História Amor inacabável ou inabalável? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Karin, Kushina Uzumaki, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Itadei, Sasunaru
Visualizações 248
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 5


O sol já raiava e Naruto ainda nem havia levantado de sua cama,estava tão acomodado que nem tirou coragem para se levantar.Havia recebido uma mensagem,era Sasuke.A mensagem dizia "quer sair?".Decidiu ligar para ele,que atendeu ao primeiro toque.

—Precisa mesmo ser agora?—Bocejou em voz alta.

—Ah,tá explicado.Você nem sequer levantou.Acertei?

—Exatamente.

—Pode deixar que eu vou aí, preguiçoso.

—Você não desiste mesmo,né?

—De você, jamais.

—E-Estou te esperando.—Respondeu,corado.

Com muito esforço,Uzumaki Naruto deslocou-se de seu quarto até o banheiro e fez suas higienes.Em seguida,dirigiu-se até a cozinha.

—Ohayo,kaa-san.

—Ohayo,Naruto.

Naruto sentou-se sem muita animação,até porque acordou indisposto e começou a comer seu ramen,como sempre fazia.

—Está tudo bem,filho?—Perguntou,estranhando sua mudança de comportamento logo pela manhã.

—Por que não estaria?

—Você está meio apressado.Tem algum motivo?

—Sasuke virá aqui.—Falou, omitindo a animação que sentia dentro de si,tentando fazer parecer que estava incomodado com aquilo.

—E você não está feliz?

—É claro que estou.Só que o Sasuke é responsável demais e eu nunca vou lá.É sempre ele que vem até mim.Eu preciso ser um namorado melhor.

—Acalme-se,vocês ainda são jovens,aproveitem o tempo que têm.

—Você tem razão,precisamos aproveitar ao máximo.—Um sorriso tomou conta de seus lábios ao pensar no Uchiha.

—Senti um pouco de malícia.

—O que você disse?—Indagou, voltando a si e à realidade.

—Nada não,filho.—Ela fugiu do assunto,virando-se de costas.

A campainha tocou e Naruto não hesitou em atender a porta no mesmo instante,cada minuto com Sasuke já era o suficiente para deixá-lo contente.

Antes que o Uchiha dissesse algo,foi surpreendido com um abraço de Naruto,que o segurava sem dá-lo a chance de se mover.

—Oi,né Naru.—Riu intensamente.

—Desculpe,não posso responder,estou ocupado.

Naruto realmente amava quando Sasuke ia até sua casa.Era a oportunidade que tinha de aproveitar ao máximo enquanto estivesse com ele.

—Já pode me soltar Naru.

—Se quiser isso,terá que me impedir.

—Então não vai ser muito difícil,kkkkk.

Sasuke se afastou um pouco de Naruto,empurrando-o,porém não forte,para que pudesse respirar,estava sendo sufocado por aquele abraço.

—Por que se afastou,Sasu?

—Eu precisava respirar,né kkkkk.

—E-Entendo.

—Você vai sair,hoje?

—Melhor ficarmos só aqui,não acordei com disposição hoje.

—E quando foi que você acordou disposto?—Riu da vulnerabilidade do loiro.

—Não tem graça.

—Só você pensa assim.Sempre que Sakura e eu te convidávamos para ir a algum lugar,você nem havia acordado ainda.

—Eu sou assim,vai ter que se acostumar.

—Já me acostumei.Até porque,sou sempre eu que venho aqui,né.

—Eu sei,eu preciso ser um namorado melhor para você.

—Não precisa mudar nada,Naru.Eu te amo de qualquer jeito.—Sussurrou no ouvido do outro,fazendo-o corar.

—Vamos até a minha kaa-san?

—Vamos.

—Oi Uchiha Sasuke.

—Olá,Kushina Uzumaki.

—Pra que tanta formalidade,pessoal?

—Que isso.É ele que é educado demais.Naruto,é necessário que você o trate da melhor forma possível.

—Eu já trato.Isso é porque você nunca viu o lado arrogante e orgulhoso dele.

—Trata nada.—Falou,batendo de leve no ombro do loiro.

—Como não,teme?

—Eu tô brincando.Sou assim com a maioria das pessoas,principalmente com o Itachi.Mas com você Naru,é diferente.

—Arrogante?Não parece.

—Há exceções,mãe.

—Entendo.Sente-se aqui Sasuke, vou lhe oferecer alguma coisa.

—Sua mãe é bem simpática.

—Isso porque você nunca a viu quando está brava,nem imagina a fera.

—O que disse? 

–Nada,esquece.–Uma expressão de pânico tomou conta de seu rosto.

—Por pouco,hein kkkkk.

—Não ria,ela é apavorante quando se irrita.—Falou sentindo-se um pouco aliviado.

—Deve ser só com você,do jeito que é desorganizado, bagunceiro,irresponsável...

—Você tem mais algum elogio?

—Sinto muito kkkkk.

—Você acha mesmo isso?

Sasuke fez que sim com a cabeça.

—Obrigado,hein.

—Mas apesar de tudo—olhou para baixo,pondo mãos no ombro do loiro—,isso nunca fará com que eu pense de outra forma,não muda nada.Você continua sendo o mesmo Naruto de sempre.

Isso significa que ele o amava em todos os aspectos.

—Entendo.

—Aqui está, Sasuke.Bom apetite.—Kushina falou,ao passo que pensava "ramen novamente".

—Naru,o que está fazendo? 

—Nada.

—Então por que está se aproximando lentamente,como se eu não fosse perceber?

—Só queria um pouco do seu ramen.

—Nem precisava pedir.—Riu sem graça.

—É-é de uma forma diferente...

—Não me diga que quer que eu te sirva.

—E por que não?–Seus olhos estavam marejados,como quem insistia por algo bobo.

—Ok,você venceu.Esse olhar me deixa desnorteado.–O Uchiha pôs um pouco de ramen na boca de Naruto.

—Isso é melhor do que eu pensava.

—Chega.—Falou aquilo só para fazer com que o loiro desistisse.

—Por que parou?

—Você é muito folgado,dobe.

—Sempre fui,teme.

—Por que voltamos a nos chamar como na infância?

—Não sei.

—Ei,por que não vamos até o seu quarto?–Sugeriu,como quem não quer nada.

—Vamos.—Naruto disse,guiando-o até uma porta não muito longe de onde estavam.

—Nossa,você dorme nessa desordem?—Falou surpreso,pegando com a ponta dos dedos uma embalagem de ramen e uma roupa consequentemente suja.

—Qual o problema,teme?

—É tudo amontoado,roupas jogadas,embalagens de ramen espalhadas pelo chão,que já devem fazer bastante tempo que estão aí e sem contar o fato de que nem sua cama está arrumada.

—Se quiser arrumar tudo,fiquei à vontade.–Declarou,cruzando os braços,aguardando a reação do Uchiha.

—Não,obrigado.Prefiro deixar como está.

Naruto parou por um instante,se sentia esquisito estando sozinho ali com Sasuke,ainda tinha receio de como ficava somente perto dele.

—Vem aqui,Sasuke.–Apontou para a cama.

—Nossa,até aqui tem roupas jogadas.

—A kaa-san sempre fica revoltada com a bagunça que eu acumulo.Ela não organiza porque sabe que ficaria tudo fora do lugar novamente.

—E ela está certa.Você já é bem grandinho para cuidar dos seus afazeres.Eu também não perderia meu tempo arrumando a bagunça dos outros.

—Acabou o sermão?

—Sim,dode.—Riu,indo em direção até a cama de Naruto,deitando-se nela,em seguida.

—O que será que a Sakura está fazendo?

—Não sei e não me importo.

—Quanta frieza no coração,teme.

—Ela deve provavelmente estar pensando"fui deixada de lado".Sempre dizia isso quando ficávamos só eu e você.Dramática.

—Por que não vamos até ela?

—Talvez mais tarde.

—Por que não agora?

—Estou dedicando meu tempo à você,Naru.Se quiser ir,sinta-se livre,mas não me procure depois.

—Como você é difícil.

—Este sou eu.

—Achei que houvesse uma exceção de arrogância comigo.

—Não é isso,dobe.É como eu sou,entende?Às vezes não consigo mudar,não importa com quem eu esteja.

—Eu entendo.–O loiro aproximou-se de Sasuke,pondo a cabeça do Uchiha sobre sua perna,afagando os fios de seu cabelo.

—Naru,não faz isso.

—Por que?

 —Assim não vou me conter.

—Se conter?Como assim?

—Você sabe do que estou falando.

—Não,não sei.–Ele estava apenas disfarçando,sabia do que se tratava.

—Então depois não diga que não avisei.

Naruto chegou mais perto,sentindo a respiração de Sasuke bem próxima de si,e sussurrou algo em seu ouvido.

—Eu te amo.–Pôs a mão sobre o peito de Sasuke.

—Eu também,dobe.

Desta vez o Uchiha não se conteve,aproximou suas mãos no rosto de Naruto.Selou seus lábios com os do loiro num beijo demorado que o fez sentir o coração de Naruto pulsar intensamente,ele nunca havia sentido aquela sensação.

—S-Sasuke,pare...

Sasuke o ignorou,continuou selando seus lábios sem dar a oportunidade de Naruto dizer algo ou tentar se desviar.

Em seguida, seu corpo já estava em cima do corpo do loiro.Juntou suas mãos com as de Naruto,meio que prendendo-o à ele.

—Isso é um tanto constrangedor não?

—Eu que o diga.–No fundo,Naruto estava amando aquilo.

Sem pensar duas vezes o Uchiha começou a passar sua mão direita sobre o corpo de Naruto,lentamente, chegando até sua parte íntima,que estava ereta.

—Para,Sasuke.—Falou,seriamente.

—Mas logo agora?

—Ainda me sinto inseguro quanto à isso.

Sasuke parou,agora estava deitado sobre o pescoço de Naruto,acalmando sua insegurança em relação ao que iria fazer.

—Por que fez isso?

—Não resisti.Você não gostou?–Se sentiu um pouco culpado devido à reação do outro.

—C-Claro que sim.Só não estou preparado para esse tipo de coisa.

—Quanta inocência.—Riu,acariciando os cabelos de Naruto.

—E-Eu te amo.

—Bonitinho.Eu também me amo.

—Teme!

—Eu também te amo,baka.

Os dois entreolharam-se,enquanto Naruto já havia se perdido em meio àqueles olhos tão profundos que o deixavam cada vez mais sem reação.

—Naruto?

—Hein?

—Vamos até a Sakura,agora?

—Agora não quero mais.

—Por que?

—Prefiro ficar aqui,só com você. Já é o suficiente para mim.

—Só você mesmo kkkkk.

—Não vou te deixar ir.

—Eu não vou,dobe.

—Não?

—Não.Já que você atrapalhou aquele momento,por insegurança,irei ficar aqui mesmo,apenas sentindo sua respiração cada vez mais forte,seu coração pulsando rapidamente e seus braços entrelaçando meu corpo impedindo que eu saia.

—Assim está melhor.

Passado algum tempo,dormiram ali.Sasuke sobre o corpo de Naruto,com os dedos entrelaçados.

—Meninos?—Kushina chamou-os batendo na porta,mas ninguém respondeu.Então,decidiu entrar.

—Kawaii.Melhor eu não acordá-los agora.–Retirou-se silenciosamente.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...