História Amor e pecado andam de mãos dadas - Hyuna e E'dwan - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias HyunA
Visualizações 219
Palavras 1.037
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Roxo - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Amor e pecado andam de mãos dadas - Hyuna e E'dwan - Capítulo 1 - Roxo - Capítulo Único

Eu sempre fui louco por ela. Quando entrei na cube logo me aproximei. Hui vivia me dizendo quanto ela era fofa fora dos palcos o que me assustou já que estava acostumado apenas com seu lado sexy. Mas seu Mix de características me encantava. Por mais que ela fosse minha noona eu sentia total atração. Eu a admirava como artista mas também como pessoa. 

Conosco as coisas correram até um pouco rápido demais em vista do normal na Coréia. Nossa intensidade em todos os sentidos fez tudo acontecer num piscar de olhos. Eu sempre achei que não teria chance aliás é a Hyun-ah que todos os caras desejam... Mas um dia quando ela disse que muitas garotas bonitas me queriam eu senti que talvez eu não fosse o único inseguro ali.

Com o tempo ela notou que eu só queria ela apenas ela. E eu pude ver que eu era único para ela.

- Hyo-jong!

Sua voz era manhosa depois de beber bastante soju.

- Noona, acho que bebemos demais!

Ela estava engatinhando pela casa rindo atoa. Eu estava um pouco nervoso. Várias vezes naquela mesma semana quase tive minha primeira vez. Sim eu era virgem. Ela me deixava louco e me deixava excitado apenas olhando pra mim com aquele olhar que só ela sabia fazer.

- Eu quero brincar com você! 

Sua voz era um tanto maliciosa... cheguei perto dela e puxei ela para um beijo. Eu já sabia como ela gostava. Adorava como sua língua pedia espaço, desesperada, me querendo...

- Eu quero você mais perto... Sua pele na minha...

Acabei falando no momento de luxúria e ela pareceu gostar. Ela sentou no meu colo de frente pra mim me fazendo abrir um sorriso um tanto safado. Ela estava arrancando a roupa para mim e me seduzindo. Sem dúvida eu era a presa naquele momento. Sua respiração, o jeito que rebolava, os gemidos... rapidamente eu estava ereto e sentindo necessidade de sentir mais dela. Sua boca tinha gosto de álcool, sua pele era um misto agridoce ao toque da língua, a maneira que ela me olhava ao eu abaixar a calça me fazia querer literalmente foder ela. Ela soltou um grito manhoso ao me sentir dentro dela e depois os gemidos foram a coisa mais gostosa do mundo. Eu não conseguia controlar minha respiração, muito menos controlar meus gemidos roucos e a minha língua que queria lamber seus mamilos sem parar. Eu estocava com força e sem controle e ela gostava. Ela amava quando eu apertava suas coxas marcando ali deixando roxo. Ela gostava dos tapas bem dados na bunda. E o que ela pareceu mais gostar foi de sentir meu membro em sua boca. Aquela sem dúvida foi a melhor noite da minha vida.

-*-*-*-*-*-*-

- Hui, eu não aguento mais esconder que eu amo a noona.

- Você sabia que seria assim. É assim com todo Idol.

- Seria realmente um escândalo.

Ele me olhou e bateu em meu ombro.

- Tenho certeza que ela também não se sente confortável com isso.

Havíamos conversado mil vezes sobre aquilo durante os 2 anos juntos. Tínhamos medo de perder "fãs", de ser problema para a empresa. Tínhamos medo de não aceitarem nosso amor. Quando gravamos purple estava tudo tão nítido.

- Hyun-ah noona você está bem ?

- Você é meu certo ?

A encaro.

- Sou desde que nos conhecemos.

Puxo ela para mais perto e beijo sua testa de leve.

- Eu estava pensando como eu não consigo esconder meus sentimentos mais diante das câmeras.

- Estamos bem evidentes ultimamente.

- É a química de Hyuna e E'dawn.

Rimos juntos.

- Você que me levou para o mal caminho.

Falo fazendo biquinho. Ela ri e fala: 

- Você já estava lá a muito tempo.

Quando começamos a ter algo, Hyun-ah tinha sisma com sua idade. Por ser mais velha que eu achava que eu iria trocar ela por alguém mais nova. Sendo eu adorava o fato dela ser minha noona, pois significava que ela não era imatura, que ela tinha história e eu admirava isso. Com o tempo ela começou a dizer que eu a tornava mais jovem e isso me deixou feliz. 

- Estou lembrando das primeiras fotos que tiramos para a promoção do triple H que nos pegaram nos beijando no camarim.

- Hyo-jong! Você só pensa nisso! Pervertido! 

- Aquilo foi engraçado.

A cena toda foi engraçada. Hui embaraçado na porta, a maquiadora com a boca aberta olhando minha mão na coxa da Hyun-ah, o fotógrafo rindo baixinho.

- Enfim eu não quero mais mentir. O que temos é tão lindo. Nossos fãs merecem nossa honestidade. Quem não aceitar não é nosso fã de verdade. Pois, fã de verdade quer a felicidade do idol.

-  A imprensa vai desmentir. Não vão querer as ações caindo.

- Foda-se! Foda-se todo mundo! Eu posto em rede nacional.

Sorrio e sento ela no meu colo.

- Essa é minha garota.

- Não sei porque mas lembrei do dia que estávamos contando histórias embaraçosas em uma gravação e você disse que era virgem.

Ela morde os lábios e sorri maldosa enquanto eu rio.

- Eu tinha que parecer inocente e puro.

- Sabe que ninguém caiu naquela né? 

Lembro até hoje da carinha dela quando eu disse aquilo. Foi a coisa mais fofa do mundo.

Naquele mesmo dia ela contou ao mundo sobre nosso amor sem medo. Realmente desmentiram. Mas eu ela postou no Instagram para todos verem calando a boca de muitos. Eu tinha orgulho demais da mulher que estava ao meu lado. Uma mulher que enfrentou tanta coisa, que enfrentou uma carreira solo mesmo isso não dando certo com a maioria que sai de grupos e deu a volta por cima. Ela sempre buscava melhorar e evoluir. Sem dúvida ela me tornou um homem. Ela era tão madura e confiante e isso era lindo de se ver. Apesar dos fã clubes fechando, ações caindo, fogo sendo posto no prédio da cube estávamos felizes.

Naquele dia quando uma fã desejou felicidade a nós dois eu me senti realmente bem. Tudo parece um sonho. Mas tenho certeza que temos muitas histórias a fazer juntos. E sem dúvida ela sou eu e eu sou ela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...