História Amor Imaginário(JEON JUNGKOOK) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 8
Palavras 1.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii^^ voltei com mais um EP pra vcs..

Boa leitura 🍒

Capítulo 6 - Capítulo VI


Capítulo VI

Mary

Eu acordei assustada no meio da madrugada e lembrei do que havia acontecido mais cedo. Uma lágrima escorreu no meu rosto e por um instante me senti aliviada pelo jungkook ter aparecido ali.

Senti um aperto em minha cintura, e já sabia o que era. Ou quem era. Jungkook, ele estava dormindo comigo, na mesma cama e me abraçando. Alguém me belisca por que eu só posso estar sonhando. Me virei devagar pra não acorda- lo e fiquei olhando seu rosto perfeito. Seu perfume era tão bom, eu poderia passar o resto da vida ali com ele. Eu nem me lembro quando me apaixonei por ele. Enquanto eu via todos se afastando dele na época da escola eu só queria ficar mais próxima, mais meu medo da rejeição era maior. Eu deveria estar com Raiva dele por ter me deixado na festa sozinha, mas eu não consigo. Afinal de contas, ele salvou minha vida né. Foquei em seus lábios finos e pensei o quanto devem ser doces esses lábios. Por impulso me aproximei do seu rosto e beijei seus lábios com cuidado. Eram macios e doces como imaginei, eu realmente estava sonhando. Quando dei empulso para voltar pra trás fui surpreendida por jungkook. Ele com delicadeza colocou a mão na minha nuca e voltou a me beijar, mas agora com intensidade. Foi um beijo romântico. Me assustei no início mas cedi, ele pediu passagem é eu dei. O beijo foi ficando mais quente e necessidado. Com rapidez ele virou e ficou sobre meu corpo. Senti meu corpo tremer pelo seu ato e paramos o beijo por falta de fôlego. Eu puxei o ar como se fosse morrer a qualquer momento. Eu estava tão confusa naquele momento. Será que ele gosta de mim?

Em nenhum momento algum de nós quebrou a troca de olhares. Eu travei totalmente, não tinha reação. Então ele saiu de cima do meu corpo e se pronunciou.

- M-me Desculpa Mary...e..eu não deveria ter feito isso. Respondeu nervoso.

- Tá tudo bem jungkook, eu também quis...- respondi sem jeito.

- Me Desculpa mesmo assim.

- E melhor eu voltar para o meu apartamento.

- NÃO, n-ão. Você não pode ir, fica ok? amanhã não temos aula é sábado e você pode dormir até mais tarde, descansa tá bom. Falou abrindo o guarda roupas e pegando uma coberta. T

Eu o olhei confusa mas resolvi ficar no seu apartamento, ele tinha razão.

- tudo bem. Falei sorrindo

Ele estava quase saindo pela porta.

- Onde você vai ? Perguntei olhado confusa para ele.

- Vou dormir no sofá. Falou apagando a luz e saindo.

- Não jungkook, durma aqui a cama e sua, eu vou para o sofá. Eu estava levantando da cama e o mesmo me deixou falando sozinha.

- Boa Noite para você também Mary. Saiu fechando a porta atrás de si.

- Mas...boa noite. Falei me ajeitando na cama e sorrindo boba me lembrando do que acabou de acontecer. O sono logo apareceu e adormeci.

Jungkook

Me deitei no sofá e soltei o ar que estava prendendo a bastante tempo. Senti que meu coração ia pular para fora, estou me sentindo aquecido por dentro. Como se a Mary tivesse ligado um botão dentro de mim, eu havia desligado esse botão a tanto tempo que nem sabia que ele ainda existia. Ele se chama felicidade. Algo que eu não sinto a muito tempo.

Mas tem algo que eu não consigo entender. Por que eu a beijei ? Eu realmente não sei. Eu amo Suzie, eu acho.

Mas nunca foi real, e nunca vai ser...

Fiquei um tempo pensando sobre os acontecimentos e dormi.

[...]

Quando eu acordei pela manhã, Mary ainda estava dormindo. Fui preparar o café da manhã, hoje eu estava me sentindo diferente, algo havia acordado em mim é eu não queria que aquilo acabasse.

Estava preparando o café quando sou surpreendido pela voz da Suzie.

- Porque fez aquilo? - Suzie perguntou atrás de mim.

- Aquilo o que ? Respondi sem me virar para a mesma.

- Por que a beijou ? Falou e senti amargura em suas palavras.

- Não era o que você queria? que eu ficasse com uma pessoa de verdade. falei me virando para ela.

- Você disse que me amava Jeon. Ela falou e vi uma lágrima rolar pelo seu rosto.

- olha Suzie...- antes que eu terminasse de dizer fui interrompido pela mesma.

Ela me beijou e eu a cedi por impulso. Então percebi que não era mais a mesma coisa.

- Você sentiu alguma coisa quando eu te beijei ? O mesmo que você sentiu quando beijou ela ? - ela perguntou olhando fundo em meus olhos.

Eu abaixei a cabeça, não sabia como dizer isso a ela.

- Me responde jungkook. Ela falou gritando.

- Não, eu não senti Suzie. Respondi baixo.

- Eu sabia, você nunca me amou- Falou virando de costas.

- Suzie você que queria

Isso acontecesse. Falei confuso das minhas palavras.

- Eu nunca quis que você se apaixonasse por ela, você é meu Jeon. Meu, entendeu. Eu só queria confirmar se você me amava mesmo é quando eu tive certeza ela apareceu- Falou se virando pra mim e enxugando as lágrimas.

- Suzie eu estou feliz, não vê.

- Você só vai ser feliz comigo Jeon, ela não vai querer nada com você quando ela descobrir o que você fez com sua mãe. Ditou firma e me olhando em meus olhos.

- Suzie eu já te pedi para não falar da minha mãe. Falei aumentando o tom de voz.

- Se você não ficar comigo, não vai ficar com ela também. Eu não vou deixar isso acontecer me ouviu.- falou em um tom ameaçador.

Quando eu ia responder Suzie ele sumiu e me deixou na cozinha sozinho. Ou nem tanto. Eu ainda não sei como ela está conseguindo aparecer sem eu a chamar ou pensar nela.

- Com quem você tava falando jungkook ? - Mary falou parada na porta e me olhando confusa.

- Longa história Mary. Respondi oferecendo uma xícara de café para a mesma.

Ela pegou e xícara e olhou para o relógio de parede que havia ali.

- O dia está só começando, eu tenho muito tempo ainda. Falou e sorriu.

Me sentei na mesa e contei tudo, desde o início para ela. Falei da dificuldade de fazer amizades e contei da Suzie. Ela ficou em silêncio ouvindo com atenção tudo que eu falava.

- É sua mãe ? Eu ouvir você falando dela. Ela perguntou tomando um gole do café.

- Acho melhor mudarmos de assunto. Falei olhando o chão. Não me sentia confortável para falar sobre isso ainda.

[...]

Depois que terminamos de tomar o café decidimos sair um pouco. Mary sugeriu que fossemos para o parque, tinha um lago lá e minhas fotos mais bonitas foram tiradas lá.

Estendemos um pano no chão e ficamos conversando e comendo besteiras por um bom tempo. Resolvi tirar a câmera da mochila e fotografar os casais que andavam ao redor do lago. Fui virando a câmera devagar até parar no rosto de Mary.

- Posso ? Perguntei ajustado o foco em seu rosto.

- Pode, só não vai se acostumando. Falou e sorriu. Seu sorriso me atingia de uma maneira única, era como se ele me trouxesse conforto.

Tirei algumas fotos e ficaram incríveis, ela era belíssima. Mostrei as fotos pra ela, é ela gostou bastante.

Ficamos conversando o resto da tarde resolvemos pegar as bicicletas que ficavam ali no parque e andarmos um pouco. demos várias voltas ao redor do lago.

Eu nunca tinha me divertir tanto, era muito bom estar ao lado da Mary.


Notas Finais


Uuu até o próximo..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...