História Amor de Vampiro! ( Imagine Kim Seokjin) - Capítulo 46


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Novela, Romance
Visualizações 90
Palavras 2.210
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hhhiii my babys👋

Tive que apressar um pouco as coisas aqui, então passei alguns dias. Espero que tenha ficado bom.

Sinto muito em dizer, mas até eu tô chorando aqui: "Amor de Vampiro" está chegando em sua reta final. Mas isso não é uma despedida. Eu agradeço muito a todos vocês.

(Esse não é o último capítulo)

Espero que gostem☺

Boa leitura a todos😍😚😙

Capítulo 46 - Where are the little ones?


~DEB ON~


2 meses depois...


O tempo cansou de ser lento e agora passa como um vulto.


Durante esses dias, nada ainda aconteceu. Hee permanece em silêncio, mas é esse silêncio que deixa todos nós com um certo receio.


O amigo do Jin, Jackson, diz que Hee realmente está muito quieta. Não compartilha nada com ele e achamos que isso faz parte do plano.


Depois que Jin e S/n trouxeram os ingredientes da casa de Jackson, eu e Hobi conseguimos fazer o chá para Namjoon tomar e hoje ele está bem melhor. Lêh disse que ele está até mais "ativo". Eita!


Bia e Kayla vem tendo aqueles sonhos confusos. As duas sonham quase a mesma coisa, tudo relacionado com o passado de Hee, tudo relacionado a morte. Bia ás vezes perde o controle dos seus poderes com esses sonhos, mas nada como uma pequena Min possa ajudar.


E falando nela. Chin teve seu crescimento surpreendente, um crescimento assustador. A menina é muito inteligente, tem os mesmos poderes dos pais, só que duas vezes mais forte. Chin já estuda e recebe muitos elogios de garotos por ser linda, Yoongi já perdeu sua cabeça várias vezes. Temos aí um pai ciumento, mas isso pra mim é proteção, afinal ele tem motivos para ser protetor.


Eu não ando nos melhores dias. Venho andando cansada ultimamente, mas tudo isso tem uma razão. Venho pesquisando bastante sobre minha família, já fui na joalheria muitas vezes, mas nada descubro.


 Hobi até me dar sermões por eu não está descansando direito, já brigamos várias vezes por causa disso, mas nada que seja preocupante. Hobi me ajuda nas pesquisas quando tem tempo, mas sempre diz um "chega" quando estou cansada. 


Mas isso tudo é muito confuso. O que a história da minha família tem haver com o que está acontecendo com a gente agora? E a frase que descobrimos?


Ainda não achei nada de surpreendente no livro Louis. Só conta a história dos meus antigos descendentes, a história da joalheria e tals. Ainda não terminei de lê, é muito grande.


Mas a frase não sai da minha cabeça:


Os sorrisos mais bonitos estão em um simples papel. 


Que papel?


Que sorrisos?


Alguém para me dar uma dica?


JH: Pensando no que? - Hobi chama minha atenção.   


Estou com o livro da minha família nas mãos, mas me perdi nos meus pensamentos. Por que tudo tão difícil?


- Você sabe! A mesma coisa de sempre. - Sorri fraco.


JH: Deb, nisso de novo? - Vai começar. 


- Hobi é minha família. Não tenho nenhuma pista até agora, tenho que saber de algo, está sendo tudo muito difícil. 


JH: Eu sei que é sua família, mas você está se prejudicando com isso. Nós vamos conseguir achar uma pista e nós vamos sair dessa. Vamos sair dessa juntos, como uma verdadeira família. - Sorrir.


É esse seu sorriso que me faz sorrir também. É esse seu sorriso na qual eu me apaixonei quando o vi pela primeira vez.


- Te amo, seu idiota! 


JH: Também te amo, sua chata! - Me beija.


Nosso amor é assim, por base de xingamentos, mas isso pra gente é elogios.


JH: Vamos! Tenho uma coisa para te mostrar. - Pega em meu pulso.


- Hobi! Eu quero dormir.


JH: Sério mesmo? Vive grudada nesse livro, quase não dorme e quando eu quero te mostrar uma surpresa dá sono?!


- O que você vai me mostrar?


JH: É surpresa. Eu e os meninos estamos organizando isso a meses e vocês nem perceberam.


- Meses?


JH: Sim! Íamos mostrar pra vocês tudo no mesmo instante, mas pedi para o Jin me dá uma exceção. Queria mostrar pra você a sós e ele deixou. Agora deixa de preguiça e vamos! - Me puxa.


Hope me guia até o final do corredor dos quartos e paramos em frente ao último quarto que contém ali. Eu e as meninas sempre tivemos curiosidades sobre esse quarto, mas sempre tínhamos medo de entrar, pois ele era assustador por fora.


Mas hoje está diferente. Por fora, o quarto está bem limpo, porta trocada e tem uma plaquinha escrito: "O verdadeiro significado de família."


- Vou chorar só com essa frase! - Limpei uma falsa lágrima. 


JH: Feche seus olhos! - Fechei os mesmo sem dizer nada. Agora estou curiosa.


Ouvi o barulho da maçaneta da porta sendo girada, Hobi me ajuda a entrar e paramos.


JH: Pode abrir! - Abri os olhos e quase tive o infarto com o que vi.


O quarto não tem móveis, nem nada, mas as paredes cheias de fotos de todos nós, fazem uma verdadeira decoração. 


São muitas fotos desde que nos conhecemos. Tem fotos até do dia do nosso primeiro treinamento, tem do dia em que deixaram Kwan na nossa porta e tem até do nascimento de Yeonbin.


Tem fotos zuadas de todos nós. Nossas maluquices foram registradas e colocadas nessa parede.


- Meu Deus! Onde vocês arranjaram tantas fotos? Se depender, tem mais de mil fotos nessas paredes.


JH: E tem. Nós gostamos de registrar momentos importantes nas nossas vidas e todos esses momentos que estão aqui, são importantes. - Hobi toca em uma foto que eu lembro muito bem quem a tirou.


Foi Jungkook. A foto é eu e Hobi abraçadinhos nos beijando. 


JH: Jungkook é um ótimo fotógrafo. - Assenti. - Você gostou?


- Hobi! Eu amei! Isso tudo é muito lindo, olha essa foto. - Apontei para uma foto onde todos nós fizemos uma careta, era um mais icônico que o outro. 


Vendo todas essas imagens juntas, me fez perceber uma coisa muito bonita. Mesmo nós estando diante a problemas, sempre estamos sorrindo. Todas essas fotos nós estamos sorrindo, nenhuma nós estamos trites, ou com raiva.


Daí lembro da frase que tanto me perturba:


Os sorrisos mais bonitos estão em um simples papel!


Estou emocionada. Não quero mais sair daqui, perdi até o sono. Mas algo me faz despertar pra realidade, são gritos.


Bia: EU QUERO MINHA FILHA! ONDE ESTÁ MINHA FILHA? - Os gritos estão vindo lá de baixo.


Eu e Hobi fomos correndo pra lá e parece que houve alguma coisa.


- O que aconteceu?


Lêh: Tae e Kayla foram pegar as crianças na escola, mas não o acharam.


TH: Procuramos em todos os cantos, fomos na diretoria, conversamos com os professores, mas nenhuma notícia.


Kayla: Meu filho! Eu quero meu filho. Yeonbin, onde você foi se meter? - Kayla chora, mas não só ela.


O clima da sala está tenso. Bia, Kayla e S/n são as que mais choram.


Bia: Por favor Chin. Aparece e diz que foi só uma brincadeira de criança. Não faz isso comigo, não faz isso com a sua Omma!


YG: Calma meu amor! Ela vai aparecer. 


Bia: COMO VOCÊ QUER QUE EU TENHA CALMA SE MINHA FILHA ESTÁ DESAPARECIDA? - Yoongi a abraça e ela chora com todas as suas forças. 


S/n: Cansei! - S/n levanta e sobe indo em direção ao seu quarto.


JN: S/n o que você vai fazer? S/n, meu amor! Desce aqui! - S/n desce com uma peça de roupa nas suas mãos. - O que você vai fazer S/n? Pra que essa blusa do Kwan?


S/n: Vou procurar Kwan. Nosso filho está desaparecido e você vai ficar parado, sem fazer nada?


JN: Mas não temos nenhuma pista para onde eles foram. 


S/n: Dane-se as pistas! Eu vou procurar Kwan e preciso de um farejador. Alguém?


Kayla: Eu vou com você. - Kayla levanta.


TH: Eu também vou.


Bia sai dos braços de Yoongi e vai correndo para seu quarto. Ela volta minutos depois com uma peça de roupa da sua filha.


Bia: Eu também vou.


YG: Você não vai!


Bia: Yoongi! É a minha filha que está desaparecida, eu tenho que ir.


YG: Ela também é minha filha e você não está em ótimo estado para essas coisas. Você fica, eu vou com eles! - Bia bufa, entrega a blusa de Chin para Yoongi e senta no sofá cruzando os braços, morrendo de raiva.


JN: Temos que dividir para irmos as buscas. Eu, S/n, Yoongi, Namjoon, Tae, Kayla e Hobi vamos procurá-los. Já o resto fica em casa e atentos, eles podem voltar pra cá e tem que ter pessoas em casa.


JK: Esquecemos de um fato importante e que pode ajudar nas investigações. - Olhamos para Jungkook. - Os pequenos tem amigos na escola, então com certeza, alguns dos amigos deles devem saber de alguma coisa. - Verdade.


Bia: Chin fala bastante daquela tal de Na Haeun que Kwan conheceu quando fomos o matricular na escola. Elas são amigas. 


S/n: Mas não temos o endereço da menina.


TH: Temos sim. - Olhamos confusos para ele. - Yeonbin gosta muito dessa menina e um dia ele pediu para eu deixá-la em casa depois da aula. Acho que lembro do endereço. 


Bia: Deixem eu fazer pelo menos uma coisa nessa vida? Deixem eu ir na casa dessa menina e perguntar onde minha filha foi? - Olha pra Yoongi. - Por favor Yoon!


YG: Tá bom, mas vai alguém com você. - Bia assente.


- Eu vou com ela! 


JN: Jimin! Vá com elas, talvez elas precisem de ajuda masculina. - Jimin assente.


Bia: Tae, anota o endereço.  - Tae assente e vai para seu quarto. 


Lêh: Sinto que Hee está envolvida nisso.


Cecí: Pensei que era só eu que sentia isso.


TH: Está aqui. - Tae entrega um papel a Bia.


JN: Vamos fazer assim. Vocês vão para a casa dessa menina e perguntem tudo o precisam a ela. Se ela tiver pistas nós iniciamos as buscas. 


- Vamos então? - Bia e Jimin assentem.


Mesmo aqui sendo uma floresta isolada, por sorte nossa a casa não era tão longe. Fomos a pé mesmo e rapidinho nós chegamos no endereço que Tae anotou.


Jimin toca a campainha da casa várias vezes, até que a porta foi aberta e a própria Na Haeun a abre.


Haeun: Quem são vocês? 


- Você não lembra da gente? - A menina pensa um pouco e assente animada.


Haeun: Vocês foi quem levaram Kwan para fazer a matrícula dele, não foi? - Assentimos. - E você é a mãe da Chin? - Aponta para Bia que assente.


*** Quem está ai, Haeun? - Um homem no lado de dentro pergunta para a pequena.


Haeun: São os pais dos meus amigos. - O homem vem até a porta.


*** Precisam de ajuda? A cara de vocês não estão nada boas.


Bia: Precisamos sim, mas a ajuda que queremos é da Na Haeun.


*** O que vocês querem com a minha filha?


JM: Os nossos pequenos desapareceram e sua filha pode nos ajudar nisso, pois eles são ótimos amigos.


***Oh! Sinto muito! Me chamo Kihyun (At: Foi o primeiro nome que apareceu na minha cabeça). Entrem! - O tal Kihyun abre a porta para nós entrarmos e assim fizemos. 


- Não tomaremos muito o seu tempo. Só temos que fazer algumas perguntas para a Haeun. - Kihyun assente.


Haeun: Os meus amigos desapareceram? - Assentimos. - Mas uma mulher foi buscá-los e disse que era tia deles que eles não conheciam e que levariam eles para casa.


Bia: Como era essa mulher?


Haeun: Era uma moça bem bonita, tinha cabelos escuros e bem simpática. 


- Você sabe de mais alguma coisa dela, ou o que ela disse para eles?


Haeun: Ela disse que ia levar eles para passear, depois levaria eles para casa. 


JM: Mais alguma coisa? - Haeun nega com a cabeça. - Você viu em que direção ela levou seus amigos?


Haeun: Não prestei atenção. Me desculpem! 


- Tudo bem. Você já ajudou bastante.


Kihyun: Precisam de alguma coisa? Ajuda?


Bia: Não Senhor, já temos o que precisamos. Eu  acho. - Bia sussurra a última parte, está visível nela que não está bem.


- Temos que ir. Obrigada pela a atenção de vocês. E... Kihyun, cuide bem da sua filha, Na Haeun é uma menina muito exemplar e tem uma espécie rara. Anjo está sendo muito caçado ultimamente.


Kihyun: Está sim e não se preocupe, Na Haeun é bem protegida. - Fomos em direção a porta. - Se precisarem de alguma ajuda, estamos a disposição. 


JM: Obrigado mesmo. - Saímos da casa.


Kihyun: Me informem se acharem os pequenos.


- Informamos sim. Até mais. - Acenamos e assim ele fechou a porta.


Bia cai de joelhos no chão, chorando como nunca chorou na vida. Eu e Jimin nos abaixamos e a abraçamos de lado.


Bia: Eu avisei a ela. A Chin é muito teimosa. Eu já avisei a ela que não acreditasse em estranho. - Chorava mais e mais. 


- Vamos para casa, hum? Vamos contar para os outros e iniciar as buscas. - Jimin a ajuda a levantar e assim começamos andar.


Assim como antes, não demoramos para chegar ao nosso destino. Bia logo quando chegou, foi em direção a Yoongi e chorou ainda mais abraçada a ele, deixando todos os outros confusos.


Bia: Minha filha foi sequestrada. - Bastou falar isso e todos ficaram mais espantados que antes, só foi falar isso que Kayla e S/n começaram a chorar novamente. - Os pequenos foram sequestrados. 


S/n: Como? O que aconteceu? - Contamos tudo início e todos já choravam. 


Kwan, Yeonbin e Chin são os amados dessa casa. São alegria daqui, são a animação desse lugar. Todos os amam e todos sentem falta desses pequenos.



JN: Vamos iniciar as buscas. 



Continua...















Notas Finais


Uuuiiiii!!!!! Acho que tem uma lágrima no meu olho😢

Será que isso veio da Hee? Digam o que vocês acham!

Meu perfil: @Suga-Bia

Sigam: @tana_br , @hoseokinha02 e @sweedtaekook

Me desculpem pelos os erros O_0

E até a próxima...😍😘😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...