1. Spirit Fanfics >
  2. Amor e Outras Drogas - Imagine Jungkook >
  3. 27. You are safe with me

História Amor e Outras Drogas - Imagine Jungkook - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 27 - 27. You are safe with me


Fanfic / Fanfiction Amor e Outras Drogas - Imagine Jungkook - Capítulo 27 - 27. You are safe with me

A fitei ainda sem entender

- O que seu pai fez com você Jess?! - digo meio assustado

Jess: Ele m-me ligou... Ele disse que minha mãe estava doente e que iria me buscar... Para eu ver ela

- Jess... Porque você atendeu ele?

Jess: Eu não sei... - ela chorou um pouco - Eu sou tão idiota... - ela me olhou - Yoongi fechou o estúdio e me ofereceu uma carona mas eu não quis... - ela fitou o chão e fez uma pausa - o Meu pai me buscou andando, mas ele estava bebâdo, quando eu tentei fugir para você, ele me agarrou e me bateu, disse que eu era uma vadia por estar com você e que jamais me perdoaria, que eu era uma filha de merda e... - ela não conseguiu completar - e então foi embora... Kook eu sou tão ruim assim?

A puxei ao meu abraço e afaguei seu cabelo

- Você é incrivel, só eles que não percebem...

Segurei sua mão e segui um caminho, ainda preocupado e assustado

Jess: Onde vamos?

- Para a casa de Lisa...

Ela ficou quieta e apenas se segurou em meu braço assustada, eu sabia que ela se sentia segura perto de mim, mas eu não podia estar com ela aagora, eu estava prestes a matar a primeira pessoa que eu visse, e eu não queria que ela me visse desse jeito...

Quando chegamos na casa de Lisa, bati na porta impaciente, Lisa atendeu meio assustada

Lisa: O que aconteceu?!

- Preciso que fique com Jess por enquanto...

Jess: Onde você vai? - me virei para ela e segurei seu rosto

- Eu já volto hm? FIque aqui com Lisa...

ELa acentiu, Assim que Lisa acolheu Jess para dentro, ela me olhou preocupada

Lisa: Que merda que você vai fazer?

- Resolver uma coisa que eu ja devia ter feito a muito tempo

Lisa: So tenha cuidado

Acenti e sai correndo, eu ja estava encharcado, meu cabelo estava colado em minha testa.

Meu corpo começava a esquentar, eu estava com raiva, eu queria acabar com aquele cara, ou jamais me perdoaria por deixar Jess sozinha assim...

Assim que cheguei na casa, fitei a entrada e bufei alto, bati na porta impaciente, e aquele desgraçado atendeu a porta me olhando confuso

- SUa mulher esta em casa?

Ele negou confuso

- Ótimo, assim podemos resolver isso apenas nós dois

O peguei pelo colarinho da sua camisa aberta, ele fedia a alcool, soquei seu rosto com força

Sr Kim: Me solte! O que esta fazendo?!

- VINGANDO A PORRA DA SUA FILHA! - gritei esvaziando a raiva, o joguei no chão - Sua filha é muito mais do que você pensa, mas nós dois não devemos sequer explicações para você e para a porra da sua ex esposa. 

Sr Kim: Você irá pagar por o que esta fazendo

- Eu pago, eu faço o que for preciso, mas da proxima vez que encostar na porra da sua filha, eu e você vamos ter que conversar seriamente, e eu não sei sed você vai poder contar suas vantagens nessa vez

O chutei com força vendo ele gritar

- Ela passou todos esses anos sendo o que vocês queriam que ela fosse, acho que agora chega de querer ter o controle da vida dela

Sr Kim: Garoto, aquela garota que você mora, não é mais minha filha, é uma vadia inrrespeitosa

- Repito - eu esbravejo

Sr Kim: Uma vadia que jamais mereceu respeito

Não houve uma pausa depois de sua fala, meu punho acertou seu rosto com força, eu não podia parar enquanto eu não acabasse com aquele cara, meu ódio crescia a cada segundo, mas quando ele começou a gritar por piedade, minha raiva tinha se esgotado

- Nunca mais, eu vou repetir, Nunca mais! - repeti mais alto - Chegue perto dessa tal vadia, se eu souber que esteve no mesmo ambiente que Jess mais uma vez, eu acabo com você e não me importo de ir preso..,. Espero que tenha entendido a porra do recado.

Me levantei e vi ele se contorcer no chão, sai da casa fechando a porta, saindo o mais rápido que eu pudesse dali e segui para a cxasa de Yoongi, entrei como de costume, a empregada estava na cozinha, ela me deu um meio sorriso pelo quqal ignorei entrei no quarto de Yoongi, ele estava sentado trabalhando em alguma de suas músicas, se virou sorrindo mas logo o sorriso se desfez

YG: Cara o que aconteceu?

- Eu não tenho tempo mas so vou falar isso - me aproximei - Apartir de hoje, eu vou buscar Jess no trabalho, de maneira alguma deixe ela voltar para casa sozinha ou com outro alguém ta me escutando?

YG: Cara para de ser tão surtado, nós não temos nada de mais

- Quer saber porque estou te dizendo isso? BEM SIMPLES, A PORRA DO PAI DELA ENCONTROU ELA, ELA ESTA CHEIA DE MARCAS AGORA 

YG: Oque?! - disse se levantando

- Só me faça esse favor, apartir de hoje sou eu que levo ela para casa depois do trabalho

ele acentiu engolindo em seco , tentou falar comigo mas lhe dei as costas, ele me chamou mil vezes mas ignorei, corri de volta para a casa de Lisa, cansado, bati na porta e Lisa gritou para que eu entrasse, entrei e ela estava vindo em direçao a porta e Jess estava no sofá enrolada em uma toalha

Lisa: Ela não quis trocar de roupa...

- Ok, valeu, eu levo ela pra casa agora...

Ela acentiu e chamou Jess que se aproximou, peguei em sua mão e a puxei para fora a puxando até o apartamento, entramos e seguimos pelas escadas, seria estranho ficarmos no silêncio no elevador, entramos no apartamento, tirei meus sapatos e ela também, fui para meu quarto e liguei o ar condicionado no calor

Jess estava em silêncio ainda chorando, o que quebrou meu coração

- Eu iria trabalhar hoje a noite, mas não vou mais...

Jess: Seu punho... - ela se aproximou

- Esta tudo bem, você não pode ficar doente... Vá se despir

Fui ao banheiro do quarto e liguei o chuveiro no quente e fechei a porta do banheiro, quando voltei ao quarto ela estava apenas de roupa intima, as marcas estavam mais espalhadas do que eu tinha visto, seus joelhos estavam vermelhos e suas coxas tinham marcas finas como se tivesse sido batida com algum objeto, eu não podia creer que um pai faria isso com a própria filha... Sorri reconfortando ela, ela foi para o banheiro tomar seu banho, enquanto eu arrumei a cama e então fui ao seu quarto pegando o secador e seu pijama.

Ela demorou um pouco no banho, mas logo tirou o braço pra fora, lhe alcancei seu pijama e sua roupa intima, ela saiu vestida ainda cabisbaixa, bati na ponta da cama e ela se sentou, liguei o secador e tentei ao maximo e com muito cuidado secar seu cabelo sem a machucar, depois que terminei de secar ela riu fraco

- O que foi?

Jess: Você nunca foi atencioso assim

Ri fraco e dei um empurrãozinho em sua cabeça

- Esta com fome? - ela negou

Jess: Va tomar seu banho antes que fique doente

Ri fraco, ela se preocupava

Entrei no banheiro e me despi ligando o chuveiro quente, minha pele se arrepiou, pois estava gelada por causa da roupa, após meu banho amarrei a toalha em minha cintura e voltei pro quarto, Jess me olhou e logo tapou os olhos me fazendo rir, me troquei rapidamente

- Ja pode olhar

Jess: Posso mesmo ou você esta zoando?

- Aish Jess!

Ela abru os olhos devagar e então riu, fui na cozinha e abri a gaveta pegando os curativos, voltei ao quarto me ajoelhando em sua frente, desenrolei seu pulso e passei a pomada na queimadura

- Porque você tem que ser tão desatenta?

Jess: Eu estava brava com você

- Então eu não saio da sua cabeça não é?

Ela me olhou séria sem responder mas logo desviou o olhar 

Me levantei indo para minha cama e bati ao lado, ela me olhou confusa

Jess: Eu... posso?

Ri anasalado e acenti, ela se deitou ao meu lado , em cima de meu braço, passei o dedo pelas cicatrizes antigas de seu pulso

- O que seu pai disse não é verdade... - sussurrei - Você deu seu máximo sempre, e não é obrigada a viver a vida que seus pais querem

Jess: Mas eu não sou o suficiente...

- Não diga tal coisa... - ela me fitava de volta agora - Você é muito mais do que eu e seus amigos poderiamos querer... Você não é perfeita e isso é otimo, é uma garota comum que merece viver sem as pessoas a dizerem o que fazer

Jess: Estou com medo...

EU brincava com seus dedos

- EU vou te buscar no trabalho apartir de agora, sempre que sentir algo estranho me ligue, não importe o horário... EU não quero ver você se machucar mais ok?

Ela acentiu  e sorriu se aconchegando em mim

Jess: Você sabe que isso - ela fez um movimento com o dedo - Não significa que voltamos

- Eu sei princesa... E vou esperar o tempo que for necessário para te ter novamente comigo...

Ela deuum sorrisinho fraco tentando o esconder e eu ri anasalado

- Boa noite pirralha

Jess: Boa noite delinquente.

E então adormeci com um sorriso nos lábios tanto quanto ela, em meus braços, no unico lugar onde eu sabia que ela se sentia segura, e eu não queria que ela perdesse seu abrigo... Não era algo que corria em meus planos.

 

 

Era de manhã e o alarme tocou, sequer Jess fez um movimento da cama, ela suava, coloquei a palma de minha mão em minha testa, ela tinha febre, soltei um suspiro e fui até a cozinha, abri a gaveta de rem´´edios e peguei um regulador de febre com um copo de água, voltei para o quarto e acordei Jess delicadamente, lhe entregando o remédio, sai do quarto e fui até o de Jennie batendo de leve na porta, ela abriu a porta e então voltou a arrumar o cabelo

- Oi... Só para avisar que Jess não vai hoje, ela esta doente e eu vou cuidar dela

Jennie: Certo, precisa de algum remedio?

- Penso que não, tenho tudo aqui... Boa aula! - sorri

Jennie: Obrigada!

Voltei ao quarto e Jess estava fitando a parede, assim que entrei ela me olhou com um meio sorriso

- Esta melhor?

ela negou e eu me aproximei dela me deitando novamente ao seu lado

Jess: Estou com dor de cabeça

Ela aconchegou a cabeça em meu peito e eu levei a mão ao seus fios, lhe dando carinho, ela estava manhosa por causa da doença.

Minha mão doia com os movimentos que eu fazia, afinal o punho estava roxo pela quantidade de socos de ontem, ela me olha meio curiosa

Jess: Isso esta doendo não esta?

- Um pouco, mas não me importo... - sorri mas ela não deixou eu lhe encostar com aquela mão

Jess: isso vai piorar se continuar mexendo, eu estou bem - ela sorriu

- Descanse ou nunca vai melhorar...

Ela acentiu e se ajeitou em meus braços, seus olhos pesaram e ela adormeceu, eu fiquei certo tempo a olhando com um leve sorriso, ela era delicada e fofa...

 

Ela acordou 2 horas depois, eu tinha ficado mexendo no telefone neste tempo e quando acordou me olhou com os olhos brilhando

Jess: Kook... Estou com fome

Ri alto de sua fala e acenti, nos levantamos e fomos para a cozinha, peguei algumas batatas e as cortei as colocando em uma panel junto com iscas de carne e coloquei uma tampa na panela depois de temperar tudo, enquanto isso fiz um caldo simples para aquecer seu corpo, que foi o primeiro a ficar pronto, lhe entreguei o caldo e ela tomou em silêncio, ela estava com muita fome naquele momento me fazedo rir, e assim que o resto estava pronto, servi a nós dois, estava cedo para comer carne e batatas mas nós dois ja não comiamos a horas...

Depois da refeição Jess foi tomar um banho enquanto eu lavava a louça, após isso voltei ao quarto, trocando os lençois para alguns mais limpos assim Jess se sentiria melhor quando se deitasse

Após seu banho ela se deitou na cama novamente, examinei seus braços e rosto, a marca em seu rosto havia sumido, mas as de seus braços demorariam a sair

- Bom acho que tera que se acostumar por um tempo com estas marcas indesejadas

Ela acentiu triste

- Ei - levantei seu queixo, não fique assim - sorria, não gosto de lhe ver assim...

E então ela sorriu de verdade

- Venha, vamos ver um filme...

Me deitei para trás na cama tanto quanto ela

Pelo jeito nosso dia seria na cama, e eu tinha gostado da ideia

 

 

 

Eram por volta da 13:40 quando uma batida impaciente se fez na porta, ja previa ser o pai ou a mãe dela, me levantei e caminhei calmamente até a porta, Jess correu comigo até la e se escondeu atrás das minhas costas, abri a porta e ela Liz, revirei os olhos

Liz: KOOK! Porque você não foi para a aula!?

- Jess estava doente então...

Liz: Realmente fez isso?! Ficou cuidando daquela garota sem sal envés de ir para a aula ficar junto a mim

Abri a boca para falar mas Jess apareceu atrás de mim, foi nesse ponto que notei que ela usava uma das miinhas camisetas

Jess: Posso te ajudar Liz?

Liz: O que a vadia esta fazendo usando a camiseta do meu namorado?!

- Nós não namoramos mais Liz, céus!

Jess: Só vai embora logo, você ja perdeu Liz]

Liz: Eu não perco nada nerdizinha... Muito menos para você...

Jess: Engraçado você dizer isso Liz...

Liz: E porque?

Jess: Você perdeu sempre... E me dói dizer que foi pra mim - ela revirou os olhos

- Jess...

Jess: O que foi Liz? Aceita logo, seu jogo acabou comigo sendo a rainha

Liz : O que te faz pensar isso?

- O Fato do seu "namorado "transar com você pensando em mim deve ser mais que suficiente para saber que ganhei.

 

 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...