História Amor entre estrelas... - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias The Thundermans
Personagens Barbara "Barb" Thunderman, Billy Thunderman, Hank Thunderman, Max Thunderman, Nora Thunderman, Personagens Originais, Phoebe Thunderman
Tags Drama, Incesto, Romance, The Thunderman
Visualizações 81
Palavras 1.821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drabble, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!!!
Pensem o filme que vocês quiserem.

Capítulo 8 - Apaixonado...


De uma coisa eu tinha certeza, era tarde de mais para eu fugir do que estava sentindo, apenas e ver o sorriso de Phoebe, eu me apaixonava, eu era um louco, sim, louco, mas o que eu poderia fazer? O universo que fez isso comigo, e eu não me importo, Max Thunderman está apaixonado, nunca vou ser contra isso, e eu faria de tudo por ela, até ser um herói... Seu herói.

---///---

--Max, vem aqui em cima agora!-- Sou despertado de meu sono por meu pai zangado me chamando.

Desço de minha cama tremendo, imaginado o porquê de ele está gritando, eu não tinha feito nada de errado, ou tinha? Subo as escadas lentamente, chegando lá em cima e vendo meus pais de pé, com Phoebe sentada no sofá, não entendo o motivo e olho para ela, pela expressão, ela também não sabia.

-- Oi, o que aconteceu?-- Pergunto sentando no sofá e olhando o relógio da cozinha, eram 5 da manhã.

-- Olha Max, nós sabemos que a Phoebe  está tentando ajudar você, mas eu não gosto que ela passe tanto tempo assim com você-- Olho para Phoebe e vejo ela fazer uma cara indignada-- Nós não queremos que você estrague a vida dela, que você passe o seu jeito para ela, nós queremos que ela tenha um futuro, então eu quero que você, delicadamente se afaste dela.-- Papai termina de falar e meu coração se parte, é sério que eles pensam que isso pode acontecer? Eles querem me afastar de minha irmã.

-- Tudo bem, se é pelo bem dela eu faço.-- Falo escondendo as lagrimas e olho para Phoebe, que estava com os olhos queimando de raiva, vejo meus pais satisfeitos se virarem para sair.

-- Em primeiro lugar-- Vejo Phoebe se levantar e meus pais olham para ela sem entenderem-- Eu não vou me afastar do Max, em segundo, ele não é mais daquele jeito, então eu não vou desistir de meu futuro, eu vou ser uma Super-Heroína, eu vou causar orgulho em vocês, e em terceiro-- Ela faz uma pausa, talvez pensando em o que dizer--Eu não entendo como vocês conseguem ser assim com o Max, ele é maravilhoso e vocês veriam isso se tirassem um tempo para ficarem com ele.-- Ela fala isso calmamente, de uma maneira delicada e meus pais ficam sem expressão quando ela termina. Mais uma vez eu estou apaixonado...

Phoebe...

Eu não acredito em meus pais, eu não acredito que eu queria ser o retardo deles no meu futuro, eu não acredito do que eles são. Minha mãe já havia sugerido que eu me afastaste de Max e agora ela e meu pai estavam fazendo isso, obrigando o Max a sair de perto de mim, eu não acredito nisso.

---///---

--Phoebe, nós queremos o melhor para você, não queremos que você estrague tudo por causa do Max-- Papai fala delicadamente e pela primeira vez, eu quis gritar com ele, mas me contive.

-- Eu nunca deixaria isso acontecer.-- Falo profundamente, o máximo que eu conseguir.

--Tudo bem, a gente acredita em você-- Papai fala saindo junto com mamãe mas se vira antes de subir as escadas-- Mas cuidado.-- E finalmente sobe.

--Seria melhor se você se afastaste de mim.-- Max fala  e eu me viro, olhando para ele.

--Não fale isso, a quanto tempo você não fala com Dark Mayhem?-- Pergunto me sentando no lado dele.

--Dois meses e alguns dias.-- Max fala normalmente.

--Você quer continuar tentando ser um vilão?-- Pergunto e Max abaixa a cabeça.-- Pode responder, não vou ficar irritada se resposta for sim-- Falo tentando levantar a cabeça dele.

--Eu não sei...-- Ele fala baixo.

--Não sabe?--Pergunto.

--Estou em dúvida, acho que quero, mas ao mesmo tempo não tenho certeza.-- Max fala me olhando por um tempo, mas logo volta a olhar para baixo.

Entendi, Max Thunderman não tinha certeza de nada...

--Tudo bem, sabe eu não me importo, você é meu irmão, eu nunca me afastaria de você, e se um dia isso acontecer, nós vamos nós lembrar desses dias e vamos ficar felizes- Falo e me sento direito no sofá-- Vai voltar a dormir ou quer olhar um filme?--Pergunto e Max levanta a cabeça.

--Acho que olhar um filme.-- Ele fala e se ajeita no sofá, eu pego os controles e me sento perto dele, talvez perto de mais, mas não estava me importando, ultimamente eu estava estranha, sentindo coisas diferentes, como formigamento na barriga toda vez que eu chegava perto dele, Max estava me confundido toda.

-- Que tipo de filme você quer olhar?-- Pergunto.

--Um romance.-- Meu coração parou, Max Thunderman queria olhar um romance, pensei que ele fosse sugerir terror, como quando eu dormir com ele por causa da Chorona.

--Tudo bem...-- Falo colocando na Netfliz.-- Picante ou fofo--Pergunto um pouco nervosa por está quase olhando um romance perto de Max.

--Picante.-- Ele fala e eu fico sem chão, ele literalmente quer olhar um filme de romance picante.

--Tudo bem.-- Falo colocando um filme qualquer de romance, com medo de olhar-lo.-- Se os nossos irmãos aparecerem aqui?-- Pergunto querendo botar outro filme.

-- Eles não vão descer, hoje é Sábado.-- Literalmente, eles nunca acordam cedo no Sábado.

-- Tudo bem...-- Falo e começo a olhar.

Eu de fato escolhi o filme errado, tinha muitas cenas de sexo, eu estava me sentindo excitada, e o fato de eu está basicamente abraçada no Max, por está perto demais, não estava ajudando, eu via que ele também estava desconfortável, pois a respiração estava um pouco rápida demais e cada pouco estava ajeitando a calça, que eu via que deveria está apertada por causa do volume aí, e Deus do céu, eu estava imaginando o que não devia, eu estava imaginando eu e o Max.

O filme terminou às oito horas e ninguém estava acordado ainda, ainda bem...

--Bem... Legal...-- Falo saindo de perto de Max.

-- Picante...-- Max fala e começa a rir feito um louco.

--Por que está rindo?-- Pergunto não entendendo.

--Tinha que ver sua cara enquanto olhava as cenas de sexo.-- Ele fala rindo mais e mais.

--Fica quieto!-- Falo jogando o travesseiro nele.

--Calma.-- Ele fala botando as mãos para o alto.

--Não é minha culpa, você escolheu um romance picante.-- Falo baixo tentando não acordar ninguém.

--Você que pediu para eu escolher, se queria fofo ou picante, eu não queria ouvir você fazendo "woonn" A cada cena.-- Ele fala e eu não contenho em olhar para sua virilha para ver se ainda tinha o volume, infezlimente não tinha, O que eu estou pensando?!

-- Por culpa desse filme eu vou ter que trocar de roupa aqui em baixo.-- O que eu estou dizendo?! Max começou a rir mais e mais, eu de fato tenho que calar a boca.-- Eu não quis dizer isso.-- Falo tentando tranquilizar minha vergonha, meu rosto estava queimando.

-- Desculpa por deixar você excitada.-- Ele fala e fica vermelho-- Não, não comigo, com o filme-- Ele fala gaguejando. Agora nós dois estávamos vermelhos.

--Eu não entendi errado.-- Falo ainda sentada no seu lado no sofá, um pouco mais afastada por medo, mas medo do que?

--Essa conversa fica entre nós.-- Max fala e o assunto acaba, com cada um indo para seu quarto.

---///---

A manhã passou normalmente, tirando o fato de Max não tirar os olhos de mim, isso estava me deixando sem chão, eu me derretia toda vez que via seus olhos em mim, Max Thunderman está se tornando minha perdição, e não tinha jeito, eu sorria sempre.

---///---

--Phoebe...-- Escuto sua voz soar atrás de mim enquanto eu pegava minhas coisas.

--Oi!!!!-- Falo me virando rápido demais e animada demais, quase que tocando meus lábios nos seus ao me virar por completa.

--wooww-- Max fala andando um pouco para trás e eu sinto minhas bochechas queimarem, é, essa se tornou Phoebe Thunderman, a pessoa que fica vermelha por causa do próprio irmão.-- Cuidado.-- Max termina de falar e fica parado me fitando.

--O que foi?-- Pergunto com um sorriso.

-- Eu só estava com saudades de minha irmã.-- Ele fala e eu fico mais vermelha do que antes.

-- Nossa, você já ganhou o titulo de irmão do ano.-- Falo causando um risinho na parte dele, e esse foi meu fim, seu riso, acho que amo ele, Phoebe!!!! Olha o que você está dizendo, pode não ter volta! Que se dane.

--Então, vamos?-- Max pergunta e eu me lembro que havia terminado a aula.

--Ah, sim!-- Falo e começo a andar para fora da escola.-- Como foi sua manhã?-- Pergunto ainda animada de mais.

-- Chata.-- Ele fala e eu rio, ele também.

-- Eu gosto de passar o tempo com você.-- Falo dando uma batidinha de ombro nele.

--Fico feliz, porque eu amo passar meu tempo com você.-- Ele fala com um sorriso maior que o rosto.

-- Obrigada.-- Falo e assim continuamos o caminho.

Max...

Sabe aquela pessoa melosa, que não consegue ficar longe da pessoa que ama, que só quer ver o sorriso dela, eu me tornei uma pessoa assim, mas com Phoebe, me perguntava se ela estava notando minha mudança, se ela estava sentindo o mesmo pelo jeito que estava agindo, mas eu deveria está imaginado coisas, mas duvido. 

Hoje de manhã, Phoebe quis olhar um filme, já que não estávamos com sono, ela me perguntou o filme que eu queria olhar, não estava no clima para terror, então decidir brincar com ela, escolhendo um romance picante, ela ficou toda vermelha, minha vontade vou dar um sorriso malicioso, mas não o fiz.

No meio do filme, notei que Phoebe estava estranha, principalmente nas cenas de sexo, me perguntava se ela estava excitada, acho que era obvio. Me pegava olhando para o corpo dela, o corpo que até a pouco eu comecei a notar, com as curvas e aquele traseiro enorme, nunca pensei que olharia minha irmã dessa forma, mas não tem mais volta.

Minha manhã foi remota, com uma saudade sem fim de Phoebe, toda vez que via ela, eu sorria, não me controlava, eu estava com sérios problemas, sim, mas eu já falei isso tantas vezes, acho melhor aceitar.

Fui até o armário de Phoebe no final da aula, disposto a ver ela. Me botei bem perto de seu pescoço, sentindo seu cheiro e disse " Phoebe" Ela se virou tão feliz que nossos lábios quase que se chocaram, mas não aconteceu, queria que tivesse.

Saímos juntos e logo chegamos em casa, não me sentir feliz, pois queria passar mais tempo com ela, sem meus pais tentarem fazer ela não falar comigo, eu queria sempre está com a Phoebe, e isso era fato, eu estava apaixonado...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Qual filme vocês pensaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...