História Amor Inesperado!!! - Capítulo 135


Escrita por: e Jse87eEsposa

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Visualizações 315
Palavras 1.431
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa é uma história, baseada no jogo Is it Love? Ryan, já existem várias versões desse jogo, mas essa versão você pode participar mandando sugestões, se eu achar interessante, eu atualizo, coloco na história e ponho o nome de quem sugeriu.
A história é basicamente a mesma, só que acrescentarei algumas coisas pra ficar mais longa e interessante.
Espero que gostem...
Tenha boa leitura!!!

Capítulo 135 - Conhecendo o chef.


Fanfic / Fanfiction Amor Inesperado!!! - Capítulo 135 - Conhecendo o chef.

Um garçom vem até a nossa mesa e traz o prato da noite, especialmente preparado pelo melhor chefe de cozinha.

Garçom: Senhora, senhor, para dar continuidade, o foie gras de pato semi-cozido, acompanhado de uma apresentação com figos de Solliès em pétalas. Bom apetite.

Eu observo cada detalhe do prato, com vontade. Os figos estão cortados de um jeito, que forma uma grande flor montada.

Kiara: Hummm! Parece delicioso!

O Ryan deixa escapar um sorrisinho de lado.

Ryan: Você sabe bastante coisa sobre mim, assim que sei sobre você, mas quero saber mais um pouco sobre você.

Kiara: Está brincando? Eu tenho certeza que você tem um arquivo detalhado sobre todos os seus empregados, foram as suas busca feitas pela internet, que diz muito sobre ao meu respeito.

Eu faço uma cara de quem está se divertindo.

Ryan: Eu me informo minimamente quando contrato um assistente, minha cara senhorita. Foi assim que soube que você era filha do magnata, Charles Taylor.

Ele inclina seu rosto um pouco para o lado e me olha de um jeito arrasador.

Kiara: Nem todo mundo tem a mesma noção de minimamente. E, não se contentou e contratou meu ex-namorado para investigar minha vida.

Ryan: Isso foi uma burrice minha, é como eu te falei, não misturo amizade com negócios. Pelo menos comigo não funciona. Mas parece que você se deu bem, seu amiguinho é presidente do setor jurídico da sua empresa.

Eu senti uma pontada de ciúmes quando ele pronuncia "amiguinho."

Kiara: Pois é, o Allan é bastante competente no que faz.

Com sarcasmo, ele levanta um sobrancelha antes de responder.

Ryan: Mas de onde vem tamanha insolência...?

Sua pergunta me deixa sem graça. Na verdade eu não sei. Talvez seja um modo que criei para me proteger. Geralmente ela me ajuda, mas às vezes leva uma imagem de mim, um pouco agressiva.

Ryan: Vejamos Ry, confesse o que te agrada em mim?

Eu insisto no diminutivo e passe inocentemente, uma mão em meu rosto; depois inclino a cabeça com cara de dó.

Ryan: Há muitas coisas em você que mexem comigo meu anjo, e é isso que me agrada...

Ele toma um gole de vinho me olhando meio de lado. Alguns pequenos golpes acabam balançando meu coraçãozinho.

Kiara: Eu te deixo intrigado, é isso?

Ryan: Eu adoro desafios. E você é uma coisinha surpreendente, que eu tenho muita vontade de decifrar...

Kiara: Não tente me comprometer senhor CEO, isso não vai dar certo.

Mais uma vez ele me olha com aquele sorrisinho sacana.

Ryan: Eu quero comprometê-la, mas eu achei que você gostava de brincar com minhas gravatas... Se é sua fantasia, eu posso reproduzir a experiência com outros acessórios. Eu só penso em satisfazê-la...

Eu fico muda por um instante! Super vermelha. Dou risada de nervosismo.

Kiara: Mas de onde vem tantas propostas indecentes?

Ryan: É você e sua boquinha gulosa que me deixa cheio de vontade...

Eu pigarreio para disfarçar. De repente estou morrendo de calor. As ideias do Ryan sobre isso são sempre interessantes. Quando o garçom vai embora com os nossos pratos, eu suspiro de alívio.

Kiara: Pois é! é realmente delicioso!

Ryan: Eu acho que vi isso, sua delicinha.

Eu fico um pouco vermelha. É verdade, eu não deixei uma migalha sequer desse Jantar maravilhoso. Meus pratos quase brilham demais, enquanto levam para mim!

Kiara: Eu sei apreciar boas coisas.

Ryan: Eu sei.

Ele me olha direto nos olhos. Um sorriso lento se abre e dá clareza ao seu rosto. De repente seu olhar se vira para mim e uma nova expressão aparece em seu rosto com traços magníficos. Ele coloca seu guardanapo sobre a mesa e se levanta sorrindo. Eu procuro imediatamente o objeto de sua atenção. O chef está ao lado de nossa mesa e cumprimenta o Ryan amigavelmente.

O chef Garbot: Senhorita... Boa noite.

Kiara: É... Se... Senhor, boa noite.

E diante de mim está uma lenda viva da gastronomia, e eu fico ali, plantada como uma idiota em minha cadeira, sem saber o que fazer. Eu me levanto rapidamente para ficar diante dele.

O chef Garbot: Você apreciaram as degustações?

Ele está brincando? Eu acho que tive um orgasmo do paladar a cada prato! E devo dizer que é a primeira vez que me acontece algo assim em tão pouco tempo! (Só se... Com o Ryan e eu também deva contar...) lá em Miami, eu e o Ryan na casa de campo... Piscina! Enfim, isso é outra história. Eu contrario os músculos da testa para voltar ai meu estado normal. Não é o melhor momento para ter pensamentos sacanas.

Kiara: Senhor, foi nada mais que... perfeito!

Eu não consigo esconder meu entusiasmo! Poder encontrar com um dos chefs mais promissores do mundo, é uma ocasião excepcional! Ele sorri para mim de um jeito tão charmoso. Com orgulho de alguém que conseguiu mais uma vez.

Ryan: Eu te apresento a senhorita Taylor. É uma grande admiradora de seu trabalho, e ela se interessa e acompanha de perto sobre gastronomia.

Dirijo ao Ryan, um olhar de sincera gratidão. Não consigo articular as palavras, mas eu não poderia sonhar com uma introdução melhor.

O chef Garbot: Oh, é verdade?

Kiara: Sim... Eu... Eu admiro muito a sua história. Eu acompanhei todos os seus passos inclusive a sua chegada em Nova Iorque. Você é uma lenda!

Ele se curva um pouco e faz sinal com a cabeça, agradecendo silenciosamente. As pessoas mais talentosas, normalmente são as mais simples.

Ryan: Senhorita Taylor é muito modesta. Ela tem muito talento. Ela mantém um blog muito interessante sobre o mundo gastronômico.

O chef Garbot: Oh?

O Ryan dá uma olhadinha para mim. (Merda Kiara! Faça um esforço para ser mais eloquente!! Parece que está amordaçada!)

Kiara: Sim... Eu... Eu tenho um blog, é verdade.

Ryan: Talvez vocês pudessem um dia, se encontrar para uma entrevista?

O chef Garbot: Eu ficaria muito feliz.

(Oi?)

Eu acho que meu cérebro superaquece e começa a falhar! Será que Michel Garbot, um dos chefs premiados mais brilhantes do planeta e da galáxia, está aceitando que eu poste uma entrevista sobre ele em meu modesto blog?

Ryan: A sua cozinha, como sempre, surpreende. Grato por esse momento muito especial chef.

O chef Garbot: Obrigado senhor Carter. Eu sempre me esforço para descobrir novos sabores, e apresentá-los então aos meus clientes. Nova Iorque me inspira muito.

Ele sorri com franqueza, antes de se curvar um pouco.

O chef Garbot: Bom, muito grato. Passem uma linda fim de noite.

Kiara: Obrigada você!

O chef desaparece na cozinha depois de ter cumprimentado alguns clientes de outras mesas. Eu fico congelada, com meus olhos fixos nele.

Ryan: Está tudo bem?

Kiara: Eu... Eu acho que eu preciso me sentar.

O Ryan me olha carinhosamente.

Ryan: Quer um pouco d'água?

Kiara: Sim, obrigada...

Enquanto ele me serve, eu tento me reorganizar.

Kiara: Você pediu que o chef viesse por minha causa?

Ryan: Eu acho que sim...

Kiara: Você não deveria ter falado nada sobre meu blog, é realmente... é muito... Eu quero dizer que é realmente muito pequeno para ele, eu me sinto ridícula...

O olhar do Ryan fica mais duro.

Ryan: Primeiramente, nunca pense que alguém seja superior a você. E em segundo lugar, nunca mais pronuncie a palavra "ridícula" quando estiver falando de você.

Eu olho para ele um tanto surpresa. Ele não está brincando. Não é a primeira vez que eu percebo que ele odeia que eu me desvalorize.

Kiara: Você diz isso... Mas, fora para tirar sarro de mim, você não olhou meu blog de verdade...

Ryan: Eu entrei de novo quando você já não estava mais... Eu não teria dito isso ao chef só para te agradar. Eu disse porque é realmente o que acredito.

Meu coração se enche com uma doçura diferente. Não precisa de muito mais para eu me sentir apaixonada por esse homem... É o primeiro pelo qual eu sinto realmente ter importância, me sentindo especial.

Ryan: Eu até poderia te dar alguns conselhos para melhorar as suas métricas e o KPI.

Kiara: Minhas o que?

Ryan: Você é filha do magnata da tecnologia e não sabe o que significa?

Kiara: Ah, sim! É claro que eu sei.

Eu não faço a minha ideia do que ele está falando. Eu cuido dos negócios, não sou uma racker. Ele sorri, coloca a mão sobre a minha e sussurra com uma fala mansinha.

Ryan: Falaremos disso um outro dia. Neste momento, minha vontade é só de aproveitar o tempo ao seu lado...

(Chame o bombeiro!!! Estou queimando! Muitas emoções para meu coraçãozinho em uma noite só!!!)

 


Notas Finais


Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...