1. Spirit Fanfics >
  2. Amor de vampiro - Chris Evans >
  3. O novo vizinho

História Amor de vampiro - Chris Evans - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Pessoa, capítulo curtinho também. É mais uma introdução do James Scott e sua família.

Espero que gostem!!

Capítulo 2 - O novo vizinho


POV  - James Scott

 

Acabara de completar 17 anos. Meu pai o prefeito da cidade de Nova York, já estava pensando em me levar para o trabalho dele me inteirar sobre os assuntos políticos que envolviam a cidade. Confesso que nunca gostei do trabalho do meu pai. Eu gostava mesmo era de Artes, pinturas, desenhos. Eu poderia me tornar um grande pintor um dia, de acordo com o meu professor. Mas meu pai queria que eu seguisse os seus passos, então a contra gosto eu sempre iria as reuniões desde jovem. E agora que faltava 1 ano para completar 18 anos, como eles diziam popularmente "me tornar um homem de verdade". Minha presença nas reuniões eram cada vez mais assíduas. 

As reuniões eram sempre muito chatas, as mesmas pessoas, as mesmas conversas. A parte melhor era quando chegávamos em casa no fim do dia. Minha mãe e minhas duas irmãs nos recebiam com uma boa comida na hora do jantar. 

Nossa casa era muito grande e um terreno mais ainda, nunca cheguei a me questionar o quão grande era o terreno. Havia lagos e até passava um rio por ele.

Em minha casa vivia meu pai, Alfred Scott, minha mãe, Lynda Scott, e minhas irmãs, Sophia Scott de 21 anos e Sarah Scott de 13 anos. Eu era o filho do meio.

Minha irmã Sophia, já estava na hora de arrumar um marido para se casar. Meus pais já estavam procurando pretendentes. Ela era muito bonita, puxara minha mãe. Logo, logo se casaria.


 

Em um belo dia chuvoso, da janela do meu quarto vejo uma movimentação na entrada do grande casarão que havia na frente da nossa casa. Era uma casa tão grande quanto a que eu morava, mas desde que me entendo por gente ninguém nunca morou nela. Os antigos donos acabaram falecendo após o fim da construção dela. O que acarretou de a casa ficar para ser leiloada. E diversas vezes ela foi a leilão mas ninguém a comprara a não ser agora. 

Observei pela cortina do meu quarto uma carruagem grande para na porta da casa e um homem vestido todo de preto de cabelos loiros entrar dentro da dela seguido de vários outros homens carregando suas malas. Quando mais jovem eu e meus amigos enquanto brincávamos acabávamos entrando na casa e lá haviam móveis todos coberto por um pano. Hoje mais velho eu entedia, a casa era toda mobiliada, então o dono só precisaria mesmo entrar e morar.

O homem todo vestido de preto saiu mais uma vez da casa, agradeceu os homens que os ajudaram, esperou que fossem embora, e do nada ele olha em minha direção. No susto, eu me abaixo, fecho a cortina, apago as luzes do quarto e me deito na cama e assim permaneço até meu coração se acalmar e poder dormir. Aos poucos fui adormecendo com o som da chuva e do vento.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...