História Amor Doentio - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Bts, Jungkook, Taehyung, Taekook, Vkook
Visualizações 230
Palavras 1.112
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pra compensar o tempo em que fiquei sem postar, já to postando mais uma historia kkkkkkkkkkk

Já aviso, leiam as tags para não reclamarem depois.... Gosto de historias assim, com ciumes, brigas, violência.

Boa leitura meus amores ❤

Capítulo 1 - Capitulo Único


Jungkook e taehyung estavam sentados em um banco, no pátio da faculdade, entre brigas e gritos, algo visto como comum para os demais alunos. Ninguém ousava se meter nas brigas do casal.

Jungkook era o típico garoto famoso, todos suspiravam quando ele passava, rico, bonito, inteligente e gay. Sim, gostava de garotos desde quando tinha seus doze anos de idade. Era conhecido por ser o pegador da faculdade , ficava com todos a hora que queria e obviamente ninguém negava beijos e transas para ele.

Mas tudo mudou, quando um garoto foi transferido para a mesma faculdade que ele. Não deu muita bola quando um de seus amigos, disse que um garoto novo chegado na instituição, achando que seria mais um idiota nerd. Pleno engano.

Assim que avistou no corredor, um garoto de cabelos vermelhos, alto, um corpo magro, mas bonito ao mesmo tempo, um sorriso muito fofo, que ele mesmo se prontificou de dizer que era um sorriso quadrado, maxilar bem desenhado e uma boca gostosa, já anciava para ter o garoto em seus braços.

Taehyung era um garoto educado, gentil com as pessoas e rapidamente fez amigos. Ele já sabia da fama de jungkook, por isso sempre negava as investidas do mais novo em si. Achava jungkook bonito, as vezes se pegava pensando no mais novo, mas junto com esses pensamentos bons, vieram os ruins, jungkook era pegador, arrogante, estúpido com as pessoas, mesquinho e taehyung não gostava disso. Mas quem disse que mandamos em nosso coração.

Não demorou muito para que o primeiro beijo deles acontecesse, depois de uma briga entre os dois, tudo por causa de uma brincadeira de jungkook. Ali, foi selado um possível amor, que no futuro, seria cheio de brigas, ciumes e muito, mas muito choro.

Depois de alguns meses, os dois começaram a namorar, como dizem, no começo tudo é a mil maravilhas, é amor para cá, é benzinho para lá, mas não demorou muito para taehyung conhecer o verdadeiro jungkook. O possessivo e agressivo, que tanto lhe fez juras de amor e agora estavam os dois, mais uma vez, no apartamento de jungkook, brigando.

— Jungkook, você passou dos limites! — Gritou taehyung, que havia acabado de saber o que tinha acontecido.

— Fiz o certo, ta bravo por que? — Disse, com indiferenças.

— O certo? — Taehyung riu triste — Bogum era bolsista, você pagou o diretor para ele ser expulso da faculdade, como pode?

Jungkook suspirou, todos sabiam do seu jeito possessivo com taehyung e por isso, ninguém se atrevia a falar com o mais velho, sabendo que jungkook faria tudo para afastar quem fosse.

— Ele gostava de você, eu via seus sorrisinhos idiotas, eu li as conversas no seu celular taehyung, muito bonito colocar um coração do lado do nome dele no contato — Gritou jungkook.

— Ele era meu amigo, você sabia disso, sabia que ele lutou muito para entrar nessa faculdade? Assim como eu, ele trabalhava duro para pagar a metade que podia e você em piscar de olhos, em uma simples conversa e com seu dinheiro sujo, destruiu os sonhos dele, tudo por culpa desse seu jeito possessivo e doente — Desabafou taehyung.

— Não me importo, voce é meu e não vou deixar ninguém roubar voce de mim, me ouviu taehyung? — Se aproximou, puxando o braço do mesmo e apertando com força.

— V... Voce ta me machucando jungkook, me solta — Pediu, segurando seu choro.

Jungkook ignorou esse pedido, estava fora de si e não iria parar, até ouvir que taehyung era somente seu.

— Me diz, a quem voce pertence taehyung, FALA! — Gritou a ultima palavra. Taehyung se assustou, mas já estava acostumado com jungkook e com seus ataques.

— Eu.. Eu sou seu seu jungkook, eu pertenço a você — Disse baixinho, pois a mão de jungkook apertava suas bochechas, jungkook sorriu ao ouvir isso. Um sorriso assustador.

E foi pela primeira vez, que transaram sem o consentimento de taehyung e pela primeira vez,o mesmo se obrigou a chorar no banheiro. Estava cansado de tudo, das brigas, de apanhar, de aguentar os ataques de raiva de jungkook, amava o mais novo, mas não aguentaria mais esse relacionamento.

Assim, deixando uma carta para o mais novo.


Jungkook :

Sei que posso estar sendo um covarde por terminar tudo em uma simples carta, sei que voce vai me odiar e sinto muito por isso, mas não posso continuar com voce.

No começo tudo foi perfeito, voce me fazia juras de amor, me dizia o quanto eu era perfeito, me dava presentes eu nunca, mas nunca me importei com seu dinheiro, voce respeitava isso. Eu respeitava isso.

No começo eu achava seus ciúmes fofo, gostava de me sentir protegido por você, pois eu sabia que voce estaria ali por mim, cuidando de mim e me amando. Mas as coisas saíram do controle não é?

Voce nunca me disse que tinha esses ataques de raiva, nunca me disse que era agressivo, que era possessivo e isso eu descobri da pior forma possível. Apanhando de você, na nossa primeira briga. Os hematomas em meu corpo, não doeram, a surra que voce me deu não doeu, não como as palavras sujas que saíram de sua boca naquele momento. Elas sim, me machucavam.

Terminamos depois desse dia e ficamos três meses separados, foi doloroso para mim, sei que foi pra voce tambem. Lembro que na faculdade, nos reconciliamos, com uma simples foda e com voce me pedindo perdão. Eu acreditei em você.

Eu fui muito idiota.

Pois tudo voltou como era antes e voce nunca mudava. Mas o episódio do bogum, foi a gota d'agua. Sei que na sua cabeça, voce agiu certo, achando que estava me protegendo, mas voce tem que saber, que só estava me machucando ainda mais, me privando das pessoas e me querendo somente para você.

Não quero prolongar muito essa carta, não sei se voce chegou a ler até aqui, mas quero que saiba que eu te amo, eu ainda sou idiota o suficiente para dizer que te amo muito, mas eu preciso me livar de você, me livrar dos machucados, me livrar da dor que é viver ao seu lado. Eu estou indo embora, saindo da faculdade e não quero que voce saiba aonde eu estarei. Sinto muito por não estar mais com voce, mas eu não posso aguentar tudo isso.

Seja feliz, se recupere, procure ajuda e por favor, não faça nenhuma bobagem, eu não quero que se machuque meu amor.

E terminando, quero dizer que voce é e sempre será especial para mim, faça sua vida, irei fazer a minha, mas longe de você.

Com amor

Kim Taehyung


Notas Finais


Na hora da carta chorei mesmo, tadinho do tae ne ):

Nunca sei o que falar nas notas finais, mas espero que tenham gostado da história, fiz ela bem grande, minhas historias terão conteúdos assim, raramente fofos e amáveis.


Link da minha fanfic vmin: https://spiritfanfics.com/historia/um-amor-doce-10979680

Ate a próxima meus anjinhos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...