1. Spirit Fanfics >
  2. Amor Doce - Mary e Marie (Nathaniel e Lysandre) >
  3. Capítulo 23

História Amor Doce - Mary e Marie (Nathaniel e Lysandre) - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


IMPORTANTE:

Para expressar pensamentos eu uso: ° .
Exemplo: °O que eu estou fazendo da minha vida?°.

Capítulo 23 - Capítulo 23


Fanfic / Fanfiction Amor Doce - Mary e Marie (Nathaniel e Lysandre) - Capítulo 23 - Capítulo 23

 

 


   NOME: Priya Abad
   IDADE: 15
   ALTURA: 1,75
   FAMÍLIA: pais: Nayara e Ravi, irmã: Maya (personagens fictícios)
   COR FAVORITA: azul
   PERSONALIDADE: calma, inteligente, amiga, atenciosa, determinada, corajosa, extrovertida
   APARÊNCIA: pele morena, cabelo liso longo castanho, olhos azuis
   GOSTA: dançar, ler, escrever, passar tempo com os amigos, decifrar o comportamento e sentimento dos outros
   NÃO GOSTA: injustiça e preconceito
   SIGNO: áries 
   SEXUALIDADE: panssexual


   NOME: Alexy Heller
   IDADE: 15
   ALTURA: 1,76
   FAMÍLIA: pais: Arnaldo e Vitória, irmão: Armin
   COR FAVORITA: laranja e verde
   PERSONALIDADE: extrovertido, atencioso, ciumento, curioso, animado, debochado, atrevido, amável
   APARÊNCIA: pele branca, cabelo azul, olhos roxos
   GOSTA: passear, shopping, amigos, família, moda, ouvir música techno, se cuidar
   NÃO GOSTA: chuva, filmes tristes
   SIGNO: gêmeos
   SEXUALIDADE: homossexual


   NOME: Armin Heller
   IDADE: 15
   ALTURA: 1,76
    FAMÍLIA: pais: Arnaud e Vitória, irmão: Alexy
   COR FAVORITA: preto
   PERSONALIDADE: brincalhão, irônico, infantil, inteligente, estratégico, gentil
   APARÊNCIA: pele branca, cabelo preto, olhos azuis
   GOSTA: Vídeo games, batatinhas, jogar jogos online, assistir animes, ler mangás
   NÃO GOSTA: passear, ficar sem internet, fazer compras
   SIGNO: gêmeos
   SEXUALIDADE: heterossexual

 

 

_________________________OUTRO DIA______________________

  Era dia 1 de junho, segunda.

  O despertador tocou e eu acordei, desliguei aquele negócio apitante e saí da cama. Caminhei ainda sonolenta até o meu armário e escolhi uma roupa.

*Vesti uma calça jeans. Meias brancas. Um tênis branco. E uma blusa branca de manga longa*.

  Arrumei o meu cabelo fazendo um coque polvo nele. Peguei minha bolsa e desci as escadas, entrei no banheiro e fiz minhas higienes. Depois fui à cozinha, onde tomei café e conversei com minhas mães. Terminei de me ajeitar, escovei os dentes, ajudei a organizar as coisas do café, me despedi das minhas mães e fui até à casa da Mary. Dei "bom dia" para os pais dela e um abraço na minha amiga linda. Entramos no carro e os pais da Mary nos deixaram na escola.

  Assim que entramos o sinal bateu, pegamos nossas coisas nos armários e fomos para a sala de aula. Nos sentamos e ficamos conversando com a Rosa. A professora entra na sala pedindo silêncio, depois ela pede que os novos alunos entrem na sala. Olho bem para os dois garotos que tinham entrado e depois direciono minha atenção para a garota, assim que a vi não acreditei.

 

 

     Mary/Marie: PRIYA?!
 

     Priya: MARY! MARIE!

 

 

  Mary e eu nos levantamos depressa e abraçamos a Priya, ela retribuiu o abraço, nos apertando até quase morrermos. Logo nos afastamos alguns centímetros para podermos conversar.

 

 

     Mary: UAU! Tu está mais linda do que tu já era!
 

     Priya: Hunf! (Ela ri anasalado). Obrigada. Vocês duas é que estão maravilhosas. Senti saudades!
 

     Marie: Ah... Obrigada. Também sentimos sua falta, eu jurava que nunca mais fosse te ver porque tua família vivia viajando.
 

     Professora: UHUM! (Chamou nossa atenção). Estou interrompendo...?
 

     Marie: Um pouquinho si- (Mary tampou minha boca e me puxou para sentar).
 

     Mary: Tá maluca é?
 

     Marie: Eu não. Foi ela quem perguntou, eu só ia responder.
 

     Professora: Quero que conheçam os novos alunos. Por favor se apresentem.
 

     Priya: Me chamo Priya. (Ela dá um sorriso cativante).
 

     Alexy: Eu me chamo Alexy. E esse é meu irmão gêmeo e menos bonito... Armin! (Ele fala indicando o irmão que estava com a cara enfiada em um joguinho).
 

     Armin: Oi... (Ele fala sério sem tirar os olhos do jogo).
 

     Professora: Guarde isso por favor. Bom, você já podem se sentar.

 

  

 

  

  Priya senta-se na mesa atrás de mim, ao lado da Rosalya. Armim senta-se lá no fundão para poder continuar jogando sem que a professora veja. E Alexy senta-se na mesa ao lado da minha, separada por um "corredor", ao lado dele estava o Kentin.

 

 

     Alexy: Oi. (Ele fala me estendendo a mão e sorrindo).
 

     Marie: Oi! Me chamo Marie. (O cumprimento).
 

     Alexy: Encantado. (Ele sorri).
 

     Marie: Encantadissíma. (Sorri).
 

     Alexy: Encantadississimo. (Ele sorri gentilmente).
 

     Marie: Uau! E então, já conheceu a escola?
 

     Alexy: Sim. Um loiro gato me apresentou ela.
 

     Marie: O Nath?

 

     Alexy: Isso! Nathaniel.
 

     Mary: Oi? Quê que tem o Nath? Eu ouvi o nome dele. Ele está aqui?!
 

     Marie: Não... (Ri). A propósito, Alexy essa é a Mary, aquela é a Rosalya, mas chama ela de Rosa, e aquela é a Priya. (Falo apontando para as meninas atrás de mim que estavam conversando).

 

 

  Priya e Rosa já estavam conversando e se entendendo super bem, fico feliz. Mary estava copiando o conteúdo que a professora estava passando no quadro. 

 

 

     Mary: Gente, acho melhor vocês copiarem.
 

     Priya: É verdade. Conversamos mais no intervalo.
 

     Marie: RECREIO! (Grito toda animada levantando da cadeira).
 

     Professora: Shhi!
 

     Marie: Desculpa... Me empolguei.

 

     

  Começamos a copiar o conteúdo. Logo chegou a hora do recreio. Gritei novamente, mas dessa vez ninguém me xingou.

  Saímos da sala e fomos até o nosso cantinho no pátio, nos sentamos na grama e ficamos batendo um papo. Mary, Rosa, Alexy, Priya e eu, eramos o novo grupo de amigos maravitásticos (maravilhosos + fantásticos).

  Quando o sinal bateu indicando o fim do intervalo voltamos para a sala. A professora passou um trabalho em grupos de 5, PERFEITO.  Combinamos de fazer o trabalho na casa do Alexy.

 

 

                                                                                            * * * * *

 

 

  Os dias foram se passando e nós já eramos realmente todos amigos, tínhamos um grupo no WhatsApp que se chamava "As Purpurinadas", o Alexy não se importou do nome do grupo ficar no feminino, e também... Foi ele quem escolheu o nome.

  Fizemos o trabalho em grupo, Armim é que não gostou muito do nosso agito na casa dele.

  Saímos para passear, visitamos a nova casa da Priya, fizemos compras no shopping, assistimos filmes, fizemos festas do pijama e muitas outras coisas, esses foram os quatro dias mais loucos da minha vida, eu nunca saí tanto em uma semana só.

 

 

 

 

______________________________OUTRO DIA_____________________________

  Dia 5 de junho, sexta.

  Acordei ao ouvir o despertador tocar, o desliguei e levantei da cama, fui até o armário e escolhi uma roupa.

*Vesti uma saia branca de pregas. Meias 7/8 brancas. Uma blusa de manga longa azul bebê. E uma sapatilha preta*.

  Penteei meu cabelo e deixei ele solto. Peguei minha bolsa e fui ao banheiro, fiz minhas higienes e depois fui a cozinha tomar café. Conversei com minhas mães e ajudei a arrumar a cozinha, voltei ao banheiro, escovei os dentes e corri para a casa da Mary. 

*Mary estava usando uma calça legging preta. Meis pretas. Tênis branco. Uma blusa preta de manga curta. Uma jaqueta rosa adidas. E o cabelo estava preso em um rabo de cavalo baixo lateral*.

  Corri na direção da Mary e pulei em cima dela, ela tentou me segurar mas nós quase caímos, abracei ela e entramos no carro, dei "bom dia" para os pais dela, conversamos um pouco no caminho e eles nos deixaram na escola.

  Entramos no inferno, andamos até nossos armários e pegamos nossos materias, depois ficamos escoradas neles conversando. Rosa e Priya chegaram e vieram até nós, nos abraçamos e ficamos conversando. Rosa foi ao banheiro e Priya foi fazer companhia.

  Iris veio até nós com uma folha em mãos.

 

 

     Iris: Oi meninas, como estão?
 

     Mary: Bem. E você?
 

     Iris: Estou bem. Bom, hoje eu vou dar uma festa, e queria saber se vocês querem ir?
 

     Marie: Claro que nós vamos! (Sorri).
 

     Mary: Que horas vai ser?
 

     Iris: A festa começa as 19:30 e termina a 00:30.
 

     Mary: Vou falar com meus pais, mas aposto que eles deixarão.
 

     Iris: Tomara!
 

     Mary: Quem vai na festa?
 

     Iris: Os amigos da turma, e três meninos mais velhos:  Castiel,  Nathaniel e  Lysandre. (Mary sorriu ao ouvir o nome do Nath).
 

     Marie: Você quer ajuda com alguma coisa?
 

     Iris: Eu ainda tenho que sair para comprar algumas coisas, então seria de grande ajuda se você convidasse as pessoas da lista para mim.
 

     Marie: Ok, passa a lista que a mama vai convidar a galera toda. (Falo animada).

 

 

  Ela me entrega a lista e agradece, depois sai correndo para comprar as coisas. °Achei que ela ia comprar as coisas depois, será que ela esqueceu que temos aula?°.

  Mary e eu lemos a lista. Logo as meninas e o Alexy chegam. Entramos na sala pois o sinal havia batido.

  No intervalo Mary e eu fomos convidar as pessoas da lista. Mary ficou super feliz porque Nathaniel estava na lista. Convidamos as pessoas da nossa turma e depois fomos falar com o Nathaniel. Mary falou com ele (e gaguejou), Nath disse que iria na festa. Enquanto isso fui falar com Castiel, ele estava sentado no banco do pátio, falei para ele da festa e ele aceitou ir. O sinal bateu bem na hora em que eu ia ligar para o Lysandre, ÓTIMO! Entrei na sala e me sentei no meu lugar.

  Quando a aula acabou fui até meu armário, onde peguei minha bolsa e soquei meus temas dentro dela. Me despedi dos meus amigos e colegas de sala. E fiquei esperando Mary do lado de fora da escola. Aproveitei para ligar para o Lysandre. Ele atendeu sem demora. Convidei ele para a festa da Iris e ele disse que estaria lá. Mary me abraçou por trás, e eu acabei soltando um gritinho de susto, Lysandre riu ao telefone, Mary também riu e eu comecei a fazer cocegas nela, ela saiu correndo na direção de casa e corri atrás dela para pega-la, me despedi do Lys e guardei o celular. Quando estávamos na frente de casa que consegui alcança-la, essa maluca corre muito rápido, parece uma ninja. Me despedi dela dando um beijo babado na sua bochecha, ela passou a mão e fez um "eca" meio esquisíco. Entrei em casa rindo.

  Almocei com minhas mães e depois lavei a louça. Pedi a elas para ir à festa da Iris e elas deixaram, Selena disse que me buscaria no final da festa, agradeci e me despedi, elas foram trabalhar. Subi as escadas e fui para o meu quarto, fiz meus temas e depois fiquei no celular conversando no grupo "As Purpurinadas". Não sei de onde a gente tira tanto papo, porque a gente conversa!

  Quando fui me dar conta já eram 19:00, eu fiquei vendo vídeo no Youtube e nem vi a hora passar. Levantei da cama correndo, peguei minha roupa e corri para o banheiro, tirei a roupa e entrei no box, tomei banho, lavei o cabelo e sai dele. Me sequei e deixei a toalha em cima da tampa do vazo. Sequei os cabelos com o secador e depois penteei eles. Passei um perfume doce no pescoço e um gloss labial nos lábios, obviamente. Deixei o cabelo solto e vesti minha roupa.

*Coloquei o vestido vermelho decotado que o Lys me deu. Um salto baixo vermelho que peguei da Lara. E coloquei brincos longos de gota em strass*.

  Sai do banheiro, subi as escadas correndo, peguei uma bolsa, soquei meu celular e um gloss labial. Sai da minha casa e tranquei a porta, depois fui até a casa da Mary, pois o pai dela nos levaria de carro.

*Mary estava usando um salto baixo rosa bebê. Um vestido ciganinha curto em crepe rosa bebê. Brincos de argola. E o cabelo estava solto*.

  John no deixou na casa da Iris, e disse que qualquer coisa era só ligar pra ele.

 

 

     Iris: Meninas! Que bom que vieram. Entrem. (Ela nos abraçou).
 

     Marie: Oi Iris! (Abracei ela). Uau! Você está linda.
 

     Iris: Obrigada. Vocês também estão muito lindas.
 

     Mary: Obrigada.

 

 

  Entramos e cumprimentamos a galera. Alexy, Priya e Rosa já haviam chegado. 

 

 

     Rosa: Oi garotas! (Ela pulou na gente).
 

     Mary: Oi Rosa. (Ela sorri).
 

     Priya: Adorei os vestidos de vocês, ficaram muito bonitas. 
 

     Marie: Ah para... Obrigada. Vocês também estão lindos!
 

     Alexy: Eu sei né mon amur! Eu sempre estou lindo. Mas obrigado. (Ele falou de forma convencida e depois sorriu).

 

 

  Alexy fez umas poses e nós rimos. A noite estava muito agradável. Dançamos, comemos e bebemos (Não tinha álcool na festa), e brincamos também.

 

 

     Iris: Ei! Gente! (Todos ficamos em silêncio). Vamos fazer um esconde-esconde, quem ganhar escolhe o próximo jogo?

 

  

 Todos concordamos, Iris foi contar e nós saímos correndo para nos esconder. A campainha tocou e Iris foi atender a porta, eram os rapazes, Lysandre explicou o porquê do atraso e se desculpou. Ela nem deu bola para o atraso deles, ficou toda feliz que eles conseguiram vir. Ela os abraçou pedindo que entrassem, e disse que estávamos brincando de esconde-esconde e o vencedor escolheria o próximo jogo. Iris saiu para contar e eu fui na direção deles.

 

 

     Marie: Oi rapazes! (Abracei eles).
 

     Cast: Oi Marie, você está muito bonita com esse vestido. (Ele cutucou Lysandre com o cotovelo).
 

     Marie: Ah, obrigada. O Lys que me deu.
 

     Cast: Ah é Lys? Já está atrevidinho assim? (Ele deu um sorriso cheio de malícia).
 

     Lys: Que?
 

     Cast: Nada... (Ele revirou os olhos).
 

     Nath: Oi Marie. (Ele sorri).
 

     Marie: Oi Nath. (Sorri).
 

     Cast: Beleza, vou lá me esconder. (Ele saiu correndo).
 

     Nath: Eu também tenho que achar um esconderijo! (Ele saiu correndo).
 

     Lys: Uau.. (Ele sorri todo bobo enquanto coça a nuca). Esse vestido ficou mesmo muito bem em você. Está linda como sempre. 
 

     Marie: O-obrigada. (Sorri timidamente). 
 

     Iris: Zero! Prontos ou não, lá vou eu!
 

     Lys: Eita!
 

     Marie: Vem! (Puxo ele).

  

 

Caminhei rapidamente para trás, puxando o Lys comigo. Acabei caindo no chão e levando o moço vitoriano junto comigo, fechei os olhos por conta do impacto com o chão, mas logo os abri arregalados. Lysandre que havia caído por cima de mim retirou o rosto instantaneamente do local. Ele estava mais vermelho que o cabelo do Castiel, então imagina. 

  Lys estava prestes a se levantar quando avistei a Iris passando por perto. Puxei a gola de sua blusa o trazendo para mais perto, e acabou que eu o apertei novamente contra meus seios, só que dessa vez ele estava com o rosto apoiado de lado neles.

  Sentir sua respiração quente sobre os meus seios fez com que eu me arrepiasse, sentindo meu corpo esquentar do nada, Lysandre notando isso resolveu segurar a respiração (kk). Continuamos escondidos ali.

  Iris achou várias pessoas com facilidade, e obviamente Lys e eu fomos uns dos primeiro, nosso esconderijo era meio óbvio demais. (Atrás do sofá).

  Ficamos na sala conversando com as outras pessoas que a Iris já tinha encontrado. E Lysandre me pediu desculpas incontáveis vezes. (Mas sendo bem sincera, não me incomodou nem nada. Ouso até dizer que foi bom, sentir aquele arrepio e o corpo quente dele contra o meu. E-esquece isso! Eu NUNCA disse nada!).

A Priya venceu o jogo. Ela escolheu uma nova brincadeira, que era: "O jogo da garrafa". Ela explicou o jogo e Iris trouxe um garrafa. Nos sentamos nos sofás e tapete da sala.
         O jogo era bem simples de entender, é só girar a garrafa, aí a base da garrafa indica quem responde as perguntas e a tampa indica quem às faz, e é só perguntar: "verdade ou desafio?" e a outra pessoa escolhe.

  O jogo durou um longo tempo, e estava muito legal ver as pessoas cumprindo os desafios malucos que eram lançados à elas. Além das verdades vergonhosas.

  A garrafa finalmente caiu em mim.

 

 

     Alexy: Verdade ou desafio?
 

     Marie: Desafio!
 

     Alexy: Beija o Lys.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...