1. Spirit Fanfics >
  2. Amor entre vilões >
  3. Capitulo 2

História Amor entre vilões - Capítulo 2


Escrita por: luizafofys

Notas do Autor


"Eu não vou me apaixonar por ele" aham lillith acredito

Capítulo 2 - Capitulo 2


 

Acordo com o meu despertado tocando marcando 6:00 da manhã, oba mais um dia de aula, levanto e vou pra banheiro tomar banho e fazer minha necessidades básicas, coloco o meu uniforme pego a minha varinha e vou tomar café. Quando chego no salão principal vou direto pra onde o draco e o matheow estão 

Lillithi-"bom dia gente qual é a primeira aula de vocês?" Falei porque não queria fazer a primeira aula sozinha

Matheow-"poções" falo revirando os olhos ele nunca gostou muito mais eu nunca entendi o porquê 

Draco-" defesa contra artes das trevas" falou um tentando lembrar se era isso mesmo 

Lilithi-" otimo a minha e poções também, que bom que não vou ficar sozinha" falei olhando pro riddle que olhou de volta e grudamos nossos olhares mais fomos interrompidos pelo dumbledore

Dumbledore-" que se inicie mais um ano de muitos estudos e amizades, mais antes de vocês irem para as suas respectivas aulas tenho um anuncio a dizer" ele deu uma pausa dramática e voltou a falar

Dumbledore-" fiquem longe da floresta negra, não será permitido mais entrar lá nem de dia nem de noite, o aluno que for encontrado perto será devidamente punido com risco de expulsão " assim que ele falou isso eu e riddle nos olhamos, não e possível, será que eles descobriram que Lord valdemort esta vivo? Isso é um grande risco

Dumbledore-" era apenas isso, um bom dia a todos e boas aulas" assim que ele finalizou o discurso dele o matheow sussurrou no meu ouvido 

Matheow-" na câmara secreta depois da 3°aula "eu assenti sabia oque ele queria, tínhamos que comunicar ao valdemort que dumbledore pode estar desconfiado que ele esta vivo. 

Assim que tocou o sino informando que esta na hora da primeira aula eu e riddle fomos para a aula da poções, assim que a gente entrou o professor snape começou o seu discurso 

Snape-" bom dia, espero que vocês tenham estudado durante as férias pois esse ano vamos começar com algo novo" assim que terminou de falar ele veio andando até mim 

Snape-" senhorita Black gostaria de dizer que cheiro você sente nesta poção" olhei pra ele afirmei com a cabeça e disse

Lillith-"tem cheiro de?? Menta... café e..... uvas?" Pensei um pouco e aí eu lembrei essa e a poção amortencia a poção do amor, ela tem o cheiro das coisas que mais te atraem ou seja a pessoa que tem esse cheiro normalmente e seu grande amor 

Snape-" muito bem muito bem... deixe-me ver... senhor riddle?"

Matheow-" pois não?"

Snape-" poderia nos dizer que cheiro você sente"

Matheow-" sim... e claro.... bem, baunilha.... hmmmm morango e.... livros?" Ele disse a última parte parecendo abismado será que ele conhece já uma pessoa que cheira a isso? E porque eu tô tão incomodada?

Snape-"muito bem  turma vocês já sabe que poção e essa?" A hermione levantou a mão mais como sempre foi ignorada

Snape-"senhorita  black?"

Lillitih-" amortencia a poção do amor"

Snape-" muito bem 20 pontos para a sonserina"

O resto das aulas foram tranquilas, depois da de poção teve aula de transfiguração e defesa conta antes das trevas, depois da última aula o matheow passou por mim e acenou para a câmara secreta, eu assenti e fingir parar no corredor para ler um livro mais eu só tava marcando uns mim para ninguém desconfiar depois de um minuto fui andando para a câmara passei pelo banheiro murta que geme e fui direto para os espelho falei as palavras magicas e os espelhos rapidamente viraram uma escadaria na qual assim que eu passei elas se fechou novamente, le embaixo o matheow me esperava 

Matheow-" vamos logo fazer isso se não podem sentir nossa falta" eu assenti pegando na mão dele e me concentrando pra fazer o feitiço da mente sitamos as palavras do feitiço e fomos mandamos para a dimensão mental da cobra de Lord valdemort

Cobra-" oque desejam senhora Black e senhor riddle" ela falou 

Matheow-" preciso que avise a o meu pai que talvez o dumbledore saiba que ele tá na floresta negra"

Cobra-" como?" Perguntou curiosa 

Lillith-" não sabemos mais ele falou hoje para ninguém chegar perto da floresta, achamos que ele está desconfiado e não quer arriscar nenhum aluno" a cobra a assentiu e quando ela ia responder eu começo e me sentir fraca e caio de joelho no chão

Matheow-" lillith, você tá bem? Oque aconteceu" ele pergunta preocupado? Estranho mais ok

Lillith-" não comi muito bem no café da manhã e não almocei porque tive que vir pra cá então eu tô fraca mais tô bem, só temos que se ser rápido" o matheow assentiu e olhou para a cobra 

Cobra-" não tem problema o recado será passado obrigado pela informação, adeus Black , riddle" ela deu uma breve saudação e aí nossa conexão  mental caiu, assim que saímos da conexão mental meu nariz começou a sangrar 

Matheow-" além de estar franca esta muito tempo sem fazer esse feitiço né?" Assenti levemente, e derrepente ele me pega no colo pega as nossas coisa e sobe as escadas 

Lillith-" não precisa riddle e serio" falei pra ele apesar de estar gostando de estar nos braços dele 

Matheow-" foda-se ninguém liga eu viu fazer e pronto" tão delicado ele  ne, revirei os olhos e ri e pude jurar de vi um pequeno sorriso sair dos lábios dele mais eu resolvi não olhar muito para não ser pega olhando pros lábios dele, quando terminamos de subir as escadas passamos pelo banheiro e formos para o ginásio lá ele me sentou em um banco e me deu um pacote de uvas verdes 

Matheow-" come, você precisa mais doque eu" eu assenti porque eu realmente tava muito fraca, quando eu terminei de comer ele olhou pra mim  e falou 

Matheow-" eu vou sair primeiro ta?" Assenti levemente e fiquei olhando ele sair, assim que ele saiu ouvi uma voz 

Murta-" e a primeira vez que alguém vai naquele banheiro e eu não escuto pelo menos um gemido" quase infértei mais quando eu olhei pro lado era o fantasma da murta 

Lillith-" que eca eu não... eu nunca faria... tipo.... ele é meu amigo"

Murta-"sai dessa enquanto da tempo, eu também me apaixonei por um riddle e olha como eu tô agora" fiquei olhando abismada para ela mais resolvi ignorar oque ela disse e sair.

O resto do dia foi tranquilo foi só aulas chatas o riddle me irritando e só mais oque a murta falou ficou na minha mente" eu também me apaixonei em um riddle e olha como eu tô agora" será?? Não eu não posso estar paixonada nele, ele e filho do Tom riddle e eu sou só eu, em meio a esses pensamento adormeci na minha cama quentinha afinal amanhã tinha aula, denovo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...