1. Spirit Fanfics >
  2. Amor empolgado (Jikook) >
  3. Funeral, performance de dois

História Amor empolgado (Jikook) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 4 - Funeral, performance de dois


Hoje foi o dia do funeral do ex-presidente da Park Entertainment. Muitos de seus amigos na cidade a vieram vê-lo sair. Na frente da fila, Taemin e seus outros parentes estavam adorando. 


-O filho mais velho da família Park ainda não apareceu. Algo realmente aconteceu?- Alguns jornalistas sussurraram


Com o apoio de Sherry, uma mulher de meia-idade de uniforme se virou e disse lentamente a todos os convidados. -Obrigado a toda a família e amigos, e venha se despedir do meu marido. 


-Enquanto ele ainda estava vivo, ele se lembraria de todos. Em nome da família Park, sou muito grata a vocês. - Enquanto Sherry falava, a mulher de meia-idade se inclinou. 


Os jornalistas avançaram e apontaram suas câmeras para a mulher e sua família. 


-Senhora Park, Park Jimin não aparece Há dias. Ele está realmente machucado como dizem? Park Jimin é o herdeiro da família Park. Agora que algo aconteceu com ele, quem será o próximo presidente da Park Entertainment? 


Taemin deu um passo á frente e disse: - Jimin está bem. Ele está tão triste e não está se sentindo bem que está ausente do funeral de hoje. 


Uma voz delicada saiu da multidão. 


-Hoje é o ano novo do papai. Não importa o quão desconfortável eu esteja, não estarei ausente. 


A voz familiar atraiu a atenção de Taemin. Após o som, ele viu Jimin em seu terno filial caminhando na direção deles. Jimin parece bem e não está doente. Ao vê-lo, Taemin franziu o cenho


Ao vê-lo, os repórteres imediatamente o cercaram. 


-Senhor Park, nas notícias que apareceram recentemente, diz que o senhor está gravemente doente. É verdade? 


-Todos vocês acham que eu estou gravemente doente? Alguns dias atrás, meu marido fez uma performance para mim porque estava preocupado com o fato de eu estar muito cansado. Como resultado, não consegui cuidar do meu pai. 


-Sinto muito pelo perca. Jimin, você poderia nos dizer que tipo de jogo é esse?- Os repórteres perguntaram curiosamente. 


Em frente a Taemin, Jimin disse lentamente: -Nesta performance, ninguém pode terminar. Eu quero que você coopere comigo. Quanto ao que é, vou contar a todos após o funeral de meu pai. Está quase na hora. Meu pai deveria estar enterrado no chão, certo? 


-Park Jimin herdará a Park Entertainment em seu testamento?- Um repórter rapidamente gritou. 


Olhando para Taemin, Jimin disse com um sorriso -É claro que meu pai dedicou todos os seus esforços a Park Entertainment por isso não o entregarei a nenhum estranho. Taemin, você não acha? 


Quando seu nome foi chamado, Taemin parecia um pouco estranho, mas ele logo se acalmou e respondeu com um sorriso. 


-Claro, Jimin, eu vou ajudá-lo a proteger a empresa de seu pai. 


Ouvindo suas palavras, os olhos de Jimin se encheram de frio. Como se ele não tivesse ouvido o que Taemin disse. Jimin foi para o lado de sua família. 


-Tia Mary, vamos começar. - Disse ele


Os repórteres em cena observaram o relacionamento entre Jimin e Taemin e imaginaram a mudança sutil entre eles. Pensando nos rumores sobre eles, os repórteres especularam  isso. 


Assim que o pai de Jimin foi enterrado no túmulo, Jimin ficou em frente a lápide e ficou triste ao lembrar de seu amado pai cuidando dele desde que ele era criança. Jimin se ajoelhou e lentamente estendeu a mão para acariciar a lápide. Ele disse suavemente. - Pai, descanse bem aqui. Você apreciou a sua carreira. Não deixo mais ninguém cobiçar. 


Taemin caminhou até ele e segurou o braço dele. 


-É hora de ir para casa, Jimin. 


Franzindo o cenho com nojo, Jimin afastou a mão e disse friamente. 


-Lee Taemin, eu vou acertar nossas contas. - Com isso ele avançou sem expressão. 


Seus movimentos eram rígidos, e Taemin ficou em transe por um momento. Sentindo sua temperatura esquerda, um toque de amargura brilhou nos olhos de Taemin, olhando por suas costas, Taemin segurou-o levemente. 


Não muito longe, em uma Bugatti Veyron escuro, Jungkook estava encostado no assento e seus olhos frios caíram em Jimin e Taemin. Jungkook bateu os dedos ritmicamente, dificultando dizer o que estava pensando. 


"Chefe, eu tenho as coisas consertadas. O que devemos fazer a seguir? -O assistente desligou o telefone e disse a Jungkook


Olhando para as costas solitárias de Jimin, Jungkook disse friamente. 


-Volte para a empresa. 


O assistente assentiu. O motorista pisou no acelerador e o carro se afastou lentamente. Todo o processo não atraiu a atenção de ninguém. 


Notas Finais


Desculpa pelos erros.

Bjos da Hima 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...