1. Spirit Fanfics >
  2. Amor e ódio >
  3. Verdade ou desafio?

História Amor e ódio - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Hey boys, girls and animals kkkkkkkkkkkkkk
Desculpe pelo último capítulo ter alguns erros na digitação, escrevi correndo e depois que percebi ja tinha postado
Boa leitura 👺💖

Capítulo 3 - Verdade ou desafio?


- Verdade ou desafio, Luba? _ Perguntou Olioti.

- Desafio. _ Disse inseguro. 

- Zoo, um desafio por favor. 

- Vejamos, comer manteiga pura, enviado por Kamille, um beijo, Kah. 

- Manteiga? Isso não dá algum tipo de dor de barriga ou sei la? 

- Mimimimi ah seboso. _ Disse Olioti e todos riram, menos é claro, Luba. 

- Ah, ta bom. 

Assim ele comeu manteiga. Os desafios e as verdades foram feitos. Sempre as pessoas davam um jeito de fazer eles passarem vergonha ou até fazer coisas inusitadas. O último desafio foi dado ao Mauro, que foi desafiado a mandar mensagem para Ana Maria Braga dizendo que não gosta de sua comida e que acha difícil demais de se fazer.

Ana Maria ficou super chateada, mas Mauro desmentiu e tudo foi resolvido. A última rodada começou.

- Vamos la, Chris, Verdade ou desafio? _ Perguntou Olioti.

- Verdade. 

- É verdade, senhor Figueinaja, que você ja pegou o Vila Mix inteiro? _ Pergunta Zoo.

- Alguém dorme na casinha do cachorro hoje. _ Brincou Mauro.

Chris hesitou em falar. 

- Isso foi antes de te conhecer, amor.

- Hum. 

- Ok, Luba verdade ou desafio? _ Pergunta Olioti. 

- Verdade. 

- Senhor Lucas Rossi, é verdade que você gosta  T3ddy? _ Perguntou Zoo desviando a atenção do celular e  vendo a cara de espanto de Luba. 

Olioti parou por um instante. Tudo parecia ter ficado em câmera lenta. Luba o olhava pensando no que iria dizer. Todos trocavam olhares confusos. O Rossi respirou fundo, o Olioti ficou tenso.

A verdade que seja dita, ambos não sabiam o que sentiam. Olioti desviou o olhar para o chão e ali Luba pode tirar a conclusão de que estava demorando demais para responder.

- Não, Lucas e eu somos amigos. 

Aquela frase fez com que Olioti se sentisse estranho. Luba dizendo isso sentia que não era verdade. 

Zoo sabia que ele estava mentindo.

Zoo sabia que eles se amavam, por isso escolheu a pergunta mais polémica desse jogo. Para que eles pusessem se assumir. Mas não, ela percebeu o quanto foi ingênua. Olioti pareceu não perceber que foi ela quem escolheu aquela pergunta em específico. 

Tudo estava em silêncio, aquilo parecia inquebrável. Ninguém tinha coragem de dizer nada. Mas Olioti decidiu por um basta no shipp L3ddy.

- É isso mesmo, não temos nada. Eu sou apenas amigo do Luba e mais nada. 

O mesmo o olhou. O olhar de quem sabia que aquilo era verdade, mas por que a verdade naquele momento o machucou? Ele não sabia. 

O vídeo foi dando seguimento, os dois trocavam risos falsos a todos os momentos, até que chegasse ao fim. 

Quando todos foram embora o silêncio permaneceu. O silêncio inquebrável de quem não sabia o que falar. O silêncio de semanas. Nenhum diálogo. 

Lucas por sua vez tentava ao máximo se alegrar, postando vídeos com a mais plena mentira. A verdade era que ele se sentia triste. A final ele descobriu que sentia algo amais pelo seu amigo. Algo que era mais do que ele poderia descrever.

Luba pedia a Tuxo, que voltara de suas férias pegar vídeos antigos. A turma pareceu não perceber. Mas Luba estava pensativo. Passando tanto tempo sem falar com Olioti, mesmo morando com ele era demais para ele. Foi ai que Orochi o disse algo que martelou em sua cabeça.

- Cara _ Disse por áudio._, como você pode ter tanta certeza que ele não gosta de você? Mas enfim, chama ele para sair, se não der certo eu acho que sei como te ajudar. 

Naquele momento ele pegou suas chaves e bateu na porta do quarto de Lucas. Impulsivo, foi como ele se sentiu naquele momento. Se ele pudesse desistir ele o teria feito, mas ele sabia que queria aquilo que eles tinham de volta. Queria Lucas Olioti, seu melhor amigo de volta. Mas não seria possível, não? Aquilo o desanimou, mas criou coragem para dizer algo.

- Urso? _ Ora, por que insiste em chama-lo assim, Luba? Repreendeu-se. O outro demorou a responder. 

- Oi. _ Disse o mesmo sem vontade.

- Vamos ao Sweet love? Estou com saudades de- _ Ele é interrompido por Olioti.

- Não, vai sozinho, não estou com vontade.

- Tem certeza?

- Sim, pode ir.

Luba respirou fundo. Pensou em abrir a porta mas isso estava fora de cogitação no momento. Ele resolveu mesmo sair, com ou sem o Olioti. Quem sabe Gabi possa o ouvir? Quem sabe ela o ajude a distinguir seus sentimentos?

Chegando no Sweet love, Gabi se animou em ver o amigo.

- Oii, onde está o Olioti? Você está com uma cara péssima, tem dormido a noite?

- Ele... bem, eu... anh...

- Brigaram? _ Gabi a fada da sensates descobriu. Como ela sabia assim de Luba? Um mistério, mas isso deixava Luba feliz em ver que sua melhor amiga o conhecia de fato.

- Não, quem dera fosse. _ Sentou- se na frente da mesma.

- Não estou entendendo, então o que aconteceu? 

- Descobri uma coisa que vem me deixando louco. Descobri que sinto algo forte por Olioti... e talvez isso não possa ser recíproco, entende? _ Gabi no mesmo momento viu os olhos do amigo pendendo pouco a pouco o seu brilho. Soube ali, naquele momento o que Luba sentia por Olioti. Amor, claro que era amor.

- Oh... acho que entendo. Estou em um rolo com uma garota, é quase a mesma coisa comigo, acho que eu amo ela mais do que ela sente por mim, é perturbadora essa sensação não?

- E como. _ Tentou desviar o olhar, mas não conseguiu de fato.

- Quer sorvete do que? Por conta da casa hoje, tudo para alegrar meu melhor amigo triste. _ Disse um pouco animada. Ora, ela era a melhor amiga de Luba, não? Ela queria o ver feliz, mesmo sabendo que isso no momento poderia não ser possível 

- Não precisa, Gabie, estou bem, eu preciso mesmo é da sua ajuda.

- Para que exatamente? _ Franziu o cenho.

- Bem, quero saber como eu posso descobrir se Olioti gosta mesmo de mim.

- Me diz alguém que ele morra de ciúmes e o resto, é por minha conta. _ Disse a garota misteriosa. 

Olioti dentro de seu quarto pensava em seus sentimentos, todos eles. Chegou a conclusão de que certamente perderia a amizade que tinha com Luba. Ele não quer isso, de jeito nenhum. Ele precisa de Luba, ele ama Luba.

Suspirou e deu um sorriso triste lembrando dos seus momentos na Sweet love. Quando eles assistiam filmes até tarde e ele dormia no colo de Luba, que sempre o fazia carinho. 

Seus olhos se enxeram de lágrimas. Ele precisa, precisa dar um fim nisso. 

Como? Quando? Onde?

Respirou fundo, ele estava pensando da maneira errada. A pergunta é apenas uma. Luba realmente gosta de Olioti na mesma intensidade? 

Seus pensamentos chegaram em um acordo.

Assim que ele chegasse, Olioti o chamaria para conversar. Dependendo do rumo que a conversa tomasse, eles poderiam tentar algo, ou não. 

Está na hora de virar adulto, Lucas Olioti, está na hora de assumir que terminou com Gabriela pelo fato de que ela ocupava muito tempo de sua vida e que você não tinha tempo de ir na Sweet love com Luba. Está na hora de se assumir finalmente. Pensou ele. 

Pegou seu celular. Sweet love ja havia fechado, onde Luba estava a essa hora? 

Decidiu tomar um banho e quem sabe dar início ao jantar? Foi o que ele fez.

Roupa trocada. Jantar começado e nada de Luba.

Dez e meia. 

Uma e vinte. 

Duas e quinze. 

Nada. 

E nada. 

Três de doze. 

Respirou fundo. 

Ali, decidiu comer, ja que seu jantar esfriou esperando o amigo. 

Terminando de comer, deitou no sofá e ali adormeceu. Fazia tanto tempo que ele não sentia um sono digno de muito tempo de olhos fechados. Dormiu feito pedra. O mais rápido dos seus recordes. Se alguém ali estivesse no recinto diria que Olioti estava dopado de remédios ou até bêbado. 

Tudo o que ele precisava era de uma boa noite de sono e de Luba para esclarecer tudo. 




Notas Finais


Obrigada por ler...
Desculpe se tiver algum erro
Bjs de luz, agora devolve para mim e fica na escuridão 👺💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...