História Amor Entre K-idols- imagine Min YoonGi - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, Twice
Visualizações 51
Palavras 1.309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meu povo que come pão com ovo vcs estão bem?

Capítulo novo para você e espero que gostem🖤

Capítulo 3 - Revelações


Fanfic / Fanfiction Amor Entre K-idols- imagine Min YoonGi - Capítulo 3 - Revelações

- Sim, uma parceria.

- Nossa... Tão de repente, não?

- Bom, daremos um tempo para você pensar, mas lembre-se, uma parceria com o BTS será muito bom tanto para o seu grupo quanto para a empresa.

- Claro, eu sei muito bem disso.

- Quando estiver a resposta, venha falar comigo, está bem?

- Sim.

Me curvei e sai da sala, como assim uma parceria? E por que logo o Suga? Tantos outros idols e justo ele?

Paro em frente a porta do meu quarto e destanco a mesma. Entro no cômodo e fecho a porta, mas um pé me impedi.

- O que você quer?

- Vim conversa sobre a nossa música.

- Eu ainda não aceitei a proposta.

- Então... - Ele ficou procurando palavras- Vim conversa sobre nós.

- Sobre nós? Nós não temos nada. Não mais.

- Você me prometeu.

Me lembrei de ontem e acabei cedendo, abri a porta dando passagem para que ele entrasse. Ele entrou e observou o quarto.

- Como sempre, organizada.

Não falei nada, apenas suspirei e me sentei na cama, encostando minhas costas na cabeceira e dobrei as pernas.

Ele sentou a uma distância considerável. Eu não conseguia olhar na cara dele, porque toda vez que cruzavamos nossos olhos, eu via neles a cena da noite em que ele me traiu, e consequentemente chorava.

- Quando você foi embora naquela noite, eu não sabia o que Fazer. Eu ia dar um jeito de nós ficarmos juntos, mas acabou acontecendo um mal-entendido.

Ele começou a chorar igual a uma criança, enquanto suas mãos pareciam suar.

- Mal-entendido, YoonGi? Eu vi, eu não sou cega, muito menos retardada. Você me traiu, e com a pior pessoa possível.

- Eu não te trai. Ela me dopou e eu tenho como provar.- ele tirou um papel do bolso e me entregou- olhe isso. Eu fiz um exame para comprovar o que a Yeuna fez.

Eu suspirei e desdobrei o papel. Era um laudo de laboratório.

- Como vou saber se isso realmente é verdadeiro?

- Se você não acredita em mim e nem no papel, então vamos até a clínica tirar a sua dúvida.

Eu apenas inspirei e respirei. Na minha mente tem um ponto enorme de interrogação. Se o YoonGi estiver mesmo falando a verdade, eu juro que mato a vagabunda da Yeuna.

O laudo dizia: " No exame feito pelo Laboratório ***, foi comprovado que no sangue de Min YoonGi, havia substâncias como:  flunitrazepam, ácido gama hidroxibutírico (GHB) e cetamida, mais conhecido com Boa noite Cinderela, no dia 02/03/2013.

Aquilo foi o suficiente para mim desabar em lágrimas, coloquei minhas sua mãos sobre meu rosto enquanto chorava.

Senti braços me envolver e eu e YoonGi choravamos igual a duas crianças.

- Me desculpe, me desculpe por deixar tudo aquilo acontecer. Eu deveria ter percebido as intenções delas muito antes. Me desculpe por te fazer sofrer por todos esses 5 anos. Me desculpe...

Ficamos abraçado e chorando por uns 3 minutos, até que eu me soltei de seus braços e enxugue as lágrimas.

- Me conta o que realmente aconteceu.

- Tudo bem.

Quando ele ia comecar a falar, Sana entrou no meu quarto desesperadamente.

- Pode começar a falar tudo o que aconte...-

Assim que ela olha para mim e para ele, para de falar. Droga, não era para ela ter visto o YoonGi, meu Deus, o que eu faço agora?

- É... atrapalho alguma coisa?- ela diz em um tom desconfiada.

- Na verdade não.- Olhei confusa para ele - Depois nos falamos.

Ele se levantou e saiu do quarto.

- O que aconteceu? O que Min YoonGi estava fazendo aqui? Por que você tá com os olhos inchados? Ele te fez alguma coisa?

- Respondendo a primeira pergunta: o Jin-Young quer que eu faça um parceria com o Suga. A segunda pergunta: nós estávamos conversando. A terceira pergunta: sim, eu estava chorando. Quarta pergunta: na verdade ele não, mas outra pessoa.

- Espera, espera, espera. É muita informação.

- Eu já estava pensando em contar para você e para as meninas, só não sabia quando. Mas já que você esta aqui e eu sei da verdade, acho que está na hora de você saber.

- Me conta logo que eu estou morrendo de curiosidade.

- Bom... Eu e YoonGi namoravamos antes dele debutar, e claro que eu estava super preocupada porque ele se tornaria um k-idol e consequentemente teríamos que terminar nosso relacionamento. Apesar dele sempre me dizer que tudo iria ficar bem, que ele daria um jeito, eu sabia que não ia ficar tudo bem. Eu sabia o quanto ele havia lutado e estava lutando para ter seu talento reconhecido, o quanto ele sofreu por ir contra seus próprios pais para realizar o seu sonho. Então eu havia tomado uma decisão que, por mais que eu não queria Eu tinha que fazer.- suspirei e abaixei o meu olhar para as minhas mãos que estavam suando e segurando minhas lágrimas para não começar a chorar, algo que foi inevitavel- Eu... eu havia arrumado minhas mala e juntei um dinheiro para comprar uma passagem de volta para o Brasil, agora só faltava conversar com o YoonGi. Eu fui até o dormitório dele e... - foi inevitável não chorar, lembrei daquela noite e senti as lágrimas escorrerem por meu rosto.

- Calma amiga- disse me abraçando- se você não quiser contar, tudo bem. Eu irei entender.

- Eu... preciso desabafar.

- Então respira e se acalme.

- Quando eu cheguei lá, eu o vi me.... traindo.

- Ele te traiu? - afirmei com a cabeça.

- Eu estava muito abalada, não conseguia raciocinar. Eu até pensei em voltar para o Brasil mas, eu não poderia simplesmente fugir igual uma trouxa. Eu pensei: Eu vou ficar e mostrar para ele que eu não preciso dele para ser feliz e vou seguir em frente. Eu saí de lá sem rumo, fiquei andando por aí, até que passei em frente ao prédio da JYP e vi um cartaz falando sobre Trainers. Larguei a medicina, e fiz uma audição para entrar na empresa. Não tinha porque eu ser médica, minhas notas eram péssimas. Fiquei por dois anos sendo Traineer. Participei do Sixteen e hoje estou aqui com vocês.

- Ele nunca te procurou?

- Ele me ligava todos os dias, eu mudei de número mas ele descobriu. Eu debutei e a gente se via nos bastidores de programas e premiações .

- Então tá explicado a sua mudança de humor toda vez que via ele.

- Mas.... Eu acabei de descobrir que tudo isso foi uma armação para me separa dele.

- O QUE?

- Quando ele entrou para a Big Hit, havia uma menina que sempre dava em cima dele, mas eu ja havia colocado ela no seu devido lugar.

- O que você fez com Ela?

- A gente brigou e bem... Ela era seca, não tinha corpo.

- Nossa...

- Ela armou pra eu pensar que o YoonGi havia realmente me traído.

- É ele não te traiu.

- Pelo que aparenta... não.

- Então você precisa conversar melhor com ele.

- Sim.

Um silêncio se estabeleceu entre nós duas, coisa que nunca acontece pois sempre temos assuntos para falar.

- Então... Como vai ser a parceria?

- Eu ainda não aceitei.

- Como não?

- Ainda irei pensar.

- Ata.

- Você vai contar para as meninas?

- Sim, mas não agora.

- Tudo bem então. Eu vou ir treinar um pouco, então você descansa Tabom?

- Tabom.

- Não é para você é chorando, senão eu vou chorar também.

- Tabom- dei um sorriso soprado.

Ela saiu e eu fiquei deitada na cama pensando em tudo o que está acontecendo. A Yeuna vai me pagar por tudo o que ela me fez senao eu nao me chamo S/N.


Continua..


Notas Finais


😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...