História Amor e Música - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Comedia, Musica, Romance
Visualizações 5
Palavras 1.378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Gripada


Fanfic / Fanfiction Amor e Música - Capítulo 3 - Gripada


    ⁃    Atchim! 
Droga! Acordei gripada. Eu me levanto e vou até a cozinha onde está minha mãe. 
    ⁃    Nossa filha! Gripada de novo? - é a primeira coisa que ela fala quando me vê. 
    ⁃    Atchim! Aaaaa odeio espirrar! 
    ⁃    Seus olhos estão vermelhos, e acho que está com febre - minha mãe fala depois de segurar meu pulso por uns segundos. - volta pra cama, não pode ir para o colégio assim, da qui a pouco levo seu remédio e seu café da manhã. 
    ⁃    Tá bom - resmunguei e voltei para o quarto
Fiquei deitada na cama, olhando o jardim pela janela do meu quarto, até que ouço baterem na porta. 
    ⁃    pode entrar! Atchim! - fico sentada na cama
Ao invés de minha mãe, quem entra no quarto com meu café da manhã e os remédios é Edward. Ele me olha. 
    ⁃    você tá horrível 
    ⁃    O que tá fazendo aqui? 
    ⁃    Vim te dar bom dia e saber por que me deixou esperando, lembra que íamos para o colégio juntos hoje? 
    ⁃    Bom dia e desculpa, eu me esqueci. 
    ⁃    Tá desculpada, agora tome isso. - Ed me entregou uns comprimidos e um copo de água. 
    ⁃    Obrigada - eu tomei tudo 
    ⁃    Agora o seu café da manhã - ele me entregou uma bandeja com torradas e leite quente, depois sentou ao meu lado na cama
    ⁃    O que tá fazendo? 
    ⁃    Te fazendo companhia
    ⁃    Edward você tem que ir pro colégio e outra, você pode ficar gripado também. 
    ⁃    Primeiro, eu nunca fico gripado e segundo, é o segundo dia de aula, ninguém liga se eu não ir. 
    ⁃    Ok então, mas tira o sapato antes de por o pé na minha cama  
    ⁃    Você doente é muito chata sabia? 
    ⁃    Hum, fica quieto e me passa o controle da TV 
    ⁃    É pra já madame - Ed me entregou o controle e eu coloquei um filme aleatório. Ele pega uma de minhas torradas, e depois toma um gole do meu leite
    ⁃    Eiii! Por que não vai pegar um copo para você.
    ⁃    Por que? Nós já trocamos salivas antes
    ⁃    Meu Deus Edward!
    ⁃    Por que tá tão estressada? Meu Deus digo eu! 
    ⁃    Você é tão irritante! 
    ⁃    Você que tá irritante! 
    ⁃    Então por que não vai embora? 
    ⁃    Porque eu gosto de você, e não quero que fique sozinha enquanto está doente! - ele fala e eu fico quieta, então do nada começo a rir.
    ⁃    Por que estávamos brigando mesmo? 
    ⁃    Porque eu bebi seu leite? 
    ⁃    Que ridículo - falo e começamos a rir juntos. 
Terminamos de comer juntos, Ed vai levar tudo para a cozinha e enquanto isso eu me levanto para escovar os dentes. Me olho no espelho e vejo meu cabelo todo bagunçado, meus olhos e nariz meio vermelhos, Ed não mentiu, estou mesmo horrível, lavo meu rosto e volto pra cama. Alguns minutos depois ele volta para o quarto, vejo que ainda está usando casaco. 
    ⁃    você não sente calor? - eu pergunto e ele percebe que não tirou o casaco
    ⁃    Nem me lembrava de ter colocado isso
    ⁃    Sempre tão distraído - falo e o observo tirar o casaco e deixar em minha poltrona, ele deita novamente ao meu lado, passa seu braço ao meu redor e me puxa para mais perto de si, me aconchego em seu peito. 
    ⁃    Você tá tão quentinha - Ed fala me dando um forte abraço. 
    ⁃    Isso se chama febre - falo e ele sorri. 
    ⁃    Gosto de febre
    ⁃    Você é maluco - falo e rimos juntos 
    ⁃    Ei eu fiquei sabendo que vai ter um show de talentos na cidade, você podia se inscrever. 
    ⁃    Não consigo cantar em público Ed 
    ⁃    Eu posso tocar com você, fico no piano e você no seu violão ou violino ou até mesmo o ukulele
    ⁃    Eu não consigo
    ⁃    Consegue sim - ele fala e eu fecho os olhos, fico ouvindo seu coração bater. Me imagino em um grande show, meu sonho se realizando, todos ligando a lanterna de seus celulares e apontando para o palco, o chão parecendo o céu estrelado, tudo maravilhoso, então eu me esqueço da música e estrago tudo. 
    ⁃    Canta pra mim? - peço para Ed na esperança dele mudar de assunto
    ⁃    Que música? 
    ⁃    Me surpreenda 
    ⁃    The other night, dear, as I lay sleeping I dreamed I held you in my arms When I awoke, dear, I was mistaken So I bowed my head and I cried
You are my sunshine, my only sunshine

You make me happy when skies are grey
You'll never know, dear, how much I love you
Please, don't take my sunshine away

I've always loved you and made you happy And nothing else could come between But now you've left me to love another You have shattered all of my dreams
You are my sunshine, my only sunshine You make me happy when skies are grey You'll never know, dear, how much I love you Please, don't take my sunshine away

Fiquei pensando na letra da música, e se ele a havia cantado por algum motivo ou a escolhido aleatoriamente. 
    ⁃    gosto quando canta - falei tentando fazer com que meus batimentos voltassem ao normal 
    ⁃    Lou, quero fazer uma coisa - Ed disse e eu inclinei a cabeça para cima para poder olhá-lo.
    ⁃    O que? 
    ⁃    Isso - ele falou e me puxou para mais perto, aproximando nossos rostos, então me beijou, dessa vez o beijo foi mais rápido, menos delicado, com desejo, me sentei em seu colo e enrosquei minhas pernas em sua cintura, Ed mordeu meu lábio inferior delicadamente e o deixou deslizar por seus dentes bem devagar, suas mãos caminhavam por minha cintura,  minhas mãos seguravam sua nuca, o beijo só acabou quando precisamos respirar. O que foi isso? Foi só o que consegui pensar.
    ⁃    Se toda música acabar assim quero cantar mais vezes - consegui dizer após alguns segundos constrangedores de respirações ofegantes e olhares silenciosos um para o outro. Edward sorrio. 
    ⁃    Eu também gatinha 
    ⁃    Você acaba de estragar tudo - falei rindo enquanto me levantava para pegar um lacinho em minha cama 
    ⁃    Por que agente parou de fazer aquilo mesmo? - Ed pergunta enquanto eu faço um coque 
    ⁃    Por que precisávamos de ar?
    ⁃    A é verdade. E por que não continuamos?
    ⁃    Tenho medo de onde isso pode chegar 
    ⁃    Como assim? - Ed perguntou e eu apenas o encarei, então ele fez aquela cara que pessoas lentas fazem quando entendem algo - Ahh, eu não vejo problema nisso - ele falou com um olhar malicioso e eu ri.
    ⁃    Seu pervertido, e vista sua camisa.
    ⁃    Nem me lembro de tê-la tirado
    ⁃    Nem eu - falo e começamos a rir 
    ⁃    Você fica bonita de coque - ele fala enquanto me observa a voltar para a cama 
    ⁃    Obrigada
    ⁃    Você fica sexy - ele brinca e eu jogo um travesseiro em sua cara 
    ⁃    Engraçadinho - falo enquanto deito na cama, Edward me puxa para seus braços e ficamos quietos assistindo ao filme por alguns minutos.
    ⁃    Lou? 
    ⁃    Oi? 
    ⁃    Pensei que tivesse dormido 
    ⁃    Estou super acordada
    ⁃    Sabe... estava pensando... o que nós somos? 
    ⁃    Se você não sabe, eu não faço ideia 
    ⁃    Acha que é melhor continuarmos só amigos? 
    ⁃    Sinceramente, não mesmo - falo e ele sorri
    ⁃    Que bom, mas você também não quer namorar né? 
    ⁃    Acho que é muito cedo, e isso ainda me soa estranho 
    ⁃    Concordo, então estamos em uma amizade colorida? 
    ⁃    Também não, quero exclusividade  e imagino que você também-falo e rimos juntos 
    ⁃    Sim também quero exclusividade. Somos Pré-namorados então - ele fala e rimos mais ainda 
    ⁃    Isso é tão estranho e ao mesmo tempo tão normal
    ⁃    Eu sei, concorda então, em sermos pré-namorados?
    ⁃    Pode ser, amenos que ache um termo melhor - falo rindo
    ⁃    Então quer dizer que um dia seremos oficialmente namorados.
    ⁃    Aham 
    ⁃    Isso! - Edward comemora e eu sorrio - quando você melhorar iremos comemorar nosso pré-namoro em um lugar bem legal
    ⁃    Mau posso esperar - falo rindo 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...