História Amor Impossível - Fanfic Yuta (NCT 127) - Capítulo 67


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Girls' Generation, Neo Culture Technology (NCT), Red Velvet, Super Junior
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Chenle, Cho Kyuhyun, D.O, Doyoung, Haechan, Hyoyeon, Irene, Jaehyun, Jaemin, Jeno, Jisung, Johnny, Joy, Kai, Kim Ryeowook, Lay, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Mark, Personagens Originais, RenJun, Sehun, Seulgi, Sooyoung, Suho, Sunny, Taeil, Taeyeon, Taeyong, Ten, Tiffany, Wendy, Winwin, Xiumin, Yeri, Yoona, Yuta
Tags Amor Impossivel, Bbxyuta, Imagine Kpop, Imagine Nct, Kpop, Nakamoto Yuta, Nct, Nct 127, Nct Dream, Nct U, Yuta, Yuta Nakamoto, Yuta Nct
Visualizações 150
Palavras 1.598
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Foto do Bund em Xangai a noite!

Não deixem de ler as notas finais.

Espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 67 - Porque?


Fanfic / Fanfiction Amor Impossível - Fanfic Yuta (NCT 127) - Capítulo 67 - Porque?

...quando o nosso pneu furou!

`` S/n On ``

E nós estávamos no meio do nada, mas é uma grande sorte que nós temos. Ficamos lá no meio da estrada, seis carros e todos estão parados no acostamento. Eu comecei a ficar entediada, o motorista ligou para alguém nos ajudar e iria demorar no mínimo duas horas para chegarem com um pneu novo, PORQUE ISSO ACONTECE CONOSCO?

Entrei no carro e comecei a mexer no celular, afim de quê as horas passassem mais rápido, mas parecia que elas queriam passar ainda mais devagar, faltava mais três dias para ir embora da China, e logo quando iríamos para a casa dos pais do Chenle, isso acontece.


~ Duas Horas Depois ~


Após essas duas horas, que para mim parecia um século, o nosso socorro havia chegado, um moço trocou o pneu e já estávamos para partir, agora entramos em uma ordem diferente, dessa vez eu fui com os membros do Dream: Jisung, Jeno e Chenle, eu estava com meu celular quase descarregando, ainda bem que eu tenho uns dois carregadores portáteis, isso ajuda muito a minha vida, como eu não sou boba, deixei meu celular carregando e peguei uns livros que eu havia trago para ler.

Como sempre, fizemos uma parada em um posto de gasolina para abastecer, e aproveitamos para ir no banheiro, tinha uma lojinha de conveniência perto do posto, compramos alguns lanches e sucos para tomar no meio do caminho, entramos no carro e voltamos para a estrada.

Os meninos do NCT Dream começaram a cantar umas musicas deles, como We Young e Chewing Gum, eles sempre dão um jeito de nos animar mesmo quando parece impossível, hoje já era sexta, chegaremos no sábado de manhã, nossa, daqui a pouco faz cem dias que eu e o Yuta estamos namorando, diferente do Brasil, que os casais comemoram cada mês que estão juntos, é comum na Ásia eles comemorarem os cem dias ao lado do outro.

Por falar em cem dias, eu não sei o que dar para o Yuta, eu quero que seja algo especial, original, mas eu estou sem idéias para isso. Comecei a ficar meio preocupada, porque além de cem dias de namoro, o aniversário dele está chegando, e novamente eu não sei o que dar para ele.

Eu vou pedir ajuda para as meninas assim que eu chegar na Coréia, que no caso vai ser segunda, ainda bem que não iremos para a escola, mas no dia seguinte não tem desculpas, teremos que ir de um jeito ou de outro.


~Quebra de Tempo, Sábado de Manhã~


Chegamos na casa dos pais do Chenle, dessa vez o motorista parou em frente a casa dele, pelo menos não andaremos por dez minutos com várias malas do lado, igual aconteceu na casa do Renjun. Bem, o Chenle bateu e a mãe dele atendeu.

A mãe do Chenle é bem parecida com ele, o pai dele, pelo contrário, não se parece nem um pouquinho. Entramos e olhamos a casa por dentro, o Chenle fez um pequeno tour, o que me deixou levemente preocupada por um simples motivo: A CASA DELE NÃO TEM QUARTO DE HÓSPEDES.

Antes de ir para a casa dele, perguntamos: CHENLE, TEM QUARTOS SUFICIENTES PARA TODOS EM SUA CASA, CERTO? - ele apenas concordou. Mas ele é um mentiroso barato, a casa dele só tem dois quartos, um dos pais deles, e o dele, e a questão que fica é:

Onde vamos dormir?

O Chenle pediu para que dormissemos no quarto dele, mas aí já era demais, dezesseis pessoas dormindo em um quarto, minha claustrofobia iria atacar com certeza. Quando eu durmo com o Yuta, quando ele me abraça muito forte, eu já fico desesperada, imagina presa com mais quinze pessoas? Eu já estava morta.

Mas mesmo assim para não nos fazer de desfeitos, concordamos em dormir no mesmo quarto, mas pode ter certeza que ninguém iria dormir cedo, porque se juntar todos nós, é bagunça na certa. A Maria e a Vitória me ligaram para saber como os namorados delas estavam.

***

MR: Oi S/a!

V: Como vai? 

S/n: Eu vou bem, e vocês?

MR: Com saudades.

S/n: De mim, ou de seus namorados?

V: Errrrr....Meio que os dois.

S/n: UHUM, ATA, FINGE QUE EU ACREDITO QUE VOCÊS ESTÃO COM SAUDADES DE MIM - gritei.

V: Para de graça S/n!

S/n: DEIXA EU FAZER DRAMA! - sim, drama é meu sobrenome - E caso vocês queiram saber, os namorados de vocês estão vivos e respirando.

V e MR: Podemos falar com eles?

S/n: Tá, tá, espera aí.

***

Passei o telefone para o WinWin e para o Jaehyun, que quase acabaram com os meus créditos, porque ficaram duas horas com o meu celular, DUAS HORAS! Obriguei eles a colocarem para mim, e eles vão por, mas para falar a verdade, a conversa foi muita melação, confesso que eu e o Yuta fazemos isso às vezes, mas eu não imaginei que fosse tão irritante, e quem se importa? 

Enfim, após duas horas sem meu celular, os dois me devolveram, já era nove da manhã, tomamos um café da manhã, e ficamos conversando com os pais do Chenle, a mãe dele era bem fofa e mimava demais o Chenle, já o pai dele era rígido e um pouco ríspido, mas nada que chegasse a incomodar, mas isso não deixaca de deixá-lo se demonstrar frio, temos que amolecer esse coração de gelo.

Muitas vezes o Chenle falava bem animado algo para o pai dele, e ele o respondia bem frio, o que fazia o sorriso do Chenle sumir de seu rosto, me deu muita vontade de colocar ele em um potinho, eu admito que mimo bastante o Jisung e o Chenle, apesar dos dois, serem mais velhos que eu, e eles sempre me tratam como um bebê, o que sempre deixa o Yuta enciumado.

Mesmo o pai do Chenle ser assim, eu não queria ver o Chenle triste, ainda bem que vamos para a Torre Pérola Oriental, mas é um passeio que deixaremos para de tarde, porque é uma das torres mais altas do mundo, com quatorze andares, além de uma bela vista lá de cima, mas o que vamos visitar agora que terminamos o nosso café é o Bund, uma rodovia bem futurista de Xangai, o problema é a poluição, mas vamos de máscara para prevenir.

Xangai é uma das maiores cidades da China, com vinte e quatro milhões de pessoas, além de vários locais maravilhosos para se visitar, minha melhor amiga nas viagens não deixaria de ir comigo, pena que nós não vamos visitar à noite, pesquisei mais sobre o Bund e a vista e bem mais favorável a noite, principalmente por ela ser bem iluminada, com a escuridão da noite deve ser maravilhoso ver! Mas já temos uma programação para mais tarde.

Assim que saímos, já estava quente, além de a poluição não ajudar hoje, como Xangai é uma cidade mais movimentada da China, acaba que ela é a mais poluída, se não fosse a poluição, o país seria uns dos melhores para se visitar, mas nada vai me impedir de aproveirar.

Assim que chegamos ao Bund, vimos que é lindo! Mesmo estando de dia, não deixava de ser lindo, o Yuta ficou de boca aberta, igual ao Renjun, já que era a primeira vez em Xangai, ou Shangai como muitos preferem.

[...]

Começamos a andar um pouco, para explorar mais, e sim, é bastante poluído, muitos, ou quase todos os Chineses que eu vi por lá estavam andando de máscara, vimos várias coisas legais lá, como uma torre bem parecida com o Big Ben de Londres, muitos prédios futuristas, mas ainda sim tinha alguns detalhes da China mais antiga, a mistura do moderno com o antigo deixou tudo bem mais bonito

~ Horas Depois...

Após andarmos metade de Xangai, já estava na hora de nosso segundo passeio, a Torre Pérola Oriental, que como eu disse é uma das maiores torres do mundo, não é para menos, estamos na CHINA MEU POVO!

Chenle como um ótimo guia, começou a andar com a gente até a torre, só que fazia uns dez minutos que estávamos andando e parecia que estávamos andando em círculos, só que o Chenle é muito orgulhoso, odeia admitir que errou ou algo do tipo, por mais que a gente sabia que estávamos perdidos, ele ia nos dizer que estava tudo bem e que estamos no caminho certo.

***

JS: CHENLE ADMITE LOGO QUE ESTAMOS PERDIDOS E DEIXA O WINWIN COMANDAR ISSO AQUI, PLEASE! 

CL: Mas que por... - Taeyong o interrompeu.

TY: OLHA BEM O QUE VOCÊ VAI DIZER ZONG CHENLE!

CL: Mas que porcaria Jisung! Já falei que nós não estamos perdidos!

JS: CHENLE EU JÁ LI AQUELA PLACA UMAS CINCO VEZES! PARA DE SER ORGULHOSO E FALA LOGO MERDA! - Jisung já estava estressado.

CL: TÁ BOM SEU IDIOTA! ESTAMOS PERDIDOS, FELIZ? - cruzou os braços.

JS: DONG SI CHEEEEEEEEEEEEENG! - berrou.

WW: MAS O QUE FOI JISUNG? - falou após o susto que levou.

JS: Nos leva logo à essa torre!

WW: CALMA CRIANÇA, JÁ VAMOS CHEGAR.

***

Quando o Jisung fica bravo, saí de baixo, porque o Jisung é super gente boa, ele é bem difícil de se irritar ou magoar, ainda bem que eu não tive essa experiência, mas o Ten e o Mark já ouviram bastante do Jisung, porque chega uma hora que ele se cansa e explode.

Chegamos na Torre, que dava uma vista encantadora de Xangai, peguei minha câmera e comecei a tirar algumas fotos, o que poucos sabem é que eu me formei em fotografia, fiz um curso profissional antes de vir para a Coréia, então, podemos dizer que as minhas fotos saiam bem maravitops.

Maaas, a vida é minha melhor amiga - quando quer - e sabe que eu encontrei? Para ser exata, sabe quem foi as quatro pesssoas que eu encontrei? Foi...


Continua...


Notas Finais


Oi amores <3


Postei! Haaaaaaaaaaa

Comentem o que achou!

Beijos no Kokoro
— @bbxyuta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...