1. Spirit Fanfics >
  2. Amor é complicado >
  3. Sentimentos

História Amor é complicado - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem, poruqe deu trabalho recuper o que eu tinha escrito e ainda por cima reescrever bastante coisas.

Capítulo 1 - Sentimentos


LADO SASUKE

 

Sasuke tinha partido de Konoha a alguns anos em busca de redenção.

Sua missão já havia acabado a um tempo porem ele tinha receio de voltar à vila, pois achava que se voltasse seria linchado pelos seu erros, ou pior, Sakura poderia não o amar mais.

O Uchiha nunca havia dado chance a seus sentimentos amorosos, afinal ele apenas tinha como objetivo de vida sua vingança contra Itachi, seu irmão. Porem assim que foi em busca de redenção, se permitiu experimentar sensações, como o amor.
Ele havia se apaixonado pela garota de cabelos de cerejeira, sua “irritante” Sakura.

Naruto sempre lhe enviava cartas contando sobre a vila ou como estavam as coisas com seus ex companheiros, porem nada despertava seu interessa, mas na ultima de seu amigo, ele não havia mencionado Sakura.

O objetivo de seu companheiro era despertar interesse, como já havia tentado fazer antes, omitindo informações sobre o que acontecera, por exemplo, no distrito Uchiha, mas sem sucesso.

Sasuke ficou apreensivo, pensando qual seria a causa da omissão de Sakura na carta, e chegara a uma importante decisão que mudaria sua vida por completo:

 

 

*****************************************************************************

 

LADO NARUTO

 

Naruto dormia num colchonete em meio a varias caixas, pois havia recentemente se mudado para a casa de seus falecidos pais, Minato Namikase e Kushina Uzumaki.

Assim que amanheceu, a luz atingira seu rosto passando por uma brecha, o que lhe deixava incomodado.

-porraarrghh-um bocejo lhe invadiu a fala- por kami, quero dormir!

O loiro tentava de todas as maneiras desviar  da luz, porem não teve sucesso.

-KAMI-SAMA QUE MERDA!-levantou em um pulo e foi para o banheiro fazer sua higiene.

Todos os dias eram a mesma coisa, enquanto perdido em seus devaneios, Naruto pensava em apenas uma coisa, sua colega Hinata Hyuga, princesa do Byakugan. Era incrível o fato de seus olhos se assemelharem tanto a lua, da qual admirava do telhado todas as madrugadas de insônia.

Após a luta contra Pain, Naruto desenvolvera sentimentos pela Hyuga, porem os deixando de lado pois afinal, ele era apenas um qualquer e ela era herdeira de um grande clã.

 

*****************************************************************************

Assim Uchiha tomara uma importante decisão que mudaria pra sempre:

Ele iria voltar a vila.

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Naruto agora acordado, como sempre fazendo ramen instantâneo enquanto se perdia em seus devaneios, sempre vindo a tona sua colega Hinata.

Assim que foi colocar os hashis na boca um ANBU apareceu em sua janela:

-Naruto Uzumaki, o nadadaime Hokage solicita sua presença.

O ANBU desapareceu em fumaça enquanto Naruto resmungava:

-Ora essa, não posso nem comer ramem em paz-O loiro pegou o pote e saiu andando pelas ruas, a fim de que pudesse comer no caminho.

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Hinata estava no campo de treinamento desde a madrugada.

Havia tido uma noite ruim e tensa. Seu pai, Hiashi Hyuga, havia brigado com ela(era quase que uma rotina para a mesma), porem dessa vez havia lhe desferido um tapa muito forte, que deixou o local do braço onde dera o tava, roxo e muito dolorido.

Ela desferia vários chutes e socos contra seu primo, Neji Hyuga, a fim de testar suas habilidades do Byakugan.

Um ANBU chegou de surpresa no campo deixando um rastro de fumaça.

ANBU-Hinata Hyuga, Neji Hyuga. Sua presença fora solicitada pelo nadadaime Hokage.

O ANBU sumiu em meio a fumaça deixada pelo mesmo.

Neji-Bem Hina-chan, parece que teremos que deixar nosso treinamento pra depois-deu uma risada de canto de boca-Na próxima eu ganho.

Hinata-Vai sonhando inferior-os dois riram. Adoravam ficar provocando um ao outro.

Seguiram seu caminho juntos, pulando de telhado em telhado ate o escritório do Hokage, enquanto conversavam sobre seu desempenho no treino.

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Sakura havia terminado seu plantão no hospital de Konoha, havia auxiliado Tsunade-sama em uma cirurgia, sua primeira.

Assim que saiu do hospital andou a caminho de sua nova casa. Acabara de se mudar para um apartamento, muito aconchegante, com vários tons rosados ou cereja.

Foi até a cozinha e pegou um bentō que havia feito na madrugada antes de começar seu plantão, e não teve tempo de comer pois ficou a madrugada e mais a manha dentro da cirurgia com Tsunade.

Ela pegou os hashis e levou o arroz com frutos do mar a boca, e assim que deu a 3 bocada(autora: SEM MALICIA!nao ainda*cofcof*)um ANBU apareceu em sua janela a convocando pra o escritório do Hokage.

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Assim que Hinata e Neji chegaram ao escritório do Hokage, foram recebidos por Shizune que lhes abrira a porta. Assim que adentraram deram de cara com Naruto, Sakura e Kiba já em pe em frente a mesa de Kakashi.

Kakashi-Bem, como já estão todos aqui posso começar.

Naruto olhou para tras e deu de cara com Hinata dando um sorriso largo deixando a mesma corada, mas assim que viu Kiba novamente sua expressão ficou seria.

Naruto- E o que seria Kakashi-sensei?

Sakura- Seu idiota deixa ele falar!-Ela deu um cascudo na cabeça de Naruto, que fez bico emburrado.

Kakashi- Bem, nos recebemos uma denuncia contra o senhor feudal do pais do fogo, Ikkyū Madoka.

Neji- Que tipo de denuncia?-Kakashi olhou para todos assentiu com a cabeça para Shizune, que entrgou um papel para Hinata.

Kakashi- Hianta Hyuga, você e a líder dessa missão. Neste papel contem todas as informações, que so poderão ser ditas assim que estiverem na metade do caminho.

Antes que pudesse contrariar com o Hokage, Kiba resmungou:

Kiba- Ela é muito fraca pra ser líder, ate o Akamaru seria um líder melhor.

O olhos de Hinata marejaram um pouco, ficando deprimida.

Naruto- Fica quieto pulguento. Se o próprio nadadaime Hokage escolheu ela, é porque ela é muito melhor que você vira lata-Sakura e Neji deram risada enquanto Hinata apenas corou assentindo para o Hokage.

-Tirando o fogo no cu de vocês, estão dispensados-Hinata se assustou ao ouvir o palavrao proferido por Kakashi e apenas assentiu.

Naruto- Conrola a boca sensei!

Sakura- Não ta vendo que temos duas damas na sala?

Shikamaru apareceu na sala dando um susto em todos- Ate onde eu sei so tem uma, a Hinata. Já você é um cavalo Sakura.

Seus companheiros caíram na rizada, menos Sakura que ficou furiosa com os nervos a flor da pele.

Sakura- ORA SEU FILHO DA-foi interrompida por Kakashi.

Kakashi- Havia esquecido de você Shikamaru. Voce ira acompanha-los na missão, escrevendo relatórios e sendo o estrategista, ajudante de Hinata. Vocês partem amnha cedo. Estão dispensados.

Todos saíram da sala.

Naruto correu atrás de Hinata a alcançando e colocando a mao em seu ombro.

Naruto- Oi Hina-chan!

Hinata virou se rapidamente reconhecendo a voz e corando mais que um pimentão.

Hinata- O-oi Na-naruto-kun.-Ele sorriu de volta a deixando mais envergonhada.

 

NARUTO ON

 

Naruto-O que você acha de eu e você comermos ramen?-se tocou do que havia dito e teve um leve rubor nas bochechas-Be-bem já que no-nos não teremos tempo de co-comer nada amanha.

Minhas intenções, bem... Eu queria chama-la pra sair mais que tudo, porem ela é demais pra mim. Ela é a Princesa do Byakugan e herdeira da casa principal, e eu sou so um garoto qualquer que sonha em ser Hokage.

 

HINATA ON

 

Eu queria cair no chão, afinal, eu vou sair com o Naruto-kun... So de pensar nele se aproximando de mi e.. POR KAMI HINATA, CHEGA!
Juntei forças de algum lugar do universo e assenti:

-Cla-claro!-Eu corei fortemente enquanto ele deu um sorriso largo meio envergonhado... por kami, como eu amo ele... não tenho coragem de me declarar a ele..

 

Ele me segurou minha mão e eu corei.

Naruto- Vamos?-Assenti com a cabeça e ele foi me guiando. Por kami... segurar aquelas mãos... SE CONTROLA HINATA!

 

NARUTO ON

 

Assim que me dei conta do que estava fazendo, corei envergonhado. Onde eu tava com a cabeça de pegar na mão dela sem mais nem menos! Mas cara... segurar aquelas mãos pequenas e delicadas... por Kami-sama... estou levemente apaixonado(autora: Nos sabemos querido, se preocupa não) porem tenho medo de que se tocar no assunto falando que gosto dela... ela pode me odiar! E perder a amizade dela e a pior coisa que poderia acontecer.

 

AUTORA ON

 

Assim que chegaram ao Ichiraku, Naruto e Hinata se sentaram lado a lado no balcão.

Teuchi- Naruto! Seja bem vindo! O que vai ser hoje?

Naruto- Eu quero uma porção de Ramen de porco grande! E você Hina-Chan?

Hinata corou- Que-quero um ramen de legumes pequeno.

 

Assim que terminaram de comer, Naruto insistiu que pagasse e assim fez.
Durante todo o caminho conversavam sobre assuntos cotidianos.

Naruto sempre que podia, olhava para Hinata de canto de olho a fim de contemplar sua beleza, e Hinata fazia o mesmo, as vezes encontrando os olhares Hinata corava e ele sorria para ela ou ate mesmo piscava. “Por Kami” pensavam os dois toda vez que suas espiadas eram descobertas, e ficavam envergonhados.

 

HINATA ON

 

Assim que Naruto me deixou na porta do clã, me deu um abraço e eu corei:

-Até mais Hina-chan!-Ele saiu acenando e eu adentrei no clã acenando de volta.

Quando entrei, meu pai me esperava na mesa de jantar junta a Hanabi, minha irma.

Hiashi- Onde você estava Hinata- Foi curto e grosso sem olhar para a filha.

Hinata- E-eu estava co-comendo r-ramen com meus colegas.

Hiashi- Da próxima vez que se atrasar, e não me avisar haverá serias consequências.

Hinata se lembrou do tapa que seu pai lhe dera em seu braço, que ainda estava dolorido porem tampado com sua blusa de frio.

Ela com os olhos marejados assentiu e subiu as escadas em direção a seu quarto:

-Boa noite Otou-san.-Não obteve resposta.

 

 HINATA ON

 

Adentrei em meu quarto, tomei um banho e coloquei uma camisola deitando em minha cama. Guardei os intens necessários para a missão do dia seguinte e fui dormir.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, me desculpem pelo incomodo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...