História Amor e Música - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Comedia, Musica, Romance
Visualizações 7
Palavras 920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um!! 😊

Capítulo 2 - Piquenique


Fanfic / Fanfiction Amor e Música - Capítulo 2 - Piquenique


    ⁃    pensei que tinha esquecido seu ukulele em casa 
    ⁃    Eu nunca esqueço ele
Eu e Edward estamos no nosso lugar favorito, um lago que fica perto de casa ( somos vizinhos), trouxemos um lençol e algumas guloseimas e estamos sentados de frente pro lago. 
    ⁃    você devia ser cantora, sua voz é tão bonita
    ⁃    Obrigada, mas sou muito tímida para isso, aposto que quando eu subisse no palco esqueceria a letra da música
    ⁃    Você não é tímida
    ⁃    Não com você, agora deite por favor, eu esqueci meu travesseiro - Edward deitou e eu usei sua barriga como travesseiro 
    ⁃    Vai tocar que música? - ele perguntou quando viu que peguei o ukulele 
    ⁃    Que música você quer ouvir? 
    ⁃    Trem bala
    ⁃    Então eu vou tocar - falei e comecei a cantar, Edward ficou quieto me ouvindo enquanto mexia em meu cabelo. Não sei o porque mas senti algo diferente naquele momento, uma sensação boa, minha respiração mudou, meus batimentos mudaram, não queria que acabasse. Terminei a música e continuamos em silêncio, Edward continuou a mexer em meu cabelo. 
    ⁃    Lou? - ele me chamou após alguns minutos, eu sai de sua barriga e deitei ao seu lado para que pudesse olhá-lo enquanto conversássemos - você ainda gosta dele? 
    ⁃    Do Josh? - perguntei e ele fez que sim - não
    ⁃    Hum - ele ficou pensando 
    ⁃    Por que? - perguntei confusa 
    ⁃    Nada não, é que eu acho que o Thom tá gostando de você... - ele falou sem me olhar 
    ⁃    Hum, eu acho que não, nós ficamos três meses sem se ver... 
    ⁃    faz sentido, mas ele pode ter te achado bonita e sei lá... se interessou 
    ⁃    Não acho que eu seja bonita...
    ⁃    Tá brincando né? 
    ⁃    Não 
    ⁃    Lou você é muito bonita - ele falou olhando em meus olhos - muito bonita mesmo - disse e eu comecei a olhar para o céu.
    ⁃    Obrigada - disse meio tímida 
    ⁃    E então? - Ed perguntou depois de algum tempo
    ⁃    Então o que? 
    ⁃    E se ele quisesse ficar com você? Quer dizer... você ficaria? 
    ⁃    Acho que sim, ele é bonito e legal...
    ⁃    Você gosta dele?
    ⁃    Gostar, gostar não, mas você falou em ficar
    ⁃    Hum 
    ⁃    Que foi? 
    ⁃    Nada 
    ⁃    Você tá estranho, tá gostando de alguém? 
    ⁃    Talvez... pera você acabou de falar que quando eu gosto de alguém eu fico estranho? 
    ⁃    Basicamente isso - falei rindo de sua mudança de humor drástica 
    ⁃    Eii! - Ed falou e começou a fazer cócegas em mim, eu comecei a rir descontroladamente
    ⁃    Ed... p-por favor! Para! - consegui dizer e ele parou, ficou com um braço em cada lado meu enquanto me encarava, seu rosto estava a um palmo do meu, pude sentir sua respiração ofegante no mesmo ritmo que a minha.
    ⁃    Lou - falou baixinho, então aproximou mais seu rosto do meu, senti meu coração acelerar, coloquei minha mão direita em seu rosto, senti os pelos de sua barba que começavam a crescer, fechei os olhos, então senti seus lábios macios nos meus, o beijo foi demorado, lento e doce.
    ⁃    Edward... eu... é melhor agente ir, tá ficando tarde... - disse confusa, meus sentimentos estavam embaralhados, precisava pensar. Ed saiu de cima de mim sem dizer nada, eu levantei e peguei minhas coisas. 
    ⁃    Louisa, me desculpe... - ele falou sem me olhar, de cabeça baixa, caminhei até ele e o fiz me olhar nos olhos. 
    ⁃    Não se desculpe ok? Você não fez nada de errado, foi bom... só estou confusa, somos amigos a tanto tempo... - disse e sorri 
    ⁃    É eu sei... - ele pensou por alguns segundos - vamos então? 
    ⁃    Vamos - disse e ele passou seu braço em volta dos meus ombros. 
Caminhamos por três quadras em silêncio até chegar, paramos em frente à minha casa. 
    ⁃    Essa é a hora em que nos despedimos com um beijo apaixonado? - Ed falou com um sorriso malicioso e eu dei um soco em seu peito. 
    ⁃    Você não tem jeito - falei rindo 
    ⁃    Boa noite gatinha - Ed me puxou para seu abraço de urso giratório. 
    ⁃    Boa noite, e esse apelido já deu né? 
    ⁃    Não mesmo - Ele disse rindo - é tão sexy 
    ⁃    Edward! - ia dando mais um soco nele mas ele saio correndo para sua casa - Covarde! Amanhã eu te pego! 
    ⁃    Mau posso esperar! - disse mandando um beijo e entrou em sua casa, fiquei rindo sozinha. 
                              ~
Olhar tetos é ótimo para pensar. É o que eu estou fazendo neste exato momento, olhando o teto do meu quarto enquanto penso, é estranho como os sentimentos mudam tão de repente, ou talvez não seja de repente, talvez esteja lá a todo momento sem que percebamos. Isso é tão estranho, não consigo parar de pensar nele, Edward James Avontuur, um nome bonito para um garoto bonito. Alto, atlético, cabelo castanho médio, olhos azuis, lábios rosados, engraçado, dedicado, carinhoso, tudo isso me passava quase que despercebido, até agora. Antes minhas lembranças com ele me faziam rir, agora eu não só sorrio, como também a cada imagem sua, meu coração bate de um jeito diferente, isso é tão intenso. 
Conhecem aquela frase? " ser ou não ser, eis a questão". Estou meio que assim agora, deixar acontecer ou evitar que aconteça, eis a questão. Como será amanhã? E quando nós nos cumprimentar-mos? Não quero que nossa amizade mude. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...