História Amor Escolar - Capítulo 5


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Casal, Fofo, Gabenzo, Hentai, Licas, Pesado, Pigor, Romance, Samtian, Vicholas
Visualizações 40
Palavras 692
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Pode pá.
Daqui a dois dias novo cap.
Boa leitura <3

~ SBL

Capítulo 5 - Capítulo 4 - Bia e Sam


POV's Beatriz

Sento-me ao lado de Igor e assim que coloco a bunda naquele assento vejo Mateus piscar para mim, coro com sua atitide e saio dali indo em sua direção. É hoje.

Mateus é um garoto do segundo ano que sou apaixonada desde sempre, ele já me notou mas leva fama de pegador.

— Oi. — Digo sorrindo ao chegar nele.

— Oi, não sabia que estava aqui. — Mateus responde.

— A Lisa é minha melhor amiga, acha mesmo que não estaria em seu aniversário de dezesseis anos? — Faço uma pausa para respirar. — E aposto que veio aqui para pegar geral, nem deve ter comprado presente. — Mateus me olha sem entender e me arrependo pelas palavras.

— Eu comprei presente para ela sim. — Ele está começando a se irritar. Merda.

— E você vai comprar no meu? — Por que Bia? Argh estraguei com o clima!

— O quê? — Ele fica confuso. — Olha Bia, vamos ao que interessa. — Ele chega mais perto.

Mateus me encara com seus olhos castanhos e se aproxima de meu pescoço o cheirando e logo começa a beija-lo. Ele sobe até monha boca e me beija, retribuo e ele pede passagem para língua, deixo. Ficamos nos pegando por uns minutos até Mateus encerrar a sessão de beijos.

— Eu tenho que ir ao banheiro, mas já volto. — Ele pisca e me derreto ali mesmo.

— Ok gato. — Argh, eu não sei usar as palavras mesmo.

Mateus demora demais no banheiro e me preocupo, ele está bem? Deixo ele para lá e vejo Igor e Pietra conversando envergonhados. Logo noto que Mateus realmente não vai voltar e suspiro, ele é um idiota.

Caminho até a mesa onde encontra-se Pietra e Igor, vou até eles putassa mas um homem me puxa e não me deixa continuar meu caminho.

— Gata, estava te procurando. — Mateus começa a beijar meu pescoço deixando cupões, quase me rendo, mas me lembro de sua atitude idiota e dou-lhe um tapa na cara. — Ai gata. — Mateus passa a mão no rosto. — Doeu.

— Que bom, por que era esse meu objetivo. — Olho-o feio e saio, logo sinto meus olhos marejarem e tudo fica um borrão, vou correndo ao banheiro e me tranco ali.

POV's Samantha

Levanto-me daquela mesa pelo simples tédio que ali há. Vou até o bar e sento-me em uma cadeira. Vejo que ao meu lado Christian está sentado em uma cadeira, gosto dele mesmo eu dando o cu para todo mundo. Ele é do terceiro ano e é maravilhoso.

— Oi. — Ele fala para mim e olha para a bebida que o barman acabara de me entregar. — Você não é menor de idade para beber?

— E-Eu peguei para uma amiga. — Gaguejo.

— Relaxa, eu não conto para ninguém. — Ele ri e sorri, retribuo o sorriso doce dele. — Com quem você está? — Aponto com a cabeça para a mesa onde agora só está Pietra e Igor.— De vela? — Ele ri.

— É, mais ou menos isso.

— Relaxa, eu também estou. — Ele aponta para duas pessoas ao seu lado que se beijam freneticamente. Rio da situação.

Logo eu e Christian começamos conversar sobre coisas normais de estudante. Ele encara minha boca e encaro a sua, nos olhamos rapidamente e vejo que ele não vai fazer, então, foda-se, eu faço. Em um movimento rápido, pego seu queixo e o beijo, peço passagem para a língua e ele permite. Logo nos levantamos e vamos cada vez mais para um canto da festa, sem parar de nos beijarmos. Chris começa a beijar meu pescoço, dando para eu finalmente respirar. Ele para e me encara, ambos ofegantes. Ficamos nos encarando por um tempo com sorrisos nos rostos.

— Sabe Sam, eu sempre gostei de você, muito, mas você pega todo mundo que passa, então achei que não tivesse chances contigo.

Arregalo os olhos surpresa. Ele gosta de mim. Ele gosta de mim. Argh eu vou ter um ataque.

— Eu também, sinceramente, eu... — Eu não tenho coragem, não consigo assumir que sou apaixonada por ele. — Eu sou apaixonada por você. — Pelo visto eu consigo.

Ele sorri e me puxa pelo queixo, e assim continuamos a nos beijar.


Notas Finais


Obrigada por ler <3.
Comenta e deixa o coraçãozinho pá nois.

~ SBL


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...