História Amor e Música(Imagine Stray Kids) - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Tags Stray Kids
Visualizações 51
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - KissIX, Resposta...


Fanfic / Fanfiction Amor e Música(Imagine Stray Kids) - Capítulo 11 - KissIX, Resposta...

Vejo Hevellyn em pleno desespero depois do pedido de amizade do nosso grupo utt em pleno twitter. Todas começaram a falar ao mesmo tempo (incluindo eu), ela começou a olhar pra todos confusa em quem ouvir, mas acho que eu estou certa. Porque não aceitar? É só lidar com milhares de fãs nossos perguntando o motivo de nós termos aceitado isso

-Aceita!

-Não! Vai dar problema

-Idade? Vida que segue, só vamo

-Pelo amor né galera?

-O que tá acontecendo?

-Fica sentadinho ali vai…- Hwa-Young diz me fazendo olhar para ela enquanto empurrava Dylan com o pé.

-APERTA SIM!

-NÃAOOOO

-AAAAAAAAAAAAAHHH FODASSEEEEEEEEEEEEEEE!- Na hora ela fecha o olho e então a página é fechada, todas nós olhamos para a tela do celular e logo o mesmo nos manda uma mensagem: Essa solicitação foi recusada. Olhamos para o celular e depois pra Hevellyn que abria os olhos lentamente.

-Eu aceitei?

-Não! Era pra ter aceitado sua burra!!- Youra diz subindo em cima da mesma, colocando todo o seu peso que fez com que a mesma começasse a ser esmagada.

-AAAAAAAAAAAAAAAAH! ME AJUDEM! SAI DE CIMA DE MIM SUA GORDA!

-Afs, fala sério…- Digo saindo indo pro quarto

-Espera, Maya! Me ajuda!- Logo todas me seguem- Esperem, Kyura, Alice, CAROL! AAAAAAAAAH!

Eu escuto alguns risos vindo atrás de mim e eu logo entro no meu quarto, pego uma roupa limpa e sigo para o banheiro, eu entro e tranco a porta.

 

**

 

Logo todos vieram pulando para perto de mim para ver a tela do meu celular que mostrava a sua resposta, eu desbloqueio a tela do meu celular e me surpreendo com o mesmo.

-Elas... recusaram?!

-Como assim recusaram?!!-  Peguei o celular de sua mão

-Elas recusaram…

-O que isso quer dizer?

-Que.. Elas não gostam da gente?- Ficamos olhando pro nada tentando entender o motivo de tudo isso.


 

**

 

Estava escrevendo uma música, e estava muito concentrada por sinal, até ouvir uma criaturinha me chamando do corredor e logo vir em minha direção tirando toda a minha concentração.

-Kyura! Tas fazendo o que?

-Escrevendo a nova música

-Sério? Deixa eu ver?

-Não.- Digo e vejo ela revirar os olhos

-É você quem escreve as músicas?

-Sim e não, não sou só eu- Digo olhando para Dylan- Já vai sair?

-Sim, tchau para vocês.

-Tchau…- Eu e Hwa-Young diz olhando pra porta. Continuo olhando para a porta até surgir ideias para a letra, na hora que eu ia escrever percebo que meu caderno não estava mais em meu colo.

-Eu sigo minha vida sem olhar para trás

Tudo passou tão depressa, não posso voltar

Porquê você ainda está aqui? Porque não sumiu com o passado?

Eu quero te esquecer

mas você não para de aparecer em minha cabeça

 

(naneun nae insaeng-eul dwidol-a boji anhgo ttala ganda.
modeun geos-i neomu ppallijina gassda.

naneun dol-agal su eobsda.
neo ajigdo yeogi wae issni? wae gwageolo salajiji anh-assji?
naneun neoleul ijgo sipda.
hajiman neoneun nae meoli sog-e natanaji anhneunda.)

 

Na hora fiquei vermelha como um tomate, eu pulei do sofá indo em sua direção mas a mesma desviou e começou a rir, e ler ainda mais alto.

-YAA! Me devolve!!

-Tudo está tão confuso,isso é amor?

Tudo em volta está girando, só sobrou nós dois na sala.

O que vai fazer?

 

(modeun geos-i neomu honlan

seuleobseubnida.i salang-eun mueos-ibnikka?
jubyeon-ui modeun geos-i hoejeonhago issseubnida.

uli dul-i bang-an-e nam-a issseubnida.

neo eotteohge halgeo ni?)

 

Eu corro atrás da mesma me jogando em cima dela, não queria que ela lesse o resto, ainda não está pronto além de estar horrível. É apenas um rascunho. Brigávamos pelo chão rolando em cima do piso gelado do nosso apartamento. Demorou um tempinho pra eu conseguir pegar o caderno de volta, eu o pego e o agarro como se minha vida dependesse disso.

-O que aconteceu aqui?

-Isso é a nova música?

-É. E eu acho que Kyura fez pensando em um certo alguém…

-Hmmmmmmm…. Kyura…

-Eu to sentindo cheirinho de babado?- Carol e Isy bota a cabeça da porta ao mesmo tempo fazendo Hwa-Young e Alyssa rirem.

-Oia as curiosas

-Que? Babado? De quem?- Hevellyn aparece no corredor acompanhado das outras garotas que estavam ainda no quarto.

-Pronto…

-O que teve?

-Kyura tá fazendo a nossa nova música.

-Sério? Deixa eu ver?!

-NÃO! Ainda não está pronta, e eu nem sei se vai ser essa mesmo a letra…

-Aigo. Pra que tudo isso jovem?

-O que eu perdi?- Dylan diz abrindo a porta logo entrando dentro de casa, ele tira os sapatos e vem para perto de nós.

-Nada de importante

-Omo, não vão me contar mesmo?- Ele diz fazendo bico fazendo uma cara emburrada. Carol vai lá e aperta as bochechas do mesmo que faz uma careta nós fazendo cair na risada

-Ownti coisinha fofa da mãe, tá curioso é bebê?

-A-ai, porquê dessa vozinha fofa?

-Porque você parece um bebê. Iximalia

-Aish, eu não sou um bebê

-O bebê está irritado tá?

-Aigoo!- Todas nós estávamos morrendo de rir ao ver aquela cena, incluindo eu que só assistia silenciosamente a tudo aquilo. Carol solta ele rindo também enquanto o maior massageava as bochechas.

-Estava tudo bom, tudo ótimo, mas vamos ensaiar

-Aaaaaahhhhhh, tava tão bom...

-Tô indo me trocar

-Eh… Será que eu poderia ir com vocês? Eu não conheço muita coisa daqui e queria ver vocês ensaiarem…- Quando Dylan diz isso todos nós olhamos para ele com uma cara de paisagem e depois olhamos para Carol para ver sua resposta, ela parecia estar em outro universo paralelo e só percebeu o que ele disse depois de alguns segundos quando todos já olhavam para ela esperando por uma resposta.

-Bom, se todas concordarem porque não?

-Sério?!

-E-é… porque não.. né?

-Omoo…- Ele diz abraçando a mesma que parecia apenas um urso de pelúcia para ele. Logo depois da cena todas nós fomos nos trocar, entrei no quarto junto com as meninas e todas começaram a se trocar alí mesmo. Como Dylan estava lá fora esperando por nós ninguém saiu do quarto sem estar totalmente pronta. Depois de algum tempo todos nós seguimos para o estúdio.


 

Continua….

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...