História Amor Impossivel - Imagine JungKook - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Jungkook
Visualizações 30
Palavras 1.870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Or nah?


Fanfic / Fanfiction Amor Impossivel - Imagine JungKook - Capítulo 3 - Or nah?

 - Oi, gente! Eu vim assim que vocês me ligaram - Carolina fala entrando no quarto - Jungkook você tem uma bela casa...hein - Assim que oiço a voz da Carol, salto em cima dela em um abraço.
- Carol, você não sabe a falta que você me fez - Digo a abraçando apertado e todo mundo me olha de uma maneira estranha incluindo ela - Esse doido, me sequestrou! - Digo soltando a Carolina e Jungkook me interrompeu.
- Primeiro, eu te encontrei deitada no parque, inconsciente, segundo você preferia neste preciso momento acordar violada?Então agradeça a Deus que eu existo...Agora arruma suas tralhinhas e da o xispa da minha casa - Jungkook diz entrando no banheiro...A primeira coisa que eu vou fazer quando comprar meu carro, é atropelar esse ser humano, prefiro dormir na cadeia, do que aguentar essa sacanagem...
- Filho da mãe... - Falo susurrando e os garotos riem.
- Falou alguma coisa, Andrea? - Jungkook grita do banheiro, alguém me dê um revólver pra matar esse ser humano porque poxa.
- Então foi bom? - Jin perguntou sentando na beira da cama e eu o olho confusa - A noite com o Jungkook...
- Eu dormi então não sei... - Falo abrindo um saco de guloseimas que tinha na mala da Carolina.
- I eat steaky... - Minha nossa senhora da desgraça mas quem tá falando isso? Olho para o meu lado e Taehyung sorri.
- Estou aprendendo a falar inglês...Minha Omma falou que eu falo muito bem... - Taehyung fala e eu solto uma gargalhada alta. - É sério, Me loved pastay - Solto uma gargalhada maior.
- Taehyung, fala coreano sempre, por favor, fica só com o Coreano...Paz Irmão - Digo caindo de costas na cama do Jungkook.
- Parem de rir de mim! - Taehyung atira uma almofada em Carolina e eles começam uma guerra.
- Elas não estão rindo de você, elas estão pedindo para você falar Coreano por causa do seu inglês quebrado, simplesmente elas tão com vergonha de você - Suga fala e Taehyung faz biquinho, aii tadinho gente, fodasse o Jungkook.
Estavamos todos soltando gargalhadas,quando Jungkook abre a porta do banheiro, com uma toalha enrolada da cintura pra baixo e os cabelos molhados. Tentei não focar mas tá dificil, ele tem um abs, bem definidinho.
- Tão rindo do quê? - Ele pergunta para os garotos e eu fico paralisada - Você, tira sua bunda dos meus lençois. - Ele diz apontando pra mim.Porque é que ele é tão sexy jinsus. Fdp, para de me tratar assim, parece que cada vez que ele me trata mal eu fico mais como eu ei de dizer, diguemos paralisada.
- Aii, não tiro mesmo e ainda esfrego - Começo a me esfregar nos lençois do Jungkook gargalhando e ele apenas fica me encarando e eu paro de sorrir aos poucos.
- Ihh, melhor a gente dar o fora, que isso tá ficando maior de dezoito - Hoseok diz puxando os outros e a Carolina como é vaca foi junto.
- B-bom, e-eu posso tomar banho e trocar de roupa agora? - Pergunto receosa e Jungkook continua a me encarar com aquele olhar sexy e apenas morde o lábio e sorri.
- Não sei o que te impede... - Ele fala indo até seu closet e retirando uma cueca de lá - Vai ficar aí me encarando? - Ele pergunta na porta do closet.
- N-n-não é que você fica diferente quando você está...comigo - Falo dizendo a última parte baixo mas deu para ouvir.
- O que você quer dizer? - Ele pergunta um pouco confuso ou pelo menos era o que parecia...Eu me levanto da cama e pego nas roupas que a Carolina me trouce.
- Você é fofo com os outros, é carinhoso, gentil, mas comigo você age friamente com arrogância, com um olhar intenso... - Falo olhando para o meu lado esquerdo e sinto ele se aproximar de mim.
- Quando você fala com olhar intenso você fala assim... - Ele diz pegando na minha cintura e o coração desliza de vez pelo cu.Tava sentindo um liquido deslizar pelo meu cu, é isso que eles chamam molhada?...Ah não é só meu xixi.Pera aí, eu mijei na boxer do Jungkook, tô fudida...Ficamos nos encarando por alguns segundos e depois ele soltou uma risada - Não vai tomar banho? - Ele perguntou e eu só entro no banheiro e fecho a porta.
Sabe aquele momento que você percebe que você está na casa de um Idol internacional, dormiu na cama dele, vestiu as roupas dele, criou amizade com os amigos dele vulgo BTS e ele quase te beijou e agora você está tomando banho no super banheiro deleeeeee, ganhei na loteria vadiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaassssssssssssssssssssssssss.
Tinha terminado de retirar a Camisa do Jungkook e a cueca dele. Depois entrei no chuveiro e deixei a água cair pelo meu corpo frio, lavei os meus cabelos com um shampoo que encontrei ali, cheirava bem, então esse era o cheiro do cabelo do Jungkook...termino meu banho e saio da box. Me enrolo na toalha e enxugo meu corpo.Depois visto a minha calcinha e o vestido preto colado ao corpo que Carolina me trouxe e calço uma sandália gladiadora.
Saio do banheiro e Jungkook não está mais lá, desço as escadas e oiço gargalhadas mas quando eu chego no final da escada todo mundo para de rir.
- Terminei... - Digo me aproximando deles mas todo mundo estava calado - Oi?
- Miga, que é isso que você tem no pé? - Jin pergunta apontando para as minhas sandálias.
- São, sandálias gladiadoras, comprei no Brasil - Digo orgulhosa e eles coçam os cabelos. 
- Isso deve ser díficil para tirar, neh? - Jimin pergunta e eu assinto.
- Ihhh perdeu Jungkook - Yoongi diz zoando Jungkook por alguma razão que eu não sei, já tou frustada.A conversa antiga deles continua e eu me sento no sofá, esperando a Carolina terminar de falar com eles. O celular do Jungkook tocou do nada e ele disse que ia no banheiro. Passado alguns minutos, me lembrei que deixei a boxer e a Camisa com xixi na mala,lá no quarto do Jungkook.
- Já volto... - Levanto do sofá e subo as escadas da casa do Jungkook, entro no quarto e oiço uma conversa meio estranha vindo do banheiro.
- "Hae Ra, já chega, por favor, você sabe que eu te amo...Claro não tem nenhuma estrangeira que vença a minha coreaninha do corpo perfeito..." - Excuse me, Jungkook você está me comparando com uma desalgada, aii não, eu não vou deixar isso barato, ainda por cima é comprometido e me agarrou, agora é que você me paga fdp.
Abro a porta do banheiro e Jungkook ainda estava falando no celular, ele fica surpreso ao me ver entrar no banheiro.Eu tranco a porta do banheiro e Jungkook me olha confuso e eu começo a gemer.
- Ahhn, Jungkook, vem para cama, vem - Digo dando um beijo ao pé de onde está o celular e ele me olha chocado, tentando me calar - Ahnn Kookie, me faz sua, faz - Posso dizer que ler muita fanfic, me ajudou a fazer isso, mas depois dessa 4 semanas na igreja, vai me fazer muito bem.
"Hae Ra, eu já te ligo tem uma louca na minha casa!" - Jungkook desliga a chamada e me empurra na parede, okay, agora eu admito estou sem reação.
- Não pediu para eu te fazer minha?Agora aguenta - Ele fala e a luz foi no minuto seguinte, só tinha uma janela pequena iluminando o banheiro - Parece que o destino está do nosso lado.
- J-jungkook - Digo antes dele ficar bem perto da minha boca, a respiração dele na minha boca, tava acendendo um fogo em mim, só pensei nas fanfics que a Carolina lia e agora EU sou a (s/n). Ele começou a roçar seus lábios nos meus e talvez eu me arrependa mas fodasse. 
- Fuck - Digo antes de puxá-lo para um beijo, envolvi os meus braços em seu pescoço enquanto ele passeava as mãos pelo meu corpo e colocava as minhas coxas uma de cada lado da cintura dele, ele pediu passagem com a língua e as nossas línguas começaram uma espécie de dança, que estava me deixando mais excitada, acho que agora eu estou realmente molhada. A mão do Jungkook passeava pelas minhas costas e desceu até minha bunda, me fazendo soltar um gemido, durante o beijo. A boca dele desceu até meu pescoço, onde beijou, mordeu e chupou, me fazendo soltar imensos gemidos...
- Jungkook? - A voz de Jin se fez presente e Jungkook praguejou algo que eu não entendi.Ele me soltou e ia sair do banheiro mas eu agarrei seu braço.
- Começou, agora acaba... - Digo roçando meus lábios nos seus.
- O Jin... - O interrompo.
- Fodasse o Jin... - Digo antes de o beijar com mais audácia e fogo, ele retira sua camisola e a abre meu vestido de seguida.
- JUNGKOOK E ANDREA OU VOCÊS APARECEM AQUI AGORA OU O MEU CHINELO VAI CANTAR NA BUNDA DOS DOIS! - Jin grita e nós praguejamos juntos e Jungkook coloca sua camisola de volta e fecha meu vestido.
- Sai você primeiro...- Jungkook diz e eu fico confusa - Você é boa de mentiras... - Ele diz e eu assinto.
Eu destranco a porta e abro, Jin estava com a lanterna do celular ligada e as cortinas do quarto do Jungkook estavam abertas
- Onde está Jungkook? - Jin pergunta desconfiado.
- Aquele estrúpicio, não sei, eu também tava procurando por ele mas ele não apareceu... - Digo nervosa e corada sentando na cama ao lado de Jin.
- O que é que você estava fazendo? - Jin me olha desconfiadíssimo, fudeu.
- Eu?Eu estava...estava cagando - Falo e Jin sorri.
- Esse côco foi dificil para saír ou para entrar, do geito que seu lábio está... - Jin fala com a mão na cintura. - Além de que seu pescoço tá bem branquinho, hein - Ele fala e eu engulo a seco, fodida estou.
Jin se levanta e bate palmas - Oh, Jungkook saia logo daí, criança, antes que eu pegue numa tesouro e corte o seu pirulito. 
- Antes de mais nada, ela pediu... - Jungkook diz saindo do banheiro, filho da mãe.
- Para de mentir, idiota, ele me agarrou no banheiro, enquanto eu inocentemente procurava minha bolsa quer dizer da Carolina.
- Essa não é a sua bolsa? - Jin pergunta e eu assinto - Estava aqui mesmo no meio da cama.
­- Você, hein, Jungkook, não toma geito?! - Jin o repreende agora ele parecia estar falando assério - Quando é que você vai entender que ela não quer sexo,ela quer você, o seu amor e eu vejo claramente que pra você, ela é só mais uma de suas aventuras sexuais, mas pelo menos ,essa, deixe fora de seus joguinhos, eu compreendo o que tá se passando na sua mente mas pelo amor de Deus volta a ser o meu garotinho doce, aquele sim, era meu Kookie, não esse marmanjo arrogante... - Jin termina e me puxa pelo braço, what?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...