História Amor Impossivel - Imagine JungKook - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Jungkook
Visualizações 26
Palavras 2.293
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - All 2 u


Fanfic / Fanfiction Amor Impossivel - Imagine JungKook - Capítulo 4 - All 2 u

Eu já estava em meu dormitório e não parava de pensar nas palavras de Jin, quer dizer que eu só sou um brinquedo sexual para o Jungkook, suspiro e volto a me virar na cama, eu não conseguia simplesmente dormir e amanhã eu tenho aulas.Me levanto de minha cama e abro a porta do dormitório com cuidado para não acordar Carolina, desço as escadas e vou pela porta detrás do prédio, havia um jardim gigante lá.Me sento em um banco e inspiro fundo. Não é como se eu estivesse me apaixonando por Jungkook, não, mas eu gostava dele de um geito diferente, sabe aquela coisa de sentir atração pelo que é errado, é isso o que eu sinto por esse canalha.
- Oi? - oiço uma voz masculina e me assusto - Calma não é preciso se assustar, quer um chá - Ele pergunta e eu assinto, ele se senta a meu lado de seguida.
A gente bebia os chás tranquilos observando a lua, eu gostaria que JungKook fosse assim pelo menos uma vez na vida, o barulho do chá descendo pelas nossas gargantas era o único ruído.
- Algum problema? - Assinto tomando mais um gole de chá - Garoto ou Garota?
- Garoto... - Digo suspirando.
- Quer me contar?... - Ele pergunta e eu nego com a cabeça - Minha mãe costumava dizer que partilhar os nossos problemas com desconhecidos é melhor... - Ele diz tomando mais um gole.
- Você promete que você não conta a ninguém? - Me viro ficando frente a frente com ele e ele assente - Bom, você sabe aquela visita de estudo dos calouros na Big Hit? - Perguntei e ele assentiu - Eu estava péssima e decidi trocar de roupa mas um homem entrou no banheiro e deduziu que eu o estava o seduzindo, aí ele me beijou, aí o Jungkook entrou no banheiro e demitiu ele e me tratou super mal, desde aquele dia que ele implica comigo e ontem eu desmaiei ao pé da casa dele e eu acordei na casa dele e a gente quase transou hoje - Falo e ele estava sorrindo fraco para mim - Mas Jin me disse que ele só me quer para ter sexo. - Suspiro triste e ele suspira. - Tem algo para me falar?
- Bom, você sabe que namorar com um idol é algo que não é fácil, eles são ocupados, não têm quase liberdade alguma e ás vezes isso meio que é estressante e você só quer se fechar dentro de uma bolha em que você só deixa entrar quem você conhece como se não estivesse abrindo espaço para novos sentimentos, talvez ele sinta algo por você mas ele não quer sentir isso, então ele te trata assim e sobre você ser um objeto sexual, ter sexo com você é uma forma de dizer que ele não sente nada por você, chamando aquilo apenas de tensão sexual entre ele e uma mulher bonita mas não é assim é como se fosse uma mistura de sentimentos - Ele diz tomando um gole do chá e eu suspiro.
- Obrigada...- Digo bebendo meu chá - E você qual é o seu problema?
- Eu tenho uma namorada que eu amo mas eu me sinto atraído por outra... - Ele diz e solto uma risada nasal.
- Você sabe a resposta do seu problema, você é que não quer aceitar, com a gostosona tudo é intensificado, as emoções são fortes, o coração palpita, o sexo é loucura,são viagens de jato, saltos de paraquedas, drogas, bebidas,loucura, liberdade os olhares são intensos e o futuro indefinido, mas com sua namorada, é abraços e selinhos, são conversas sobre o futuro de 1h e 30, são manhãs de chuva abraçados debaixo dos lençois, são responsabilidades, são planos sobre uma futura vida, são carinhos, é felicidade, é amor, é admiração... - Falo terminando de beber meu chá e ele me olha.
-  Como assim? - Ele pergunta semi desesperado.
- Você sabe a resposta... - Digo me levantando e saindo do jardim, pra falar a verdade nem eu mesma sei o que falei, só falei o que li nas fanfics Camren, mas eu pedi conselho não uma explicação do Jungkook...

Já tinha terminado minhas aulas e estava no centro comercial, passeando mesmo porque dinheiro está a zero, estava passeando por uma loja quando recebo uma ligação de um numero desconhecido.
- Tou?
- Andrea, criança, se prepara, o CEO vai te ligar você vai ser nossa staff por 3 meses com direito a salário...........................mínimo.
- Quê?
- Calaboca e prepara uma roupa bem chique para vir falar com o CEO da Big Hit.
- Como assim, Jin, eu tou lascada, eu não tenho nenhuma roup...

Filho da mãe desligou a chamada e agora cacete!Uma ideia passa pela minha mente, sinto que eu vou ser presa hoje...mas...isso é mais importante que qual leizinha do país. Pego um vestido preto social com folhos no final e vou para o provador, o plano é botar o vestido e fugir pelo teto do provador, sim, eu sei, eu assisti muito filme mas vai dar certo. Retiro minha roupa e coloco o vestido, ficava tão bem no meu corpicho, ora de colocar o plano em ação. Preparei o gabide para partir o teto "falso" e recebo uma ligação.
- Tou?
- Andrea (s/n) Smith? 
- Sim, sou eu mesma...
- Eu sou Hae Ra...A secretária do CEO da Big Hit- A saliva engasgou só de ouvir aquele nome.
- Muito prazer.
- Bom querida, a pedido do meu chefe, peço que você compareça aqui daqui a 30 minutos para o debate de algumas palavras, obrigada, tenha uma boa tarde. - Não querida vamos debater comida...
- Igualmente....
Ah sai daqui, estúpidaaaaaa!
Parto o teto com cuidado e me agarro no vidro do espelho para escalar, fico pendurada mais consigo pular,depois gatinho até encontrar uma luz, tinha um monte de aranhas ali, tentei não olhar para elas, cheguei no armazém da loja, desci com cuidado e saí pela janela do armazém. 
- Boa, eu devia era ser contratada pelo FBI, caralho! - Comemoro mas sou interrompida pelo barulho de 2 seguranças vindo a correr na minha direção.
- É ela!Ela está ali - Com aquilo corro o mais rápido que consigo, eles estavam quase me alcançando mas tinha trânsito, chupem, filhos da puta, eles me perderam de vista, entro em um beco escuro e corro corro corro.
- E aí gostosa, aonde é que cê vai? - Era só que me faltava mais um marmanjo, ouvi o barulho dos seguranças correndo e não pensei duas vezes e beijei a boca daquele marmanjo, aii desgraça que nojo...Os seguranças passaram e não me viram. - Oxi,não só linda como beija bem - Ele diz agarrando na minha cintura e eu dou um tapa no rosto dele. - Que é isso?
- Minha mão... - Digo me soltando.
- Aonde cê pensa que vai?! - Ele diz me agarrando, aii me larga, desgraça, procuro meu spray pimenta e me lembro que deixei minhas roupas no provador...não penso duas vezes e dou um pontapé nas bolas do homem saindo a correr dali mais rápido que o flash.
Corro e vou para mais um beco, salto o caixote de lixo e um muro e vou dar a um jardim, depois corro, corro, corro e vou parar em um parque, consigo avistar a Big Hit de longe, chegou a ora de executar mais outro plano.
Observei a roupa de todo mundo presente naquele parque e a loira de farmácia plástificada me agradou, chegou a hora do plano.
- Desculpa posso falar com você? - Pergunto fingindo um choro falso e ela se levanta.
- Claro está tudo bem? - Ela pergunta preocupada.
- Vamos para aquele canto ali, por favor, não quero que ninguém me veja desabando - Falo fungando.
Chegamos em muro escondido bem longe do pessoal que tava no parque.
- Loirinha eu não vou falar muito, me passa seus saltos, seu perfume e sua maquiagem. - Digo fazendo voz de assaltante.
- Quê? - Ela pergunta confusa.
- Agora! - Digo prendendo os braços dela atrás.
- Aii você está me machucando... - Ela grita tentando se soltar, aperto com mais força e ela diz - Pronto, eu dou - Não largo a mão dela, nem por um segundo, ela retira os sapatos de seus pés e com os meus pés eu passo os saltos para o meu lado,  eu ajudo ela a abrir a mala e ela retira o perfume, e eu passo muito mas muito perfume em todo meu corpo. Ela retira uma necessaire com minha ajuda pois seus braços estavam presos e atira no chão, e eu passo para o meu lado com os pés.
Retiro os meus saltos e digo - Pode ficar com esses... - Eram da feira mas ninguém precisa saber. Calço os saltos e pego na necessaire e a abraço - Obrigada Moça, você não tem,nem noção do que está fazendo por mim...- Ela me olha confusa - Eu vou te devolver, eu juro! - digo antes de sair a correr dali, corro, corro, corro, corro, corro e chego na BIG BIG BIG HIT.Vou para o banheiro dos empregados e faço uma maquiagem leve, agora sim, Andrea.
- Bom dia, eu sou Andrea Smith e tenho uma reunião com o CEO da BigHit -digo sorrindo e a moça sorri.
- Hum, pegue o elevador e o piso é o número 4, sala número 20 - Ela sorri e eu assinto.Pego o elevador e uma música começa a passar em minha cabeça, fecho meus olhos e começo a cantar.
"Let me Cater to you, cause baby this your day, do anything for my man, baby you blow me away"
Sorrio e o elevador para e eu vou para a sala indicada, bato a porta e oiço um "Entre"
- Bom dia,Senhorita Andrea,sente-se - Ele diz com um grande cavalheirismo.
- Como sabe, você participou do concurso e ficou em segundo lugar - Assinto e sorrio - Mas por desistência por parte da Miss Amy Park, considere o lugar de Staff dos BTS todo seu.
- Só preciso que assine este contrato - Ele diz me entregando uma caneta e eu leio o contrato atentamente, não sou nem doida de assinar contrato sem ler.
Já havia terminado minha reunião com o CEO da Big Hit e agora estava procurando em algures Jin,afinal o filho da mãe me fez assaltar uma loja, vai ter que me ver ou eu não me chamo Andrea, aliás se eu for presa pelos crimes que cometi hoje, a conta vai diretamente para a conta do Jin.Depois de andar as voltas entre o piso 3 e o 4, finalmente ouvi barulhos de garotos rindo,abri a porta de surpresa e eles estavam assistindo Pornô...
- Andrea? - Jimin gagueja e desliga a tv e eu os olho com uma cara de magoada, tudo teatro...
- Vocês estavam vendo pornô?Eu sinceramente pensei que vocês fossem diferentes - Falo ainda com minha atuação e eles ficam me encarando sem reação e eu solto uma gargalhada - Só tou brincando gente...Também quero assistir....Melhor bora fazer uma orgia - Falo animada me sentando ao lado de JungKook no sofá e os garotos me olham chocados.
- Você bebeu? - Jin pergunta preparando o chinelo e eu engoli a seco e neguei com a cabeça - Aliás como foi sua reunião? - Jin pergunta se sentando ao meu lado.
- Eu consegui! - Falo saltitando e gargalhando e Jin comemora comigo - Mas... - Falo e todo mundo me olha. - Tá vendo esse vestido aqui?
- Sim, é maravilhoso - Jin diz batendo palmas animadas.
- Eu meio que teve que fazer um assalto... - Falo quase sem voz e Jungkook foi o primeiro a responder.
- Você o quê?Andrea cê tá louca?! - Jungkook pergunta perplexo.
- Calma Kookie, calma, calma - Falo o empurrando para sentar e sento em seu colo... - O pior é que eu assaltei os sapatos de uma garota - Falo brincando com o moletom de Jungkook, a gente era assim, uma hora estavamos bem outra estavamos mal outra estavamos fogosos, sei lá, nós somos estranhos.
- Andrea, você está louca?! - Jungkook pergunta levantando bruscamente...
- Gente antes de mais nada queria só esclarecer algo...Jungkook você não está numa semi relação com a Hae Ra, então me explica porque é que a Andrea estava sentada no seu colo - J hope pergunta fazendo todo mundo racicionar, porra, porque sempre tem que ter alguém, que põe lenha na fogueira.
- Isso é o que menos importa, a galinha frita da Hae Ra, pode esperar, agora não se esqueçam que estamos acobertando uma assaltante... - Yoongi fala colocando as mãos atrás da nuca.
- Pera aí, gente, isso foi tudo culpa do Jin - Falo e Jin levanta com o chinelo - E-e-spera Jin me ouve primeiro, você disse que eu tinha que vir com uma roupa lindissima, magnifica, então não me restou mais nada....
- Era só você me ligar desgraçada... - Jin diz pousando o chinelo no chão.
- Ah e Hoseok, da galinha frita eu trato depois, porque agora esse garoto aqui, é todo meu... - Falo brincando com as bochechas do Jungkook e ele sorri, foi a primeira vez que ele sorriu pra mim, os meus olhos brilham e eu roubo um abraço dele.
- Não dou nem 2 anos para o Jungkook ser pai... - Jin fala suspirando - Tem aí, Kimchi, alguém quer?
Eu fico naquele abraço com o Jungkook e de repente ele começa a me fazer cocegas e a gente cai no chão, gargalhando e fazendo o resto dos garotos gargalhar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...