1. Spirit Fanfics >
  2. Amor e odeio >
  3. Você é muito mandona!

História Amor e odeio - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Estamos caminhando para a reta final...
Tenha uma boa leitura! ❤

Capítulo 17 - Você é muito mandona!


Fanfic / Fanfiction Amor e odeio - Capítulo 17 - Você é muito mandona!

Nara já estava sabendo que Rosa entregou os bombons para a polícia, isso a deixou possesa de odeio, quebrando uma coisas em sua sala, ela não ia desistir de matar Rosa, nem que fosse com as próprias mãos.

...

Na casa de Claude, ele foi praticamente obrigado a comer alguma coisa no café da manhã, Rosa queria que ele estivesse bem alimentado.

* Rosa, eu non sou uma criança! Eu non quero mais comer! - o fraces estava sem apetite.

* Mas tá agindo como uma! Quase não comeu! Você tá doente e vai fazer o que eu mandar! - Rosa se levanta da mesa e pega em seu rosto, que estava quente ainda - ela percebeu ele olhando para ela.

* Você é muito mandona! - ela tava tão perto, e tão carinhosa quando o tocava, os olhos dela eram tão castanhos, traços diferentes no rosto, e uma boca tão simétrica.

Eles andaram até o sofá, Rosa o deixou sentado lá enquanto pedia para Dadi comprar umas ervas para um chá, ela foi para a cozinha preparar o famoso "scauda pé" da família Petronni. O fraces recebeu uma ligação de Frazão, que iria passar na sua casa, ele tentou falar com os americanos, mas não atendiam. Não demorou para rosa arrumar tudo para o scauda pé, uma bacia enorme no chão onde despejaria água muito quente. Ela ia fazer isso sozinha, mas escutou a campanhia, era Frazão, ele entrou e cumprimentou os dois.

* Eita fraces, resolveu ficar doente. - Frazão senta no outro sofá.

* Eu só tô em casa por que Rosa non me deixou sair! - ele fecha a cara. - e como tá as coisas na construtora?

* Tava bem parado! Então dei uma folga para o pessoal, esses últimos dias tem sido muito cheios. - Frazão.

* Décor, foi melhor mesmo! - ele olha para rosa.

* Você está doente! Se eu deixa-se você sair desse jeito ia piorar!...mas eu já sei o que fazer! O scauda pé está pronto! - Rosa vai até a cozinha e pega um bule com água quente, coloca um pouco dentro da bacia no chão.

* O que é isso? - Frazão sorrir.

* Scauda pé! É uma coisa que meu pai faz para quando a gente adoece, rápidinho melhora! - Rosa pega a toalha que estava em seu ombro e coloca nas costas de Claude. - coloca os pés aí dentro!

* Que issi? Eu vou me queimar! Non! Non!

* Sim! Sim! Pode colocar os pés aí!

* Essa eu quero ver, a Rosa vai fazer um cozido do fraces! - Frazão começa rir.

* Frazon! - Claude tenta gritar, mas acaba tossindo e se sentindo fraco.

* Ei... - rosa pega no rosto dela o olhando - confia em mim! Pode colocar!

Claude ainda relutante faz o que Rosa pediu, vai colocando o pé devagar na bacia, ele acaba deixando seu corpo todo tenso no começo, e Rosa se sentou do seu lado, fez Frazão colocar aos poucos mais água na bacia, Claude segurou uma mão de Rosa enquanto ela passou seu braço pela suas costas o abraçando. Isso tudo durou alguns minutos, e quando Dadi chegou foi fazer o chá que Rosa pediu, já Frazão acompanhou o amigo até seu quarto para ele ir tomar um banho, depois que terminou eles desceram e Rosa saiu da cozinha e foi para a sala.

* Como se sente? - Rosa.

* Bem melhor! - Claude sorrir de leve.

* Que bom! Por que eu acabéi de fazer um almoço bem reforçado e você vai comer tudo! - Rosa.

* Que esposa mandona a sua meu amigo! - Frazão rir. - posso ficar para comer também?

* Claro Frazon! Você é de casa!

Os três almoçaram e conversaram um pouco, depois do almoço Frazão foi para a casa de roberta, já Claude se sentou em uma mesa de trabalho que ficava perto da porta, não ficou muito tempo, Rosa logo o chamou.

* Claude, vem tomar esse chá!

* Chá? - ele anda até ela, estava só de roupão.

* Sim, eu pedi para a Dadi fazer esse chá, ele vai te levantar de vez! - Rosa sorrir.

* Claude sente o cheiro, que não o agrada - Mon dier...isso levanta qualquer um!

* Rosa rir - bebe logo! Você vai se sentir melhor, confia em mim.

* Eu confio! - ele a olhou e por alguns segundos um não tirava os olhos do outro, ele quis imensamente beija-lá, até a campanhia tocar.

* Dadi andou até o vidro na lateral da porta - é o casal Smith!

* Tava demorando...nossa eu tô só de roupão, preciso me trocar!

* Ou eu posso me trocar! - Rosa teve uma idéia. - Dadi, corre no banheiro e pega um roupão pra mim, CORRE!

* Claude ver Dadi sumir as escadas as pressas - o que você tá fazendo?

* Acho que tá na hora do casal Smith se convencer de vez que a gente é casado!

* Como assim? - Claude mal terminou de falar e Rosa puxou sua blusa de dentro da saia, e isso o deixou muito nervoso. - o que você tá fazendo?

* Rosa tira a blusa e os saltos - a gente vai fazer eles pensar que chegaram naquela hora!

* Claude estava assustado, ela era louca! Louca e extremamente sexy, aquela pele, o cheiro dela que exalou quando tirou a blusa, era impossível não se sentir atraído e excitado - Você é maluca!

Dadi trouxe o roupão e Rosa vestiu, deixando ele meio aberto encima de propósito, ela deu seus saltos e a blusa pra Dadi que sacou tudo e correu para seu quarto. Rosa deu uma bagunçada em seu cabelo e passou a mão no cabelo do Claude, que estava paralisado com a situação.

Ela abriu a porta sorrindo, e fingiu está um pouco se fôlego. Todos se cumprimentam.

* Nos desculpe está assim, não esperávamos visitas agora! - Rosa passa a mão nas costas de Claude, o fazendo arrepiar.

* Rosa, no se desculpe! Nós é chegamos sem avisar e pelo visto estamos sendo inoportunos - Elizabeth sorrir maliciosa.

* Claude sorrir sem graça - Non se preocupem!

* Só viemos avisar que amanhã levarei os contratos definitivos na construtora para assinar.

* Que ótima notícia! - Rosa sorrir e ver Claude feliz também.

* Elizabeth, agora vamos! No vamos atrapalhar maosbno casal! - Mrs Smith sorrir.

* Ok, bye bye! - Elizabeth e John saem pela porta.

* Você...- Claude sorrir

* Eu...- Rosa rir

* Rosa... - Claude a abraça sorrindo e quando ficam centímetros um do outro lembram que estavam só roupão.

Aquela aproximedade era perigosa demais, alguém poderia peder o controle, a atração era tão forte que fazia Claude e Rosa queimar por dentro.

* Vamos tomar o chá? - Rosa sorrir

* Décor! - ele sorrir, bebe um pouco do chá, até sua atenção voltar para a porta, a campanhia tocava.


Rosa e Claude andaram até a porta, pensaram que talvez o casal Smith poderiam ter esquecido algo, mas não, quando abriram a porta tiveram uma surpresa. Frazão estava de volta, mas com companhia, Roberta, Alaba e Sérgio estavam juntos, e a cara de malícia que eles fizeram foi impagável, se deparar com Rosa e Claude só roupão, aparentemente sozinhos e com os cabelos todo mexido.

* A gente tá atrapalhando alguma coisa? - Roberta tenta não rir, o que era difícil já que os outros estavam com a mesma cara que ela.

* Non! Non! Entrem! - Claude ficou meio nervoso com a situação, vou seus todos irem até a sala.

* Eu não sei por que eu tô surpreso?! - Sérgio.

* Eu também não! - Alaba.

* Eu já esperava! - Roberta.

* Acho que demorou foi demais! - Frazão.

* Que Issi? A gente tá aqui! - Claude.

* Não é nada disso que vocês estão pensando...Na verdade era pra pensar exatamente isso...enfim, a gente tá assim...- Rosa é interrompida por Roberta.

* Gente vocês não precisam se explicar! Vocês são casados! - Roberta.

* Non é nada disso hã! Eu tô assim por que fiquei muito mal hoje de manhã e Rosa cuidou de mim, e...aí o casal Smith apareceu aqui de surpresa e Rosa teve a ideia de vestir um roupão pra eles pensarem que a gente tava fazendo o que vocês estão pensando! - o fraces estava nervoso.

* Tá bom...- Roberta não acredita muito.

* E eles acreditam? - Alaba.

* Our, foram embora rápidinho! - Claude rir e olha pra Rosa.

* Devia ter pensado nessa ideia antes Rosa, vocês poderiam ter usado isso mais vezes! - Frazão sorrir.

* Aí eles não iam pensar que eles são um casal, e sim uns coelhos! - Roberta rir e nem Claude e Rosa se aguentam.

* Eles disseram que amanhã vai levar o contrato definitivo pra assinar! - Claude.

* Que notícia incrível Claude! - Frazão.

* Sim! Amanhã o contrato é assinado!


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...