História Amor em 3 atos - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Shawn Mendes
Tags Bailen, Camila, Camren, Lauren G!p, Shawnmilla
Visualizações 215
Palavras 2.923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), FemmeSlash, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quero dedicar este capítulo para todos os meus leitores.

Bem vindos a mais um capítulo desta estória !!!!

Capítulo 23 - As escolhas de Bailey


Fanfic / Fanfiction Amor em 3 atos - Capítulo 23 - As escolhas de Bailey

(4)

Taylor encara Camila com uma expressão surpresa no rosto. Uma coisa é desconfiar de algo outra coisa é perceber que existia uma possibilidade muito grande de que suas dúvidas fossem verdadeiras e que Camila realmente está esperando um filho de Lauren.

 

- Quando?

 

Camila respira fundo, olhando diretamente na direção de Taylor, só então se preocupa que seu irmão pudesse escutar a conversa.

 

- Onde está Zack?

 

Taylor vê uma expressão preocupada no rosto da cunhada e ela entende que aquele assunto é delicado, afinal apesar de Zack gostar de Lauren, ele é meio imprevisível e poderia ter uma reação explosiva.

 

- Ele foi ao escritório. Só espero que não faça nenhuma bobagem como ir procurar Shawn para tomar satisfação. Zack não ficou nada satisfeito com que o seu ex fez e as vezes parece esquecer que você é adulta e não uma adolescente.

 

Um meio sorriso desenha- se nos lábios de Camila. Zack sempre foi superprotetor e foi muito difícil para ele mudar se para Londres, mas antes fizera Lauren prometer que cuidaria de Camila, mas quando a irmã contou sobre o divórcio, não pudera deixar de ficar surpreso.

 

- Foi uma recaída e acabamos transando, mas quando ela me procurou falei que tinha sido um erro. – Taylor revira os olhos dando um tapa na testa da cunhada que resmunga de dor, passando a mão pelo local que havia ficado avermelhado – Se você soubesse o quanto me arrependo. . .

 

Taylor balança a cabeça de um lado para outro sem acreditar nas palavras de Camila. Podia até imaginar na dor que a irmã sentiu ao ouvir aquelas das palavras da mulher que ainda amava e a cunhada acabara jogando Lauren nos braços de Bailey.

 

- Lauren sempre foi muito apaixonada por você Camila, mas pisou na bola, partiu o coração dela. Ela está com Bailey e fazia muito tempo que não a via tão feliz, mas por tudo o que aconteceu devo dizer que enfrentara batalhas muito difíceis se quiser tê-la de volta. Confiança é como um espelho que depois de quebrado você pode até juntar as peças, mas nunca mais será como antes.

 

Camila concorda com um gesto na cabeça e uma tristeza muito grande domina o coração dela. Havia magoado Lauren e agora percebia que havia perdido uma grande mulher. Não sabia se era pela tristeza que sentia pelas lembranças ou pelos hormônios da gravidez, mas as lágrimas escorrem silenciosamente pelo rosto da jornalista, fazendo com que Taylor a abraçasse.

 

Fazem horas que a reunião acontece na sala de conferência do Senhor Maddox e Bailey não podia negar o quanto está impressionada com a eficiência de Eve que já havia apresentado algumas estratégias para conter os comentários negativos nas redes sociais, mas para isto ela teria que dar “carta branca” para a agente tomar atitudes que julgasse necessários, o que deixa Morgan preocupada.

 

- Não é obrigada a nada Senhorita Bailey, mas lembre-se – se que estarei agindo em prol de seus interesses e tudo o que fizer vai ser para proteger a sua vida, tanto pessoal quanto profissional. Você é uma artista de talento, mas precisa da mídia para vender o seu produto e infelizmente está no meio de uma grave crise que pode abalar o futuro do seu trabalho. Sei que alguns patrocinadores cancelaram fundos para o seu novo projeto e que muitos diretores que estavam interessados em participar desistiram por conta da atenção negativa que a sua “saída do armário” trouxe para a sua vida.

 

Eve fala com uma firmeza que Bailey nunca vira antes em Kevin e com um suspiro, ela abaixa a cabeça soltando ruidosamente o ar dos seus pulmões.

 

- Está bem, mas quero ser informada de todas as decisões. . .

 

O sorriso que se desenhou nos lábios de Eve a deixa ainda mais sensual e um pequeno sorriso se desenha nos lábios do Senhor Maddox que o deixa ainda mais intimidador, mas alguma coisa dentro de Bailey diz que não devia confiar tanto a sua vida nas mãos daqueles dois agentes.

 

- Assine aqui. . .

 

Bailey ergue os olhos surpresa ao ver que o Senhor Maddox havia colocado uma cópia de um contrato em cima da mesa, oferecendo uma caneta para ela que hesita novamente e Eve percebe colocando a mão sobre o braço da escritora, que estremece sentindo o contraste das mãos frias da agente com a pele morna de Morgan

 

- Não tenha pressa Senhorita Bailey. Leve para casa e leia, caso precise de esclarecimentos estarei a sua disposição. Só que quanto mais cedo assinar, mais cedo poderei resolver esta crise e rapidamente terá sua vida de volta.

 

Morgan pega a caneta, mas uma voz na sua cabeça gritava sinais de alertas, mas estava tão cansada de ter a sua vida roubada e exposta na mídia que ela assina, entregando a cópia. Tanto Eve quanto o Senhor Maddox sorriem de forma satisfeita, quando pega a cópia enquanto entrega o outro para Bailey.

 

- Se não tem mais nada para resolver eu quero ir para casa.

 

Senhor Maddox concorda caminhando na direção da porta abrindo – o no momento que a recepcionista aparece.

 

- Leve a Senhorita Bailey até a porta e entregue isto a nosso escritório jurídico.

 

A garota concorda pegando a pasta entre as mãos. Senhor Maddox suspira vendo Bailey ir embora antes de perceber que Eve também acompanhava a jovem escritora até a porta.

 

- Foi muito fácil. Realmente ela está desesperada com toda esta trapalhada. Na verdade Kevin apesar de incompetente nos fez um grande favor. . . – Uma risada divertida escapa dos lábios do Senhor Maddox, mas Eve permanece em silêncio olhando para a porta por onde Bailey havia saído faziam minutos, fazendo com que o homem ao seu lado apenas balançasse a cabeça de um lado para o outro.

 

Cansada, Morgan fecha os olhos, enquanto o taxi entra na rua da sua casa, mas ao ver uma pequena movimentação próximo ao endereço dado pela jovem, ele entra numa rua transversal parando quase dentro da garagem da jovem, que sorri surpresa.

- Obrigada. . .

 

Bailey enfia a mão o bolso, tirando de dentro algumas cédulas entregando para o taxista. Havia dado a ele um valor acima do preço dado pelo taxista que agradece.

 

- Sou seu fã. . .. Pode me dar um autógrafo?

 

A escritora concorda, sorrindo ao pegar o livro, fazendo uma dedicatória antes de entregar para taxista que agradece com um sorriso que parece não caber em seus lábios. Aquele é o lado dos fãs que toda a artista aprecia o carinho dos fãs, não as palavras ácidas de pessoas que entram nas redes sociais apenas para espalhar discórdia e praticar bullying. Com um suspiro, ela caminha até a porta lateral, sendo cumprimentado pelo porteiro que sorri na direção da escritora, que entra no elevador e quando desce no seu andar um suspiro de surpresa escapa dos lábios dela ao ver Lauren sentada no degrau das escadas, com a cabeça apoiada na grade e os olhos cerrados com um buque de tulipas frouxas em uma das suas mãos. Sem conseguir evitar um sorriso se desenha nos lábios de Morgan que continua a olhar para Lauren adormecida e se pergunta o qual adorável ela é.

 

- Lauren? – Bailey toca o ombro de Lauren com delicadeza, fazendo com que entreabre seus olhos verdes sonolentos e um sorriso se desenha nos lábios dela ao ver Bailey próxima – A quanto tempo está aqui?

 

Lauren se levanta, olhando para Bailey com um sorriso nos lábios, encarando a mulher à sua frente com um par de olhos verdes brilhantes e ela tem uma das mãos no bolso da calça.

 

- Estava com saudades e sei que está enfrentando todos estes comentários negativos na Internet, mas eu sinto à sua falta e queria te ver. – Lauren parece tenso e aperta os lábios – Eu trouxe isto para você porque sei que gosta.

 

Morgan sorri com um sorriso sem conseguir de se sentir encantada pelas atitudes carinhosas de Lauren. Mesmo sabendo que a presença dela no seu apartamento geraria um grande risco para que um novo escândalo estourasse na Internet, mas quando Lauren sorri na sua direção todas as dúvidas desaparecem da sua mente.

 

- Entre. . .

 

A porta foi aberta e assim que foi fechada, Lauren puxa Morgan para os seus braços, colando seus lábios nos dela em um beijo cheio de saudades, fazendo com que um suspiro escapasse quando o beijo foi aprofundado. As mãos de Lauren deslizam pelas costas da escritora que envolve- a pelo pescoço. Parece ter passado uma eternidade desde a última vez que estivera naquele abraço reconfortante e seu corpo reage com arrepios quando os lábios de Lauren deslizam pela curva do pescoço, transformando aquela leve carícia em algo mais quente.

 

- Lauren. . .

 

Lauren chupa o ponto de pulso de Morgan e depois de alguns minutos apenas gemidos descoordenados escapam dos lábios da escritora que já sente seu corpo reagir apenas com arrepios e espasmos de prazer. Mesmo sendo um dia mais frio com o final do outono, naquele aposento com Lauren a beijando daquele jeito sente o corpo ferver ainda mais quando tira o grosso casaco sem descolar os lábios dos de Morgan. Todas as peças vão sendo retiradas até que apenas sobrassem as roupas de baixo.

 

- Você é tão linda. . .

 

Morgan sorri, afastando uma mecha dos cabelos escuros de Lauren antes de novamente seus lábios se encontrassem. A língua dela desliza entre os lábios de Morgan explorando cada centímetro daquela boca até suas línguas se encontrarem iniciando uma dança erótica, não há luta pelo domínio.

Lauren pressiona seu corpo contra o da namorada que geme ao sentir a ereção contra o seu sexo que pulsa dolorosamente.

 

- Lauren. . .

 

Aquelas palavras saem entre gemidos quando Lauren a pega no colo conduzindo – a até o quarto. As últimas peças de roupas são retiradas e com cuidado, ela coloca – a na cama, antes de deitar sobre Morgan colando seus corpos febris quando novamente se beijam de forma apaixonada.

Seus corpos se movem em perfeita harmonia simulando uma penetração e trêmula, Morgan sente seu corpo estremecer quando seus peitos se tocam e Lauren entrelaça suas pernas nos da escritora aumentando ainda mais o tesão que sentem um pelo outro.

 

- Você é tão gostosa. Está tão molhada, tão quente. . .

 

As pernas de Morgan estremecem quando o primeiro espasmo se espalha pelo seu corpo e sem conseguir controlar ela goza sem que Lauren tivesse penetrado - a. Suas respirações estão aceleradas, mas continuam abraçados com as pernas entrelaçados. Nos braços de Lauren se sente seguro, embora uma parte dela sente que aquele poderia ser uma despedida entre eles, afinal sabe que nunca teria sossego para viver aquele romance e de certa forma aquele simples pensamento causa uma pontada de dor dentro do seu coração.

 

- Está tudo bem? – Lauren passa a mão pelos cabelos de Morgan acariciando – a com carinho e a escritora deixa se envolver aquela carícia, esquecer pelo menos por algumas horas as dúvidas que continuam a assolar a sua mente desde que foi flagrada com Lauren durante um passeio nas ruas de Madri – Sabe que pode me falar qualquer coisa.

 

Morgan ergue um pouco o corpo capturando os lábios de Lauren em um beijo lento enquanto as mãos femininas deslizam pelos seios de Lauren, acariciando –a, que se coloca entre as pernas femininas, fazendo com que novamente seus sexos ficassem unidos. Todos os pensamentos que atormentavam a mente de Morgan desaparecem quando Lauren conduz o seu membro para a entrada dela penetrando – a em um movimento só fazendo com que desse um gemido rouco, respirando fundo para acostumar- se com o tamanho dela que é bem-dotada fazendo com que sentisse preenchida totalmente. Durante alguns minutos, ficam assim unidos, sentindo o calor dos corpos que emanam delas e com o membro apertado pelas paredes da vagina começa a se mover inicialmente com lentidão, mas a medida que o desejo consome, vai aumentando a velocidade estocando com precisão o ponto esponjoso causando espasmo de prazer, estremecendo a cada movimento.

 

- Mais rápido – Geme Morgan fechado os olhos sentindo a mão masculina tocar o seu rosto e quando abre os olhos percebe um par de olhos verdes encarando –a mais escurecidos – Lauren. . .

 

Morgan geme alto quando o corpo dela se convulsiona atingindo o seu clímax e juntos gozam misturando seus líquidos. Durante alguns minutos, Lauren fica dentro dela ainda desfrutando daquela intimidade e cansada Morgan cerra os olhos respirando fundo, resmungando quando Lauren sai de dentro dela fazendo com que seus corpos perdessem contato por alguns minutos, mas a puxa para si, fazendo com que Morgan deitasse no peito, ouvindo o coração dela bater rapidamente.

 

- Você é incrível. . .

 

Lauren sorri, passando a mão pelos cabelos escuros em desalinho, puxando- a para si depositando um longo selinho nela.

 

- Não sabe como senti a sua falta. . .

 

Os dedos de Morgan deslizam pelo rosto de Lauren, fazendo com que um gemido rouco escapasse dos lábios dela e quando seus olhos se encontram vê desejo dentro deles. Novamente seus lábios se procuram em um beijo lento fazendo com que Morgan entreabrisse permitindo a doce invasão.

 

- Lauren. . .

 

Morgan geme alto quando Lauren pressiona seu quadril contra os dela, sentindo o membro duro contra a sua intimidade encharcada pulsante. O calor que emana daqueles corpos colados deixa o ambiente ainda mais eletrizado e seus beijos estão cheios de desejo, demonstrando a saudade que sentem. Depois de fazerem amor mais uma vez, Morgan permanece deitada com a cabeça no peito de Lauren que tem os braços em volta do seu corpo dando a ela uma sensação de proteção enquanto as mãos dela passam pelos cabelos fazendo um cafuné gostoso, logo a respiração da escritora se torna profunda demonstrando estar adormecida, fazendo com que um sorriso se desenhasse nos lábios femininos, minutos depois ele também está adormecido.

 

Quando Zack desperta percebe a cama vazia, fazendo com que olhasse em volta procurando sinal da presença da esposa, mas pela frieza da cama percebe que faz tempo que ela abandonara a cama e aquilo o deixa preocupado. Desde o divórcio de Lauren e Camila parece que Taylor não tinha uma noite completa de sono.

 

- Amor?

 

Zack caminha até o banheiro, mas não está lá e então vai na direção da sala, encontrando a irmã e Taylor conversando enquanto tomam chá com biscoitos amanteigados. Desde que a gravidez de Camila foi revelada parece que a amizade das duas mulheres havia se intensificado ao ponto de fazerem confidências, claro que no início havia achado estranho pois muitas vezes os dois haviam discutido por causa do divórcio de Lauren e Camila.

 

- Taylor?

 

Quando escuta seu nome ser chamado, fazendo com que Taylor parasse de falar, olhando na direção do marido, que se aproxima e Camila toma o último gole do chá colocando sobre a mesa antes de sair da cozinha dando privacidade ao casal e caminha até o quarto, deitando na sua cama quando lembranças do passado tomam a sua mente.

 

Flashback ON

 

Lauren está sentado na frente do computador quando Camila entra na sala com uma xícara de chá em uma das mãos e na outra uma revista. Haviam brigado mais uma vez na noite anterior por conta do trabalho excessivo da morena de olhos verdes que a cada dia parecia mais mergulhada no novo livro quase não tendo tempo para ficar com a mulher. Nem parecia que tinham apenas um ano que haviam se casado.

 

- Camila?

 

Camila senta na poltrona colocando a xícara na mesa sem olhar na direção da esposa, ignorando –a, fazendo com que Lauren desligasse o computador, antes de caminhar na direção da latina, sentando ao lado dela envolvendo a sua mão nas dela, mas rapidamente, é tirada e Camila a encara.

 

- O que você quer Lauren? Achei que estivesse ocupada demais e não quero que perca o seu tempo.

 

Lauren reconhece o tom chateado na voz dela e luta contra a dor que sente ao ver que por causa do seu trabalho acabara magoando a mulher.

 

- Nenhum tempo com você é perdido. Amor me desculpe por estar distante, você sabe o quanto este projeto é importante para mim. – Camila puxa a mão se levantasse como tivesse levado um choque.

 

Camila sai da sala caminhando até o quarto, quando o celular apita e então pega o aparelho vendo uma mensagem de um número desconhecido.

 

“ Adorei a nossa conversa. Você é uma mulher fascinante. Eu tal almoçarmos juntos amanhã naquele restaurante charmoso perto do jornal? ”.

 

Um sorriso desenha- se nos lábios de Camila quando escreve a mensagem enviando no momento que Lauren entra no quarto, olhando na direção da esposa com uma expressão de tristeza no rosto antes de entrar no banheiro, mas a jornalista está tão concentrada na conversa pelo celular que não percebe a presença da esposa.

 

Flashback OFF

 

Camila sente uma imensa tristeza no peito dela. Se soubesse o quanto ao responder aquela mensagem a vida de tantas pessoas seriam afetadas nunca teria o feito, evitando assim a dor que muitas vezes vira no fundo dos olhos verdes de Lauren. Havia agido movido pelo orgulho ferido e pela luxúria, mas agora ao ver Lauren apaixonado por Bailey o peso do arrependimento atingira- a profundamente.

 

- Lauren. . .

 

Sem conseguir evitar, lágrimas silenciosas escorrem pelo seu rosto até que o cansaço a vence e logo depois adormece profundamente com aquela sensação de peso dentro do coração. Tinha que arrumar uma maneira de provar a Lauren que o amor que uma sente pela outra não havia desaparecido e que a jornalista só estava com Bailey para fugir daquele sentimento.

 

 

 

 

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                         

 

 

 

 

 


Notas Finais


Comentem, opinem, deixem uma escritora feliz !!!!

PS:
1) Estou pensando em fazer um flashback contando o que aconteceu entre Camila e Lauren para as duas se separarem. O que acham?

2) A Bailey não é esquizofrênica, a voz que ela escuta é a consciência. Nunca assinem um papel sem saber o que está escrito no contrato.

3) Quais são as verdadeiras intenções do Sr.Maddox e da Eve Grey?

4) Próximos capítulos com altas emoções !!!

Possíveis erros serão consertados nos próximos Att


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...