História Amor e Preconceito - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Caleb Rivers, Dr. Rollins, Emily Fields, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jessica DiLaurentis, Maya St. Germain, Noel Kahn, Spencer Hastings
Visualizações 96
Palavras 2.709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem do capitulo! Boa leitura. 😘

Capítulo 11 - Surpresa inesperada!


Fanfic / Fanfiction Amor e Preconceito - Capítulo 11 - Surpresa inesperada!

AUTORA NARRANDO

Alguns dias se passaram e o relacionamento da Alison com a Emily estava indo muito bem, estavam cada vez mais apaixonadas e faziam varios planos pro futuro. A Cece sempre ajudava nos encontros da duas, já que seus pais ainda não sabiam do relacionamento. 

Mas como tudo que é bom dura pouco, o Kenneth comecou a desconfiar das saídas de sua filha Alison, afinal quando ainda era noiva ela mal saía de casa. 

Era mais um final de semana e daqueles. Tanto que as meninas marcaram de ir pra balada como de costume, mas dessa vez convidaram Spencer e Aria pra ir junto, resumindo a balada prometia. 

A Alison estava no quarto se arrumando junto com a Cece e ela fala: 

ALISON: Cece, to um pouco preocupada. 

CECE: Preocupada com o quê? 

ALISON: Ah, sei la. Nosso pai ainda não sabe do meu relacionamento com a Emily e se souber acho que ele me mata. Talvez ele esteja desconfiado com todas as minhas saídas a noite. Antes eu mal saía de casa. 

CECE: Ali, você não ta fazendo nada de errado. Eu lembro que ele sempre disse que nos amava e que queria ver nossa felicidade. Você não esta feliz? Ou se arrependeu de tudo? 

ALISON: Claro que nao me arrependi, eu faria tudo de novo, depois que a Emily apareceu me sinto tão bem com ela, tão leve, tão apaixonada. 

CECE: E é por isso que você deve lutar. Eu to muito feliz que tenha encontrado a felicidade nos braços da Emily e quer saber, nunca vi felicidade nos seus olhos quando tava com Elliot, me desculpa irma, mas você não era como agora. Você esta radiante! 

ALISON: Eu a amo Cece. Parece loucura em tão pouco tempo, é mais forte que eu. O que acha desse vestido? 

CECE: Humm, adorei. Vai com ele? 

ALISON: Acho que sim. Mas e você como esta com a Melissa? Não falou mais nada. 

CECE: Ela ta vindo esses dias e eu mal posso esperar. 

ALISON: Serio mana? Ai que bom, finalmente vou conhecer a garota que você tanto fala. 

CECE: Sim. Ela ta de ferias e a convidei pra passar as ferias aqui conosco. 

ALISON: Otimo! Falou alguma coisa pra mae ou pro pai? 

CECE: Sim, comentei que virá uma amiga passar um tempo conosco. Pena que não pude falar que somos namoradas. Mas estou esperando o momento certo. 

ALISON: Claro! 

Enquanto isso na sala, seus pais estavam jantando quando o Jason chegou e disse: 

JASON: Pai, mãe, to indo me encontrar com o Noel. 

KENNETH: Jason, espera! 

JASON: Pai, por favor sermão não! 

KENNETH: Não filho, será que a gente pode conversar por alguns minutos? Serei breve. 

JESSICA: Querido, não briguem por favor. 

KENNETH: Tudo bem. Vamos Jason? 

JASON: Tudo bem pai, mas não vou demorar, já estou atrasado.

Quando chegaram na biblioteca, entraram e o Kenneth fechou a porta. O Jason falou: 

JASON: E entao pai o que quer me falar? 

KENNETH: Filho, eu queria lhe pedir algo. Na verdade eu queria saber o que tem achado da sua irma Alison? 

JASON: Da Alison? 

KENNETH: Sim, como acha que ela está depois que terminou o noivado? 

JASON: Bom, eu acho que ela esta mais feliz pai. As vezes a vejo rindo atoa no corredor ou enquanto fala ao telefone. Acho que ela esta mais feliz. Por que esta me perguntando isso? 

KENNETH: Então filho, eu to um pouco preocupado com sua irmã, ultimamente ela tem saído bastante, as vezes sozinha, as vezes com a Cece, enfim... 

JASON: E o que o senhor quer que eu faça? 

KENNETH: Jason, você poderia descobrir o que sua irma tem feito e com quem anda saindo? 

JASON: Pai, a Alison já é bem grandinha o senhor não acha? Ela já deve até ta saindo com outro cara. 

KENNETH: Cala a boca Jason! 

JASON: Calma pai! O que o senhor quer que eu faça? 

KENNETH: Jason, eu quero que você siga sua irmã essa noite. 

JASON: O que? Pai, eu marquei com o Noel. 

Derrepente o Kenneth abriu a carteira e tirou varias notas, enchendo os olhos do Jason, entao ele disse ja segurando as notas:

JASON: Pode deixar que eu vou descobrir o que minha irmãzinha tem feito. 

KENNETH: Otimo! 

JASON: Obrigado pai! 

Algum tempo depois as meninas já estavam prontas e desceram ate a sala onde estavam seus pais. Já passava das 20hs da noite e tinha combinado de passar na cada da Emily por volta das 20:30. A Cece falou: 

CECE: Pai, mãe, a gente ta indo encontrar umas amigas. 

JESSICA: Filha, você não acha que tem saído demais? Alison querida, você mal saía e agora vive na rua. 

KENNETH: Sua mãe tem razão. Nem parece que acabou de terminar um noivado. 

ALISON: Pai, eu não posso e não quero ficar pensando em tudo que aconteceu. Minha vida precisa seguir. Eu sempre adorei sair com a Cece, vocês sabem disso. 

KENNETH: Ok, esta bem! Divirtam-se! 

CECE: Obrigada pai. Beijo mãe! 

Assim que saíram, o Kenneth fez sinal pra o Jason que imediatamente entendeu. Assim que elas sairam, o Jason entrou no carro de seu pai e as seguiu. Chegando na casa da Emily, ele precisou parar o carro alguns quarteirões atras e aguardou. 

POV EMILY

EMILY: Vamos Hanna, a Ali já deve ta chegando. 

HANNA: Calma que ela pode esperar alguns minutos. Ah, a Spencer ligou avisando que nos encontra lá com a Aria. 

EMILY: Otimo! 

Minutos depois a campanhia toca: 

EMILY: Deixa que eu atendo. 

Assim que abro a porta me deparo com a coisa mais linda do mundo. Minha Alison! Ela tava linda e radiante. Dei um selinho e pedi que elas entrassem.

EMILY: A Hanna ta quase pronta. 

ALISON: E você ta bem? 

EMILY: Melhor agora. 

CECE: To vendo! Vocês duas foram feitas uma pra outra. Não tenho duvidas. 

HANNA: Pronto! O Caleb nao chegou? Ela mal terminou de falar e a campanhia toca novamente. 

E realmente era o Caleb, ele disse: 

CALEB: Vejo que cheguei na hora certa. Meninas, vocês estão lindas. Em especial minha gatinha. 

HANNA: Hummm!!! Disse enquanto o beijava. 

EMILY: Bom, vamos? 

Algum tempo depois estavamos na porta da boate. De cara encontramos as meninas. 

SPENCER: Olá! Demoraram. 

EMILY: Culpa da Hanna que passou horas se arrumando. Como estão? 

HANNA: Não exagera Emy! 

ARIA: Eu to otima e adorando a boate. 

EMILY: Ah, essa aqui é a Cece, irma da Alison! 

SPENCER: Cece? Ai meu Deus como esse mundo é pequeno. Você não namora minha irmã Melissa? Ela fala muito de você. Na verdade faz um tempo que a gente não se vê, ela ta fazendo intercâmbio. 

CECE: Pois é. Mundo pequeno mesmo. 

SPENCER: Realmente minha irmã não mentiu quanto disse que você era gata. Com todo respeito. 

CECE: Obrigada! Essa é Alison minha irmã. 

SPENCER: Conheci a alguns dias na minha festa de aniversario, muito simpatica. O que vão beber? 

EMILY: Por mim uma cerveja ta ótimo.

ARIA: Duas por favor, também vou ficar na cerveja. 

CALEB: Deixa que eu pego as bebidas! 

HANNA: Ok, não demora! 

Então começamos a dançar, fomos pro meio da pista que tava bombando, algum tempo depois o Caleb volta com nossas bebidas. 

POV JASON

Lá estava eu numa boate LGBT, estranhei logo de cara, não sabia o que minhas irmãs estavam fazendo nesse lugar, não que eu tivesse preconceito, até que o lugar era ótimo, rolava umas musicas muito legais, as meninas eram muito gatas, mas eu sabia que minha irmã não curtia garotas. No meio do caminho até a boate busquei o Noel pra vim comigo, estavamos no bar observando toda movimentação e numa area privilegiada onde dava pra ver perfeitamente minhas irmãs, entao o Noel falou:

NOEL: Que diabos estamos fazendo aqui? 

JASON: Uma pequena missão que meu chefe me intimou. Logo você saberá! 

NOEL: Aqui tem muita gatinha, pena que estão todas se pegando. Que loucura! Se bem que isso me dá um tesão. 

JASON: Sossega cara, meu velho pagou muito bem, preciso saber exatamente o que minha irmã anda fazendo.

Derrepente o Noel me olhou de forma estranha e disse: 

NOEL: Jason, aquela não é a Alison? Cara que loucura, ela ta beijando a Emily Fields. 

JASON: O quê? 

Fiquei atordoado com o que acabara de ver. Era minha irmã Alison dando o maior amasso na produtora. 

NOEL: Puta que pariu, sua irma enlouqueceu. Ela ta pegando a Fields! 

JASON: Que droga! Ela enlouqueceu. Meu pai não vai gostar nada de saber que sua filha preferida tem um caso com outra garota. 

Apesar de ser minha irmã, as duas juntas eram lindas. Qualquer homem sentiria o maior tesão de ver as duas juntas, inclusive o Noel que não tirava os olhos de cima das duas, então falei: 

JASON: Hey, chega! Pára de olhar cara! 

NOEL: Quer que tem? Não me diga que não sentiu nada em ver as duas se pegando? 

JASON: Cala boca idiota, ela é minha irmã. Vem, vamos sair daqui, não quero correr o risco de ser visto. 

NOEL: E aí, o que pensa em fazer? Vai dedurar a irmanzinha? 

JASON: Não sei cara! Meu pai vai ficar furioso quando souber. Não duvido que possa expulsar minha irma de casa. 

NOEL: Cara, você ta na maior enrrascada. 

JASON: Vem, vamos embora daqui, pra mim chega desse lugar. 

POV ALISON

A Emily passou a noite inteira ao meu lado, dançamos muito e claro, aproveitamos pra namorar pois ninguem é de ferro. Em um determinado momento me senti um pouco angustiada e a Cece falou: 

CECE: Ei, tudo bem? 

ALISON: Acho que sim. Me senti um pouco mal com alguma coisa.

CECE: Relaxa um pouco e aproveita, daqui a pouco temos que ir embora, então vamos aproveitar. Ok? 

ALISON: É, você ta certa! 

Dessa vez a Emily que foi buscar as bebidas, algum tempo depois eu vi a tal da Maya indo até o bar e fiquei observando cada movimento dela, vi a forma que ela olhou pra Emily e isso me deixou extremamente irritada, até a Cece perceber e falar: 

CECE: O que tanto esta olhando? 

ALISON: Ta vendo aquela garota ao lado da Emily alí no bar? 

CECE: Sim, o que tem ela? 

ALISON: As duas já ficaram, essa garota não sai de cima da Emily. Ei, faz um favor pra mim, distrai a Emily enquanto eu volto. 

CECE: Ei, onde vai? 

Não esperei nem ela terminar de falar, segui a tal da Maya até o banheiro e antes que ela pudesse entrar puxei seu braço e nos encaramos por alguns segundos, então ela falou: 

MAYA: Ei, algum problema? 

ALISON: Eu vim só te dar um recado Maya! 

MAYA: Perai, você não é a garota do hospital? 

ALISON: Não interessa quem eu sou. O que me interessa é que deixe a Emily em paz. Fui clara? 

MAYA: Se não o que? 

ALISON: Você não ta vendo que ela não quer nada com você? Sai fora garota! 

MAYA: Ah, perai, deixa eu advinhar. Você deve ser a garota que a Emily falou que ta namorando, ne isso? 

ALISON: Finalmente! Espero que tenha entendido. 

MAYA: Olha aqui garota, você não diz o que tenho que fazer. Eu me afasto da Emily se eu quiser. Aliás, sua namoradinha é uma delícia sabia? Eu adoro quando ela me pede pra fazer gostoso. A gente transa quase sempre. A Emily é insaciável, ah, você deve saber não é? 

ALISON: Cala a boca! 

Derrepente a Emily chegou com a Cece antes que eu pudesse fazer uma besteira e partir pra cima dela. 

EMILY: Ali. Calma! O que houve? 

MAYA: Emily, você precisa cuidar melhor da sua namoradinha, ela é um tanto agressiva, nossa! 

ALISON: Idiota! 

Assim que ela saiu eu tentei ficar bem, mais aquela garota era insuportável e depois do que ela disse fiquei bem irritada. Voltamos pra junto das meninas e eu comecei a beber mais do que deveria, até a Cece me proibir de tomar um só gole. 

EMILY: Ali, você bebeu demais. 

ALISON: Não posso? Só você que pode? Alias, você pode tudo nao é? Por que não posso fazer o mesmo? 

EMILY: Ali, vamos lá fora conversar um pouco. Vem! 

ALISON: Me solta! Me deixa! 

POV HANNA

A noite tava perfeita, até por que eu tava com o Caleb e tudo com ele era otimo. Derrepente a Spencer fala proximo ao meu ouvido: 

SPENCER: Ei, a Emily namora a Alison? 

HANNA: É, elas estão juntas. 

SPENCER: Parece que elas não tão se entendendo. A Alison ta bebendo muito. 

HANNA: Eu também percebi, mas to esperando chegar em casa pra falar com a Emy, não quero estragar a noite que ta maravilhosa, nao acha? 

SPENCER: Concordo! Isso aqui ta bombando. 

HANNA: Mais e você? Ta pegando quem? Sua amiga Aria? Não te vi com ninguém. 

SPENCER: Na verdade a Aria e eu temos um lance, nada sério. A gente fica de vez em quando. Mas eu não deixo passar além da conta. 

HANNA: Ah não, serio? Já vi essa historia antes. Cuidado que você pode se apaixonar. 

SPENCER: Bom, estou pronta pra correr o risco. Não vou negar que com ela tenho as melhores sensações, mas nunca falamos em algo mais sério. 

HANNA: Entendo! Bom, so nos resta dançar. Eu amoooooo essa musica. 

POV EMILY

A Ali bebeu muito, eu dei graças a Deus que já estavamos quase indo embora se não ela não ia parar de beber. Apesar de ainda esta consciente e saber o que tava fazendo. Cheguei perto da Cece e falei:

EMILY: Ei, preciso falar com sua irmã antes de irmos embora. 

CECE: Claro. Vocês podem ir lá fora, deixa que eu acerto tudo aqui. 

EMILY: Ok. Obrigada! Ali, vamos aqui fora um minuto? 

ALISON: Aqui ta ótimo. Não tenho nada pra fazer lá fora. 

CECE: Ali, por favor vai com ela.

ALISON: Ok, eu me rendo. Vocês duas são chatas, sabia? 

Alguns minutos depois já estavamos num lugar mais tranquilo. Nos olhamos por alguns segundos até eu falar: 

EMILY: O que houve? Você não é assim. Ta bebendo muito. O que aconteceu entre você e a Maya? 

ALISON: Ah, então você quer falar da Maya? 

EMILY: Não Ali. Eu quero saber o que ta acontecendo. Por que ta me tratando com indiferença? 

ALISON: Sabe o que é mais engracado?  Que essa garota esteja sempre nos mesmos lugares que nós. Estranho não acha? Eu vi vocês duas no bar. O papo tava bom? 

EMILY: Não, não tava bom. Já que viu tudo, então deve ter visto que não dei papo algum a ela. 

Então ela se calou por alguns minutos, talvez tenha entendido o que eu tava  tentando explicar. Continuei falando: 

EMILY: Ali, nao me interessa nada relacionado a Maya. Eu quero saber de você, de nós. 

ALISON: Emily, ela disse que vocês transam quase sempre. Como acha que me sinto? 

EMILY: Ali, eu não tive mais nada com ela desde que a gente ficou juntas. Eu sei que minha vida intima nunca foi tão certinha assim, mas depois de você tudo mudou, eu me apaixonei por vc de verdade Ali. Você precisa acreditar em mim. Ou então nunca vamos dar certo. 

ALISON: É que aquela garota me tira do sério. 

EMILY: Ignora, vamos esquecer que ela existe. Ali, eu te amo. Não tenho nada com mais ninguem. 

ALISON: Eu também te amo. Desculpa por ser tão imatura. 

EMILY: Desculpo só se me der um beijo. To morrendo de saudades. 

Não demorou muito e estavamos dando o maior beijo. Ficar bem com ela era a melhor coisa. 


POV AUTORA NARRANDO 

Algum tempo depois o Jason estava prestes a entrar em casa, eram 3h da madrugada e ele não sabia o que fazer com o que acabara de descobrir. Dedurar a irmã pro seu pai, ou manter segredo? Ele conhecia seu pai e sabia que isso cairia como uma bomba quando ele soubesse. Droga! Pensa Jason, pensa! 

Ele respirou fundo, guardou o carro e entrou em casa, sabia que assim que o dia amanhecesse teria que falar algo pro seu pai. Mas no momento ele so queria cair na cama e esquecer. Porém, assim que pensou em subir as escadas em direção ao seu quarto, derrepente as luzes se acenderam e ele ouve a voz do seu pai: 

KENNETH: Jason! 

JASON: Pai? 

KENNETH: Eu tava te esperando e acabei pegando no sono aqui na sala. E então, descobriu algo sobre sua irmã? 




Notas Finais


Caramba, o Jason vai ter que escolher. E agora? Que tiro foi esse?

Bom final de semana à todos!!! Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...