História Amor Doce (Armin) - Youtuber - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Boris, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Violette
Tags Amor Doce, Armin
Visualizações 75
Palavras 1.682
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Quebra de Tempo

Chegamos em casa e eu já tive que postar vídeo, afinal, já estava na hora que eu tinha combinado. Depois, fui assistir TV.

Stella: Vou sair com a Rosa. - Avisou saindo toda produzida do quarto.

Vamos ver a diferença? Vamos: ela estava com um vestido da noite, um salto maior que eu e maquiagem pesada. Eu estava com uma calça de moletom que eu tinha tirado da cesta de roupas sujas, uma regata branca e meias trocadas.

Hannah: Agora?! São... - Olhei a hora no meu celular. - ...onze e meia da noite!!!

Stella: Baladinha, conhece?

Hannah: Responsabilidades, conhece?

Ela revirou os olhos e saiu de casa irritada por eu não aceitar sua saída para a farra.

As vezes, eu acho que sou a mais velha! 

Fiquei deitada de cabeça para baixo no sofá enquanto "assistia" a TV. Acho que perdi minha melhor amiga, sério. 

Hannah: Ela só quer saber da... Rosalya. - Sussurrei para mim mesma.

Eu sou bem sentimental, e também... ah... meus pais me expulsaram de casa com quinze anos, então eu passei a morar com a Stella que ainda estava na casa dos pais, passei a estudar na escola que ela estava e quase nunca tinha notícias dos meus "pais". 

Depois de muito sofrimento, eu resolvi gravar as coisas que eu sentia, um desabafo, e postei no YouTube. Esse vídeo de desabafo começou a ganhar muitas views, de cem, foram para cem mil, trezentos mil, e agora, ele tem mais de doze milhões de views.

Meus pais tentam contato comigo por perceberem que eu estava ganhando bastante e querem viver com MEU sustento. 

Hannah: O que?... - Olhei para o celular que começou a tocar.

Era um número desconhecido, provavelmente alguém descobriu, então apenas deixei tocar, me fiz de surda. 

Quebra de Tempo

Acordei de madrugada com panelas mexendo na cozinha.

Hannah: Stella?... - Resmunguei indo para a cozinha.

Vi Stella comendo chocolate enquanto cozinhava algo para comer.

Stella: Desculpa, te acordei? - Eu concordei sonolenta. - Eu acordei com fome, então resolvi vir fazer alguma pra comer.

Hannah: Faça menos barulho, certo? 

Ela assentiu e eu voltei para o quarto, mas não consegui dormir.

Que ódio!!!

Peguei meu celular e comecei a mexer nele procurando alguma coisa para fazer ou que me dê um pingo de sono porquê... 'tá foda. Eu comecei a ler comentários dos meus vídeos e vi alguns comentários MUITO babacas e foi aí que eu lembrei: 

Hannah: Tenho que fazer parte dois do vídeo de lendo comentários!! - Me levantei me alongando. - Vou aproveitar que estou sem sono para gravar logo para postar no dia de vlog.

Peguei minha câmera profissional e a coloquei no tripé, ajeitei as luzes e coloquei a cadeira do computador para gravar. Comecei a selecionar alguns comentários malucos ou escrotos (e até mesmo perguntas) que eu via para registrar.

Quebra de Tempo

Quando terminei de "printar" os comentários que eu iria ler, liguei a câmera e fiz minha introdução.

Hannah: Sim, eu vou gravar de pijama. - Falei levantando para mostrar meu baby-doll para o vídeo. - Acabei de acordar com a senhorita Stella fazendo comida pra ela, e isso são... - Olhei a hora no celular. - ...são duas da madrugada.

Mostrei meu celular para a câmera e esperei focar, depois voltei para os prints e expliquei o que iria ser o vídeo.

Hannah: Primeiro comentário: "É verdade que você ainda é 'bv'?". - Depois que eu li, eu comecei a rir sem graça para o vídeo. - Sim, eu nunca beijei. Não me zoem por isso... okay, eu deixo vocês brincarem com isso. Segundo comentário... - Procurei algum interessante na minha galeria. - "Você pretende fazer um novo desabafo? E colocar mais piercings? E mais tattos?". Calma, é muita coisa, hahaha! Não sei se tenho vontade, talvez eu faça um novo desabafo ou contando as mudanças que eu tive de lá pra cá. Sim, quero colocar mais piercings. Mais tatuagem?! Óbvio! 

Me espreguicei e continuei a gravar, as vezes soltava algumas piadas ou cantava aleatoriamente. 

Eu me sinto livre na frente das câmeras, sinto como se esse fosse realmente o meu lugar. YouTube é minha vida, então tenho muito carinho por ele e por todos que me acompanham e me apoiam.

Quebra de Tempo

Stella me abandonou de novo para ficar com a Rosalya, e agora, com o Alexy também, aquele irmão gêmeo do Armin, sabe? 

Hannah: Que merda! - Sussurrei irritada quando me assustei e perdi no jogo de celular, o "Granny". 

Tive que começar tudo mais uma vez e continuei concentrada, mas a vontade de jogar passou e fui para o ginásio onde alguns alunos estavam jogando basquete pois estávamos de horário vago, o segundo colegial também pois eles iriam ter aula conosco.

Não me pergunte o porquê... porque nem eu sei.

Acho que já tirei foto com todo mundo, então... acho que não tenho mais utilidade. Vi que o segundo ano estava jogando meninos contra meninas, então comecei a andar pela arquibancada procurando algo para fazer enquanto cantarolava baixo alguns trechos de "Dusk Till Dawn" do Zayn e Sia. 

Eu sou a maior fã da Sia, não me julgue.

Sorri de leve ao ver Armin deitado numa parte da arquibancada jogando no seu PSP, me aproximei dele e o assustei colocando meu rosto na frente do seu, cobrindo a sua visão do jogo.

Hannah: Oi.

Armin: Ah que susto! - Ele disse risonho.

Hannah: Desculpe.

Me sentei no "degrau" abaixo do que ele estava deitado e encostei minha cabeça na dele para ver ele jogando, percebi que ele me olhou de canto de olho surpreso e isso o deixou desatento.

Hannah: Cuidado! - Apertei um dos botões para matar um dos zumbis que queria matar seu personagem e ele voltou a jogar concentrado em conseguir uma boa pontuação. - Deveria prestar atenção para não morrer, hein? - Perguntei rindo me afastando um pouco dele.

Armin: Verdade. - Riu baixo e se sentou para jogar melhor.

Eu sentei ao lado dele e me inclinei um pouco para continuar ver ele jogando.

Isso é mais interessante do que ficar rodando por aí igual uma morta viva.

Armin: Quer jogar? - Perguntou quando perdeu.

Hannah: Pode ser. 

Peguei o PSP e coloquei Mário. Sim, Mário. Eu sempre fui fã dos jogos do Mário e graças ao meu amor por esses jogos, eu recebo várias pelúcias, bonequinhos de colecionador, capinhas de celular, TUDO QUE EXISTE NO MUNDO QUE TEM O MÁRIO. Eu amo isso, não vou negar.

Armin: Você é realmente muito boa. 

Eu sorri como forma de agradecimento pelo elogio e me manti dedicada, mas o sinal para a próxima aula tocou, então perdi para ele guardar o PSP, mas não foi isso que ele fez.

Hannah: Você não vem? - Perguntei quando comecei a anda, porém percebi que ele continuou sentado jogando.

Armin: Vou depois.

Eu estranhei e insisti:

Hannah: Deve ir para a aula, suas notas podem não ser boas e você pode ficar de recuperação, ou pior, repetir de ano. Vai querer refazer o último ano da escola? - Perguntei colocando uma mão na cintura.

Armin: Minhas notas já não são boas, então não ligo. - Revelou sem me olhar

Arregalei um pouco os olhos e andei até ele, peguei seu videogame portátil e o segurei atrás de mim.

Armin: Me devolve isso, Hannah! - Falou tentando pegar seu joguinho de volta.

Hannah: Vamos para a sala logo.

Comecei a andar, escutei ele bufar atrás de mim e começar a me seguir até a sala de ciências, onde iria ser a próxima aula.

Quando entramos na sala, vimos que a professora ainda não havia chegado mas todos já estavam sentados com seus "grupinhos do barulho".

Stella: Hannah!! - Me chamou sentada com Rosa.

Entrei o PSP do Armin e ele foi até o Alexy que estava sentado com uma cadeira vazia ao lado, fui para as meninas e me sentei numa cadeira atrás da Stella.

Stella: Onde você estava!? Te procuramos por todo lado.

Hannah: Eu estava com o Armin, no ginásio.

Rosalya: Você é bem distante, por que não quer se enturmar?

Hannah: Não sei. - Respondi ajeitando meu piercing. - Acho que é... o meu jeito.

Rosalya: Você e youtuber deveria estar acostumada a falar com pessoas desconhecidas.

Stella: Ela fala, mas raramente.

Rosalya: E os fãs?!

Hannah: Normalmente, eu só os vejo em eventos ou andando pelos lugares, tiramos uma foto e pronto.

Rosalya ia falar alguma coisa, mas a professora de ciências entrou na sala e todos ficaram calados parecendo assustados com sua presença.

Ela deve ser "boazinha".

??? (Professora): Eu sou a professora Delanay, e vocês já me conhecem.

Stella: Ahm... eu e minha amiga somos novas na escola.

Delanay: Não me importo. Agora, vamos formar as duplas desse ano.

Delicada, hein?!

Delanay: Escravam seus nomes em um papel para o sorteio.

Eu tirei uma caneta da bolsa e arranquei um pedaço da última folha do meu carderno, escrevi meu nome e fui deixar na mesa dela assim como os outros. Quando todos já tinham colocado seus nomes para o sorteio, ela começou. 

Por favor, Stella... Stella, por favor...

Okay, eu sou um pouco azarada demais. Por que? Eu fiquei com uma menina chamada... Violette. Stella ficou com o Alexy e Rosalya com um tal de Castiel.

Eu gostei do estilo dele.

Me sentei numa mesa com Violette, ela estava bem tímida mas sorria para mim.

Hannah: Olá?

Violette: O-Oi Hannah... - Ela fez um esforço para me olhar. - S-Sabe, eu sou muito sua fã.

Hannah: Obrigada fofa. - Sorri gentilmente.

A professora Demônia (novo apelido hehe) começou a dizer o que a gente tinha que fazer pra esse experimento.

Quebra de Tempo

Uma garota chamada Ambre ficou com o Armin e eles sempre brigavam pois não concordavam com o que iriam fazer.

Ambre: Não, você tem que jogar esse negócio verde! - Disse pegando um rubo de ensaio com um líquido verde.

Armin: Está errada! Temos que colocar esse azul.

Eles jogaram as substâncias ao mesmo tempo e isso causou uma explosão enorme! Todos começaram a correr para fora da sala pra fugir da fumaça tóxica que tinha se formado.

Hannah: Vi... cadê a Violette?! - Perguntei gritando quando saí da sala.

Violette havia ficado. Entrei de volta na sala e a vi encostada na parede, quase desmaiada.

Hannah: Violette!!! - Corri para a ajudar.

Coloquei uma mão para tampar meu nariz e minha boca, mas não funcionou muito e... eu desmaiei com ela, mas antes disso acontecer, eu escutei duas vozes gritando por nós.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...