História Amor doce Castiel - Capítulo 129


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Armin, Castiel, Dajan, Dakota, Kentin, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya
Visualizações 282
Palavras 1.037
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 129 - Homem mau


Fanfic / Fanfiction Amor doce Castiel - Capítulo 129 - Homem mau

VOCÊ GANHOU 10 PA'S HOJE 

Liguei imediatamente para a Priya, esperei por um tempo mas finalmente ela chegou. Nao sabia se meu pai iria abrir a porta para ela, até que ouço batidas na janela como se fossem pedras, abro a janela e me inclino para ver quem era.

Priya:E aí?- Ela estava em cima de um galho de árvore se segurando apenas com uma mão, estendo meu braço e a puxo para dentro do meu quarto. - Tinha um homem na porta que não me deixou entrar então eu dei a volta no quintal.

Era como eu pensei, ele deveria saber que eu estaria tramando alguma coisa, abraço ela forte e olho para ela com determinação.

-Eu quero que você me ensine tudo o que sabe.- Ela abre um sorriso orgulhoso no rosto.

Priya:É pra dar uma surra em quem?- Nós duas nos sentamos na cama e eu comecei a contar tudo o que aconteceu, principalmente com meu pai biológico e minha gravidez. Ela me ouvia com muita atenção, nunca tirava o olhar dos meus, era bom ter alguem além do Cast para contar essas coisas.

Priya:AH! EU VOU MATAR esse desgraçado.- Ela estava pronta para dar um ponta pé na porta mas eu a empurro um pouco para longe.

- Eu te chamei aqui para você me ensinar a lutar, pois eu que vou acabar com aquele babaca.- A Priya me abraça tão forte que eu quase fico com falta de ar, mas felizmente o Téo puxa a bainha de sua calça chamando sua atenção.

Téo:Você vai dar uma "sula"(surra) no homem mau?- Ela se abaixa para ficar no tamanho do Téo e aperta suas enormes bochechas.

Priya:Na verdade pirralho, é a sua irmã que vai.- Seus olhinhos se enchiam de felicidade e alívio, ele abre um sorriso como agradecimento e volta a brincar com os cachorros. Ela me joga as luvas de  box e pega um tipo de madeira bem resistente, a única coisa que eu tinha que fazer naquele momento era conseguir quebra a madeira, o que não seria nada fácil.

Passamos a tarde inteira mas eu não consegui fazer nem um arranhão, aquilo era de aço? Ou será diamante? Enfim, eu já estava cansada e pedi para pararmos por ali mesmo. 

Priya:Vamos fazer uma pausa, continuamos amanhã porque esta noite nós vamos sair para um restautante! UHHUUU!- Ela parecia que estava indo a Las Vegas, a vontade de ir era grande mas...

-Nao...nao posso simplesmente deixar meu irmão sozinho com aquele homem nessa casa até minha mãe voltar.- Pego meu irmão no colo e ela aperta minhas bochechas ( qual é a da tara dela com bochechas eu ein!).

Priya:Quem disse que ele iria ficar? Ele vem com a gente.-Rapidamente ela me joga um monte de roupas e nós começamos a nos trocar. Já estava tudo pronto, só faltava arranjar uma maneira de sairmos do quarto sem ser pela porta. Antes que eu pudesse pensar em uma forma de sairmos a Priya pega o Téo e pula da janela.

-TEO!- Corro até a janela e a vejo com o Téo em seus braços rindo pedindo para ir de novo, respiro fundo e solto um ar de alívio. Pulo da janela cautelosamente para não quebra uma perna, fomos em direção ao restaurante.

Ao chegarmos vi todos sentados numa mesa muito grande para dez pessoas, o Armin acena o braço para a gente e o Téo pula do colo da Priya indo em direção ao Cast.

Téo:VELMELO!- O Cast abre um sorriso e pega o Téo, o Nath abre um sorriso debochado e aponta o dedo para o Cast.

Nath:Pft! Oi "Velmelo"- O Cast olha para ele com raiva e dá o dedo do meio bem no meio da cara dele.

Cast:Cala a sua boca, seu bosta mergulhado em ouro, se não eu juro que o restaurante e você vão cair.- Inesperadamente o Téo imita o Cast, fazendo o mesmo sinal do dedo.

Téo:"Bostla mergulhada em oulo" hahahaha. - Todos nós ficamos chocados enquanto a Priya e o Cast caem na gargalhada, dou um leve soquinho na cabeça do Téo.

Lys:Ei Cass, nao precisava ser tão agressiva, ele ainda é uma criança e está aprendendo.- Fecho meus punhos e os estalo enquanto olho para ele como se estivesse dizendo:" Você é o próximo se nao calar a boca" E funcionou direitinho.

Téo:Velmelo, você é forte?- O Cast empina o nariz todo orgulhoso de si.

Cast:Pode apostar que sim baixinho.- O Cast passa suas mãos grandes nos cabelos bagunçados, de repente o Téo abre um largo sorriso.

Téo:Então você pode ajudar a minha irmã a tirar o homem mal d- Pego o Téo e tampo a sua boquinha grande com minha mão, todos me olham confusos. Abro um sorriso forçado e sussurro para o Téo.

-Esse é o nosso segredinho Ok?- Ele acenda com a cabeça confirmando, mas todos ainda estavam olhando para mim.

-É um jogo, e que tem uma parte de um vilão que eu não consigo passar he...he...- Eu me sentei e todos ignoraram o ocorrido, todos menos o Cast, que me olhava precisamente insistindo em que eu falasse para ele.

No final do jantar todos nós ficamos conversando em pouco e falando sobre o parque aquático e as férias de verão, que por sinal já estão muito perto. Podemos passar horas juntos mas nunca há falta de assunto, só fomos embora pois o restaurante estava fechando.

Estava somente eu, a Priya, o Cast e o Téo, eu precisava conversar com a Priya e pedir para ela manter segredo.

POV'S CAST

As duas estavam conversando um pouco distante de mim e o Téo, elas devem estar guardando segredos entre elas. Me abaixo e fico quase na altura do Téo.

-Ei Téo, porque você não me contando que está acontecendo com a sua irmã?- Ele hesita um pouco, mas desiste.

Téo:Eu não posso falar, a minha irmã não me deixa. Se ela descobrir ela vai ficar triste.- Levanto o meu mindinho da minha mao esquerda para ele e ponho a mão direita sob meu peito.

- Eu te prometo que ela nao vai ficar triste e nao vou contar que você me contou.- Ele olha pra mim e fechamos a promessa. Quando cada palavrinha saia de sua boca eu ficava mais em choque e raiva, mas eu não sabia se sentia raiva dele ou DELA?

UPS PARECE QUE SEUS PA'S ACABARAM VOLTEM AMANHÃ BJS 


Notas Finais


Aiaiaia ein Téo, segredo é segredo, mas você mandou bem contando pro Cast. A Cass que é irmã mais velha fica dando esses maus exemplos ❤❤❤❤❤❤💚💚💚💚💚💚💚💙💙💙💙💙💙💙💛💛💛💛💛💛💜💜💜💜💜💜💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...