História Amor Impossível - LuWoo - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Jungwoo, Lucas
Tags Luwoo, Romance, Woocas
Visualizações 300
Palavras 1.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hahahahaha peguei vocês skskama.
Acharam mesmo que depois de tanto tempo sem postar eu não ia recompensar o tempo perdido???
Fiquem com o cap, bjusss

Capítulo 8 - NÃO ACREDITO!


Fanfic / Fanfiction Amor Impossível - LuWoo - Capítulo 8 - NÃO ACREDITO!

 Lucas off:

  jungwoo on:

Quando escutei Lucas dizendo que Sohyun é sua namorada, se fez um nó na minha garganta, a vontade de chorar era grande, mas me segurei para não chorar. Olho para o lado e percebo que Kun estava me olhando com um olhar de pena, só dei um pequeno sorriso, como se dissesse que está tudo bem.

Então é assim, eu sabia que ele não gostava de mim, sabia que meus sentimentos não seriam correspondidos, só fico triste pois depois da brincadeira dele eu achei que era possível ele corresponder meus sentimentos.

Quando me dou conta, Lucas e Sohyun já estavam sentados à mesa, e os integrantes estavam todos felizes, conversando como loucos, já que todos estavam gritando praticamente, pensei em uma desculpa para me retirar da sala de jantar.

Eu: Gente, eu estou com dor de cabeça, acho que já vou dormir - Digo me retirando, mas paro no meio do caminho e me viro à eles que ainda me olhavam - E parabéns ao casal - Sorrio e me retiro.

Jungwoo off:

Kun on:

Não acredito que o Lucas foi capaz de fazer isso, tá que ele não sabe dos sentimentos de Jungwoo, mas porra, precisava começar a namorar do nada. Estou com pena do Jungwoo, mesmo que ele tente disfarçar, eu percebi o quão triste o mesmo ficou, e sei que ele vai chorar.

Percebi que o casal já estava de melação, não sou obrigado a ver isso.

Eu: Gente, vou indo, vou ver se o Jungwoo está bem, bom jantar pra vocês, e boa sorte com o namoro de vocês - Sorrio falsamente, de um jeito que com certeza mostrava meu descontentamento com esse namoro.

Ando até o quarto de Jungwoo e bato na porta.

Eu: Jungwoo? Abre, sou eu, o Kun - Bato na porta novamente, escuto Jungwoo chorando, não vou deixar o Jungwoo chorar pelo Lucas, nem que a vaca tussa, continuo batendo na porta até que escuto a passos, Jungwoo abre a porta, ele está com o rosto vermelho, eu rapidamente entro e fecho a porta, trancando a mesma, Jungwoo me olha com seus olhos cheios de lágrimas, e o abraço forte, logo sentindo meu ombro ser molhado com suas lágrimas.

Eu: Jungwoo, não chore, por favor, ele não merece que você derrame uma lágrima sequer - Jungwoo se solta do abraço se jogando em sua cama.

Jungwoo: E-Eu não acredito nisso, eu a-amo tanto esse desgraçado, c-como vou dividir o quarto com ele? - Diz em meio aos soluços.

Kun: Não sei, eu vou pedir para trocarmos de dormitório novamente, mas não deixarei ele te magoar - Digo deitando a cabeça do mesmo em meu colo, faço carinho em seus cabelos. Depois de um tempo percebi que o mesmo havia dormido, arrumo o mesmo em sua cama e vou até a sala, vendo Lucas e a cobra, vulgo sua namorada, se beijando.

Eu: Mais respeito por favor, vocês não estão sozinhos nessa casa - digo de uma forma seca me sentando no sofá, eles param de se beijar - Você não acha que está tarde já, deveria levar sua namorada para o dormitório dela - Digo olhando para a televisão.

Lucas: Ela vai dormir aqui hoje - Diz ele se ajeitando no sofá - Vou pegar uma roupa pra nós no meu quarto, já volto - Diz Lucas saindo da sala me deixando sozinha com a cobra.

Eu: A quanto tempo você e Lucas estão juntos? - Digo me virando para a cobra.

Cobra: (sim, na visão do Kun, esse será o nome dela) Na verdade, ele me pediu em namoro hoje - ela sorri, que nojo.

Eu: Olha sem querer ser chato, mas já sendo, não gostei de seu namoro com o Lucas, não é nem implicância minha, mas não acho que você combinem - sorrio falso - Sei de alguém que seria muito melhor com o Lucas.

Cobra: Ah - ela olha pra mim com um olhar que realmente não sei descrever - Só digo uma coisa, querido, você irá ter que me aguentar, pois agora namoro Lucas, e não irei me separar dele tão cedo, e não é você que irá me separar dele - Diz sorrindo falso, mas é uma cobra mesmo.

Eu: Veremos - Digo olhando para a televisão.

Enquanto isso no quarto de Lucas e Jungwoo

Jungwoo on:

Escuto o barulho da porta e me levanto achando que seria Kun, mas percebo que na verdade é Lucas, ele me encara por 3 minutos percebendo que meus olhos estão inchados.

Lucas: Jungwoo, tá tudo bem? seu olhos estão... - diz se aproximando de mim.

Eu: Não, não está tudo bem, mas isso não é do seu interesse - Digo me afastando do mesmo.

Lucas: Jungwoo, o que aconteceu? Você não é de chorar por qualquer coisa, eu te conheço - Diz se aproximando.

Eu: NÃO! NÃO CONHECE, POIS SE CONHECESSE SABERIA O QUE ESTÁ ACONTECENDO - Digo empurrando o mesmo.

Lucas: O QUE FOI? TA ME EMPURRANDO POR QUE? HEIN? AGORA VOCÊ VAI ME CONTAR O QUE TA ACONTECENDO - Diz ele trancando a porta e voltando a ficar em minha frente.

Eu: QUER MESMO SABER O QUE TA ACONTECENDO, EU DIGO, TA ACONTECENDO QUE EU SOU UM IDIOTA, ESCUTOU? IDIOTA, PORQUE MESMO VOCÊ FAZENDO TANTAS MERDAS, EU.... Eu ainda consigo gostar de você - Vejo o mesmo ficar confuso - Isso mesmo que você escutou, eu te amo, seu idiota, eu sou gay, sou mesmo, e sou tão burro, tanta gente pra eu me apaixonar e eu me apaixono por você, mas quer saber, tá tudo bem, só fica bem longe de... - Sou interrompido ao ser puxado pra perto de Lucas, antes que eu possa falar algo ele me beija.

Ele me beija, segurando forte em minha cintura, e eu como idiota, só sinto lágrimas escorrendo pelo meu rosto, mas cansei de sofrer, o empurro e dou um tapa em seu rosto.

Eu: VOCÊ TA LOUCO? AGORA PRONTO, VAI LA, BEIJA TUA NAMORADA, COME LA LOGO E ME DEIXA EM PAZ, NUNCA MAIS CHEGA PERTO DE MIM, FINGE QUE EU NÃO EXISTO.

Jungwoo off:

Lucas on:

Quando escutei que ele me ama, meu coração acelerou, a única coisa que queria fazer era beijar seus lábios, e foi isso mesmo que eu fiz, seus lábios, eles são tão delicados, meu coração acelerou ainda mais ao sentir seus lábios nos meus, mas essa maravilhosa sensação acabou logo, pois Jungwoo fez questão de me empurrar e me dar um tapa na cara, poxa cara, depois disso eu não presto atenção em mais nada, só escuto ele pedindo para eu fingir que ele não existe, não digo mais nada, só abaixo a cabeça, destranco a porta e saio, indo para a sala, não sei porque, mas eu senti lágrimas, eu realmente estava chorando.

Chego na sala vendo Kun e Sohyun no sofá.

Eu: Vamos Sohyun, vou te levar pro seu dormitório - Digo puxando ela pelo braço.

Sohyun: M-Mas eu achei que iria dormir aqui - Disse fazendo uma cara, com uma tentativa de ser fofa.

Eu: Não ouviu, eu vou te levar pro seu dormitório - Disse puxando a mesma para fora do dormitório.

Lucas off:

Kun on:

Isso foi estranho, aconteceu algo no quarto, vou ver, cheguei no quarto e vi Jungwoo agachado no chão, chorando.

Eu:Jungwoo! O que aconteceu?? - Disse levantando o mesmo, olhando para seu rosto.

Jungwoo: O Lucas, ele me b-beijou - Diz me abraçando.

NÃO ACREDITO

CONTINUA...


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...