História Amor Inesperado - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Aomine Daiki, Kagami Taiga, Personagens Originais
Tags Aogaka, Aomine Daiki, Aomine X Kagami, Kagami Taiga, Kuroko No Basuke
Visualizações 7
Palavras 1.614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Esporte, Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello ÒwÓ voltei! UwU
Gente eu estou tentando dar o máximo de esforço pra escrever a fic então, espero que gostem!

Capítulo 5 - Momoi em ação


{Aomine Daiki}

 -DAI-CHAN, JÁ CHEGA! ME DIZ O QUE ESTÁ ACONTECENDO! –Momoi gritou com o moreno no terraço da escola, já tinha feito quase 3 semanas desde o erro de arremesso e ele estava estranho desde então.

 -Você está estranho! Eu estou preocupada com você, me diz o que aconteceu...! –Momoi o interroga novamente.

 -... –Ele não disse nada, apenas olhou para baixo.

 A rosada ficou na frente dele sentada –Por favor me diz, eu não vou te julgar, você sabe disso. –Ao dizer isso o Aomine olhou para ela e ficou em silêncio por um tempo.

 -.....Está bem.

 -Então, o que foi? –Ela parecia aliviada.

 -Eu acho que...que...eu to...

 -Está?

 -Estou apaixonado.

 Automaticamente Momoi lhe deu uma pancada na cabeça com todas as forças.

 -VOCÊ ESTÁ DE BRINCADEIRA?! VOCÊ ESTÁ IGNORANDO TODO MUNDO POR ISSO!?

 -AI! VOCÊ TÁ LOKA!?

 -SIM! EU TO LOKA DE RAIVA DAI-CHAN!

 Ela precisou de alguns segundos para a raiva passar e começar a pensar racionalmente.

 -E então? Quem é a azarada?

 -É...espera, o quê?!

 -Esquece! Só diz, quem é a pessoa?

 -O problema é esse.

 -Como assim?

 -“Quem” é a pessoa, esse é o problema.

 -Mas quem é ela então –Momoi já começou a ficar mais interessada.

 -É o.....Kagami… -Ele colocou a mão na cara de tanta vergonha.

 -........s-s-sé-sério?!

 -É ISSO O QUE VOCÊ OUVIU!

 -...Agora entendo o que você quis dizer com “problema”... mas bem, eu não acho um problema ser o Tai-chan.

 -Sério? Mas ele e eu somos homens.

 -Gênero para mim não é o que importa, o que importa é se você realmente gosta dele, mesmo se o gênero for igual não irá fazer diferença nenhuma se você ama-lo de verdade.

 -...Mas as outras pessoas acham isso nojento.

 -Dai-chan –Momoi estava falando o mais gentilmente e com paciência possível –O que os outros acham não importa, o que importa é o que você acha sobre isso e, se realmente o ama você não deve achar isso nojento, a relação de vocês que realmente importa.

 -....Mas e se ele me recusar por ser homem...?

 -É por isso que você tem que conquista-lo!

 -E como eu faço isso?

 -Eu irei te ajudar! –A rosada pegou seu celular, digitou um número e está chamando.

 -Pra quem tá ligando?

 -Pro Kise-kun!

 -Você só pode estar brincando comigo...!

 -Ah! Oi Kise-kun!

 “ –Oi Momoichi! O que a traz para ligar pra mim? “

 -Eu quero que me ajude com uma coisa

“ –O que seria? –Dava para sentir a animação do loiro.”

                                        *

 Os três estavam reunidos na casa da Satsuki que, por acaso era vizinha do moreno que também estava ali.

 -Sério?! Por que não me disse antes?! Óbvio que eu quero ajudar!

 -Não é?! Vamos fazer o ship perfeito! –A rosada estava tão animada quando Kise.

 -Por que estão tão animados? –Aomine não queria estar ali (claro).

 -Por quê estamos animados?! Você que deveria estar animado! –Os dois falaram em coro.

 -Mas não precisam ficar tanto!

 -Precisamos sim! Eu sempre quis ser um cupido! –O loiro estava com os olhos brilhando tanto que dava até dor de cabeça.

-Falando nisso, Momoichi você já pensou em alguma coisa?

 -SIM! Que tal um cinema?

 -Claro! E tem que ser de terror! –Ele completou.

 -Sim, pra eles ficarem coladinhos! -Tão animada quanto ele.

  -Não sei se vocês sabem mas, eu to aqui.

 -Então vai ser no sábado!

“Me ignoraram.”

 -Uma pena que não vou poder ir, tenho uma sessão de fotos no sábado -Kise falou com uma cara de choro.

 -Ainda bem, não vamos ter que te aguentar -Aomine começa.

 -Dai-chan! -Momoi lhe deu um tapa no braço.

 -Tá, tá, eu paro -Estava desapontado por não ter colocado mais lenha na fogueira.

                          《no dia seguinte》

 {Aomine Daiki}

 A rosada e o moreno estavam no shopping esperando. Momoi estava com um simples macacão rosa florido e cabelo amarrado, Daiki estava com uma camisa branca com um casaco preto por cima, uma calça jeans escura e um all star preto.

 -Satsuki, tem certeza de que eles virão? -Aomine começou, já estava farto de esperar.

 -Eles viram sim! Tetsu-kun disse que traria o Tai-chan!... e, Dai-chan, você passou até perfume? -Como vingança começou a provocar também.

 Ele ficou vermelho na hora -N-não! Você está apenas se confundindo!

 -Será? Dai-chan, você passou perfume sim! Dá pra sentir! Você estava ansioso pra hoje hein?

 -...-O moreno não falou nada, já se sentia derrotado naquela disputa.

 -Ah! São eles! Tetsu-kun! -A rosada foi correndo até Kuroko e se jogou em cima do garoto, ele quase caiu.

 -Hum, Momoi-san não se jogue em cima dos outros -Ele suplicou ainda com a cara neutra.

 -Sério, por que essa menina sempre se joga? -Finalmente, Kagami entra na conversa.

 Estava usando uma camisa preta, calça jeans clara rasgada, com uma blusa xadrez amarrada em sua cintura. Aomine estava sem palavras, praticamente de boca aberta, ele estava lindo!

 Os três ainda estavam conversando, obvio que Momoi estava grudada no Kuroko. Mas Aomine, não, estava ainda paralisado com tanta beleza com que tinha visto no ruivo. Seu coração estava batendo como um tambor, parecia que teria uma parada cardíaca. Provavelmente seu rosto estava vermelho pois estava sentindo ele quente.

 Kagami percebeu que o moreno não tirava o olho de si. Então. Andou até ele. Daiki claro que ficou sem o quê fazer.

 -Tá tudo bem, Aomine? Você tá parado aí a um tempão encarando. Tem alguma coisa errada com essa roupa?

 -...Er...sim..! Está tudo bem, e não tem nada com sua roupa, está ótima -Obviamente ele queria dizer: "está perfeito!". Mas não podia, Taiga iria estranhar demais e, até se assustar um pouco com esse elogio inesperado.

 -Okay…

 -Dai-chan! Tai-chan! Vamos! Eu e o Tetsu-kun estamos esperando!

 O shopping era até que grande, mas nem tanto. Tinha três andares. O primeiro continha as lojas (de vários tipos), não tinha elevador mas tinha escadas rolantes. O segundo andar continha a praça de alimentação e os restaurantes, claro que era o andar favorito do Kagami. O terceiro, e também o menor, tinha o cinema e o fliperama. Os quatro foram primeiro para o último andar para comprar os ingressos do filme.

 -Eu e o Tetsu-kun vamos  esperar na fila dos ingressos, se vocês quiserem podem ir no segundo andar comer e depois nos encontramos já que vocês aguentam comer um monte de comida mesmo -Como a própria rosada disse, iriam esperar na fila, na qual estava enorme.

 -Tudo bem, vamos Ahomine?

 -Claro Bakagami.

 "Maldita Satsuki! Ela fez isso de propósito pra gente ficar sozinho! Eu vou me ferrar"

{Kagami Taiga}

Chegando lá, eles esperaram em uma fila, pequena até, e pegaram seus lanches (que vocês conhecem tanto quanto eu) e obviamente dee novo~ as pessoas ficaram encarando pensando: "como alguém come tanto?"

…………..Silêncio. Como assim silêncio?! Na cabeça do Aomine aquilo deveria estar dando certo! Tinha que tentar alguma coisa, puxar assunto, fazer uma piada, sei lá! Qualquer coisa para não ficar aquele silêncio tortuoso!

 -Então.....er...tá gostando de alguém Bakagami?

 -Ha? Por que isso te interessaria Aho?

 -Ah sei lá, alguém como vc deveria gostar de alguém tipo...vc é um atleta, alto, tem bom status ,é burro que nem uma porta, teimoso pra caramba também! Vc deveria gostar de alguém parecido com você.

-Como é que é?! E você também! Deveria gostar de alguém egoísta, arrogante, que só pensa em si mesmo, irrita até mesmo um santo e faz brincadeirinhas de mau gosto?! Você pode ter um corpo desenvolvido só que você deveria desenvolver o cérebro também!

 "Não. Espera….O quê foi que eu disse?!"

 -Não...ahn -O ruivo estava morrendo de vergonha, por que disse aquilo? Ele apoiou a cara na mão pra tentar esconder o rosto que estava igualmente vermelho igual o cabelo. Ele só conseguia olhar para baixo.

 E quanto ao Aomine? Bom, ele também estava vermelho mas estava tão feliz que formou um sorriso torto na boca e, como o Taiga estava com a cabeça para baixo ele não viu o sorriso de alegria do moreno.

 Porém, se olhasse com atenção para cima, conseguiria ver um pontinho rosa no terceiro andar observando aquela mesa vermelha e azul. E bem atrás dele estava um quase invisível pontinho azul claro.

 -Hum...Hehe, parece estar dando certo! -A rosada murmurou para si mesma.

 -Dando certo o que Momoi-san? -Do nada, realmente do nada, ele apareceu(pelo menos para a Momoi) o que fez ela dar um pulo de susto com um gritinho agudo.

 -Tetsu-kun! Que susto! Desde quando você está aí? -Satsuki falou se virando para ele e tampando onde ela observava os dois no segundo andar.

 -Momoi-san, o que está fazendo? -O pequeno já estava desconfiado, ele inclinou a cabeça para o lado um pouco para ver o que a rosada aprontava.

 Então a Momoi inclinou o corpo para o mesmo lado em que Kuruko foi para tampar os dois novamente. E depois ele foi para o outro lado, e a rosada também, depois pro outro, e para o outro, e eles ficaram assim indo de um lado pro outro até cansar. Kuruko já não aguentava mais, ele passou pela garota como se ela nem estivesse lá, e ela não conseguiu para-lo pois como todos sabem ele era praticamente um fantasma.

                  .                         . .

 O garoto ficou observando por um tempo, com uma expressão confusa, surpresa e curiosa. E a rosada estava com uma expressão de: "agora ferrou".

 -.....Momoi-san -Ele se virou para ela - Pode me contar o verdadeiro motivo desse passeio? -Ele queria saber, e a Satsuki sabia bem disso, ele iria arrancar a resposta de um jeito ou de outro.

 -Parece que eu não tenho escolha.


Notas Finais


Sim, eu prometi um cap grande e esse ñ ficou tão grande quanto eu queria mas até que ficou grandinho -w-.
Pessoal eu aceito críticas e conselhos construtivos nos comentários. Se alguma coisa não está bem como a minha narração, estilo de escrita ou a discrição de lugares e personagens podem falar! Eu aguento ;w;
Como um velho sábio dizia: "um quarto de bravura e três quartos de idiotice".
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...