança para cuidar de mim?

- s-senhor J-jeon, é-é u-uma h-honra conhecê-lo senhor. - o jovem aparentemente nervoso fala

Killer percebendo rir e pergunta: ora me diga qual o seu nome meu rapaz?

- E-eu m-me c-chamo Ulisses senhor, estou a sua disposição sou um grande admirador seu. - responde o homem orgulhoso

- admirador meu? Bom, porque trabalha para esses caras meu jovem?- pergunta novamente Jeon intrigado e já tramando algo

- e-eu b-bom, p-preciso sustentar minha familia senhor, por isso. - responde o rapaz intimidado com o tamanho do olhar que recebia de Killer

- sustentar sua familia? Quantos anos tem?- Pergunta Jeon agora interessado ora, o jovem a sua frente é mais novo que sí isso deu para perceber mais dai ter uma familia para sustentar, bom, isso está ficando interessante demais

O jovem ainda estava nervoso assustado talvez? Pensava ele já que sua inspiração estava alí bem alí em sua frente, o homem mais temido do qual tinha o sonho de trabalhar para ele não para matar pois não tinha coragem para isso mais sim para ser seu segurança quem sabe, bom, ele pensava dessa forma mais acabou por seguir um caminho diferente e esse o levou para aquele lugar ser segurança de penitenciária, ver se pode? Bom, foi isso que aconteceu então ele respira fundo olha para Killer e responde: sim senhor, eu tenho dois filhos e uma mulher para sustentar assim como minha mãe e minha vó, bom, eu já tenho 21 anos de idade senhor. 

- ora, ora, já tem uma familia para sustentar em, bom, digamos que você ganhe muito dinheiro, carros, casas que não venha faltar nada para você e nem para sua familia, mais em troca de um favor você faria? - pergunta Killer agora mais interessado ainda queria vê até onde a ambição de um homem ia e ele estava disposto a ajudar

Ulisses sem entender o olha apavorado, ou seja, Killer Bunny estava lhe propondo algo? E em troca de um favor? Mais qual seria esse favor? Nem conseguiu raciocinar direito e já teve sua resposta

- bom, quero que me ajude a sair daqui se fizer isso você terá tudo dinheiro, fama e proteção, então o que me diz?- pergunta Killer com um sorriso vitorioso nos lábios

Enquanto Uliises trava no lugar espantado, era isso mesmo que ele estava escutando? Ajudar um criminoso a sair da prisão? 

   Mansão Killer

      Taemin não achava que seria tão difícil assim, só naquele momento Jimin havia matado mais homens seus do que ele em vida matou os de Jeon, é a rosa era realmente perigosa e ficava cada vez mais lindo quando bravo daquele jeito, ele começava a pensar se seus planos estava indo por água a abaixo, é parece que Taemin estava perdendo o posto e rápido demais já que Jimin não dá o braço a torcer de jeito nenhum, bom, é o que verá já que havia prendido Jimin no quarto sem comida e sem água, ele quer vê até onde ele vai já que havia prendido Jin e Tae em quartos separado também, Taemin achava que tinha tudo nas mangas mais realmente é nessa hora que descobrimos que ele não sabe quem realmente é Killer Bunny, só que esta descoberta está mais perto do que ele imagina.

      Enquanto isso Jimin estava trancado dentro do quarto até escutar a porta sendo destrancada e uma voz pergunta: mais o que significa isso?

Jimin olha em direção a voz e percebendo quem era debochado responde: ora, uma burca muçulmana por acaso você é burro.

Furioso e perdendo a paciência Taemin o puxa com tudo pelos braços mais Jimin o acerta um tapa forte na cara o que faz Taemin se enfurecer ainda mais, ele o encara e fala: você já está passando de todos os limites sabia? Você de um jeito ou de outro será meu! escute o que estou lhe dizendo não é vestido desse jeito que se livrará de mim, perdir este posto para Killer quando eramos crianças mais não perderei desta vez, descobrir quem você realmente é,  Park Jimin não é mesmo? Seu nome verdadeiro, confesso que de início não sabia quem era a tal beldade mais quando descobri ah Jimin fique sabendo que eu nunca desistir de querer você, não será um simples soco que levei quando criança que fez com que eu desista de você.

- mais do que você está falando seu louco, nunca você me terá eu só pertenço a um homem de corpo e alma e esse homem se chama Killer Bunny! - Jimin cospia furioso as palavras em sua cara

- Então tá, vamos vê o que você fará quando eu acabar de vez com seus amiguinhos.- Taemin fala saindo do quarto com uma arma nas mãos e rindo

- O que você irá fazer com eles em? Não mexa com eles você pagará muito caro por isso desgraçado, não mexa com eles.- grita Jimin irritado mais sem demonstrar que estava assustado  

- aceite então meu convite de jantar comigo se vista lindamente, deite-se comigo e eu penso se vou ou não fazer algo contra seus amiguinhos- fala Taemin rindo

- ficou louco de vez, nunca me deitarei com você, nunca! prefiro morrer ao me deitar com você. -grita Jimin furioso com a tamanha audácia do cretino em sua frente

- Então espero que não se arrependa quando vê seus amigos morrendo queimados no jardim dessa mansão, eu te dei uma escolha; jante comigo, deite-se comigo e seus amigos vivem, última proposta o que me diz?- pergunta Taemin sorrindo cínico

Jimin só falta pular no pescoço do maldito a sua frente e o quebrar todo em pedaços, mais não podia a vida de seus amigos estavam em risco, ele podia ser um assassino frio mais seus amigos eram importantes demais para ele que sabia que os mesmos tinham coragem o suficiente para se defenderem mais estavam em uma situação complicada no momento, e então, qual será sua escolha? Aceitar ou não aceitar? Qual será a saída daquela loucura? Seu lado cruel falará mais alto?


  


Notas Finais


Eita🔥
Então o que irá acontecer nos próximos capítulos😏
Bom, eu não sei de nada🙆
Comentem
Favoritem
Até a próxima😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...