1. Spirit Fanfics >
  2. Amor (im)possível (Chris Evans, Cole Sprouse, Zabdiel, Sina) >
  3. Ciúmes de filho

História Amor (im)possível (Chris Evans, Cole Sprouse, Zabdiel, Sina) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura para todos!!!!
Espero que gostem.

Capítulo 7 - Ciúmes de filho


Fanfic / Fanfiction Amor (im)possível (Chris Evans, Cole Sprouse, Zabdiel, Sina) - Capítulo 7 - Ciúmes de filho

Zabdiel observava Chris e Cole conversando. Eles pareciam se conhecerem desde sempre. Chris sorria enquanto se falavam e ele sentiu um pouco de ciúmes. Nunca foram amigos daquele jeito, os assuntos entre eles eram apenas sobre questões familiares. Eles nunca haviam escutado uma música juntos e agora a fita de Cole não saia do toca fitas da caminhonete.

 _Seu pai parece ter arrumado um novo amigo. _Disse o encarregado entregando o equipamento de Zabdiel.

_Parece que sim. _Disse ele coçando a nuca.

Zabdiel aproximou dos dois e Chris esboçou um sorriso para o filho.

_Você vai para o guindaste e Cole ficará aqui comigo. _Disse Chris seguindo com o garoto para a área onde fariam o corte das árvores.

O encarregado percebeu o que estava acontecendo e achou melhor ir falar com o rapaz antes que algum acidente acontecesse no momento de carregar os caminhões com as toras cortadas. O homem subiu na máquina e suspirou vendo que Zabdiel estava mais contrariado do que ele havia imaginado.

_Podemos conversar garoto?

_Claro que sim!

Zabdiel tirou os olhos de proteção.

_Sabe que manusear essa máquina exige muita responsabilidade e cautela, não sabe?

_Claro que sei! Já fiz isso antes...

_Mas não de cabeça quente. Outra briga em casa?

_Não.

_Teu pai sempre treinou os novatos e você nunca ficou tão alterado como agora que ele treina Cole. O que foi?

_Está tudo bem!

Chris viu que o encarregado falava com o filho e foi ver o que estava acontecendo deixando Cole com os outros homens que derrubavam as árvores na área.

_Algum problema? _Perguntou ao aproximar da máquina.

_Nenhum pai. _Disse Zabdiel colocando os óculos.

_Eu só vim dar umas instruções a ele. _Disse o encarregado batendo a mão sobre o ombro do rapaz e descendo. _Muita atenção nesse monstro aí garoto!

_Pode deixar.

O encarregado colocou a mão sobre o ombro de Chris e o conduziu até o escritório improvisado. Os dois sentaram frente a frente e o homem serviu um café para Chris. Depois se acomodou na cadeira e suspirou.

_Não quero acidentes aqui e não posso controlar suas questões familiares, mas se Zabdiel não tiver bem para vir trabalhar eu prefiro que ele fique em casa. Seu casamento com Angelina não pode afetar seu trabalho e nem o do garoto. Acidentes dão prejuízos para a empresa.

Chris não soube o que dizer e nem tinha argumento, então apenas deixou o local voltando ao trabalho.

 

 _Estou pensando em fazer um almoço amanhã e convidar os vizinhos. _Disse Chris enquanto mastigava. _Agora que Zabdiel está namorando Sina poderemos fazer uma confraternização. Que acham?

_Boa ideia! _Disse Angelina abrindo um sorriso.

_Pode ser! _Zabdiel não parecia animado com a ideia de um almoço com a família de Sina. Não tinha nada contra Robert e Cole, mas preferia não ter que confraternizar com eles.

_Podemos fazer um churrasco antes que o inverno chegue, faz muito tempo que não usamos a churrasqueira. _Falou Angelina atenta à reação do marido.

Ela parecia animada em receber os vizinhos e por isso o filho não discordou, ele limitou-se a escutar e menear positivamente como se fosse uma ideia maravilhosa.

_Depois do trabalho irei com Cole... _Zabdiel ficou de pé seguindo para o banheiro e Chris deu continuidade ao assunto. _Vamos até o povoado e posso comprar algumas coisas para o almoço e algumas cervejas.

_Robert parece não gostar que Cole beba.

_Ele não precisa beber.

Zabdiel encarou seu próprio rosto no espelho.

_Foda-se ele e Cole!

O rapaz deixou o banheiro seguindo para o quintal. Sina estava próxima à porta dos fundos, como haviam combinado, e aproximou da cerca abraçando o namorado e o beijando.

Robert deixou a mesa e foi ver o que acontecia. Depois de pigarrear ele aproximou-se do casal.

_Estou pensando em levantar esta cerca e dar a ela uns dois metros. Que acham?

_Boa ideia! _Disse Sina encarando o pai. _Assim o vizinho não poderá ficar olhando a vizinha. _Sina sorriu quando o pai ergueu as sobrancelhas ponderando sobre o assunto.

Zabdiel a encarou.

_Não quer me ver sobre a cerca?

_Claro que quero seu bobo! _Sina voltou a beijar o rapaz e seu pai pigarreou novamente.

_Eu ainda estou aqui.

Robert entrou e foi tomar seu lugar à mesa ao lado de Cole que terminava de comer.

_Depois do trabalho Chris me levará para buscar o orçamento feito pelo mecânico.

_Se for ficar muito caro traga a caminhonete de volta que eu mesmo arrumo.

Cole riu.

_Eu ajudo a pagar com o dinheiro que eu receber na madeireira.

_Não precisa. Sei que foi você quem a deixou naquela oficina, mas não precisa gastar seu dinheiro com isso. Prefiro que construa a sua própria vida... _Os risos de Sina fizeram Robert ficar de pé e ir até a porta. _Que está acontecendo aí?

_Nada pai! _Gritou Sina voltando para casa enquanto Zabdiel a observava.

Cole deixou a casa encontrando Zabdiel que vinha do quintal depois de se despedir de Sina. Fazer amizade com Cole havia sido uma das ideias dele para aproximar de Sina, mas agora ele tinha que permanecer amigo de Cole mesmo sentindo um pouco de inveja da amizade que nascia entre ele e seu pai. Zabdiel cruzou os braços escorando na lataria da caminhonete.

_Chris está demorando muito. _Disse mais para ele mesmo do que para Cole.

Cole olhou para o relógio de pulso.

_Ainda temos tempo. Talvez ele esteja despedindo de sua mãe.

Zabdiel riu das palavras do cunhado. Seus pais já haviam deixado de lado estes pequenos rituais de casal no muito ele diria um tchau seco e ela retribuiria com outro.

Chris deixou a casa e seguiu até onde os rapazes estavam e de lá seguiram para a madeireira.

           

Angelina se olhou no espelho.

_”Bonita como sempre”! _Repetiu as palavras de Robert com um sorriso nos lábios.

Ela sentou diante da penteadeira e escovou os cabelos os deixando soltos. Depois procurou em uma gaveta por algum batom e o passou nos lábios realçando cada um deles com brilho e cor. A velha caixa de bijuterias estava em um canto e de lá ela tirou um par de brincos pequenos, porém brilhantes o bastante para serem vistos.

De pé ela fez pose examinando seu corpo. Estava ótima para a sua idade e sem barriga volumosa.

_Mentiroso! _Falou rindo ao lembrar-se que Robert havia sido sua primeira frustração amorosa.

Angelina deixou sua casa e foi tocar a campainha da casa do vizinho. Robert abriu a porta e um sorriso ao vê-la diante dele com aqueles lábios chamativos.

_Por Deus! Aonde vai tão linda assim?

_Deixa de ser bobo Robert. Venho lhe convidar para almoçar na minha casa amanhã.

_Chris vai estar lá? Porque eu prefiro um almoço para dois.

_A ideia foi dele, então ele estará lá e queremos que leve Sina e Cole. Será uma confraternização entre vizinhos.

_Onde estão meus modos?! Entre.

_Oi Angelina! _Disse Sina aproximando enquanto Robert fazia a mulher entrar.

_Olá Sina! Venho convidá-los para almoçar lá em casa amanhã.

_Será ótimo! Ainda não conheço formalmente o seu marido e será uma ótima oportunidade.

_Sim! O almoço será as onze. Agora tenho que ir, pois tenho muitas coisas para organizar para amanhã.

_Precisando de ajuda é só vir pedir. _Disse Robert.

Angelina sorriu e depois deixou a casa do vizinho seguindo para a sua.

_Viu como ela é linda?

_Vi pai! Só não entendo o motivo de ela ter se arrumado para vir até aqui. Poderia ter nos convidado pela cerca, mas ela se arrumou e veio até aqui. Espero que isso não me atrapalhe com Zabdiel.

_Você acha que ela se arrumou para vir me ver?

Sina cruzou os braços.

_Chris tem uma espingarda.

_É verdade! _Disse Robert num muxoxo.


Notas Finais


até logo e beijos para todos!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...