História Lados Opostos - Capítulo 5


Escrita por:

Visualizações 25
Palavras 1.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 5 - " Não ande com pessoas como ele"


Nagato soltou Konan, para os dois conseguirem uma pausa para respirar.

- Nossa! - A de cabelos azuis sorriu 

- Me desculpe ser tão apressado, mas esperei muito tempo para isso.

- Tudo bem - Konan deu um selinho nele e voltou a falar - Eu gostei.

Ela se sentou ao lado de Nagato no sofá, ele passou um braço sobre os ombros da garota e a mesma deitou a cabeça sobre seu peito ossudo.

 Naruto, no banheiro tinha acabado de se despir e ligar o chuveiro, sentiu a água quente sobre sua cabeça, molhando seus cabelos, que lhe caiam sobre os olhos, ele os tirou ' é, já está ma hora de cortar" o loiro pensou.

Enquanto se ensaboava, ele se lembrou da vila da Folha e de alguns bons momentos que lá passou, com seus antigos amigos, e sua família, mas em contrapartida, os momentos ruins superavam os bons, o tanto que o garoto sofreu com os moradores, com todo aquele preconceito, principalmente antes de Jiraya o adotar, como na vez em que...

FLASHBACK On.

O pequeno Naruto saiu de casa correndo, tinha acabado de receber a pensão de seu pai, pelas mãos do Terceiro Hokage e queria gastar sua pequena fortuna, mas percebeu que estava sem a blusa de frio, então voltou para casa e pegou um agasalho preto e um cachecol rosa, agora sim, ele podia ir.

O menino correu pelas ruas, trombando em algumas pessoas que o xingavam de tudo quanto é nome, e foi parar em uma pequena barraca, escrito Ichiraco no topo, ele entrou e encontrou um homem limpando uns pratos, se sentou e começou a pedir.

- Eu quero sua melhor comida tio, o maior prato.

- Mas você tem dinheiro?

- Tenho - Naruto mostrou seu sapinho, que usava de carteira.

- Então garoto, vou lhe trazer a mais nova especialidade da casa, o Rámen.

- Pode mandar tio.

Um tempo depois o homem voltou, trazendo contigo uma tigela grande de Rámen com carne de porco, o menino pegou a tigela e separou os hashis, porém não comeu, o homem achou estranho e queestionou a titude do garoto.

- Não vai comer?

- Mas você não vai me mandar sair, não é?

- Não, por que eu faria isso?

- É porque todos os lugares onde eu vou, os donos ou os clientes me mandam ir embora, eles falam que não querem "um demônio" nos restaurantes ou nas lojas deles - O garoto agora tinha largado os hashis e tinha os braços abraçando o próprio corpo.

O homem, comovido com a situação, passou a mão nos cabelos loiros do menino.

- Escuta aqui garoto, no meu estabelecimento, todos os clientes são iguais e eu tenho certeza de que você é um bom menino.

Ouvindo essas palavras, Naruto começou a comer, estava delicioso.

Quando acabou ele não precisou pagar, o homem disse que, como era a primeira vez dele ali, era por conta da casa, e foi comprar uma pipoca com um cara com um carrinho na praça, a neve não parava de cair.

Chegando no cara da pipoca, o pequeno Naruto pediu uma doce, o homem respondeu que para ele não venderia, "hoje estava tudo dando certo, até demais" pensou o garoto, já indo embora, perdido em seus pensamentos "por que todos, menos o tio do Ichiraco, acham que eu sou uma aberração?" "O que eu fiz para eles não gostarem de mim?" " Por que sou um demônio?" " eu sou um demônio?".

O menino chegou na parte dos brinquedos, se sentou na gangorra, segurou as cordas e balançou de leve, tudo que o garoto queria era ter um amigo, para brincar, conversar, etc, para fazer coisas de amigos, doía ser tão sozinho assim, ele parou de balançar e chutou a neve com uma cara triste.

Naruto, deixou os pensamentos de lado quando escutou um grito, provavelmente um feminino, ele foi ver o que estava acontecendo.

Chegando lá viu três meninos jogando o cachecol de uma menina, um para o outro, a menina corria e tentava alcança-los, mas não conseguia, ela era baixinha e tinha os olhos grandes e perolados, usava uma roupa preta, que parecia uma roupa de mago.

Naruto foi ajuda-la, empurrou um dos garotos e os outros dois vieram para cima do loiro, ele esquivou do primeiro soco, mas recebeu o segundo no rosto e caiu no chão, logo ficou de pé novamente e se preparou para lutar com os três de uma vez.

Ele atacou o primeiro, o segundo deu um forte chute na barriga de Naruto, o terceiro completou com outro soco no rosto, o loiro cuspiu sangue, manchando a neve de vermelho e voltou a lutar, acertou um soco cruzado no rosto do segundo e desviou do ataque do primeiro, dando-lhe um novo soco na altura do rosto, mas ainda tinha o terceiro, que deu-lhe um chute no olho, Naruto foi para cima dele novamente, porém foi recebido com um soco na boca do estômago e foi empurrado para o chão novamente.

A menina só observava a situação, ficou chocada ao ver um garoto que nunca havia visto na vida a defendendo daquele jeito, por que ele fazia aquilo? 

Naruto se levantou novamente, mas dessa vez diferente, com os olhos totalmente vermelhos e o seu bigode mais grosso, ele correu em direção aos meninos eles também correram, só que para fugir, eles fugiram gritando.

- É o demônio.

- A nove caudas.

- Ele vai destruir a vila de novo.

O loirinho apenas observou os garotos correndo, provavelmente muito assustados, ele foi onde o cachecol da menina se encontrava, era um rosa, muito parecido com o dele, Naruto o pegou e percebeu que estava muito rasgado.

Ele foi até a menina, retirou o seu próprio cachecol e a entregou.

- Aqui, pode pegar.

- M-mas este é o seu.

- Não importa.

O sorriso do garoto loiro fez surgir algo dentro do peito da menina, ela também sorriu para ele, de forma tímida e pegou o cachecol.

- O-obrigada.

- De nada, como você se chama ?

Os dois escutam um grito vindo de longe.

- Hinata! - Um homem com as mesmas roupas da menina aparece.- Que bom que você está aqui.

Ele pega a mão da menina e a puxa para saírem andando, quando ele olha para Naruto, fala:

- Hinata, não ande com gente como ele, entendeu?

Naruto viu os dois se distanciando e pensou "será que ela pensa igual a todos?"

FLASHBACK Off

Naruto saiu do banho e encontrou Konan e Nagato deitados no sofá, abraçados e dormindo, resolveu não atrapalhar e foi se deitar também


Notas Finais


Essa porra de história tá igual o anime, só tem flashback kkkk
Até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...