História Amor Entre Psicopatas (Min Yoongi) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga
Visualizações 67
Palavras 2.969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ficarei um tempo sem postar, Espero que estendam meninas 😓❤

Capítulo 13 - Ela É Uma Psicopata


Fanfic / Fanfiction Amor Entre Psicopatas (Min Yoongi) - Capítulo 13 - Ela É Uma Psicopata

       Quebra De Tempo
                  
                       Yoongi Off
                          S/N On


Acordo  ainda com sono, Mas me levanto mesmo assim, Vejo que é quase meio dia já, Me levanto vou até o guarda roupa e pego uma muda de roupa (Foto Da Capa), Visto a mesma e vou para o banheiro, Faço minhas higienes matinais e saio do meu quarto, Desço as escadas e tudo está o maior silêncio - Estranho.... Será que não estão em casa? - Digo indo em direção da cozinha, Entro no local e vejo Yang

S/N - Boom Diia Yang - Digo meigo

Yang Mi - Bom Dia S/N - Diz com um sorriso lindo no rosto

S/N - Como está? - Digo me sentando no balcão

Yang Mi - Bem e você? - Diz simplista

S/N - Bem também só com um pouco de sono, Mas em fim... Essa casa ta muito quieta onde estão os meninos?

Yang Mi - Sairam para comprar ulguma coisa não sei bem o que, Quer almoçar ou tomar café? - Diz me olhando

S/N - Ata.... - Digo sem animo - Almoçar, Mas pfv almoça comigo, Por favorzinho? - Digo fazendo bico

Yang Mi - Irei pedir pra cozinheira arrumar a sala de jantar e..  - A cortei

S/N - Não a necessidade Yang, Comerei aqui no balcão mesmo e espero que você me faça companhia, Eu sempre faço minhas refeições sozinha - Digo baixo e olhando pro balcão

Yang Mi - Suspira pesado - Ta bom S/N, Mas é só dessa vez okay? - Diz se sentando também no balcão
 
Depois de um tempo a cozinheira chega com os nosso pratos e porra como aquela comida estava boa senhor, Depois de comer Yang sai para algum lugar e eu vou explorar a casa, Tento entra nos quartos mas estão todos fechados - Ai que saco - Digo brava e andando até a escada, Desço a mesma e procuro a sala com uma televisão e acho e que televisão - Como eles são exagerados- Digo me sentando no sofá e pegando o controle começo a assistir um dorama qualquer e acabo pegando no sono

               
   Quebra De Tempo 15:30 Da Tarde

Estava em um sono maravilhoso que até estava babando, Acordo ouvindo vozes em cima de mim, Abro meus olhos e vejo Jimin, Jungkook E Hoseok estão a minha volta - Aaaaaaah que porra é essa? - Digo gritando e me levantando

Jimin - Estávamos vendo você dormi - Diz sorrindo fofo

Hoseok - É... Você é fofa dormindo sabia? - Diz sorrindo

Jungkook - Sono estava tão bom que chega tava babando

S/N - Ai vocês são muito estranhos Deus me livre não tem o que fazerem não, Deixa a minha baba Jeon que saco - Digo sem paciência e limpando a baba da minha boca e passando a mão no cabelo e predendo o mesmo em um coque despojado, Tae fico me olhando estranho

S/N - O que foi Tae? - Digo o olhando

Tae - Nada não pequena, Com licença - Sorri quadrado e sai da sala

S/N - Okay então.... - Digo o olhando sair- O que deu nele? -Pergunto olhando para os meninos

Eles não falam nada e abaixam a cabeça

Yoongi - Por que essas caras de velório? Ainda não ouve nenhuma morte - Diz frio

S/N - O que aconteceu enquanto estavam fora? Pro tae fica tão estanho, O que você fez?- Digo séria olhando para ele

Yoongi - Não é da sua conta o que fizemos e eu não fiz nada para ninguém garota, Não é culpa minha se ele ta estranho - Diz sentando na poltrona

S/N - Tanto faz seu imbecíl, Eu mesma irei pergunta a ele - Digo brava me levantando

Yoongi - Garota você é maluca, Me chamando de imbecíl na minha própria casa - Diz me olhando com aquele olhar que faz meu corpo inteiro se arrepiar

S/N - Eu sou maluca sim e você ainda não viu nada - Saio sem deixar ele fala mais nada e subo as escadas e saio batendo nas portas chamando pelo tae

S/N - Tae... Tae.... Cadê você?.... Me responde... Taehyung abre essa porta porra - Digo sem paciência já e gritando pelo corredor ja que não sabia qual era seu quarto, Escuto uma porta se abrir e corro até ela e ele esta parado escorado na mesma

Tae - O que foi S/N? Algum problema? - Diz sem saco

S/N - Eu que te pergunto garoto, Você ta ai todo estranho - Digo brava

Tae - Eu estou normal S/N e não chama de garoto - Diz frio

S/N - Ai desculpa Oppa - Digo debochada, Dá licenca que eu quero passar - Digo o empurrando e entrando no seu quarto

S/N - Uaau Tae seu quarto é lindo - Digo boba

Tae - Sério que você gostou? - Diz entortando a cabeça para o lado

S/N - Sério, Esses livros  sao todos seus? - Digo tirando os tênis e subindo na cama ele apenas assenti a cabeça

S/N - Nossa você tem bom gosto, Esses livros são bons, Ja li a grande maioria - Digo passando os dedos pelos livros e ele apenas me olha - Não tem medo deles caírem na sua cabeça não?

Tae- Não tenho não - Diz rindo

S/N - Sento na cama de perna de indio e bato a mão na mesma - Vem quero conversar - Digo o chamando com a outra mão

Ele fecha a porta e se senta ao meu lado

Tae - O que foi garota? Diz sério

S/N -O que está havendo e não vem me falar que não é nada por que sei que é, Você ta diferente - Digo baixo e olhando para minhas mãos

Tae  suspira pesado, Abre e fecha a boca várias vezes mas não fala nada, Pego em suas mãos e ele me olha surpreso e dou um sorriso sem mostrar os dentes para ele, Els suspira de novo e finalmente fala

Tae- Depois de amanhã como vai ser você vai embora nunca mais vamos nós vê? Nos somos mafiosos e você é filha de uma agente do FBI, Você sabe que somos pessoas ruins, Nós nunca mais vamos ter contato certo? - Diz baixo - Gosto muito de você, Com você aqui a em casa tudo fica mais animado nós normalmente só trabalhamos mas você faz tudo fica mais alegre aqui, Mesmo sendo loca - Diz rindo

S/N - Ei eu não sou loca, Vocês que me deixam assim - Digo dando um tapa de leve nele - E Tae eu de verdade não sei como vai ser daqui para frente, Não quero que nós afastemos mas também não quero por vocês em perigo... A única coisa que eu sei é que eu nunca vou esquecer nenhum de vocês, Vocês mesmo sendo mals... São especiais para mim e eu vou me esquecer desse sentimento, Espero que você faça o mesmo... Tenho certeza que um dia nos encontraremos novamente

Tae - Como eu posso esquecer de você garota? Você provoca o Yoongi e ainda não morreu - Diz rindo - Pelo menos para mim você ja faz parte da nossa familia S/N, Esse sentimento por minha parte também é verdadeira e eu prometo sempre lembra de você - Diz sorrindo quadrado

S/N - Promete de mindinho? - Digo levantando o mindinho para ele

Tae - Prometo - Diz entrelaçado o seu dedo no meu e sorrindo

O puxo para mim e abraço com toda a minha forma, Ele acaba caindo na cama e eu fico por cima dele, Nossa nunca tinha reparado de como ele é lindo... Fico o olhando que nem tonta e suas maos grandes descem das minhas costas para minha cintura e ele aperta forte aquele local, Eu acabo arfando com o aperto, Vou chegando bem de vagar mais perto do seu rosto e o mesmo lubrifica a boca e PORRAAA QUE COISA MAIS SEXY, SENHOOOOR... Estava já sentindo sua respiração bater contra minha boca e suas mãos fazendo carinho em minha cintura, No momento que íamos nos beijar batem na porta

Jimin - Da para vocês sairem desse quarto, Taehyung se você estiver fazendo algo com ela eu te quebro - Diz bravo batendo na porta

Tae - Eu ia fazer mais você me atrapalhou, Idiota - Diz sussurrando mas eu consigo ouvir

Saio de cima do mesmo toda sem graça e vou destrancar a porta, Pego os meus tênis e calço eles, Nem dei atenção  para o que o Jimin fala eu apenas ficava me perguntando o que teria acontecido se Jimin não tivesse chegado, Eu ia mesmo beijar ele, Bem vontade é o que não falta né...  Saio dos meus pensamentos com uma mão em meu ombro olho e é o Jungkook

Jungkook - Chegou a hora S/N - Diz aflito - Jimin para de grita pelo amor de buda, Eles não iam fazer nada conheço minha amiga então para de escandalo Park - Diz confiante

Olho para Tae e o mesmo da uma risada de canto e me olha subrificando os labios e Jesus por que ele fez isso, Me deu uma vontade de manda Jungkook e Jimin irem se foder tirar os dois dali e joga o Taehyung nessa cama e telo para mim, Mas tive que ser forte

S/N - Vamos parar com essa conversa por favor, Vamos logo Jeon - Digo corada e puxando o mesmo para fora do quarto

Jungkook - Você ta bem S/N? - Diz parando e me olhando

S/N -Sim... Por que não estaria, Vamos longo meu - Digo tentando disfarçar

Jungkook - Okay então, Vamos - Diz pegando em minha mão e me levando até a cozinha que era onde tinha a entrada para o porão da casa

Desço a escada e está quase tudo escuro, Quase não da para vê os degraus, Descemos toda a escada e Yoongi estava sentado de frente para um homem com um saco de pano na cabeça, Yoongi me olha e sorri sinico, O lugar dava medo, Era escuro, Cheio de correntes, Mesas sujas de sangue seco, Tinha marcas de tiro na parede, Era um lugar sombrio, Gelado, Sem vida,  O melhor lugar para eu fazer o que eu tanto quero com Takeo

Yoongi - Fique a vontade, Quero vê do que é capaz, Tudo que esta nessa mesa você pode usar - Diz frio e debochado

Não desvio meu olhar do homem na cadeira sabia que era o Takeo, Jungkook solta a minha mão e me da um beijo na bochecha, Continuo a fita aquele homem na cadeira, Jungkook se afasta de mim e vai para o lugar da onde vinha o som da voz do Yoongi

Takeo - Com quem está falando, Me mata logo desgraçado, Você ja tem sua carga - Diz bravo e se batendo na cadeira

Vou até ele em passos pequenos e fico em sua frente o fitando por alguns segundos e depois tiro o saco de sua cabeça com brutalidade

S/N - Olha só quem está aqui.... Pelo jeito os papéis trocaram não? - Digo rindo malvada

Takeo - Sua vagabunda o que faz aqui?, Estão trabalhando com a filha de uma agente que caça vocês.... São patéticos mesmo - Diz rindo

Dou um soco em sua boca com toda força que eu tenho

S/N - Sua conversa é comigo e não com eles, Mas pode fica tranquilo irei cuida de você direitinho, Então é bom você não me ofender - Digo pegando em seu rosto com brutalidade e soltando da mesma maneira

Takeo - Você acha que me da medo garota idiota? - Diz rindo - Não tenho medo de ninguém - Diz sério

S/N - Ah não tem que bom saber, Poderei me diverti bastante antes de ouvir você me implorando pela sua morte - Digo andando para trás dele e apertando seus ombros

S/N - Vamos começar? - Digo andando para a mesa e olhando tudo o que tinha nela - Uauu ques brinquedos legais

Takeo - Para de graça vagabunda - Diz bravo

S/N - Vagabunda, Puta, Vadia.... Continua... Olha só o que temos aqui - Pego um canivete

S/N - Sabe esse machucado no meu rosto, Foi seu campanga que fez em felizmente ele ja está morto então irei descontar em você o que iria fazer com ele

Pego o canivete e chego perto dele e faça um corte fundo em seu rosto, Ele me olha com ódio, Pego o canivete e enfio com toda força em sua coxa

Takeo - Aaah - Grita com dor - Sua vadia

S/N -Ah eu sou uma vadia né? - Digo enfiando mais o canivete em sua coxa e ele passa por completo - Opss, Coloquei força demais - Digo rindo

Vou até a mesa

S/N - Olha isso... Não sei o nome desse Treco mas sei que é  para corta dedos, Huuuum ele é legal - Digo maléfica

Vou até ele e coloco no seu dedo indicador

S/N - Corto ou não?

Takeo - Vai se ferrar

S/N - corto - Digo rindo e cortando seu dedo e o mesmo da outra mão também

Takeo - Aaaaah - grita de dor

S/N - Isso é musica para meus ouvidos

Começo a socar ele sem parar e ele não para de gritar de dor, Soco sua cara, Suas costelas, Em sua barriga... Ele estava em um estado deplorável, Seu rosto ja não tinha mais forma, Tinha perdido alguns dentes de sua boca, Ele ja estava quase morto, Eu estava cheia de sangue em minhas mãos e rosto

S/N - Queria brincar mais só que você ja quer morrer

Takeo - Então me mata logo - Fala com dificuldade

S/N - Como não ouvi? Repete - Digo chegando perto dele com uma pistola em mãos

Takeo - Me mata logo - Diz gritando com dificuldade

S/N - Era isso o que eu queria ouvir - Digo e logo em seguida apertado o gatilho, Acertando em cheio em sua testa
 
S/N - Acabei - Digo rindo e virando para Yoongi e Jungkook - Era isso que você queria vê chefinho? - Digo chegando perto deles

Jungkook estava surpreso e cabisbaixo, E Yoongi não demonstrava nenhum sentimento

Yoongi - Era isso que eu queria vê, Você é mesmo uma psicopata - Diz batendo palmas

Jungkook - Vamos S/N isso acabou, Você teve sua vingança precisa de um banho - Diz se levantando                                                                                                    S/N - Vamos, estou cansada 


Jungkook apenas me olha e subimos em silêncio, Subimos os degrais e chegamos a cozinha, E todos os meninos estavam lá, Eles me olham e engole em seco, Pois estava toda suja de sangue, Passo sem ao menos olhar eles, E vou direto para o meu quarto

Jungkook - Tome um banho, Deixarei uma camiseta e uma calça de moleton que caiba em você em cima da sua cama - Apenas assenti e entrei no meu quarto, Pego uma toalha e vou para o box, Me despi e ligue o chuveiro no quente, Começo a me esfregar e vejo o sangue escorrer pelo ralo e me sinto feliz com isso, Mas minha felicidade acaba quando lembro da primeira vez que limpei sangue das minhas mãos

Todo mundo diz que psicopatas nem sempre são psicopatas, Eles precisam de um gatilho para virar um não importa qual seja seu trauma, Sendo ele emocional, Físico, negligência, violência, Separação dos pais, Abuso sexual.... Bem sofri dois traumas o primeiro foi quando perdi meu pai, Com a perda dele eu comecei a sentir odio do homem que tirou meu pai de mim, Queria o mata para sua família sentir tudo o que eu estava sentindo, Mas nunca o encontrei... O segundo trauma foi quando estava voltando da escola e fui puxada para um beco e um homem tentou me abusar, Eu gritei, Gritei muito mas nada adiantou, Só que eu era faixa preta em taijutsu consigui o acerta um chute em cheio no seu rosto, Subo em cima dele e o soco tanto, Tanto... Só saio de cima dele quando alguém me tira, Fiz o boletim de ocorrência e ele foi preso depois que saio do coma de um mês e meio, Tenho certeza que ele nunca mais faria nada disso com nenhuma outra menina, Ele morreu na cadeia, Estrupador não tem chances alguma de sair vivo de lá, Se um homem não tivesse me tirado de cima dele com certeza teria o matado... Acho que sempre tive esse lado ruim dentro de mim mas nunca tinha percebido mas isso ficou claro hoje - Eu sou mesmo um monstro, Um ser frio e perverso, Eu sou uma psicopata - Digo entre soluços e Jungkook bate na porta, Acho que estou aqui tempo demais

Jungkook - S/N saia dai, Venha cá - Diz baixo

S/N - Ja vou - Digo lavando meu rosto

Desligo o chuveiro, e me enrolo na toalha saio do banheiro, Vejo Jungkook sentado em minha cama ele logo me olha não fala nada e vem ao meu incontro e me abraça forte

Jungkook - Tudo vai fica bem, Minha princesa - Diz fazendo carinho em meu rosto

S/N - Eu sou mesmo um monstro Jungkook - Digo quase chorando

Jungkook - Todos nós somos monstros minha princesa, Vem colocar a roupa se não vai fica resfriada - Diz saindo dos meus braços

Pego uma lingerie e a roupa e vou para o banheiro a visto e vejo que Jungkook ainda está lá

S/N - Pode dormi comigo hoje? - Digo cabisbaixa

Jungkook - É claro minha princesa - Diz sorrindo - Vem cá - Diz batendo na cama com a mão, Vou até a cama e deito na mesma, Jungkook logo me puxa para deitar em seu peito e fica fazendo carinho em meus cabelos, Demorô um pouco e caio no sono profundo

Notas Finais


Será que esse é mesmo o lado verdadeiro de S/N?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...