1. Spirit Fanfics >
  2. Amor em tempos de pobreza >
  3. Capítulo 1

História Amor em tempos de pobreza - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo 1


E então o que acontece comigo?"

- Não se preocupe Juliet, está tudo bem.

Como? Eu tenho me sentido mal por dias

- Sim, é normal, você só precisa se cuidar nos próximos meses para que você e o bebê fiquem bem

"Bebê?"

- Sim, bebê, parabéns Julieta, você está grávida    

 Quando o médico me disse, eu queria gritar de alegria, um filho, eu teria um filho, depois de tanto tempo Deus me deu esse milagre, Osório e eu queríamos um filho há muito tempo e agora era uma realidade, eu sabia que ele ficaria feliz quando sabia, estava casado com ele há 8 anos e desde então fiquei feliz com ele, nos amávamos e aquele menino ou menina só reforçariam esse amor.    

Eu disse adeus ao médico, agendando a consulta para o próximo mês e fui embora, certamente a felicidade apareceu no meu rosto, porque muitas pessoas continuavam me observando e eu não me importava, porque queria compartilhar com o mundo, principalmente com o pai, queria dar uma prévia a ele Então eu liguei para ele no celular, na época ele estava no escritório, ele administrava uma empresa chamada Bettancourt Company, uma empresa de construção muito importante no Brasil, eu tinha muito orgulho do meu marido.

-Olá meu amor

- Julieta, como está minha vida?

"Optima, melhor do que nunca

-Ah sim? Porque?

- Bem, tenho algo muito importante para lhe dizer

- o que?

"Não pode estar no telefone, vou te contar no jantar

- Que misteriosa 

"Você saberá quando eu lhe disser, então você deve vir

- Tudo bem, tenho cerca de sete ou oito, não sei

- Tudo bem, mas não se atrase, vejo você

Eu te amo

"Eu também te amo Osório", eu disse e desliguei, "se você soubesse que seria pai    

Decidi fazer um jantar especial para contar a Osório, mas como precisava de um toque distinto, fui a uma loja de artigos para bebês.

-Bom Dia

"Bom dia, como posso ajudá-la?" – Disse o dependenta - Gostaria algo pra dizer ao meu marido que ele será pai

"Você acabou de descobrir, certo?"

"Eu mostro muito?"

- Sorriso radiante, brilho nos olhos, não preciso ser uma vidente

- Sim,acabei de descobrir você sabia, eu saí do consultorio médico 

- Parabéns, senhora

Obrigada 

- Bem, eu tenho o que você precisa - ela disse olhando pelas janelas - esses sapatos amarelos são ideais para esta ocasião, com isso, seu marido ficará fascinado

- Eles são lindos - eu disse pegando - posso imaginar meu bebê usando

- Entendo, quando descobri que estava grávida do meu primeiro filho, imaginei-o usando todas as roupas de bebê que vi.

"Quantos filhos você tem?" - Dois, menino e menina, e eles são a minha razão de viver

"Eu acredito, ele ainda não nasceu e já se tornou meu", eu disse tocando minha barriga   

 Comprei os sapatos e saí da loja, depois fui ao supermercado a comprar o que era necessário para o jantar, meu plano era contar para ele depois da sobremesa, presenteá-lo com um prato coberto e, quando ele tirou a capa, surpreendê-lo, eu já podia imaginar a cena, ele perguntando se era verdade. , eu confirmando, depois me abraçando tão animado quanto eu, acolhendo aquele pequeno ser e mostrando seu amor a partir de agora.

Quão errada eu estava


Notas Finais


Boa leitura não esqueça de comentar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...