História Amor doce Castiel - Capítulo 92


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Armin, Castiel, Dajan, Dakota, Kentin, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya
Visualizações 439
Palavras 638
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 92 - Grávida


Fanfic / Fanfiction Amor doce Castiel - Capítulo 92 - Grávida

VC GANHOU 10 PA'S HOJE 

-...Grávida...

Ele nao mostra nenhuma reação, só estava me olhando, O que me deixava mais estressada do que antes.  Passou um tempo e, nada, nenhuma palavra ou reação alguma.

-Cast por favor fala alguma coisa...

Eu abaixo minha cabeça e começo a abraçar o travesseiro com força enquanto esperava ele fazer alguma coisa. De  repente sinto uma mão na minha cabeça, quando olho pra cima vejo o Cast se aproximar lentamente de mim, ele encosta a sua testa na minha(imagem do capítulo).

Nao falamos nada só estávamos lá parados um com o outro, ele não estava bravo, Eu podia sentir isso.

-O que vamos fazer agora?

Cast:O que mais podemos fazer além de cuidar dessa criança? 

-Bom, o mais responsável a se fazer e contar aos meus pais, o que não vai ser fácil já que eles vao surtar. Acho que até minha avó vai ter um ataque cardíaco.

Cast:Hehe...Ai Acho que eu iria lá contar 

-hunf.

Nós damos risadinhas baixinhas para não deixar o clima morto, decidimos então ir no médico para ter certeza se eu estou grávida ou não. 

Nós saímos no silêncio, para que ninguém nos escutasse. No caminho não dizemos uma palavra se quer, só estávamos andando de mais dadas um á outro.

(...)

Chegando ao hospital não posso dizer que  não estava nervosa, porque aquele lugar era o que mais me extressava. O médico que  veio na nossa direção era alto, morenos e tinha olhos  castanhos. Ele não parece ter menos do que 23 anos.

Médico:Boa tarde quem será o meu paciente?

Cast:Ela.

O Cast aponta para mim e o médico na hora olha para mim e abre um sorriso.

Médico:Me acompanhe por favor.

Eu olho para o Cast e Fasso um sinal para ele ficar, sua expressão não foi de quem concordou com a ideia de me deixar sozinha com o médico mas ele acabou aceitando.

Quando entrei na sala ele me pediu para me sentar na maca que estava à sua frente.

Médico:Bom, vamos começar. Me conte o que está acontecendo?

Eu respiro fundo e olho nos seus olhos e começo a explicar o que havia acontecido, com o decorrer da história ele parecia bem tranquilo, como se não fosse a primeira vez que ele ouviu essa história.

Médico:Entendi. Eu irei fazer alguns exames e logo logo lhe darei os resultados.

-Ok obrigada.

(...)

Passou se alguns minutos até que ele entra na sala com um papel, que provavelmente era o resultado dos exame.

Médico:Bom Cassandra, a senhora está grávida. O seu bebê aparenta ter aproximadamente duas semanas, ele está saudável e está se desenvolvendo bem.

-obrigada....

Médico:Mas, preciso falar com o seu namorado também. Quero que os dois ouçam o que tenho a falar.

As enfermeiras o chamaram e ele veio com uma cara de preocupado, Eu seguro a sua mão e não a solto.

Médico:Como os dois sabem, você é muito jovem para cuidar de um bebê, tanto quanto na questão da educação, alimentação, vestimentas, hospital entre outras. O bebê até agora aparenta estar em bom estado como igual a sua namorada, mas, esse é um processo muito perigoso, no processo de parto a chance da mãe sobreviver é de 5°/o isso são pouquíssimas chances de sucesso.

Cast:Pera aí! OQUE?! Quer dizer que se esse bebê nascer a Cass vai morrer?

Médico:Aí é que tá, você tem que prestar atenção, as chances dela sobreviver são de cinco porcento, não estou dizendo que ela irá morrer.

Cast:Mas o-

-Cast...vamos embora, temos muito a fazer ainda. 

Eu estava de cabeça baixa e ainda segurava a sua mão com força. Não sabia o que iria a acontecer comigo ou com o bebê. Mesmo sabendo que não saberia como cuidar dele, Eu queria ficar com ele...mas se fosse para escolher em morrer e deixá-lo sobreviver, eu morri no que lugar sem mesmo pensar duas vezes. 

Eu sinto que iria deixar muita gente triste mas não aguentaria vê-lo morrer por minha culpa

UPS PARECE QUE SEUS PA'S ACABARAM VOLTEM AMANHÃ BJS 


Notas Finais


Aaahhh que triste 😢😭 será que vai dar tudo certo? Tomara ❤❤❤❤❤💙💙💙💙💚💚💚💚💛💛💛💛💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...