História Amor Doce - New Town - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Boris, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce
Visualizações 7
Palavras 1.265
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Meu nome é Alice, e eu não vou mostrar animação nenhuma porque eu tô passando por uma das piores fases da minha vida(Não que minha vida sejam uma das maravilhas do mundo). Enfim, tá uma bosta.

Meu pai é advogado e conseguiu um lugar em uma empresa de uma cidade que fica na casa do caralho, ou seja vou me mudar sem concordar com isso.

Tem gente que é bom em fazer amizades, é interativo e comunicativo mais eu sou diferente, só chego nesse nível quando tenho amizade com a pessoa. Então já deu pra entender, eu tenho várias amizades ótimas bem aqui amizades de anos, gente que eu conheço desde pequena, tipo o Ken. Nós somos melhores amigos desde sempre, nós sempre apoiamos um ao outro e agora eu vou me distanciar de uma pessoa tão importante pra mim, confesso que já chorei muito.

Pelo menos ainda vou ir com minha irmã mais velha e meu irmão gêmeo, confesso que se eu pudesse eu deixava minha irmã mais velha aqui, porém isso não é possível. Meus irmãos, a mais velha é a Sofia mais eu chamo ela de praga mesmo. Também tenho meu irmão gêmeo que tem o nome de Bruno, sim um nome bem bosta mais ele agradece por que a outra opção de nome era Jairo.

Olha que eu nem disse a minha idade, 17 anos, e adivinha, essa é a mesma idade do Bruno. A Sofia tem 24 já, mais  faltam dois meses  pra terminar a faculdade, sim meses pq ela deixou uns meses parada e depois voltou. Falando em faculdade esse é um assunto que vem aparecendo na minha mente com uma certa frequência, afinal eu tenho 17 anos e já vou começar o último ano daqui a alguns dias, é normal isso passar na minha cabeça.

Porém eu acho que a ficha ainda não caiu, a pressão vai ser mesmo no final doe ano com as provas finais, mais vou deixar de pensar nisso por enquanto eu tenho que aproveitar meus últimos dia nessa cidade, me despedir do meu melhor amigo que aliás disse que tem uma notícia muito importante para me dar, mais não parecia ser boa coisa.

Eu tava bem plena pensando no meu quarto quando o capeta bate na minha porta.

Sofia - Ei troço, vem almoçar.

Alice - Tô indo ser que eu denomino irmã.

Mãe - Vocês já tão com briguinha besta de novo ?

Alice - Mãe não enche.

Pai - Olha a boca menina, você tá falando com a sua mãe.

Alice - Desculpa é que eu tô com a cabeça cheia. 

Mãe - É sobre o... - Eu interrompi ela na hora.

Alice - Não é sobre aquele lixo humano.

Sofia - Meu deus já faz um ano que ela terminou com aquele cara, não sei porquê vocês ainda falam disso.

Eu me levantei da mesa e saí.

Bruno - Porra Sofia tu tem merda na cabeça por acaso ?

Sofia - O que foi ?

Bruno - Eu tenho que te lembrar que a tua irmã foi agredida e ameaçada de morte.

Sofia - Sim, o ex dela estuprou ela, faz um ano.

Bruno - Isso causa danos psicológicos sabia ignorante !

Sofia - Um ano é o bastante pra superar.

Bruno - Não é não inteligência rara !

Pai - Vocês dois parem agora !

Quebra de tempo~

Eu nem falei isso né, eu já tive um relacionamento abusivo no qual eu era ameaçada de morte por um cara que fez colégio militar isso não é legal não é mesmo ? Aí, nem gosto de ficar tocando nesse assunto. Pois é, essa mudança não é a pior fase da minha vida, é a segunda mesmo, o pior é que os acontecimentos foram seguidos então eu tô assim por quase dois anos, triste. 

Eu estava pensando até que Bruno entrou no quarto (Que é nosso) me retirando dos meus pensamentos.

Bruno - Você tá bem ?

Alice - Queira estar.

Bruno - Ei não fica assim - Meu irmão me abraçou de lado. - Veja essa mudança como um novo começo.

Alice - Como assim ?

Bruno - A gente não conhece nada e ninguém certo ?

Alice - Mais esse não é o real problema da situação ?

Bruno - Você vai passar por muita coisa legal, fazer amizades novas, sair, viver a vida.

Alice - Eu tô me preocupo em estudar mesmo.

Bruno - Você não vai deixar de estudar também, se bem que isso vai contra as leis da física.

Alice - Engraçadinho - Eu dou um soquinho no braço dele - Você tem razão.

Bruno - Eu sempre estou certo.

Alice - Sim, claro Bruno Baker, o dono da sabedoria.

Bruno - Alice Baker, a dona do sarcasmo.

Nós dois rimos juntos.

Alice - Quer ver um filme ?

Bruno - Quero !

Alice - Olha a felicidade da criança.

Bruno - A gente vai ver o que ?

Alice - Sugestões da sua parte ?

Bruno - Qual é o nome daquele filme da véia que fuma maconha ?

Alice - Paz, amor e muito mais.

Bruno - Esse mesmo.

Alice - Bora ver chamada de emergência depois.

Bruno - Tá bom, mais eu não vou botar o notebook pra transmitir chamada de emergência, pq a Netflix tirou.

Alice - Como se você soubesse baixar pra transmitir.

Bruno - Ainda vai baixar ?

Alice - Inteligência rara, baixa enquanto a gente estiver assistindo o primeiro filme.

Bruno - Ah é verdade.

Alice - Aí lesado.

Aquele dia se passou voando, se não fosse o Bruno a minha situação ia ser bem pior apesar de ainda ter o Ken. Falando nele a gente vai se encontrar no parque hoje por que ele disse que tem que me contar um negócio importante.

Já no parque~

Ken - Alice...

Alice - O que aconteceu com você ? Quem te machucou ? Ken, te deram um soco ! E essa pessoa era bem forte por sinal !

Ken - Se senta, se acalma e eu te conto.

Alice - Tá bom. - Falei me sentando no banco do parque, Ken fez o mesmo.

Ken - Meu pai voltou do exército semana passada, como eu te disse.

Alice - E você também me disse que ia contar pro seu pai que tinha se assumido.

Ken - Aí tá o problema.

Alice - Não me diga que... - Ele me interrompeu.

Ken - Você sabe que meu pai trabalha num ambiente homofóbico.

Alice - Não que ele não fosse antes de entrar no exército.

Ken - Tem mais.

Alice - Além do fato de seu pai ter te dado um soco por causa da sua orientação sexual você ainda diz que tem mais ?

Ken - Ele vai me mandar pro colégio militar.

Alice - M-mais, como a gente vai se falar ?

Ken - Essa é a pior parte e você sabe disso.

Alice - Porra não acredito ! Além de tudo isso eu vou perder meu melhor amigo ! - Eu já não me aguentava mais, as lágrimas já escorriam em desparada.

Ken - Ei, eu não vou ficar lá pra sempre, eu prometo que quando eu sair de lá eu vou ir te visitar assim que puder.

Alice - Eu vou cobrar em.

Ken - Pode cobrar o quanto quiser.

Alice - Eu posso abusar kk.

Ken - Só você kk.

Dias depois~

Aqui estou eu, dentro de um carro indo em direção a uma vida nova, um possível recomeço. Posso ainda estar indignada com o fato do Ken não fazer nada a respeito sobre o soco que ele levou do pai, mais essa história é bem confusa, ele não explicou muito bem, e devido ao choque de sentimentos não tive a oportunidade de perguntar mais sobre, apresar de não ser nada agradável para ele falar uma coisa dessas, bem eu não culpo ele, também tenho meu assunto delicado.

Afastando o assunto do Ken da minha cabeça, agora cabe a mim pensar no que vai acontecer por agora...


Notas Finais


Dei a louca e criei uma Fanfic de amor doce por causa da falta de sono, mais que legal.
Mais confesso que já pensava nisso anteriormente.
Eu queira fazer algo diferente, sair da mesmice da happiness das minhas histórias que aliás foram excluídas por falta de tempo, ânimo e criatividade.
Mais é isso aí, achei legal e decidi fazer uma história com a minha personagem que eu quero explorá-la, dá pra fazer muita Fanfic com ela.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...