História Amor doce Castiel - Capítulo 115


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Armin, Castiel, Dajan, Dakota, Kentin, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya
Visualizações 403
Palavras 1.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Um aviso pra minhas Do7s lindas: Esse capítulo e o anterior vão conter conteúdos pra +18 mas como eu sei que NINGUÉM segue esse comunicado foda-se. Vocês tem 2 opções 1- Esperar pelos os próximos capítulos ou 2-Ler os dois porquê gostam de um hentai gostoso BJS espero que gostem ☻(shipp Alexy e Ken saindo)

Capítulo 115 - Eu não consigo resistir


Fanfic / Fanfiction Amor doce Castiel - Capítulo 115 - Eu não consigo resistir

VOCÊ GANHOU 10 PA'S HOJE (E CAMISINHAS☻☻☻☻)

POV'S ALEXY 

Todos foram embora e eu decidi ficar pra limpar toda a bagunça que foi feita pelos os que vieram no festival, e também pra roubar as comidas que sobraram(confessei). Decidi começar pela as salas, quando estava indo percebi que a porta estava meio entre aberta, ou seja, tem alguem ali dentro.

Pego o cabo da vassoura  para me defender de qualquer ataque de quem quer que seja tente praticar em mim, abro a porta vagarosamente tentando o mínimo pra não fazer barulho. Fico na ponta do pé e começo a me adentrar na sala, não tinha ninguém o que era um alívio, até que de repente sinto alguém botar a mão no meu ombro.

???:Alexy...- Dou um pulo e grito, me viro e bato com força na cabeça da pessoa que acabou caindo no chão inconsciente.

-K-ken?! Aí meu Deus o que eu fiz? Será que eu o matei?- Ponho minha cabeça em seu peitoral pra tentar ouvir os batimentos cardíacos...tumtum....tumtum...

-Ufa...mas....e agora?- Olho em volta pra ver o que eu poderia fazer, pego meu celular e ligo pro meu motorista particular pra ele vir me buscar.

(...)

Chego em casa carregando o Ken pelos ombros e deito ele no sofá, mas acidentalmente acabei me desequilibrando e fiquei em cima dele. Corei na hora, seu rosto estava muito próximo ao meu e faltava pouco pra que nossos lábios se encontrassem.

Me levanto num pulo e subo as escadas pra pegar um travesseiro pra ele e um cobertor. Sento ao seu lado e levanto sua cabeça gentilmente pra não acorda-lo, quando o observo com mais cautela e cuidado, percebo que ele estava suando e parecia incomodado, fico todo vermelho mas acabo tendo que fazer. 

Começo a desabotuar a sua camisa aos poucos pois minhas mãos estavam suando e tremendo, quando abro completamente eu comeco a passar minhas mãos no seu abdômen e peitoral, ele é tão musculoso, mas....eu tiro minhas mãos e me levanto.

Eu sei que ele nunca será meu...- Me sento no chão e começo a chorar, abraço minhas pernas e abaixo minha cabeça escondendo minhas lágrimas, estava tão concentrado pensando que nem percebi que estava fechando meus olhos e acabei dormindo.

(...)

Comecei a abrir meus olhos bem devagar, respiro fundo e olho pro lado me deparando com um ser do meu lado vendo televisão.

Ken:Finalmente você acordou, estava ficando preocupado.- Ele olhava pra mim com carinho, mas logo seu olhar mudou para preocupação.- A-Alexy tá tudo bem? Porque você estava chorando?

Pego meu celular e vejo que meus olhos ficaram inchados de eu tanto chorar, começo a rir de nervo, ponho minha mão no meu olho e começo a chorar.

-K-ken...eu- Ele põe a mão no meu rosto e começa a me fazer carinho, minhas lágrimas voltam e eu novamente abaixo minha cabeça.

Ken:Alexy, eu sei que não sou um amigo que vocês estavam esperando, já magoei a Cass, briguei com o Castiel e agora...eu sei que magoei você também e não espero que você me perdoe pois eu não sou nem um pouco digno disso.- Eu mantenho minha cabeça abaixa sem saber o que falar, estava tão envergonhado que as palavras simplesmente não saiam da minha boca.- Bom eu vou indo nessa, desculpa por te dar trabalho.

-N-NAO!!- Eu ajo sem pensar e pulo em cima dele lhe roubando um beijo, ele põe a mão na minha nuca me fazendo ficar mais próximo á ele e o beijo fica mais longo, nós nos beijamos apaixonadamente(imagem do capítulo). Parecia não ter fim, meu coração estava mais do que acelerado como se quisesse pular pra fora.

Nós nos separamos lentamente e ficamos nos olhando, ambos corados. O Ken começou a se aproximar de mim lentamente, estava começando a ficar mais vermelho do que um morango.

-O que...v-voce está f-fazendo- Estava tão envergonhado que quase não consegui falar, as palavras travavam na minha garganta.

Ken:N-nada...só...olhe pra mim ok?- Ele segurou o meu queixo me olhando e eu logo lhe dei um beijo que foi correspondido na mesma sintonia, só nós separamos por falta de ar. O Ken me dá um sorriso malicioso e volta a me beijar, o beijo foi ficando cada vez mais selvagem, ambos de nós nos acariciando com nossas línguas. 

O Ken me puxa pra ele e continuamos o beijo, ele me deita devagar no chão e vai tirando minha camiseta, vendo meu tórax totalmente liso e sem marcas ele abre um sorriso e começa uma cessão de beijos no meu corpo. Ao chegar em meu abdômen ele começou a lamber aquela parte e foi descendo até minha calça, ele a abre devagar e vendo meu membro que já estava úmido ele o agarrou me masturbando.

-K-ken....ah- Soltei uns gemidos baixos, o que o Ken estava fazendo era muito bom, me fazia ficar totalmente exitado, ele começou a chupar meu membro usando sua língua em volta e começou a tirar minhas roupas, novamete voltando a me beijar, ele enfia três dedos na minha boca e eu começo a chupar.

Ele os tirou da minha boca e foi para a minha entrada colocando um dedo, começou a brincar comigo, eu estava ficando louco, quando ele colocou o segundo começou a mecher como tesoura os dedos, e no terceiro ele fez movimentos de vai e vem, nossa como aquilo me exitava. 

Ele tirou seus dedos de mim me pondo de costas pra si. O Ken tirou sua cueca box O que fez seu membro ficar exposto e então o colocou dentro de mim

-Aahhh...Ken...ah-Eu acabei dizendo com uma voz rouca quase tentando gritar de prazer.

Ken:A-Alexy...uhnn.-O Ken começou a me penetrar devagar, o que fez com que meus gemidos ecoarem pelo o quarto incrivelmente quente. Meu corpo inteiro estava coberto de prazer, o ken continuava a me penetrar mas ele estava indo mais rápido e mais fundo, não demorou muito e nós dois chegamos ao ápice. Nos deitamos nos chão juntos, nossas respirações estavam sincronizadas e pesadas, ambos cansados e exaustos e tomados pelo o cansaço dormimos no meio da sala. Não estava preocupado pois o Armin não estava em casa e só voltava semana que vem, acho que ele está dormindo na casa de um amigo sei lá não me importa, só me preocupa é o que vai acontecer amanhã não estou com bons pressentimentos.

UPS PARECE QUE SEUS PA'S ACABARAM VOLTEM AMANHÃ BJS ☻


Notas Finais


☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻ ☻☻☻☻ Amanhã tem mais☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻☻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...