História Amor Irracional - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assassinatos, Drama, Fanfic, Mistério, Mortes, Violencia
Visualizações 45
Palavras 1.522
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Misaki perdeu sua mãe a 6 meses e agora tem de conviver com a pior pessoa do mundo, sua madrasta.

Capítulo 1 - Capítulo I


Fanfic / Fanfiction Amor Irracional - Capítulo 1 - Capítulo I

- Vocês ouviram falar da família Kinoshita ?

- Não, o que aconteceu ?

- Parece que encontraram o corpo do casal dentro da casa.

- E a filha ?

- Nem sinal dela, os policiais acreditam que foi ela quem os matou !

- Como pode uma garota matar o próprio pai e a madrasta !?

- Verdade, que coisa terrível !

- Será que estamos seguros com essa garota andando por aí ?

- Não sei, o que nos resta é ficar em casa e trancar as portas.

- Sim, então até

- Até

            ----- Uma semana antes -----

- Misaki levanta, vai chegar atrasada na escola !

- Não vou pra escola hoje, estou muito cansada !!

- Claro que ia estar cansada, ontem eu chamei sua atenção várias vezes para você ir dormir. Então levanta !

- Eu disse que não vou, SAIA DO MEU QUARTO !!!!!

- MISAKI EU DISSE AGORA !!!!! - Minha madrasta grudou em meus cabelos me arrancado da cama - Anda Misaki vai se trocar.

Meus dias sempre foram assim depois que minha mãe morreu em um acidente ! Minha madrasta não gosta nenhum pouco de mim, diz que eu estou atrapalhando ela de ficar junto com meu pai. Ela me maltrata todo dia, já cansei de avisá-lo, e ele sempre fala a mesma coisa "filha você está exagerando". Teve uma vez que meu pai teve de viajar por causa do trabalho, e ela me manteve trancada no meu quarto, não podia sair para nada, e a comida ela me trazia 2 vezes por dia, isso tudo durante 3 dias. Não aguento mais ficar aqui, quero muito sair dessa casa.

Eu sai do banheiro e comecei a descer as escadas quando ouvi aquela bruxa se queixar de mim para ele !

- Eu já falei pra você Walker, eu não sou a mãe dessa garota, não sou obrigada a ouvir ela me desrespeitar, mande ela logo para um orfanato !

- Ela só está um pouco triste, tem 6 meses que Sophie morreu, é claro que ela vai ficar assim - Meu pai falava com uma voz trémula, acho que ele também sente falta da mamãe.

- Walker não acredito que você está defendendo essa garota outra vez !

- Amor ela é minha filha.

- Sim ela é SUA FILHA não minha, e eu não estou aqui para aturar esse garota !

- Hana pare com isso, já disse ela não vai para lugar nenhum !

Ela fez uma cara de ódio e saiu batendo os pés até a cozinha, eu ria baixinho até que eu ouvi alguém chamar:

- Phsssiu - eu levantei meus olhos e meu pai sorria para mim. Eu me aproximei dele

- Bom dia pai

- Bom dia querida, não ligue para ela tá ! Agora anda tome seu café por que você está atrasada.

Eu tomei meu café, escovei meus dentes e fui até a porta.

- Estou saindo

- Tenha cuidado filha

Eu saí e comecei a andar rápido. Minha escola era tão chata quando minha madrasta. Não tenho amigos e eu sou praticamente "invisível" ! Sinto vontade de chorar quando lembro disso. Quando estava quase chegando na escola escutei alguém me chamar.

- Ei garota

Quando olhei tinha uma menina da minha sala olhando pra mim. Tive medo, pensei em várias coisas que ela podia fazer comigo, já que as ruas estavam vazias. Então ela disse:

- Você é Misaki certo ?!

- Sim sou eu - minha voz saiu trémula

- Sou Kana. Estudamos na mesma sala !

- Prazer.

- Prazer. Bom eu escutei que sua mãe morreu a alguns meses.

- Foi sim, acidente de carro

- Nossa, meus pêsames

- Obrigada

- Então como você tem passado esses dias ?

- Nada bem ! Meu pai está com outra mulher ... ela faz da minha vida um inferno !!

- Nossa, ela é tão ruim assim ?

- Sim e meu pai na acredita quando eu falo, por isso, parei de falar das coisas que ela me faz.

- Nossa q... - Antes dela terminar sua frase o sinal toca e nos duas corremos pra sala !

Fiquei bastante feliz com Kana, ela ficou o dia todo do meu lado me fazendo companhia, trocamos os números e conversamos sobre várias coisas, até descobri que temos os mesmos gostos. Ela me contou também que perdeu os pais aos 7 anos e depois disso sua personalidade mudou muito, ela brigava tanto que não parava mais em uma só escola, ela veio para cá a pedido da vó, e morava sozinha. Mais daqui a alguns dias ia voltar para sua cidade natal, fiquei mal por ela.Quando o sinal bateu fomos embora juntas e então ela me disse:

- Misaki se acontecer algo com você é só me falar viu ?! ah, vc quer ir lá pra minha casa ?

- Obrigada Kana, mais acho que vou para minha casa mesmo.Tchau !

- Tchau​, até amanhã !

Quando cheguei em casa meu pai não havia chegado ainda, então fui para meu quarto. Ao abrir a porta me deparei com meu quarto todo bagunçado, minhas roupas no chão, meus mangas espalhados por toda parte, e o colar que pertencia a minha mãe estava quebrado !! Quando vi aquilo cai de joelhos e comecei a chorar. Então escutei alguém abrindo a porta da frente. Corri as escadas e vi meu pai de cabeça baixa, parecia triste.

- Oi pai, aconteceu alguma coisa ?

- Terminei com a Hana

- Sério ?! - Aquilo me fez dar um sorriso enorme, mas logo sumiu quando o vi, ele estava realmente triste com aquilo - Mas por que ?

- Ela estava o tempo todo pedindo para eu te mandar para um orfanato para que nós dois possamos ficar sozinhos. Eu não quero isso, você é minha filha e não te trocaria por nada.

Vi os olhos dele se encherem de lágrimas, então cheguei perto dele e o abracei.

- O que ela disse ?

- Falou que eu estava cometendo um erro, ficou gritando dizendo que eu não podia deixa-la.

- Pai sei que você gostava dela, mas fico feliz com isso tudo.

- Sim filha, mas apartir de hoje tome cuidado. Antes de eu ir embora ela me disse "se eu não vou te ter, aquela menina também não " então eu saí, mais fique pensando naquilo e.... - Nós dois ouvimos um barulho e então, papai abriu a porta, para o nosso alívio era apenas a chuva que ficava mais forte a cada instante.

Ele fechou a porta e foi para o banho. Então subi as escadas e voltei para o quarto, ao abrir a porta me lembro da bagunça.

- Só pode ter sido a Hana que fez isso, será que ela está aqui ?!

Escutei algo vindo lá de baixo então desci as escadas correndo e fui para o banheiro, o chuveiro ainda não estava ligado então, bati na porta pedindo para meu pai abri-lá. Sem escutar uma resposta forço a maçaneta que abre facilmente, então vejo Hana com meu pai em seus braços.

- Solte ele agora !

Ela olhou para mim com um olha frio

- ELE É MEU !!!!

Hana tira a faca que estava na barriga do meu pai e a aponta para mim. Foi aí que percebi que ela tinha o matado. Meus olhos se juntaram de lágrimas e eu comecei a gritar sem parar, não podia ser, em menos de 1 ano perdi as pessoas mais preciosas para mim.

- Você me obrigou a matar ele, se você não estivesse no meu caminho isso não teria acontecido!! Por isso terei de matar você também.

Ela saiu correndo atrás de mim, e o único lugar que me veio a mente foi meu quarto. Subi as escadas correndo e me tranquei em meu quarto. Ela não parava de bater na porta. Foi então que decidi ligar para Kana. Não demorou muito ela me atendeu, contei tudo o que estava acontecendo foi então que ela disse:

- Misaki não saia dai, chego em um minuto.

Estava assustada, e se ela entrasse ? e se quisesse me matar ? Me escondi do lado da cama e fiquei lá até que Kana aparecesse. Foi então que ouvi gritos seguido de um imenso silêncio.

- Ei Misaki é a Kana - sem mais, abri a porta e vi minha madrasta com um faca no peito. Olhei para Kana que ria - Isso foi tão fácil.

Kana não quis me deixar naquela casa sozinha, disse que ela iria voltar para a cidade dela e disse para eu ir junto, eu aceite, ela me ajudou a arrumar minhas coisas e nós duas saímos de lá. Mas antes fui até aonde meu pai estava:

- Desculpe pai, por minha culpa você está morto, me doi vê-lo assim, só quero dizer que estou indo morar com Kana ! Sim papai fiz uma amiga - falei isso sorrindo.

- Misaki vamos !! - Kana gritou lá da porta

- Tchau Pai - Fechei a porta do banheiro e fui até a entrada aonde Kana estava me esperando.

- Vamos ? - Ela disse

- Sim

Saímos da casa e ao fechar a porta eu gritei

- Estou saindo

Fechei a porta e começamos a andar e em nenhum momento eu olhei para trás.


                              FIM 


Notas Finais


Espero que gostem da fanfic. Essa foi a primeira que eu fiz 😄
.
.
Obrigada por terem lido ❤️
.
.
Se quiser saber mais sobre mim segue minha página de animes lá no Instagram @yagami_.yuri
.
.
Link da página:
https://www.instagram.com/yagami_.yuri/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...