1. Spirit Fanfics >
  2. Amor e odio (incesto) >
  3. Kakashi

História Amor e odio (incesto) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


....

Capítulo 5 - Kakashi


Fanfic / Fanfiction Amor e odio (incesto) - Capítulo 5 - Kakashi

Sai correndo pra garagem, era o carro de papai mais sim, oh Deus sim era kakashi que estava lá dentro mechendo no celular, sem pensar muito abri a porta do carro, tomei o celular de suas mãos e me sentei no seu colo, colocando uma perna de cada lado de seu corpo, kakashi me olhou com espanto, sua expressão deixava claro que ele não fazia ideia do que estava acontecendo, joguei seu celular no banco do passageiro e o abracei, beijando sua Buchecha, testa pescoço,tudo que eu podia, eu o amava ele foi a pessoa da quem mais eu senti falta,nossos lábios até se tocaram de canto, mais na hora nem pensei nisso estava tão feliz, tao eufórica, que não pensava em mais nada a não ser estar ali com ele.

》 ei calma gatinha, primeiro de onde você surgiu, e quem e você《 era notório que ele não fazia a menor ideia de quem eu era, suas mãos estavam na minha cintura e as apertavam.

》 kashi, sou eu onii a baara, eu voltei, eu voltei, estava com tanta saudade《 kakashi arregalou os olhos parecia não acreditar, suas mãos foram para meu rosto e os seguraram juntando minha testa com a dele.

》 por favor me fala que não tá brincando comigo, você é mesmo baara ? Mais minha menina é só uma criança《 lágrimas escorrem pelos seus olhos, deixando meu coração apertado, me sinto tão mau agora por ter deixado ele, eu sei que precisava desse tempo pra por a cabeça no lugar, mais não imaginava que faria ele sofrer.

》 kashi sou eu, eu era uma criança né,mais eu cresci, estava com tanta saudade de você kashi, eu prometo nunca mais ir embora《 agora me envolvia em uma abraço, seus braços me apertavam, machucava um pouco, mais tudo bem ele precisava daquilo, afinal eu sempre fui a princesinha dele e o abandonei.

》 kashi, vamos entrar《peço depôs de um tempo, mais ele não respondeu , continuava quieto, abraçado ao meu corpo, com o rosto na curva do meu pescoço, entre meus cabelos agora soltos, fiz o mesmo e escorei minha cabeça em seus ombros, ele ainda tinha o mesmo cheiro, um amadeirado, tao gostoso tão marcante daqueles que você nunca se esquece do cheiro, aliás nada nele tinha mudado, ele continuava o mesmo não mudou se quer um milímetro, cabelos meios acinzentados, sempre bagunçados e arrepiados,pele clara com um leve bronzeado, corpo escultural que deixaria qualquer mulher aos seus pés, cada músculo em seus lugar, Não eram exagerados mais mesmo assim ainda era forte, a cicatriz no olho de quando brigou pela primeira vez, o que não deixou ele feio nem um pouco, muito pelo contrário ele estava lindo, como é possível, ele não mudou nada mais ao mesmo tempo estava muito mais lindo do que a última vez que o vi a cinco anos.

》 kashi o que é isso em seu pescoço?《 e lógico que eu sabia que era um chupada mais perguntei mesmo assim.

》 an isso ...é.....machuquei....am ...er... Você não queria entrar vamos《diz escondendo com a mão e me dando um sorriso, até parece que eu acreditei nessa desculpa, mais não falei nada, ja sabia o que se passava Kimi já havia me contado então apenas ignorei , foquei em seu sorriso, e tão lindo, tao contagiante, sempre me deixa boba.

Fomos pra dentro, e kakashi a todo tempo não tirou os braços de meus ombros, sentamos no sofá e ficamos abraçados, seus braços envolviam meu corpo, me dando segurança e eu sabia que estava no lugar onde queria estar, ali com kakashi ao meu lado, ele era meu preferido, apesar de kimimaro me mimar mais que kakashi ainda sim ele era meu preferido.

Fiquei em seus braços não sei quanto tempo, sentindo os batimentos de seu coração, em seu peitoral forte, por um momento lembrei da chupada em seu pescoço, não sei por que aquilo me deixou irritada, não queria nenhuma mulher atrás dele, que ninguém o tocasse, ele era meu e só meu, meu irmão e ......e .... e... Não não era meu irmão e não entendo o porquê desse motivo de tanta raiva, dessa possesividade, talvez seja porque ele sempre esteve ao meu lado, sempre o tive perto, isso é só ciúme de irmã, isso deve ser isso.

Em meio a tantos pensamentos um tanto confusos, adormeci em seus braços, o dia tinha cido agitado, muito louco, A volta pra casa, reencontra suigetsu, meu lindo kimi, a surpresa nada agradável com tobirama, agora kakashi meu irmãozinho preferido, e ainda tem esses pensamentos estranhos sobre os dois, tudo isso foi tão cansativo que eu acabei dormindo.

Pv kakashi

Voltei pra casa após sair da empresa de baara, fui lá a pedido de papai pra ajudá-lo com investidores, fui embora com o carro do meu paí, e ele ficou com a meu carro, não sei porque mais ele pediu e eu o emprestei, estacionei o carro na garagem de casa e fiquei lá por um tempo respondendo às mensagens de anko e algumas meninas, quando do nada alguém abre a porta do carro, é uma menina que me parece familiar mais não lembro de onde eu a conheço, ela pega meu celular de minhas mãos e senta no meu colo jogando meu celular no banco do passageiro,a moça me abraça e distribui beijos pelo meu rosto, beijou até o canto da minha boca, eu não vejo problema nenhum  em ficar com ela, afinal é de uma beleza incomparável, olhos negros como a noite, e cabelos da mesma cor, que vai até a altura da bunda, coxas grossas e uma cinturinha que se apertar muito sou capaz de quebra- la ao meio, seios lindos, não são nem grandes nem muito pequenos, de um tamanho mediano perfeito, da até vontade de chupalos, mais espera antes disso tenho que saber ao menos quem ela é, coloquei minhas mãos em sua cintura a sentindo um pouco mais em meu corpo, A perguntei quem ela era, e fui descendo minhas mãos e quanto isso pra sua bunda ela me disse quem era, o que me espantou hora tirei minhas mãos da sua cintura e as levei em seu rosto juntando nossas testas, nem ao menos contive minhas lágrimas, era mesmo baara, Não podia ser minha baara é apenas uma criança, céus foram cinco anos, CINCO ANOS, sem vê-la ao menos uma vez, e olha que eu tentei, muitas e muitas vezes, fiquei tao mau quando ela se foi, e agora ela está aqui, está de volta na minha frente, como ela cresceu já não é uma criança agora é uma mulher e linda, o que aconteceu com minha princesinha,deus eu a desejei que tipo de irmão eu sou, está certo que eu não sabia que era ela, mais mesmo assim eu a desejei, isso é tão errado.

A abracei pra ter certeza que estava mesmo ali, minha menina voltou pra mim, estava tão feliz, certamente meu abraço deve ter a apertado muito mais estava tão feliz que nem pensei na hora, coloquei minha cabeça em seu pescoço e ouvi ela perguntando se não íamos entrar, mais não respondi só queria ficar ali, ter certeza que era realmente ela em meus braços que não era apenas uma ilusão. Senti seu cheiro, era um cheiro doce, leve, bom, ela encostou o rosto em meu pescoço e eu pude sentir sua respiração, o que me causava arrepios, céus estou ficando excitado pela minha irmãzinha que acabou de retornar, sei que é errado, e me sinto o pior dos irmãos agora, mais ela está tão perto, ela é tão linda, ela estava sentada no meu COLONO MEU COLO , céus se concentre kakashi você não pode ficar excitado por ela, é sua irmãzinha tá certo que ela mudou bastante mais ainda sim é sua irmã.

Ouvi ela perguntar o que era aquilo no meu pescoço, não, nao acredito que anko me marcou, eu não sabia o que responder e então disse que tinha machucado, é óbvio que ela não deve ter acreditado ela não é mais uma criancinha, ela não falou mais nada então deixei por isso mesmo, mais precisava sair dali, sair daquela situação constrangedora a qual eu me encontrava antes que ela perceba, então a chamei pra entrar e graças a Deus ela aceitou. Entramos em casa abraçados e nos sentamos no sofá, ela se acomodou em meu peito e eu continuei abraçado a ela,ela ficou em silêncio não pronunciou uma palavra e eu também não, só consegui tentar não pensar nela, pelo menos não daquele jeito incestuosos a qual meus pensamentos teimavam a retornar, ela é minha garotinha, MINHA IRMÃ, não posso pensar nela desse jeito.

Ela adormeceu em meus braços e eu só conseguia admira-la, como foi que ela cresceu tanto nesses cinco anos, aliás porque ela tinha que crescer por que não ficou criança pra sempre, seria tão menos trabalhoso se eu que sou seu irmão me sinto assim, como será que os outros vão se sentir em relação a ela, não nem pensar, ninguém vai tocar na minha baara, na minha irmãzinha,ninguém.

Ouço um barulho de carro e logo vejo, tobirama entrando na sala, ele apenas olha baara nos meus braços e segue seu caminho, sério eu o amo ele é meu irmão mais não suporto ver ele a tratar mal, como se não fosse da família. A deixo dormir mais um pouco ela parecia bem cansada, mais meu pai chega e pede pra que eu a acorde pra jantar, eu nem percebi quando o dia havia virado noite,e nem a presença de kimimaro agora na sala.

》 baara.... baara acorde, já está na hora do jantar, vamos acorde, papai está chamando, vai lavar o rosto pra despertar, e venha jantar《.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...