1. Spirit Fanfics >
  2. Amor e ódio (Mello X Near) >
  3. Inocência

História Amor e ódio (Mello X Near) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Olá para meus fãs! Eu voltei! Depois de um tempo... Eu sei que muita gente vai tá querendo me matar por não ter trazido cap por quase um mês... E minha desculpa é a seguinte... (Fui pra Coreia!)




Acreditaram?

Capítulo 4 - Inocência


  

7:14/AM/Sábado

Era de manhã o loiro avira acabado de acordar enquanto isso Mat continuava que dormindo feito o Shikamaru. Mello ele logo decide decer para ir tomar um café e se alimentar já que o mesmo não avira comido nada sólido na noite passada já que só bebeu a noite toda. 

L- finalmente acordou, e o Matt continua dormindo?

Mello- Bom dia pra vc também... E sim o retardado ainda tá na cama.

L- Ok então deixe o dormindo é melhor do que ele acordar de mal humor, enquanto eu preparo o seu café Fassa me o favor de chamar o Near, Sim?

Mello- Ok,ok já tô indo acordar a ovelha.

O loiro logo se retira da cozinha levando um copo de água com sigo. 

Ele logo chega em frente a porta do quarto do albino, e a abre, entrando ele já pode ver uma figura branca dormindo tranquilamente de lado em sua cama, Mello logo pega o copo de água que estava em uma de suas mãos e o coloca em cima dá cômoda.

Ele não pretendia tacar o copo em sua ovelinha de jeito nenhum. Na verdade aquele copo era para tacar em Mat.

O loiro logo dá uma leve chaqualhada no menor para acordado e logo depois se retira do quarto ao ver o menor abrindo os olhos um pouco sonolentos.

Ele logo vai para o quarto no qual dividia com Mat e abre a porta com cuidado para não acordalo, ele logo pega o copo e joga o líquido que estava lá na cabeça de seu amigo fazendo com que o mesmo acorde confuso e assustado com aquilo mas logo aqueles sentimentos vão embora e são substituídos por vingança e ódio.

Os dois logo saem disparados pela casa com  Mello tentando dar fuga de Mat e Mat tentando matar Mello, os dois logo de dirijem para a porta dos fundos e saem da casa.

Já no jardim a perseguição contínua até que Mello finalmente é pego por Matt e os dois caem, mas oque era pra ser uma queda massiva na grama logo se transforma em uma queda cortante e dolorida. 

Oque aconteceu foi que bem na hora que Matt alcaçou Mello e o derrubou eles estavam passando pelas roseiras que avia ali no jardim e os dois aviam caído em uma dessas roseiras. 

Os dois garotos voltam para dentro dá casa mancando um pouco e com vários cortes pelos braços e pernas.( Mello nem tanto já que o mesmo estava de uma calça) 

O albino que estava na sala ficou surpreso com a cena, ele logo se levanta e vai pegar o kit de primeiros socórros  que L guardava na dispensa.

O ruivo logo sai andando até o quarto de L para pedir ajuda ao mesmo já que preferia dechar Mello e Near a sós pois sabia que o amigo era apaixonado pelo albino mas não queria adimitir isso para os outros.

O menor logo volta dá dispensar com um pequeno kit em suas mãos, ao ver que Mat avira subido, ele logo pensa um pouco sobre ajudar Mello pois dá última vez que ficaram sozinhos não avira sido uma esperiencia muito agradável.

Mas ele logo tira esses pensamentos de sua cabeça e vai em direção ao loiro para tratar dos cortes.

Mello- Vai com calma pelo amor de deus ovelha! Isso dói sabia?

Near- Eu acho que se vc parace quieto não iria doer tanto não é Mello?

Logo após a frase ele é logo contráriado por um rosnar do maior. 



Quebra de tempo....



Depois de algum tempo fazendo curativos e limpando os cortes o menor logo termina, depois o albino começa a passar os olhos pelo corpo do maior para garantir que não avira deixado nenhum corte passar. Mas ele logo para os olhos entre as pernas de Mello notando um pequeno volume naquela área, por mais inteligente que Near fosse ele nunca avira lido sobre aquilo em nenhum livro. Sim ele sabia como os humanos se reproduzem e dão a luz mas querendo ou não ele aprendeu só o básico sobre aquilo e tambem nunca quis saber mas já que por enquanto isso não ajudaria ele em nada. 

O menor inocentemente toca naquela área para descobrir por que motivos tinha aquele volume entre as pernas do maior. 

Logo é empurrado para longe por Mello que ainda estava perplexo por que motivos o albino avira tocado ali.

Mello- Que merda foi essa Near?! 

O albino ainda sem entender olha para o maior com um olhar de surpresa e curiosidade oque era bem raro já que ele sabia quase tudo.

O maior logo desvia seu olhar e prefere não explicar sobre aquilo para sua ovelinha já que ainda não era o momento certo e ele não queria estragar a inocência de  Near.




Se tiver erros de português é porque tô morrendo de sono aqui véi.. então a culpa não é minha



Notas Finais


Até mês que vem meu povo!


Brincadeira até o próximo cap kkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...