1. Spirit Fanfics >
  2. Amor e Outros Mitos Urbanos >
  3. Um

História Amor e Outros Mitos Urbanos - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Um


Era mais um dia de baixo do sol, o calor subia, os ventos paravam e estagnavam com o cheiro de esterco matinal, Erico acordou suando, tinha sonhado demais durante a noite e não podia mais esperar, se levantou e rezou e comeu, seus pais vagavam por ai, já tinha falado com Mariana, precisava de seu templo mais um dia.

Loburgo quase não existia, no horizonte ou nas estradas, quase ninguém sabia onde ficava, mas nem por isso a cidade desaparecia sob seus pés, nem por isso todas as pessoas sumiriam, estavam presos aos sentidos e, na cidade dos sentidos que não existia, Erico sabia que seus sentidos estavam longes de serem inexistentes.

Mais tarde ele agarrou os cabelos avermelhados de Mariana com a mão, fechando com o punho, os lábios dela eram pequenos e encolhidos, sua pele clara e sardenta, o dia estava mais quente do que gostaria, Erico nunca havia imaginado que foderiam em cima de sua cama, embora a imaginação nunca tivesse lhe faltado neste quesito. Ele se ergueu e olhou no fundo dos olhos cinzas de Mariana, seu rosto estava retraído e gotejado de suor, com fios esparsos de cabelo espalhados por todos os cantos, Erico sabia de alguma forma no fundo de seu coração que ela era uma garota que valia a pena olhar nos olhos, sem saber exatamente o que isso significava, não via culpa nem vergonha, talvez um pouco de emoção, de nervosismo ou vertigem na alma daquela garota miúda, não podia deixar de se perguntar o que ela pensava dele naquele momento, talvez que seu membro era enorme ou que era muito pequeno, Erico não se preocupava com essas coisas em si, mas mais que Mariana se preocupasse com elas. Ela gemeu e segurou forte seu braço, Erico sentiu explodir dentro dela, contraiu os músculos e olhou para a janela, dois pássaros voavam um perto do outro. Talvez Mariana esperasse que ele lhe olhasse nos olhos quando gozasse, mas ele não o fez, caiu pro lado na cama de molas, Mariana ficou de pernas abertas por um tempo, depois as abaixou e se ajeitou do lado dele, levantou a cabeça e colocou os cabelos para trás, respirou fundo e tirou um cigarro enrolado debaixo do colchão junto com fósforos.

Mariana acendeu o cigarro e deu uma tragada junto com um suspiro. Erico encarava o teto encardido, o cheiro de tabaco encheu o quarto.

-E se eu engravidar?

-O que tem?

-Vai me ajudar a cuidar da criança?

Erico se virou para Mariana.

-Se for meu sim.

Mariana não respondeu e não olhou para ele, deu uma tragada e soprou a fumaça para cima.

-E como vai fazer isso lá de Lusitana?

-Venho ai visitar algumas vezes.

-Vai se foder, Erico, sério.

Erico se endireitou na cama e voltou a encarar o teto. Mariana terminou o cigarro e jogou pela janela, se levantou e colocou seu vestido azulado de volta, cobrindo seus bracos finos cheios de arranhões.

-E se tu tiver outro filho com alguma vadia lá da cidade?

Erico se sentou.

-Eu não vou para ter filho algum com ninguém, e se Deus quisesse que nos tivéssemos um acho que ele já teria chegado.

-E você aprendeu isso com seu demônio de estimação da cidade? São palavras dele que saem da sua boca.

Erico não respondeu, apenas se deitou e voltou a encarar o teto.

-Eu achei que tu tinha me chamado aqui porque tinha mudado de ideia. Disse Mariana.

-Eu já tive tempo de mudar de ideia.

Mariana não o olhou nos olhos, guardou os fósforos, pegou suas coisas e saiu do quarto batendo a porta, Erico já sabia tudo na ponta da língua sobre todas as coisas de Loburgo, se levantou a e foi ate a paróquia, tinha muitas coisas ainda que queria fazer antes de ir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...