História Amor Inocente - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Entre Garotas, Bishoujo, Colegial, Drama, Ecchi, Garotas, Novela, Orange, Romance, Shoujo, Yuri
Visualizações 14
Palavras 1.474
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpa a demorinha para postar pessoal :c
Este capitulo será o niver do Takashi!!!
Será no dia 07/06
Nosso mocinho ta crescendo! 13 aninhos hehe.

Capítulo 6 - Momento para ser recordado


Fanfic / Fanfiction Amor Inocente - Capítulo 6 - Momento para ser recordado

Yoko chega correndo e ofegante para o encontro de Moegi que estava calma e serena e fala:

            -Não precisava ter se apressado, o shopping só fecha de noite.

            Yoko suspira de cansaço e fala:

            -Eu sou muito lerda para escolher presentes, e eu fui pra deixar comprar hoje, e o pior ainda, fiz você vir, devo estar ti atrapalhando né?

            Moegi:

            -De forma alguma, minha mãe é quem separa minhas roupas, e eu tomo banho rápido.

            Yoko:

            -Esta bem então... Bem, ele gosta de jogos... Mas são caros... E ele precisa de um moletom... Acho que vou comprar o moletom da marca Nine, ele gosta muito dessa marca! E você Moegi?

            Moegi:

            -Acho que vou comprar esse jogo aqui, Bloodhorne!

            Yoko:

            -Mas é super caro! Compra só uma lembrancinha...

            Moegi:

            -O que você acha que seria útil então?

            Yoko:

            -Bem... Ele gosta muuuito de chocolate branco, e tem uma marca especifica que ele gosta, que tal? Mais barato!

            Moegi fica pensativa, mas opta por levar o chocolate branco.

            Na volta para a casa da Moegi, Yoko puxa assunto:

            -Então... Você vai dar uma chance ao Takashi?

            Moegi:

            -Da onde você tirou essa historia?

            Yoko:

            -Ah... Porque você ia dar um presente caro para ele...

            Moegi:

            -Eu só achei que ele iria gostar...

            Yoko:

            -Pelo que eu saiba, ele não gosta de jogos violentos...

            Moegi fica mais reclusa e fala:

            -Entendi...

            Chegando a casa de Moegi, Yoko foi tomar banho primeiro, pois demorava mais para se arrumar, e Moegi embrulhou seu presente sem mostrar para a amiga e escondeu-o.

            Yoko saiu do banheiro e foi para o quarto se arrumar e falou:

            -Você realmente gosta de coelhos né?

            Moegi:

            -Sim, acho que gostar de coelhos me faz ficar perto de meu pai.

            Yoko sentou atrás de Moegi e apoiou as mãos nos ombros da menina e disse:

            -Não vamos ficar deprê! Temos um aniversario para ir!

            Moegi:

            -Sim! Eu vou tomar banho, ai você vai se arrumando!

            Yoko:

            -Está bem.

            Não demorou muito e Moegi saiu do banheiro, ela já estava pronta e então a Yoko sorri e fala:

            -Me ensina a me arrumar rápido desse jeito!

            Moegi:

            -É que eu não sou muito de me arrumar... No máximo só o cabelo que arrumo... Vamos então?

            Yoko:

            -Vamos sim, vou pegar a minha mochila e o presente do Taki.

            A mãe de Moegi estava a espera delas no carro, ao entrar a mãe dela fala:

            -Gente, como essas meninas estão lindas!

            Yoko:

            -Muito obrigada senhora.

            Mãe de Moegi:

            -Desculpa Yoko, mas agora vou puxar saco da minha filhinha... –Ela aperta as bochechas e fala com bico:

            -... Lindinha do meu coração, quem que é? Quem que é? Fala pra mamãe, com boquinha de pexinho!

            Moegi estava constrangida, mas com a expressão normal e a respondeu:

            -Para mãe, esta me constrangendo!

            Mãe de Moegi:

            -Own!!! Respondeu com biquinho de pexinho, que fofurinha. –Ela vira a cabeça da Moegi de frente para a Yoko que esta no banco de trás e fala:

            -Vê se não é minha fofurinha, né?

            E Yoko riu da cena. Moegi já estava sem paciência e fala:

            -Vamo logo mãe!

            Mãe dela:

            -Esta bom sua chatinha, não posso nem fazer uma brincadeirinha!

            Ao chegar lá, Yoko corre para abraçar Takashi e da o seu presente, ele abre e fala:

            -Nossa Yoko!! Ce comprou moletom dessa marca mó cara! Não precisava Tochona!! –E abraçou, Moegi olhou para baixo por sentir ciúmes de sua amiga, e Takashi vai até ela de braços abertos dizendo:

            -E você meu coração... –A abraça e continua:

            -Obrigado por ter vindo! Sei que ti enchi muito a paciência né?

            Moegi mostra o que havia nas suas costas e o responde:

            -É, me encheu muito! –Entrega o pacote a ele e vai para perto de Yoko.

            Takashi fica sem entender, e então aparece a avô dele dizendo:

            -Então é essa polaquinha bravinha aqui por quem você se apaixonou?? Que lindinha, seu avô era rabugentinho assim tambem!

            Avô de Takashi fala resmungando:

            -Eu não era bravo e rabugento coisa nem uma!

            Avó:

            -Não era! Ainda é! Venha Takashinho, você tem que tira uma foto com a sua namorada!

Takashi pede para seu avô segurar o pacote que Moegi lhe deu, Yoko pega a maquina fotográfica, Moegi fica constrangida, mas mesmo sim eles tiraram uma foto.

Depois dos parabéns e comes e bebes, Takashi pode descansar na cadeira perto de suas amigas, então Yoko pergunta:

-Você nem se importou com o presente que Moegi lhe deu!

Takashi:

-Verdade! Eu fiquei tão ansioso para tirar foto com meu amorzinho, que nem abri o pacote, vou lá pegar!

Yoko vira pra Moegi e fala:

-Ele inventa cada desculpa!

Moegi fica silenciosa só observando nos mínimos detalhes sua paixão, Takashi chega e tira sua concentração falando:

-Vamos ver o que ganhei, só espero não ser o consolo! A não ser que você aceite casar comigo, ai eu quero!

Moegi:

-Que pena que eu não atingi suas expectativas!

Takashi:

-Olha só!!! Vou entupir os olhos do cú comendo esses doces!!! Adorei!!! –Sua mãe vem e pega os doces e fala:

-Vou fiscalizar! Sempre que você pegar, vou pegar também!

Sua vó veio e falou:

-Fica tranquilo meu amor, vovó compra outro pra você e dai cê esconde!

A mãe dele:

-Eu ouvi isso!

O avô:

-Se acha que na minha época minha mulé me dava chocolatinho? Vê se não deixa essa escapar!

Mãe de Takashi voltou com o pacote e ele falou:

-Não quer mais roubar meus doces?

Mãe dele:

-Não é isso! Olha aqui, tem outro presente, e você nem viu!

Takashi:

-Que? Outro... –Ao olhar no fundo do pacote, Takashi pulou de alegria e falou:

-NOOOOOOSSAAAA!!!! Não acredito!!! –Pegou Moegi no colo e falou:

-Caraca!! Te amo muito minha floquinho de neve.

Ela cerrou os olhos e falou:

-Eu não devia ter trazido esse jogo!

Yoko:

-Nossa, você comprou mesmo esse jogo?

Takashi foi “esfregar” na cara dos irmãos o jogo que ganhou:

-SE TA VENDO! EU GANHEI O BLOODHORNE!!!!

Moegi respondeu a pergunta de Yoko:

-Na verdade eu não comprei... Minha mãe comprou, ela achou que fosse filme, ela tentou trocar por outra coisa ou devolver, mas a loja não aceitava mais, então guardou para que algum dia fosse útil, e olha só, foi bem útil!

Yoko:

-Entendi... Nossa, minha mãe já chegou! Preciso ir, Takashi!!! Abre o portão pra mim?

Takashi:

-Tá bom!

Yoko abraçou carinhosamente o Takashi, o mesmo foi um tanto evasivo, mas retribuiu o abraço. Moegi virou o rosto para não sentir ciúmes, e então sentiu um beijo quente e cheio de ternura em sua bochecha, quando viu era de Yoko e ela falou:

-Adorei passar o dia com você! Vamos sair mais vezes tá? – Sorriu e correu para entrar no carro.

Takashi sentou ao lado de Moegi e falou:

-Desculpa pela zona que é minha família, eles só estão brincando com você, e muito obrigado pelo presente, eu adorei!

Moegi:

-De nada.

A mãe de Takashi se aproximou e falou:

-Telefone para sua namorada.

Moegi:

-Obrigada! Alô?

Sua mãe:

-Oi Moh, posso ir ti buscar?

Moegi:

-Acho que pode sim.

Mãe dela:

-Já estou chegando.

Takashi:

-Poxa, já vai me deixar?

Moegi:

-Sim...

Takashi abraça-a aconchegante e amoroso, ela só encosta as mãos em suas costas e ele fala:

-Pode me abraçar mais forte tá? Somos amigos!

Então ela coloca um pouco de força, e ele fala:

-É assim que eu gosto. –Desfaz o abraço e fala olhando para ela de perto:

-Para deixar a noite mais perfeita, faltou um beijo.

Ele fecha os olhos e ela sai dos seus braços e fala:

-Eu passo.

Ele da um sorriso acanhado e escuta seu avô dizer:

-No meu tempo a essa hora a gente já tava fazendo filhos!

Takashi:

-Vovô, o senhor não estava dormindo?

Avô:

-Eu estava descansando os olhos só!

Moegi voltou e falou:

-Takashi, acho que minha mãe chegou.

Takashi:

-Tudo bem, vamos indo que eu abro para você.

Avô:

-Eu tava fazendo filho com essa idade já hein!

Avó chega por tras e bate na cabeça dele e fala:

-Para de sem vergonhice velho!

Avô:

-Ai mulé, doeu!

Moegi solta uma leve risadinha, Takashi se espanta e fala:

-Você riu?

Moegi:

-Não!

Takashi:

-Eu acho que você riu sim!

Moegi:

-Eu não ri! E abre logo esse portão que minha mãe está me esperando!

Takashi:

-Então é isso... Obrigado por vir, eu adorei os presentes, e vou recuperar os doces só para mim tá! Não é sempre que eu ganho presentes da minha amada!

Moegi:

-Para de ser molenga!

Takashi:

-Mas sabe qual foi o melhor presente da noite?

Moegi:

-O jogo né?

Takashi:

-Foi bom, mas não o melhor... O melhor foi poder escutar você rir!

Moegi:

-Eu não ri!

Takashi:

-Vamos deixar você pensar assim!

Moegi:

-Tchau Takashi, até segunda na aula!

Takashi:

-Até.


Notas Finais


vcs devem estar falando "ALELUIAAAAAAAAAAAAAAA, CAPITULO NOVOOOOOO"
espero muito voltar a postar! não quero parar, eu amo escrever!
Mas a faculdade exige bastante tempo de nós :c


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...