História Amor Doce (Castiel) - Duas Vidas - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Boris, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Violette
Tags Amor Doce, Castiel
Visualizações 73
Palavras 1.448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 3


Quebra de Tempo

Conversei com o Tommy. Por que será que eu sinto que nada vai mudar?

Renato: Thalia! 

Thalia: Oi? - Parei de ler o livro. 

Renato: Me dá dinheiro para eu comprar doces?

Thalia: Toma. 

Entreguei dez doláres para ele ir comprar alguns doces com o Renan.

Thalia: Traga uns pra mim também.

Renato: Certo!

Os gêmeos saíram de casa e Tommy apareceu na grande sala de estar. Ele não falou nada, só sentou no sofá e começou a mexer no celular. Como ele parecia querer me contar alguma coisa, eu falei:

Thalia: Se quiser conversar, pode começar.

Ele continuou em silêncio, sem ao menos me olhar! Quando ele fica assim, tem algo o incomodando.

Eu pareço uma mãe com esses três!

Tommy: Thalia... - Ele bloqueou o celular e me olhou.

Thalia: Sim? - Fechei o livro na página marcada.

Ele ficou pensativo e mudou rapidamente a expressão:

Tommy: Não deveria ensaiar para o show de hoje?

Thalia: Eu já ensaiei demais essa semana, o Wall deu um tempo pra eu respirar.

Tommy: Que horas é o show?

Thalia: Dez, tenho que estar lá antes das nove para conseguir me arrumar e praticar um pouco.

Tommy: Tudo bem.

Ele se levantou para sair, porém eu não deixei.

Thalia: Tom, está acontecendo algo? - Perguntei penetrando meu olhar no dele.

Tommy: ...Nossa, você parece a mamãe. - Disse risonho.

Thalia: Alguém aqui tem que ter maturidade. - Sorri de canto. - Agora, senta nessa merda de sofá e conta que caralhos está acontecendo.

Tommy: Certo, agora você parece o papai. - Falou se sentando de novo. - Vou ser direto, okay?

Thalia: Sim. Só vai.

Tommy: Eu... - Desviou o olhar. - Eu sou gay.

Eu arregalei os olhos. Como assim ele é gay? Já vi ele ficar com várias garotas e nunca com garotos!!

Thalia: Gay!? Como você é gay se nunca ficou com um homem?!

Tommy: Quem disse? - Sorriu malicioso.

Thalia: Tá, beleza. Já contou pra nossos pais?

Tommy: Ainda não... Me ajuda? Como você já se assumiu bissexual...

Sim, eu sou bissexual. Me "assumi" bi ano passado em um show na Inglaterra que estava sendo transmitido ao vivo para todo o mundo. Foi complicado no começo, mas aos poucos foram me aceitando e só agora meus pais não me julgam por isso. Já tive oportunidades de ficar com garotos e garotas em festas, mas sempre neguei pois sentia e ainda sinto que não estou preparada.

Thalia: Eu não sei o que te dizer... Mas, tenta conversar direito com nossos pais, afinal, eles já reagiram à minha notícia, ter um filho gay não é nada.

Tommy: Tem razão... E a Zoe?

Thalia: O que tem ela?

Tommy: Não se faça de besta, todo mundo percebe que ela gosta de mim.

Thalia: Aí já é com você~. - Abri meu livro. - Agora, posso terminar de ler?

Ele se levantou e voltei minha atenção para o livro. Não consegui me concentrar na leitura pois estava pensando na reação dos outros depois do Tom falar que é homossexual. 

Quebra de Tempo

Nunca vi maior correria para um show! Como é o último show da minha turnê "End of the Rainbow" (Final do Arco-íris) está tudo muito corrido. Do camarim eu consigo ouvir os gritos de pessoas me chamando para o palco. Eu não queria ir pois meus pais não estavam comigo e era a primeira vez que isso acontece.

Wallace: Vamos logo, Amy!! - Implorou. - Não podemos esperar seus pais, então se contente com seus irmãos!!!

Olhei para os garotos que estavam se divertindo com as perucas coloridas e desenhos de maquiagem neon nos rostos.

Amy (Thalia): Tudo bem, Wallace. - Suspirei. - Vou entrar.

Eu estou começando a ficar preocupada com meus pais. Eles não deram notícias fazem três dias e sempre que eu ligo, cai na caixa postal.

Fiquei em pé na plataforma que iria subir para eu entrar no palco já pata performar. As luzes normais do palco se apagaram dando espaço para as luzes negras. Eu estava com peruca e lentes de arco-íris pois esse é meu figurino na primeira parte do show.

P.O.V's Zoe

Não pude ir para o show da minha bebêzinha, então consegui arranjar uma desculpa para reunir Castiel, Rosalya e Alexy na minha casa para assistirmos o show da Thalia.

Rosalya: Fiz pipoca, gente. - Falou voltando da cozinha. 

Alexy: Vem logo! Já vai começar!

Rosa correu e se sentou ao lado do Castiel que agarrou a vasilha de pipoca.

Rosalya: Delicado, hein?

Ele ignorou Rosalya, comeu um pouco da pipoca e devolveu para Rosa, tirou os tênis e colocou os pés no sofá.

Castiel: Não vejo graça nas músicas dela. - Disse encarando a TV. - Ela é muito... Criança.

Eu olhei para a televisão e Amy, vulgo Thalia, iria cantar e dançar "Tonight, baby", uma das músicas mais sensuais que ela tem.

Minha filhinha não é santa, amigos.

Castiel se surpreendeu com os movimentos e a voz que Amy estava fazendo e isso causou uma crise de risadas na sala que até então tinha só o som do show.

Zoe: O que você dizia, Cassy?

Ele me olhou irritado pois não gosta quando chamamos ele por esse apelidinho fofo que a mãe dele deu pra ele.

Castiel: Essa menina vai fazer dezesseis anos? Têm certeza disso?

Zoe, Alexy, Rosalya: Sim.

Castiel: Isso não é muito sexy pra idade dela?

Alexy: Você 'tá gostando, então não reclama. Passa essa pipoca pra cá, Rosalya.

Alexy arrancou a vasilha de pipoca da Rosa e começou a comer enquanto assistia o show animadamente.

Alexy: Queria ter sido mais rápido e comprado meu ingresso!

E eu queria ter acordado mais cedo para ir com meu pai, mas não posso falar isso. Não vai me dizer que você queria que eu chegasse assim: "Ah oi, meu pai é dono da WC Universe e produtor da Amy e eu melhor amiga dela! Conheço todo mundo da família dela e tudo mais. Sabiam que ela é a Thalia?".

Quebra de Tempo

P.O.V's Thalia

Segunda-feira = acordar cedo para começar a escola. Eu entrei no colégio no meio do ano e o pior é que eu não comecei o ensino médio ainda! Era pra eu ter começado o primeiro colegial no começo do ano, mas tive a turnê cansativa e não consegui entrar. Também teve o fato do Wallace ficar no meu pé para eu produzir novas músicas, mas isso é o trabalho dele.

Estou esperando Zoe passar aqui em casa para irmos juntas para a aula. Renan e Renato ainda têm essa semana de férias, então eles vão para a praia com o Tom.

Espero que não se matem por lá, haha!

Quando a abençoada chega, ela sai me arrastando enquanto fala sobre tudo que a escola tem e os eventos que acontecem, principalmente os "gatinhos" que não superam meu irmão.

Oh coitada...

Eu queria me sentar logo para terminar de ler "Uma Dobra no Tempo", mas está difícil!

Zoe: Você pode guardar seus livros dentro do armário, então não vai precisar levar essa bolsa, certo?

Thalia: Tudo bem, Zoe. - Ri baixo.

Quebra de Tempo

Fui para o meu armário que é ao lado do armário da Zoe e guardei os livros da escola e o livro que eu estava lendo. Quando me virei, dei de cara com um garoto que colocou as mãos ao lado da minha cabeça e sorriu encantador.

Thalia: Li-Licença?... 

Minha situação não era as das mais confortáveis.

???: Me chamo Murilo. Novata?

Eu assenti. É sério que eu comecei o colegial assim?!

Zoe: Murilo!! 

Zoe o virou bruscamente e o empurrou.

Zoe: Por que não vai dar em cima de outra garota?!

Murilo: Pra quê essa agressividade, gata?

Ela o ignorou e me tirou de lá o mais rápido possível. Chegamos num corredor com pouca movimentação e bastante paz.

Zoe: Ele fez alguma coisa como você? Claro, além de ser babaca?

Thalia: Não, você chegou antes. - Suspirei aliviada.

Zoe: Ótimo!! - Sorriu. - O Tom está livre hoje?

Er... Amiga, meu irmão é gay.

Ela me olhou esperançosa e continuou:

Zoe: Eu queria chamar ele pra sair, entende? Abriu um barzinho "mara" lá perto de casa e eu queria levar ele porquê sei o quanto ele gosta de sair de noite.

Thalia: Ele foi pra praia com meus irmãos. Acho que você deveria conversar com ele sobre um detalhe nessa relação de vocês, na verdade, dois detalhes, mas principalmente essa coisa sua meio psycho atrás dele.

Zoe: Hm... Está bem!! - Sorriu calma.

Ela não parecia com raiva por eu chamar ela de louca, mas é melhor me manter atenta.

Zoe: Vem, vou te mostrar a escola... E te ensinar a fazer amigos.

Thalia: Ha...Ha... Ha... Engraçadona você, hein?

Ela riu e me levou num tuor pela escola. Mostrou as salas de aula, a diretoria, o grêmio e avisou que tem uma doida chamada Peggy que vive atrás dos outros pra conseguir informações para o jornal da escola por isso tenho que ter cuidado com o que falo e mostro, afinal, ainda sou o outro lado da Amy e que a diretora é meio brava, principalmente quando se trata do cachorro maldito dela.

Vão se seis longos meses...

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...