História Amor em Hollywood (Um conto SasuSaku) - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~LuSteUchiha

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Fama, Naruhina, Naruto, Nejiten, Saiino, Sasusaku, Universo Alternativo
Visualizações 963
Palavras 6.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo, minna *-*
Lua-Sama aqui! Que saudade de vcs >,<
Aqui vamos nós para outro cap longo hihih
Boa leitura!

Capítulo 7 - Maioridade


Fanfic / Fanfiction Amor em Hollywood (Um conto SasuSaku) - Capítulo 7 - Maioridade

 Sasori chegou na casa dos primos e se jogou no sofá ao lado de Temari a abraçando, era sua prima preferida e quase não a via.

 - Finalmente tem alguém em casa! – disse o ruivo.

 - Oi, principezinho. – Temari o beijou – Que saudade de você. Nunca mais te vi.

 - Eu sempre venho aqui, mas vocês nunca estão. Que milagre é esse? – perguntou Sasori.

 - Um único dia de folga na agência acredita que até Gaara está em casa? – Temari riu.

 - Não brinca, achei que o Gaara nem dormisse. – disse Sasori e os dois riram – Você soube? Desfilei no Golden.

 - Então teremos outro modelo na família? – perguntou a loira mais velha.

 - Acho que não, foi só uma diversão. – disse Sasori – Mas eu quero te mostrar um vídeo do desfile. São minhas amigas desfilando, elas simplesmente arrasaram.

 - Bom. – disse Temari.

 Sasori colocou primeiro o vídeo de Ino desfilando, Temari analisava o andar da outra loira com cuidado.

 - Ótimo pra uma amadora, na verdade ela está melhor que as novatas da agência, eu gosto desse ar arrogante, lembra a mim. – disse Temari e Sasori riu.

 - Foi exatamente o que pensei. – o ruivo passou para o vídeo de Hinata que parecia deslizar pela passarela.

 - Eu quero abraçar essa menina. – disse Temari e o mais novo riu – Ela é linda e tão doce, clientes matariam por ela.

 - Espere, prima, ainda não viu a melhor. – disse Sasori – Se lembra de Mebuki Haruno?

 - Possivelmente a maior modelo que a America já teve, ela era única na passarela. – disse Temari – Por quê?

 - Eu te apresento minha melhor amiga e filha de Mebuki Haruno, Sakura. – Sasori colocou o vídeo de Sakura e Temari deixou o queixo cair.

 - Uma maçã realmente não cai longe da árvore, essa garota tem o mesmo caminhar felino de sua mãe, a mãe dessa garota era minha maior inspiração. – disse Temari – Vem, vamos mostrar isso pro Gaara.

 Gaara no Sabaku estava a frente da maior agencia de modelos do país com sede em Los Angeles, era dez anos mais velho que Sasori, quase não sorria, sempre quieto e trabalhando, mas mesmo assim era um dos homens mais bonitos e interessantes de Sasori conhecia.

 Ele assistiu os vídeos claramente surpreso com o desempenho daquelas garotas, mas seu queixo caiu mesmo ao olhar Sakura.

 - Eu quero todas. – disse Gaara – Temari, eu quero cada uma dessas garotas na minha agencia.

 - Irei entrar em contato para o processo seletivo. – disse Temari.

 - Não me entendeu. – disse Gaara a olhando – Eu as quero dentro, principalmente a rosada, seja persuasiva, irmã.

 - Eu serei. – disse Temari e Sasori sorriu – Saso, pode armar um encontro?

 - É claro. – Sasori riu.

∞∞∞

 Sakura não entendeu por que Sasori quis tanto ir ao Express logo após a escola, mas foram, pegaram a mesa de sempre no segundo piso do café, Sasori sorriu na direção da escada e Logo Sakura viu ela se aproximar. Era loira e alta, andava com uma postura perfeita, postura que mantinha nas passarelas, usava um belíssimo vestido preto com um blazer branco e óculos que tirou ao se aproximar.

 - Desculpem meu atraso, Los Angeles tem o pior transito dos Estados Unidos. – ela sorriu colocando a pasta na cadeira ao seu lado, sentou-se de frente para Sakura que continuava a encarando – Onde estão meus modos. Eu sou...

 - Temari no Sabaku. – disse Ino encantada – Eu devo ter umas nove Vogue com a sua cara estampada com a sua cara no meu quarto.

 - E é a quarta. – disse Hinata com simpatia.

 - É muito legal conhecer a primeira, a segunda e a terceira. – Temari sorriu.

 - Desculpe, senhorita Sabaku, mas ainda não entendo sua presença aqui. – disse Sakura tentando não soar rude.

 - Perfeitamente compreensível. – ela sorriu para Sakura – Meu lindo priminho aqui me mostrou o vídeo do desfila do Golden, eu confesso que fiquei encantada com o profissionalismo de vocês que são amadoras, mostrei o vídeo ao meu irmão e ele concordou comigo, muitas das modelos que contratamos recentemente não tem metade da beleza e elegância de vocês. Já pensaram em modelar?

 Sakura arregalou os olhos. Aquilo era sério? Temari no Sabaku estava diante dela querendo saber se ela já tinha pensado em modelar, sua mente era uma bagunça e quando olhou para as amigas elas estavam tão confusas quanto.

 - Acho que não. – disse Ino pelas três.

 - Pois deviam. – disse a loira animada – Vocês três são tudo o que o mercado quer agora, novidade. Com as dicas certas e a melhor agência do país vocês podem entrar no topo logo de cara e eu preciso dizer que com ‘melhor agência’ me referi a agência da minha família.

 - Ainda não entendo. – disse Hinata com voz baixa.

 - Queremos vocês, queremos colocá-las em nosso cast como nossas modelos e assim ingressá-las no mundo da moda. – Temari foi direta – É uma oportunidade de ouro, minhas queridas, e não digo pelo dinheiro que não falta a vocês, digo pela realização pessoal, imaginem terem fotos espalhadas por todo o estado, pelo país e até mesmo pelo mundo. Imaginem chegar a desfilar pelas grifes famosas que vocês usam, imaginem chegar até a Vogue! – ela olhou diretamente para Sakura – Podemos levar vocês até lá.

 A mãe de Sakura tinha sido capa da Vogue 12 vezes, desde pequena Sakura se imaginava um dia naquele lugar, mas depois da morte dos pais simplesmente trancara esse desejo dentro de si. Agora, estava o liberando aos poucos e tudo o que conseguia pensar era “Por que não?”.

 - E como isso funcionaria? – Ino quis saber.

 - Eu tenho aqui comigo contratos. – disse Temari pegando os contratos na pasta e distribuindo para as jovens – Ai estão todas as cláusulas do nosso acordo, resumidamente, qualquer trabalho que façam, seja agendado por nós ou não, deve nos render uma pequena comissão, ai se comprometem com as aulas de praticidade e com a total solicitude para a agência.

 - Sabe que somos menores de idade, não sabe? – perguntou Sakura finalmente – Ainda que por pouco tempo.

 - Sim, eu sei. – Temari juntou as mãos – Isso não é um empecilho para nós, esse contrato é para os seus pais, eles devem assinar e apenas assim podemos começar, o contrato é de um ano, podendo ser renovado sempre que ambas as partes assim quiserem. Peço que conversem com seus responsáveis o mais rápido possível, assim podem fazer suas fotos ainda essa semana, se tiverem interesse é claro.

 - Sim. – disse Hinata sorrindo.

 - Eu tenho. – Ino garantiu.

 Todos na mesa encararam Sakura que ainda segurava o contrato perdida em seus pensamentos, precisava perder esse medo.

 - Sim. – murmurou com voz embargada.

 - Ótimo! – Temari bateu palmas – Será ótimo trabalhar com vocês.

 Sakura finalmente deu um pequeno sorriso, foi quando se lembrou de Sasuke, aquilo podia criar problemas e melhor seria se conversassem sobre isso.

∞∞∞

 Sasuke estava estudando o primeiro script que tinha lhe chegado, em três semanas estariam gravando e Sasuke precisava conhecer Max, foi quando sentiu seu celular vibrar.

 

Sakura 15:40

 Precisamos conversar, pode me pegar?

 

O que era aquilo que Sasuke sentira? Medo? O que podia ser tão importante que Sakura precisava dizer pessoalmente? Ela tinha mudado de ideia? Não queria mais ser a baby dele?

 

 Você 15:42

 Onde você está?

 

 Sakura 15:42

 No café Express.

 

 Você 15:43

 Estou indo.

 

 Dispensou Juugo, gostava de dirigir as vezes. Nunca tinha ido àquele café, diziam que era muito bom, mas o Uchiha preferia uísque. Sakura já o esperava do lado de fora, assim que ele parou a Porsche ela enteou colocando o cinto.

 - Tudo bem? – Sasuke perguntou a olhando.

 - Tudo. – ela se inclinou deixando um beijo delicado na bochecha dele. Sasuke não era acostumado com aquele contato, mas sentiu a eletricidade o percorrer e acabou gostando.

 Resolveu ir até o Pub, pegou a mesa se sempre e pediu uma dose de uísque, Sakura disse já ter comigo no café e não quis nada.

 - O que precisa me dizer? – perguntou Sasuke.

 - Conheci Temari no Sabaku hoje. – disse Sakura – Ela é prima do Sasori e ele acabou mostrando o vídeo do Golden pra ela, ela mostrou pro irmão dela, Gaara.

 - Eu conheço Gaara de outros carnavais.- disse Sasuke, friamente, nunca fora com a cara do Sabaku.

 - Eles gostaram do que viram e hoje Temari nos fez uma proposta. Eles nos querem no cast de modelos, Ino, Hinata e eu. – disse a rosada o olhando nos olhos – Eu fiquei assustada, mas comecei a considerar o que você disse aquele dia, ser comparada com a minha mãe será inevitável, porém pode ser também uma honra.

 - Você quer isso? – Sasuke tomou um gole de sua bebida.

 - Eu me senti muito bem na passarela e quero saber como a vida da minha mãe foi. – disse a mais nova com um lindo sorriso nos lábios – Isso fere de alguma forma nosso... Do que chamo isso? Lance?

 Sasuke precisou rir e riu ainda mais quando ela lhe direcionou uma cara de brava que soou mais meiga que assustadora.

 - Isso depende, se me disser quando for posar com alguém ou para quem for desfilar, não. – disse ele – Nosso ‘lance’ continua o mesmo.

 Sakura revirou os olhos e depois sorriu, mas Sasuke percebeu certa inquietação nela.

 - O que foi? – insistiu.

 - Eu estou ansiosa agora, mas e se essa ansiedade passar? E se amanhã ou depois eu acordar e não for isso o que eu quero fazer? – ela suspirou.

 - Então você manda o Sabaku pro inferno e faz o que quiser. – aconselhou Sasuke firmemente – Já sabe qual faculdade quer cursar?

 - Administração de empresas. – disse ela quase que mecanicamente.

 - Não fode. – disse Sasuke se inclinando sobre a mesa. – Tá brincando?

 - Eu realmente pensei nisso. – ela desviou o olhar.

 - Não tem a sua cara. – disse o Uchiha.

 - Acha que eu não sei? – perguntou Sakura de maneira quase ríspida – É que... tinha medo do mundo da moda.

 -  A Moda não está restrita a modelar, baby. – disse Sasuke – Se cursasse o que gosta poderia atuar em qualquer lugar, o campo é muito amplo.

 - É, pode ser. – disse ela se recostando no banco estofado.

∞∞∞

Sakura pediu para Sasuke a deixar na casa de Ino, depois de uns amassos no carro ela entrou na mansão Yamanaka subindo direto pro quarto da amiga.

 - Já? – perguntou a loira enrolada em uma toalha – Pensei que o Uchiha fosse te dar uns orgasmos antes de te liberar.

 - Cala boca, porca. – Sakura revirou os olhos – Já falou com o seu pai sobre o contrato?

 - E desde quando meu pai tá em casa? Ainda mais numa segunda à tarde. – disse Ino se enfiando no closet – Vou falar com ele hoje a noite, ele vai deixar, desde que eu brilhe ele deixa tudo.

 - Eu vou falar com o Kakashi hoje. – disse Sakura se sentando – Não faço ideia de como ele vai reagir.

 - Acha que ele vai criar caso? – Ino saiu do closet vestindo uma bata roxa.

 - Tudo o que envolve nossos pais é doloroso para nós. – disse Sakura em tom grave – Ele demorou para dirigir depois daquilo e me ver numa passarela pode ser difícil.

 - Mas você nem sempre vai desfilar. – disse a loira. – Ele vai entender e te apoiar.

 - Eu espero que sim. – disse Sakura, aflita.

 - Agora vamos falar de coisa boa. Sua festa de dezoito! – Ino bateu palmas se sentando ao lado da cama.

 - Eu não quero uma festa. – disse a rosada.

 - Ah não, testa, nem vem! – disse a Yamanaka – São seus dezoito anos! E você é a primeira princesinha de L.A! Você precisa ter a festa do ano!

 - Acho que nem tenho mais tempo pra organizar uma festa dessa. – disse a rosada com preguiça.

 - Se esqueceu com quem está falando? – perguntou Ino sorrindo – Não se preocupe, testuda, eu vou organizar a maior festa que a California já viu! Confia em mim?

 - Não. – disse Sakura e Ino riu.

 - Ótimo. – disse a loira.

...

 Sakura contou o que tinha acontecido para Kakashi durante o jantar, deu a ele também o contrato e esperou sua reação, o grisalho juntou as mãos.

 - Eu vi muitos desfiles da mamãe, mas o que mais me marcou foi o último que ela fez antes de dar uma pausa por estar grávida de você, eu tinha onze anos e estava na primeira fila, mamãe estava linda como sempre, parecia ainda mais radiante. – Kakashi sorriu – Quando ela me colocou pra dormir aquela noite, eu perguntei por que ela não podia desfilar mesmo grávida, ela sorriu e me disse quando fosse sua vez de brilhar você brilharia sozinha.

 Os olhos de Sakura se encheram d’água, ela sorriu para o irmão.

 - Se é isso que você quer, eu não serei um empecilho. – disse Kakashi pegando a caneta – Mas preciso que tenha certeza.

 - Eu tenho. – disse a mais nova.

 - Então lá vamos nós. – Kakashi assinou.

 Sakura sorriu.

∞∞∞

 A noite tinha acabado de cair e Ino estava dentro de uma boate, claro que não na pista e sim na área administrativa onde marcara um encontro com Sai, seria difícil porque não via e nem falava com ele desde aquele dia na praia. Sai a olhava com um ar superior e vencedor, ele achava que aquele encontro era romântico, mal sabia ele.

 - Eu confesso que achei que não ligaria. – disse o mais velho tragando seu charuto cubano, Ino cruzou as pernas – Achei que tinha desistido de nós.

 - Não é sobre nós. – disse a loira parecendo segura – É um encontro estritamente profissional.

 - Profissional? – Sai achou graça da loira – E que assunto profissional poderia ter comigo, lindinha?

 - Eu quero fechas a Fantasy no dia vinte e seis. – disse Ino mantendo-se firme – A noite inteira.

 - Pra quê? – o moreno se sentou na cadeira cara ficando os olhos negros na Yamanaka.

 - É o aniversário de dezoito anos da Sakura e eu como uma das melhores amigas estou organizando. – esclareceu – A Fantasy é sua maior boate, ela tem os espaços necessários para a festa que estou idealizando, eu a quero.

 - Você sabe que preciso conversar com o meu sócio sobre isso. – Sai juntou as mãos.

 - Seu sócio é Sasuke Uchiha e por acaso ele está pegando a Sakura, logo ele não verá problema. – disparou a mais nova – Eu tenho dinheiro pra fechar isso aqui por uma semana se quiser, sabe disso.

 - Mas não tem dezoito anos, lindinha, é um pré-requisito importante para alugar uma boate. – informou o mais velho.

 - Sei que pode quebrar essa pra mim. – Ino o olhou – Claro que posso pedir pro irmão da Sakura vir e fechar negócio, mas estou sem tempo, preciso resolver as demais pendencias, pode economizar o meu e o seu tempo.

 - Ok. – disse Sakura apagando o charuto – Não há nada que você queira de mim que não consiga.

 - Não é verdade. – disse Ino suspirando, não podia fraquejar – Então posso contar com a Fantasy.

 - O que está acontecendo, Ino? – o tom de Sai se tornou grave – Por que simplesmente parou de responder minhas mensagens ou atender minhas ligações.

 - É melhor assim. – a loira vacilou, colocou-se de pé – Preciso ir.

 - Espera! – disse Sai se levantando também.

 - Não, Sai, por favor. – Ino saiu da sala andando rápido, seu coração sempre acelerava quando estava perto de Sai, mas aquilo era unilateral, apenas ela sentia e melhor seria para ambos se não existisse mais.

...

 No dia seguinte as três jovens tinham os contratos assinados e depois da escola foram para a sede da agência Sabaku, pararam diante do imenso edifício espelhado, uma das maravilhas arquitetônicas de Los Angeles.

 - Eu tô realmente surpresa com o fato do seu pai ter deixado, Hinata. – disse Ino para a Hyuuga – Ele que quer tanto que você faça administração.

 - Ele está encarando como um hobby e não como uma possível carreira, foi a única condição para assinar. – disse Hinata suspirando – Melhor aproveitar.

 - Então vamos entrar. – Sakura sorriu para as amigas.

 Adentraram o prédio caminhando até o elevador, seguiram o cartão que Temari tinha lhes dado e foram para o decimo quinto andar, saíram em uma espécie de repartição e assim que entraram as pessoas que trabalhavam pararam o que faziam para olhar as três adolescentes, elas não sabiam o que fazer.

 - Vocês vieram! – Temari saiu de uma das salas na direção das garotas – Eu tô muito feliz que aceitaram. Trouxeram os contratos?

 Entregaram os contratos para a mais velha que entregou para uma das funcionarias.

 - Leve pro Gaara assinar. – disse Temari virando-se para as garotas – Venham, preciso situar vocês.

 Voltaram ao elevador e retornaram para o décimo andar onde encontraram outros modelos, os olhos fixaram-se nas três e uma parte de Ino adorou ser o centro das atenções, jogou o cabelo dourado e continuou seguindo Temari.

 Aquele andar era cheio com puffs e sofás confortáveis, bem como mesas de bilhar e futebol com bonequinhos, bem decorado com um ar moderno, Ino gostou.

 - Essa é a ala de convivência entre os modelos, é mais uma área de lazer. – disse Temari continuando a andar, desceram escadas em corredores abertos e bem arejados até encontrarem um corredor repleto de portas – Procuramos deixar um numero reduzido de modelos por sala, assim podem dar seu jeito em seu canto, separamos uma sala para vocês, vocês a dividirão com uma colega se não tiver problema.

 A sala que separaram para elas era extensa, com quatro penteadeiras com luzes ao redor, diversos produtos já estavam espalhados sobre as mesas, era um lugar muito bonito.

 - Peço que aguardem aqui, logo suas roupas e a equipe de montagem chegam para arrumá-las, assim que o estúdio estiver pronto vocês descem. – disse Temari – Vejo vocês mais tarde.

 - Tchauzinho. – Ino acenou quando a loira mais velha fechou a porta – Temos uma sala só pra gente!

 - Vocês viram como olharam pra gente? Eles nos odeiam. – disse Hinata cruzando os braços.

 - Quem se importa, é inveja pura. – Ino se sentou em uma das penteadeiras – Eu posso me acostumar com isso.

 A porta se abriu e funcionários calados da agencia adentraram carregando três buquês de rosas brancas enormes, entregaram um para cada uma que receberam sem entender deixando a sala em seguida com a porta aberta.

 - Mas o que... ? – Sakura olhou para as rosas em seus braços.

 Ino encontrou um cartão no meio do robusto buquê, pegou-o para ler.

 - Sejam bem-vindas à família. – Ino leu a frase da frente e virou o cartão para ler o remetente – Gaara no Sabaku.

 - Que atencioso. – disse Hinata, encantada.

 - Foi assim com todo mundo, o senhor Gaara é gentil. – uma voz soou na porta. Era uma garota, não devia ser mais velha que as garotas e era muito bonita mesmo, tinha cabelos castanhos presos em coques laterais despojados e olhos da cor do mel mais puro, sorria com simpatia – Parece que somos colegas de sala.

 Ino a reconheceu da foto ao lado da quinta posição na lista das princesinhas de L.A.

 - Você é Tenten Mitsashi. – disse a Yamanaka.

 - Sou. – a morena riu se aproximando – E é um máximo conhecer o topo da lista.

 - Deixe disso, somos colegas agora. – disse Sakura simpaticamente – Sou Sakura.

 - Sou Hinata. – disse a perolada sorrindo com doçura.

 - E eu sou Ino. – apresentou-se a Yamanaka – Você é realmente bonita, Tenten.

 - Vai ser legal trabalhar com vocês. – disse Tenten animada.

∞∞∞

 Era a primeira experiência real que Sakura tinha como modelo, já estava acostumada com outras pessoas lhe maquiando e penteando por isso não estranhou sua preparação, separaram para ela um vestido preto solto e marcado por um cinto de brilhantes, bonito e sofisticado combinando com todo o resto.

 O que Sakura estranhou mesmo foi aquele tanto de refletores e gente para fotografá-la, foi a primeira das três, estava tímida apesar de conhecer os flashs, um moreno simpático se aproximou.

 - Como vai, senhorita Haruno? – perguntou ele com um sorriso largo – Eu posso chama-la de Sakura?

 - É claro. – disse a Haruno.

 - Sou Kankuro no Sabaku. – apresentou-se – E eu vou te fotografar, tudo bem?

 - Tudo. – disse Sakura ainda insegura.

 Posicionaram Sakura em um fundo branco, os refletores estavam virados para ela assim como um ventilador grande, Kankuro – que devia ser parente de Temari – pegou uma câmera com lente grande-angular e se posicionou diante de Sakura.

 - Muito bem, Sakura, eu preciso que saiba o quanto é bonita e que me convença disso! Ok? – ele levantou a câmera – Vamos lá.

 Era difícil posar, Sakura não sabia que pose fazer, ou o que o fotografo queria, encarava a lente se sentindo ridícula, não estava solta e isso podia ser um problema.

 - Flerte com a câmera, Sakura, seduza! – disse Kankuro.

 Conforme as fotos era tiradas Sakura ia se sentindo mais a vontade, seu corpo começou a relaxar e ela começou a entender que se tratava apenas dela e da câmera, então se soltou, levava as mãos até a cintura, quebrava para um lado, das as costas e virar-se rapidamente para a foto.

 - Linda! – disse Kankuro batendo mais todos, trocou de lente se aproximando mais de Sakura – Agora me dê rosto, Sakura, maravilhosa!

 Sakura se sentia bem sob os refletores, se soubesse que a sensação era tão boa, teria posado antes.

...

 Foram para o Express depois, queriam conhecer mais de Tenten que parecia ser muito simpática. Sakura pediu um duplo com caramelo e creme, estava relaxada depois da sessão de fotos.

 - Então você tem dezoito anos? – perguntou Hinata bebericando seu chá.

 - Vou fazer dezenove em alguns meses. – disse Tenten bebendo seu cappuccino – Vocês estão terminando a escola?

 - Sim, infelizmente. – disse Ino rindo – Você tem namorado, Tenten?

 - Ah não, infelizmente o meu ciclo de convivência é constituído por babacas. – disse a Mitsashi revirando os olhos – Se tem uma coisa que eu aprendi é que quanto mais rico o cara for, mais babaca ele é.

 - Amém, irmã. – disse Ino em concordância.

 - Eu não posso discordar. – Sakura riu.

 - Por isso que eu dou mole pros garçons. – brincou Tenten e todas riram.

 - Eu preciso ir. – disse Sakura pegando sua bolsa – Podemos passar aqui amanhã de novo.

 - Eu topo. – disse Hinata.

 - Adoraria. – disse Tenten sorrindo.

...

 Sakura estava sentada em sua cadeira na mesa do computador vestindo sua camisola confortável e falando com Sasuke pelo telefone.

 - Eu concordo com a sua amiga. – disse Sasuke em tom agradável – Deve comemorar seu aniversário de dezoito anos, e a Fantasy é o melhor lugar, baby.

 - Ela já me convenceu, eu cheguei tarde hoje porque estava fazendo minha lista de convidados. – disse Sakura rindo – Eu nem sabia que conhecia tanta gente.

 - E por acaso eu estou nesta lista, baby? – a voz de Sasuke era tão gostosa pelo telefone.

 - É o primeiro. – disse Sakura em tom neutro.

 - Acho bom, afinal, pode estar sob os olhares de todos durante a festa, mas a noite será nossa. – disse ele.

 Sakura sentiu um arrepio delicioso percorrer seu corpo, estava ansiosa.

 - Eu preciso dormir. – disse ela mordendo o lábio – Boa noite, Daddy.

 - Boa noite, baby. – disse Sasuke com voz grave.

 Sakura desligou o telefone e se jogou na cama sorrindo.

∞∞∞

 Karin andava de um lado para o outro, era a quinta vez que ela mandava Megan chegar a caixa do correio, a assessora voltou de mãos vazias, levantou os braços como se quisesse se proteger.

 - Nada. – disse ela.

 - Desista Karin, todos que deviam ser convidados já receberam seus convites. – disse Sutton – Jutsu é o maior blog de fofoca do estado e a filha editora estuda com a Haruno, todo mundo da escola já foi convidado assim como todos os que são alguém em Los Angeles.

 - Menos eu. – disse Karin respirando fundo – Essa menininha está querendo me peitar! Agora tenho certeza que ela é a candidata para ser a mais nova baby de Sasuke. Eu vou nesse aniversário.

 - Mas não foi convidada. – lembrou Megan.

 - Olhe pra mim, sou Karin Uzumaki, nenhum segurança vai me parar. – disse a ruiva – Preciso mostrar para essa garota que ela é um peixinho em um tanque de tubarões

 Karin olhou seu próprio reflexo na vidraça.

∞∞∞

 Os dias foram se passando, os dias na agencia eram divertidos, mas os modelos não conversavam entre si, apenas Tenten que se aproximou tanto do trio que Sakura fez questão de convidá-la para seu aniversário e ela ficou feliz com isso.

 Kakashi fez a besteira de dar um cartão sem limites na mão de Ino, Sakura não se surpreenderia se tivessem tigres siberianos na entrada da Fantasy.

Ainda na sexta-feira Ino arrastou Hinata, Sakura e Tenten para comprar vestidos para a grande festa de sábado, Sakura sentia os tabloides a seguirem, todos noticiavam sobre a grande festa e queria saber todos os detalhes da comemoração mais rica da Califórnia.

 Ao chegar em casa Sakura notou que os presentes já começavam a chegar de todas as partes, de pessoas que ela nem sequer conhecia, mas eram bons presentes.

 No sábado Sakura foi tirada de casa cedo por Hinata e as duas foram para o Spa preferido da Haruno, fizeram tratamento completo, Ino estava ocupada demais organizando os últimos detalhes na Fantasy.

Sakura tinha pouco tempo para se arrumar, mas não havia problema porque ela e Hinata estavam penteadas e maquiadas, só tinham que colocar seus vestidos.

 - Sabe, tive que convidar Naruto Uzumaki porque ele vai fazer o filme do meu irmão. – Sakura sorriu para a amiga – Quem sabe não conhece seu ator preferido hoje?

 - Eu não sei o que faria se o conhecesse. – disse Hinata já corada.

 - Eu posso dizer que ele é mais bonito pessoalmente. – brincou Sakura se sentando em sua cama.

Sakura resolveu checar seu celular.

 

 Daddy 17:56

 É melhor abrir meu presente agora.

 

 Sakura andou até a sala onde estava guardando os presentes e encontrou uma grande caixa preta, a levou para seu quarto.

 - O que é isso? – perguntou Hinata a olhando.

 - O presente do Sasuke. – Sakura colocou a caixa sobre a cama e abriu, primeiro havia uma caixa de sapatos da Dior, Sakura os pegou arfando, eram simplesmente maravilhosos e da nova coleção que nem sequer tinha sido lançada, preto de verniz com o salto cravejado por pedrarias – Eu quero me casar com esse sapato.

 - Eu também. – disse Hinata os pegando da mão de Sakura – O que mais?

 O vestido que Sakura tirou da caixa era perto e a etiqueta revelava Prada, era curto e justo todo coberto por rendas manuais, tinha mangas compridas e lugares onde não havia forro e a pele ficaria exposta, era maravilhoso.

 - Oh. – soltou Hinata – Você precisa usá-lo hoje.

 Havia ainda mais uma caixa, quando Sakura a abriu seu coração acelerou e seu corpo tremeu completamente. Era uma lingerie da nova coleção da Victoria Secrets, vermelha e feita de rendas, na numeração exata para Sakura. Hinata olhou e ficou em silêncio por um tempo.

 - O que isso significa? – perguntou a Hyuuga

 - Significa que a noite é nossa. – Sakura sorriu ansiosa

...

 Quando Sakura chegou a porta da Fantasy estava lotada de paparazzis querendo uma boa foto dos convidados, gritavam o nome de Sakura para que ela posasse para eles, mas Ino agarrou o braço da amiga dizendo que tinha deixado os melhores paparazzi entrarem para fotografá-la lá dentro.

 Sakura se sentia poderosa naquele vestido, sentia-se incrivelmente sexy e os olhares sobre ela a faziam ter certeza. Adentrou a boate encantada com a decoração que Ino organizara, o centro era a pista de dança, ampla e com luzes pulsantes sob a luz negra, no segundo piso os camarotes com paredes de vidro voltadas para a pista seriam a ala de confraternização, ao todos eram quatro espaçosos lugares onde as pessoas poderiam conversar, se alimentar e rir.

 Sakura estava encantada, dançarinas estavam presas em fitas dançando no ar, nos lugares suspensos performistas assopravam fogo algumas vezes, o lugar já estava cheio e Sakura reconhecia alguns rostos. Viu Tenten ao longe e correu para a abraça-la junto com Ino e Hinata.

 - Que bom que você veio! – Sakura a abraçou com força.

 - Ah meu Deus, vocês estão linda! – disse Tenten sorrindo.

 Um fotografo se aproximou.

 - Posso tirar uma foto das princesinhas juntas? – perguntou ele.

 Colocaram-se lado a lado sorrindo para a foto. Logo foram para a pista dançar, Sakura sentia-se feliz como nunca ao dançar com as amigas, sentiu braços envolverem sua cintura e se virou para Sasori que estava ainda mais bonito vestindo Gucci, abraçou-o com força, ele tinha ido até a casa dos avós e Sakura não o via há quatro dias, agora ele estava ali, dançou com ele também.

 - Você está uma cerejinha, Saky. – ele girou a amiga – Sexy!

 - Apenas se eu tivesse a sua bunda, Saso. – brincou a rosada fazendo-o rir.

 A rosada precisava dar um volta, precisava cumprimentar os outros convidados, andou pela pista de dança recebendo abraços que não queria e até mesmo sorrisos falsos. Esbarrou em alguém e ao virar-se para se desculpar perdeu o sorriso ao se deparar com Karin.

 - Karin? – apertou os olhos. Os flashs começaram a banhar as duas e Karin de repende abraçou Sakura com um sorriso forçado.

 - Acho que meu convite foi extraviado, docinho. – disse ela.

 - Ele nem foi enviado. – Sakura sorriu falsamente – É feio entrar de penetra.

 - Feia é essa cor de cabelo, meu bem. – a ruiva riu. Quem as olhasse pareceria que estavam tendo uma conversa amigável – Parece um chiclete mascado.

 - Nesse condado nós duas somos chicletes, minha querida. – ironizou Sakura – A diferença é que eu ainda tenho gosto. Tchauzinho.

 Sakura subiu as escadas para os camarotes de vidro, o primeiro estava cheio dos seniores da empresa conversando com Kakashi, ela conversou com todos por um período curto de tempo, tirou algumas fotos e passou para o próximo camarote mais privado onde ele estava.

 ∞∞∞

 Sasuke estava olhando Sakura desde que ela chegara, resolveu ficar no camarote onde os amigos estavam, Naruto e Neji olhavam a pista como quem procurava por comida, haviam outros famosos no camarote deles, entre eles algumas lindas mulheres, mas Sasuke só queria saber que uma. Ele tinha subido para a sala dos camarotes e logo estaria ali. Sasuke tinha escolhido um terno Dolce Gabbana com uma lavagem parecendo cintilante, todo preto que era a cor que Sasuke se sentia melhor vestindo.

 - O que há com você? – perguntou Sasuke para Sai que estava claramente desconfortável.

 - Ino me dispensou de vez. – disse Sai irritado – Olhe pra ela, parece mais feliz do que nunca.

 - E por que não vai falar com ela? Vai ser dispensado assim? É ridículo! – disse o Uchiha.

 - Você tem razão. – Sai bebeu o ultimo gole de uísque – Eu vou.

 - Bom, Naruto e eu vamos caçar. – Neji puxou o loiro pelo braço. Sasuke riu virando-se para a pista.

 Foi quando ela entrou, o vestido que Sasuke tinha escolhido lhe caiu com perfeição e ela estava deliciosamente brilhante naquele noite. Logo as pessoas a interceptaram, os fotógrafos a seguiam tirando fotos com todos até que conseguiu se aproximar dele, Sasuke sorriu.

 - Então eu acertei na numeração. – concluiu – Está linda, baby.

 - Obrigada pelos presentes, daddy, todos eles. – ela sorriu lindamente.

 Uma agitação começou, Sasuke olhou por cima do ombro de Sakura e viu Hashirama adentrar, Sakura foi obrigada a se virar e receber o sorriso dele. Ele abriu os braços e Sasuke trincou os dentes quando aquele cara abraçou sua baby e fez questão de olhá-lo por cima do ombro dela.

 - Feliz aniversário minha querida. – disse Hashirama de maneira galante.

 - Obrigada, Hashirama. – Sakura foi gentil.

 - Me perdoe por não ter conseguido enviar meu presente para sua casa, se não se incomodar gostaria de dá-lo agora mesmo. – disse o Senju enviando a mão do bolso e entregando uma pequena caixa para Sakura. Sasuke nem tinha visto o que era até que todos suspiraram surpresos, o Uchiha deu um passo para o lado pra ver melhor.

 Era um anel, uma grandiosos anel, era simplesmente a maior esmeralda que Sasuke já tinha visto, aquele anel não custava menos de cem mil dólares, na verdade Sasuke chutava quinhentos mil no mínimo. Sakura estava pasma como os outros, os fotógrafos batiam dezenas de fotos, Sasuke ardeu em fúria, ela não podia aceitar, ela não devia aceitar.

 - H-Hashirama... – a Haruno tentava se recompor – Eu não posso aceitar... e-eu...

 - Vai ficar lindo em você, docinho. – disse o mais velho. Sakura apenas sorriu e fechou a caixa.

 Ela tinha aceitado o anel e isso tinha irritado Sasuke profundamente.

∞∞∞

 Neji encontrou sua presa, ela estava sentada em um dos inúmeros bares, usava um lindo vestido vinho, tinha cabelos e olhos castanho e um corpo que o Hyuuga adoraria provar, ajeitou o terno cinza e se aproximou, fez um sinal para o barmen.

 - Um Martini. – disse com voz grave e se virou para a morena – Linda noite.

 - Hm. – ela soltou.

 - Se eu te pagar uma bebida ganho um sorriso? – Neji investiu.

 - Não, só vai perder dinheiro. – disse a morena finalmente a olhando para ele.

 - Bom, isso não é problema. – Neji sorriu de forma sedutora – Sou Neji Hyuuga, herdeiro das industrias Hyuuga.

 - Muito interessante. – ironizou a morena revirando os olhos.

 - Você não é fácil de agradar, não é? – o moreno riu – Vamos lá, me diga ao menos seu nome, querida.

 - Meu nome é Tenten e eu não sou difícil de agradar, só não estou interessada nem em você e nem em seu dinheiro, bonitão. – ela se levantou e saiu andando.

 Neji ficou parado a olhando se afastar, não acreditou que acabara de levar o pior fora de sua vida, ah, iria ter aquela morena difícil, ou não se chamava Neji Hyuuga.

∞∞∞

Otimo, Naruto estava sozinho.

 Devia ter ficado com Sasuke no andar de cima, não se interessou por ninguém, pegou uma bebida e resolveu subir, quando a viu.

 Ela estava longe, no meio da pista de dança dançando com a amiga loira de Sakura, mesmo àquela distancia ele sabia que ela era linda, os cabelos que pareciam levemente azulados sob a luz negra saltavam e deslizavam pela pele alva, ele queria mais, sentia que precisava ver mais daquela garota.

 Mas ela começou a se afastar com a loira e o numero de pessoas impediam Naruto de se apressar, algo nele estava desesperado para ver aquela menina de mais perto. Mas as pessoas o impediram e ela simplesmente desapareceu de sua visão.

 Parou no meio da pista sem fazer ideia de para onde ir, ele a tinha perdido. Naruto só sabia de uma coisa, queria vê-la mais uma vez.

∞∞∞

 Sakura estava procurando por Sasuke, mas ele tinha simplesmente desaparecido, claro que ele tinha ficado irritado com o presente de Hashirama, Sakura olhava aquela enorme pedra em seu dedo e sentia a raiva de Sasuke sobre si.

 De repente sentiu alguém a puxando para o canto mais escuro da boate abaixo das escadas que levavam até os camarotes, era Sasuke e ele a olhava com uma intensidade fora do comum, juntou seus lábios com certa voracidade, Sasuke aceitou o beijo afundando os dedos nos cabelos de Sasuke explorando seus lábios, o maior desceu os lábios para seu pescoço trabalhando nele arrancando suspiros da rosada, aproximou a boca da orelha de Sakura deslizando a língua pelo lóbulo.

 - Você foi uma menina má, Sakura e eu estou irritado. – ele se afastou um pouco e Sakura se perdeu em seus olhos, Sasuke pegou a mão da menor retirando o enorme anel – Então eu vou ficar com isso e com a sua calcinha. Tire.

 - Sasuke, eu não fiz nada, não tinha como recusar, todos estavam me olhando. – Sakura se defendeu, mas o Uchiha parecia irrevogável.

 - Sua calcinha, Sakura, agora. – soou autoritário – Seu castigo será passar o resto da festa sem calcinha.

 - Por favor, daddy. – tentou fazê-lo ceder, mas Sasuke apenas estendeu a mão. Sakura bufou, olhou para os dois lados e subiu um pouco o vestido, desceu a calcinha vermelha a colocando na mão de Sasuke, estando um tanto irritada – Certo!

 Ela saiu andando de lá ouvindo a risada sinica dele, não tinha feito nada e agora estava desconfortável e sem calcinha. Droga, Sasuke Uchiha!


Notas Finais


E no proximo! HENTAI, FINALMENTE!!!! Isso mesmo, um hentai bem gostosinho pra nois! hihihihihihhihi
Eu to triste com voces! Os comentarios cairam! Comentem babys, façam essas escritoras felizes!!!

COMENTEM!

XOXO!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...