1. Spirit Fanfics >
  2. Amor incondicional -Pietra e Laís >
  3. Capítulo 30. O jantar

História Amor incondicional -Pietra e Laís - Capítulo 30


Escrita por:


Notas do Autor


Vey , demorei escrever mais saiu
*erros ortográficos serão corrigidos

Capítulo 30 - Capítulo 30. O jantar


---------Capítulo 30 vai ser o mais especial de todos …

Capítulo 30 o jantar ( capitulo longo )

Autor- iria dividi em 3 capítulos mais vou resumi para ficar em apenas uma única página

Parecia que um tsumani ia atingi minha casa da maneira que desesperada procurava uma elegante roupa para sai e assim escapar contra o tempo , meu medo era causar uma má impressão para a família e isso seria uma atitude indesprezivel de minha parte , não quero ser motivo para conversas emaranhadas ou mesmo fofocas de terceiros .

se chega linda eu posso ser considerada a atração do momento ou então posso fazer errado , não quero chamar atenção e nem passa vergonha

Digo enquanto jogo uma calça longe

Não posso me atrasar

Sai tão rápido do banheiro que nem lembro se desliguei o chuveiro ou mesmo se deixei a toalha no chão , isso não me importa , quero ver o que pode acontecer hoje e espero que a loira esteja pelo menos me esperando

Após rapidamente vesti a calça preta forçando o zíper para cima deixando claro que meu corpo estava acima do tamanho correto mais por ela ser a calça mais bonita o sofrimento iria valer a pena .

Quero chegar , mais … Como vou me comportar ?

Será que chegarei animada e eufórica ?

Lápis- OI DIANA , OBRIGADO POR ME CONVIDA

não , seria escandaloso 

Melhor ser educada e ter cortesia

Lápis- Senhora , obrigado por me dar a permissão a vim a sua humilde casa

Não , muito playboy de novela

Que tal

Lápis- estou agradecida por vim , onde será evento casual ?

Não , muito interesseira

Ainda percebendo que meios seios estava desprotegidos apenas busquei uma blusa azul curta que chega na metade de minha barriga protegendo apenas o tórax com o tecido macio e com um pequeno laço no pescoço

Lápis- Bem , terei apenas agi normalmente , agi normalmente será meu foco

Respirei fundo mais meu look não estava perfeito , sentei na cama pensando em quer poderia melhorar ou mesmo consertar

Lápis- Meu blasé azul

Perfeito , agora só faltava achar entre montanhas de roupas amassadas

O relógio ja adiantava os segundos me deixando claro que o atraso iria ser inevitável.

Era roupa jogada para todos os lados , em cima dos móveis , chão e até embaixo dos móveis , estava uma bagunça .

Lapis-Achei

Naquele instante começei a rir enquanto apertava o tecido em meu braço , agora estou pronta para ir até Peridot , finalmente .

Não estava preocupada , sobre a cama estava o celular , as chaves e o endereço mais naquele instante parecia que o despertador me convidava para uma luta e eu ja podia saber o que ele dizia

-Anda logo sua lerda ja e quase sete horas

Apenas deitei o despertador e peguei tudo o que podia deixando apenas a alma para Trás , desculpe a metáfora .

Sai tão rápido que nem mesmo lembrei de trancar a casa , apenas bati a porta e correndo até o carro estacionando , acho que é por isso que meus vizinhos me evita , nao penso no que fazer antes que seja feito .

Mais foda-se , quero ver a Peridot e era caso de emergência .

S.O.S coração

Por toda minha vida nunca pensei enlouquecer por uma garota

Digo entrando no carro e colocando a chave no painel

Agora tenho que lembrar de agi normalmente e quando chega a primeira coisa a ser feita é me aproxima da loira , não , da mãe ou da Garnet.

Ainda o foco é a Peridot , claro que sim

Será que ela vai gostar da minha roupa ? Estou muito arrumada ou até exagerada

Não , chega de dupla personalidade pois estou linda e de beleza desflutavel , da cabeça aos pés estou linda .

Apos isso liguei o carro mais antes coloquei o endereço no painel e começei a digita no GPS de localização do celular

Lápis- Ótimo , rua Pink casa amarela setor blu , se não me engano

Celular- Vire a esquerda e pegue a avenida

Lápis - Lá vou eu …

O carro faz a manobra saindo para a esquerda e assim vim na contramão o que facilitava a ida até a avenida principal , era muito mais rápido do que segui uma voz de internet .

Mais era apenas o celular que podia dizer onde deveria passar , com o trânsito parecendo que todos sairam ao mesmo tempo e sem mencionar hum minuto perdido em cada semáforo ainda era fácil suportar o tempo indo mais rápido e eu sendo lenta , a culpa era da cidade .

Ja era exatos 19:15 , ou seja , quinze minutos atrasada .

Lápis- Ela vai se importar

Com mais quinze minutos de viagens , ultrapassagens e desvios sem contar os motoristas que xinguei e gritei no semáforo eu posso contar que estou quarenta e cinco minutos atrasada .

Celular- Siga adiante

Apos isso me deparo com a placa , seja bem vindo a Rua Pink .

E naquele momento ja sabia que era o caminho certo e que um alívio cercou meu coração , mais o ruin era que a rua tinham outros setores ao redor e eu tinha que procurar o setor blu .

Agora era contar com a sorte , ia devaga enquanto planejava escolher a estrada certa mais acabei notando uma casa "grande" , era difícil ver pela distância mais a cor me chamou atenção , era um intenso amarelo que era refletido na pista contra a luz do sol .

Lápis - casa amarela , parece óbvio

Após meu pé bater forte contra o acelerador avancei rapidamente aproximando da maior casa da rua , tinham flores na porta e um imenso corredor até a entrada da casa , sem contar com a cor triunfante e poderosa .

Lápis- Se essa casa for de Peridot eu não me chamo Laís

Mais olhando bem , ao longe se ouvia várias vozes ao fundo

Lápis- Acho que cheguei

Guardei o endereço e o celular numa caixinha dentro do porta luvas , apenas por proteção

Lápis- Meu Deus , estou na casa de Peridot

Aquilo me assustava , a vida dela parece ser superior a minha

Lápis-Agora é tudo ou nada

Tirei as chaves do painel e quando as fui guardar no bolso senti algo tocar levemente em meus dedos e quando o peguei vir que era um papel

Autora- Vocês lembra né ?

Lápis- O papel de Peridot

Olhei as palavras escrita em forma de soletrando quando estava ajudando a menina a treinar as palavras , aquilo era apenas o início da nossa amizade .

Peguei o papel e o prendi no painel pois não desejo perde-lo , pois nele está escrito palavras de Peridot

-EU GOSTO DE VOCÊ

Lápis- Bem , o relógio não me deixou ser pontual

Saí do carro escondendo as chaves que fez barulho quando finalmente estiquei meu corpo o deixando aproveitar o alívio de chegar no destino .

Aquele momento era todo meu

Conferi no reflexo do vidro se meu cabelo estava impecável ou mesmo se a roupa estava perfeita , tudo normal .

Agora era a hora

Primeira coisa sorrir e comprimentar

Segundo agi normalmente

Terceiro ver a Peridot

Pronto , começei a andar seguindo os sons que vinha do outro lado da casa , andei pelo quintal até chegar nos fundos e entre a casa encontrar uma variedade de pessoas entre adolescentes , adultos, velhos e crianças .

Alguns me ignorou e outro me vira passar , todos competia por um diálogo na festa e o bate papo foi quase inevitável , fiquei pacificamente na esperança de encontrar uma alma conhecida e ao mesmo tempo não esbarra nas pessoas e nem nas mesas e decoraçoes .

Lápis-Cadê ela

Meu corpo tentava localiza uma sombra familiar , mais apenas me deparo com pessoas desconhecidas e de outro nível

Garnet- Que surpresa te encontrar

Senti um braço envolver meu pescoço

Garnet- Perdeu a hora ou esqueceu como dirigia ? Eu a vir chegando e ate pensei em dá as boas vindas mais estava ocupada com minha prima

Lápis- Estou aliviada com você , pensei que seria um estranho na festa

Garnet - Não se preocupe , todos aqui se conhece

Lápis- menos eu

Garnet- É questão de tempo

Garnet tira seu braço deixando o ombro de Lapis livre

Lápis- Tem muitas pessoas

Garnet- Claro , Diana é cheia de amizade assim como Peridot

Lápis - Mais o jantar não seria mais individual ?

Garnet- Bem , era para amigos , familiares e conhecidos

Lápis- Família grande né

Garnet-muitos são amigos de Peridot e sem duvida deve ter ex namorados de Peridot aqui na festa , eu sei porque vir um deles

Lápis- Não fale isso , espera , ex da Peridot está aqui ?

Garnet começa a rir

Garnet- Estou mentindo

Lápis- Ata , sem graça . Aliás , me desculpe pelo atraso 


Garnet-Peridot tinha um exame para hoje e por isso ela e nem Diana chegou a tempo

Lápis-Pelo visto não era apenas eu que cheguei atrasada

Garnet-Não mesmo

Tentamos rir da situação mais o tempo para Garnet estava cheio de trabalho

Garnet- Bem , tenho que sai , infelizmente estou cuidando da minha prima mais nova , sua idade é de três anos , estou a procurando faz um tempo pois ela encontrou uma amiga aqui na festa , agora sou obrigada a descobrir onde ela foi parar .

Lápis-Sim , licença Garnet

Garnet- Toda

Saí tentando não atrapalhar a mulher e decidi ir para um lado onde houvesse um campo de visão maior e durante meia hora fiquei a espera

-Oi

Escultei uma voz bem baixinha e quando olhei para baixo vir uma garota puxando o meu blase

Lápis-Oi , tudo bem ?

Sorri levemente e joguei meu olhar para o público

-Meu nome é ruben mais me chame de Rubi

Mais a menina era insistente

Lápis-O que a criança faz sozinha ?

Decidi ajoelhar para igualar a criança

-Estou procurando a Safi , você viu ?

Lápis- Sua amiga ?

-Sim , você viu ?

A criança aperta o pano de meu blasé e notei o quando ela estava preocupada

Lápis-estou vendo que nos duas estamos procurando uma pessoa

-Você procura uma princesa ?

Olhei no rosto da menina

-Você e um principe a procura do amor ?

Lápis-Você sabe o que é amor ?

-Sim

Rir da menina

Lápis-Você realmente é esperta rubi , estou realmente esperando uma pessoa

-Ela é uma princesa ?

Lápis-Não , mais ela é linda como você

A menina rir

-Eu sou um guerreiro e vou salva a princesa

A menina aumenta a voz

Lápis- Quantos anos você tem ?

-Tenho três

Diz ela levantando cinco dedos

Lápis-Você é uma pequena guerreira, vai lá procurar a sua princesa

A menina solta meu blasé

-Ache a sua primeiro

Após isso sai correndo entre as pessoas e gritando o nome de sua amiguinha

Lápis- Crianças

Após me levanta notei que o pessoal começou a ficar eufórico e quando percebi a razão , quero dizer ouvi em forma de escandalos

Diana-EU CHEGUEI MEUS AMORES , SEJA BEM VINDO A CASA DA RUA AMARELA , QUERO QUE TODOS APROVEITE E DELEITE POR ESTE MOMENTO MARAVILHOSO E QUE DESFRUTE DO BOM E DO MELHOR

a mulher saltava e abraçava os convidados com força e eufória

Diana-SEJA BEM VINDOS A MINHA HUMILDE CASA

uma casa que não era humilde em nada

Logo Após vir Garnet passando e logo atrás vinha Peridot , finalmente .

Aquilo foi um alívio para meus olhos , todas as pessoas ao meu redor ficara invisíveis enquanto Peridot se aproximava do público , alguns se aproximava e a tocava , outros as dava boas vindas e eu fiquei de longe admirando aquela beleza , aliás , notei os óculos e que elas o movia desconfortavelmente .

Ela ficou linda de óculos

Lápis- Vou até ela ?

Fiquei admirando de longe pois confesso que uma vergonha estava me deixando parada

Lápis- Não posso ser lerda , melhor ir antes que ela pense que estou ignorando

Ia desviando das pessoas que estava en todas as direções e lados , alguns parado ou em movimento mais o importante era poder ver Peridot .

Mais assim que cheguei perto o suficiente

Diana- OI LÁPIS , ESTÁ GOSTANDO DA FESTA ?

Ela puxou meus braços fazendo um giro entre nos duas

Diana-PESSOAL , PRESTEM ATENÇÃO .

ESSA GAROTA AQUI AJUDA A PIETRA , MINHA FILHA E MEU BEBER , GRAÇAS A ELA PERIDOT FOI ENCONTRADA .

ESSA FESTA É EM AGRADECIMENTO A ELA

Todos da festa começará aplaudir e quase que meu rosto desaparece de vergonha

Lápis-Obrigado Diana , não precisava disso

Diana-Você vai ser da família , claro que precisa

Logo a mulher se afasta e quando tentei procurar Peridot eu a perdi de vista encontrando apenas a Garnet

Lápis-Onde está a Peridot

Digo tentando olhar ao redor

Garnet-Ela foi para dentro da casa , ela está cansada pois fez alguns exames exaustivos e a fisioterapia a deixa estressada

Lápis-Pelo visto vou espera ela ficar de bom humor

Garnet-sem problema , entre na casa e suba a escada até o quarto de porta verde , ela estará a sua espera

Lápis-Eu posso ?

Garnet-Claro , Peridot a considera da família

Lápis-Bem , então não vou deixa esperando …

Fiz de acordo com as palavras de Garnet , andei para dentro da casa e fiquei admirada com o interior , tao bem decorado e sem contar que nas paredes tinham vários retratos de Peridot e Diana .

Alguns interessantes de infância e outros que chamou a atenção de antes do acidente

Fiquei chocada com as fotos , queria elas para mim

Após subir as escadas eu so via na parede fotos sobre fotos e maioria era de Peridot na infância , acho incrível que a menina triste seja tão fotogenica .

E de acordo de chegava nos últimos degraus eu sai num corredor com cinco porta e apenas uma era verde

Lápis- Ela está me esperando ?

Andei até a porta e antes de bater eu queria confirma se era verdade

Lápis- Toc toc , Peridot , voce está ai ?

Empurrei a porta para não ser surpleendida

Peridot- Lapi ? [Lápis]

A menina deu um pulo da cama quando me viu

Lápis-Desculpe vim até aqui

Peridot me olha desconfiada

Lápis-Mais tinha muita gente e não iria consegui falar com você em particular

A menina tira os óculos e os joga na cama

Peridot - Voscher veió [Você veio]

A menina parece ter ficado aliviada mais ainda demonstrou um pouco de palidez e sono

Lápis-Está cansada ?

Ela confirma com o polegar

Lápis-Se quiser eu a deixo …

Peridot-NYAN [NÃO]

Lápis- então , o que posso fazer ?

A menina se joga na cama empurrando os óculos

Peridot- Ca-Fu-né

Lápis-Estou vendo que treinou soletrando , bem , estou mesmo te devendo um cafuné na cabeça

Peridot-Lapi … [Lápis]

A menina bate sua mão tentando indica que tinha um lugar ao seu lado me esperando

Lápis-posso senta na cama e alisa sua cabeça ?

A menina move sua cabeça confirmando

Lápis- Mais , não quero causa uma má interpretação de minhas atitudes , eu a respeito mais olhando bem estamos sozinha

Vou andando até a menina preocupada

Lápis-Nem sei o que Diana vai pensar quando perceber que não estou entre os convidados

Após ver que Peridor se afastou para poder senta eu tinha que parar e observa

Lápis-E se Diana pensa que estou sendo errada ? Pois , você está provavelmente exausta e sem falar que você é uma garota complicada e …

Apos ajeita meu corpo ao lado de Peridot senti uma vergonha contorce meus nervos

Peridot-Lapi ... Cafun… [Lápis , Cafuné]

A menina joga sua cabeça contra meu braço

Lápis- Isso é vergonhoso , eu não deveria está aqui mais estou no modo automático

Mesmo nervosa deixei meus dedos subiu pelo pescoço da menina até chega no cabelo

Lapis-Mais , não tem nada de errado , certo ?

Meus dedos passageava devaga entre os cabelos e sua pele

Lápis-Eu tenho consciência , eu tenho consciência … eu tenho raciocínio e sei como e onde estou

Aos poucos fui aceitando o momento e deixando o medo ser substituído por um alívio viciante

Lápis-É tão bom ficar perto de você

Meus dedos enrolava algumas merchas e as soltava levemente

Lápis-É como se você fosse um anestésico , esqueço até como se anda

Não demorou até meu dedo encontrar a cicatriz de Peridot e começar a gira ao redor

Lápis - Não acredito que a menina da cadeira vazia está exatamente preenchendo um vazio em meu peito

Mais quando ia apertando a cicatriz senti Peridot tirando minha mão e a levando presa a sua mais mais baixo

Lápis-Fiz algo errado ? Nao gosta que toque na cicatriz ? Me desculpe

A menina balança sua cabeça deixando os cabelos bagunçados

Peridot- Lapi [Lápis]

E naquele instante não consegui parar de encarar a menina

Lápis-Diga Peridot

Peridot- Voscher , i u [Você e eu]

Lápis-Por favor , me deixe te escutar 

A menina parece olhar em outra direção

Lápis-está acontecendo algo ?

Peridot- … Lapi [Lápis]

Lápis-Está encarando a saida ? Se for de seu desejo eu volto e você fica aqui descansando

Peridot -Nyan , lapi …[Não , Lapis]

A menina não sabia para onde olhar

Lápis-Você está bem ?

E para alcamar eu a puxei para um abraço

Lápis-Não fique nervosa , isso não faz bem .

Se quer que eu saia apenas confirma comigo , não vou fica irritada e vou te respeitar

Nossos corpos se separa por alguns centímetros

Lápis- Apenas fique feliz neste dia

Segurei firme a mão de Peridot mais quando fiz a ação de vira meu rosto a menina mostrou o motivo de está preocupada com a saída , ela aproveitou que a distância era pouca para me beijar e o pior era que não consegui saí do beijo , novamente veio uma sensação que tudo estava errado mais a vontade de tudo dar certo era o que fluia naquele momento , meus olhos nem mesmo abria quando sentia a leveza de Peridot me inclinando contra o colchão sem nos separar , era como se ela fosse um par de asas me sustentando e assim que senti o impacto de meu corpo contra as cobertas e tinha a noção da intenção da loira o sentimento acabou se tornando uma frustação .

Lápis-Desculpe , não estamos prontas

A obriguei a parar o beijo e de certa forma isso a deixou irritada

Peridot- LAPI … LAPI … NYAN , POÇO [Lápis , Lapis , não posso]

A menina tenta me abraça mais eu a afastei lentamente

Lápis-Desculpe , não posso

Senti uma culpa , ela realmente queria mais o jeito era evita pois ainda tenho que suspirar as dores de meu passado e esquecer o meu drama

Peridot - Dicupa [ Desculpa ]

Lápis-Pelo menos fique ao meu lado na festa

Peridot- Si [Sim]

Sem pensa duas vezes a chamei para saímos de mãos dadas e ela aproveitou para dizer um sim , e como Rubi me disse , eu achei a minha princesa .

Peridot é a minha princesa e eu lutaria por ela mais por enquanto o meu amor vai ser demonstrado em forma de cuidados , pois o tempo não vai me impedi de ama-incondicionalmente .

  Mais , por enquanto o melhor era voltar para a festa e fingi que o beijo não aconteceu


Notas Finais


Não sei vcs mais acho a Lapis uma lerda .
Peridot mostra de todas as maneiras que quer ficar com ela mais Lapis coloca sempre uma culpa na cabeça ...

"mamosso" , eu sozinha com Peridot num quarto , Meu Deus .
lapis está só perdendo tempo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...