História Amor mafioso- Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Visualizações 38
Palavras 1.112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Survival, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem

Boa leitura❤

Capítulo 3 - O passado


Fanfic / Fanfiction Amor mafioso- Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 3 - O passado

𖣔⋮⃟⃟⃟⋮⃟⋮⃟๊ྀ༘⃟⃟᪵⋮⃟⋮⃟⋮⃟𖣔⋮⃟⃟⃟⋮⃟⋮⃟๊ྀ༘⃟⃟᪵⋮⃟⋮⃟⃟⃟⋮⃟⋮⋮⃟𖣔

              Jeon Jungkook

𖣔⋮⃟⃟⃟⋮⃟⋮⃟๊ྀ༘⃟⃟᪵⋮⃟⋮⃟⋮⃟𖣔⋮⃟⃟⃟⋮⃟⋮⃟๊ྀ༘⃟⃟᪵⋮⃟⋮⃟⃟⃟⋮⃟⋮⃟༘𖣔

  Ela estava com expressão meio assustada, ela me ajuda a se levantar e eu fico na cadeira, logo ela pega uma arma e começa a tirar nos policiais eu estava sangrando muito tentei me levantar mais não conseguia, ela termina de atirar nos policiais e se aproxima de mim

Yun: Você está bem?- Ela fala com um olhar preocupante

Jungkook: E-esto- Falo com dificuldade por conta da dor

Yun: Não você não está bem!- Ela falava meio desesperada, dou um sorriso pra ela

Jungkook: Calma Yun, eu esto bem- Sinto uma leve dor na cabeça e o que fez meu machucado doer mais ainda mão aguento e acabo desmaiando

Yun: Jungkook!!

Acordo e olho pros lados vejo que eu estava no hospital e logo vejo o Namjoon falando com a Yun tava mais que brigando com ela

Namjoon: Que bom que você acordou- Ele fala me olhando

Yun: Viu ele acordou! Não precisa ficar me culpando Namjoon!

Namjoon: Mais se ele não tivesse acordado! A culpa seria sua!

Yun: Chega Namjoon! A culpa não é minha!- Ela sai triste

Jungkook: Não precisava falar assim com ela- Namjoon ficou em silêncio, e logo ele sai, depois de algumas horas se passam, estava ficando de noite e logo percebo que a Yun estava perto de mim ela estava dormindo, sorrio e passo minha mão no rosto dela, ela abre os olhos e se assusta

Yun: Ei!! Não me toca!- Ela fala corada fazendo eu rir

Jungkook: Você deve estar com sono né?

Yun: Não muito- Ela revira o olhar

Jungkook: Tem certeza?

Yun: Não in enche!

Jungkook: Chatinha!- Riu

Yun: Acho melhor eu ir- Ela se levanta mais eu a puxo fazendo o rosto dela encostar no meu rosto, ela cora e fica em silêncio

Jungkook: Fica aqui comigo- Falo olhando nos seus olhos

Yun: Tá bom! Só para de fazer isso!- Ela se senta e revira o olhar

Jungkook: Pode me contar sobre seu passado?- Ela me olha logo seria

Yun: Pra que você quer saber?

Jungkook: Curiosidade, vai me falar sim ou não?

Yun: Não tô afim de falar sobre meu passado de merda- Ela fala fria e eu riu

Jungkook: O meu também é uma merda, mais as vezes é bom conversar com uma pessoa sobre o passado de merda

Yun: Tanto faz- Ela cruza os braços

Jungkook: Vai me contar?

Yun: Pra que quer saber?! Eu morava em Busan, vim pra Seul para ter uma vida melhor, meu pai era de uma mafia muito poderosa quando eu fui pra Seul meus pais morreram no dia do meu aniversário! Sastifeito?

Jungkook: Isso é triste mais não uma história tão chata e dramosa assim

Yun: O que está insinuando?

Jungkook: Que você sofre atoa- Ela fecha a mão com raiva

Yun: Acho que eu deveria ter deixado você morrer! Fui idiota de me preocupar com um trouxa- Ela sai e eu riu "Trouxa aqui tá gostando de você" penso irônico

Park Yun-Hee on

Saio dali pra não meter o cacete na cara dele, cara mais idiota como se o passado dele fosse tão dramoso assim, pode ser curto o meu passado mais o meu sofrimento não, nem sei por que eu estou falando isso! Não quero me lembrar disso. Me sento na cadeira de um hospital até que vou falar com o doutor

Yun: O paciente Jungkook já pode ir pra casa?

Doutor: Sim

Yun: Obrigado- Saio e vou até Jungkook, ao chegar olho pra ele é cruzo os braços

Yun: Já podemos ir levanta- Falo seria, ele se levanta mais desequilibra, só não caiu por que eu o salvei né, ajudo ele a andar até a porta, estávamos muito próximos até ele me olhar

Yun: O que foi?

Jungkook: Nada não, so estava vendo como você fica linda seria- Coro e tento ignora-lo

Yun: Ok então- Solto ele e ele cai riu

Jungkook: Aiiii! Chata

Yun: Você que é- Riu fofa

Jungkook: Você é muiti fofa- Minha bochechas fica vermelha mais tento disfarçar

Yun: Tchau

Jungkook: Me espera!- Saio correndo, chego perto da porta do hospital, ele estava vindo, saio logo indo pra rua, olho pra trás enquanto andava e eu não estava vendo ele

Yun: Onde será que ele está?

Jungkook: BUUUUUUUU!!- Ele me assusta e eu acabo gritando, ele cai na gargalhada rindo muito olho pra ele brava

Yun: Idiota!!

Jungkook: Se assustou né?- Ele fala rindo a risada dele é engraçada e ao mesmo tempo fofo

Yun: Eu não me assustei!- Saio andando e ele pega na minha mão e me puxa pra perto dele, ele dá um sorriso coro por estar muito perto do rosto dele ele para de me olhar e olha pra algum lugalugar t e logo abaixa a cabeça

Jungkook: Yun-Hee, Você já foi recusada na vida? Já te humilhara? E te maltratada?

Yun: Não, por que?- Falo olhando para ele, ele estava sério com uma expressão trist

Jungkook: É que eu sempre quis morrer- Aregalo os olhos

Yun: Você é louco? Por que morrer?

Jungkook: Meu pai nunca gostou de mim, só me batia e me maltratava, ele me torturava muito mais eu ainda amava meu pai, minha omma era um anjo eu amava muito ela ainda a amo, ela que me protegia de tudo até do meu pai, eu lembro quando meu pai me levou pra aquela sorveteria- Ele aponta pra uma sorveteria, aquela sorveteria eu gostava de ir muito ainda gosto

Jungkook: Ele me bateu muito fui pra casa todo machucado- Por trás do seu cabelos que escondia seu rosto vi algumas lágrimas caírem no chão, engulo seco por causa disso, fico triste de mais

Jungkook: Na quele dia minha omma ia fugir comigo pra bem lonje mais ele não deixou e matou minha omma! E me torturou de mais!- Aregalo os olhos

Yun: Esse cara deveria morrer!

Jungkook: Pós ele morrer! Eu fugi nem antes e eu descobri que uns cara matou ele, foi aí que eu treinei duro pra ser o que sou hoje- Ele me olha e dá um sorriso entre lágrimas

Jungkook: Obrigado por ter me ouvido- Sorrio

Yun: De nada Kook, aliás todo passado é dramoso- Riu e ele também, isso foi estranho, Namjoon me liga e fala que tinha muitos polícias em cada cidades e ruas, então ele falou que era pra eu levar o kook pra minha casa não o desobedeci e levei ele pra minha casa,ao chega ponho ele no sofá

Jungkook: Você mora sozinha?

Yun: Sim

Jungkook: Deve ser ruim né?

Yun: Não é tanto assim, é bem melhor

Jungkook: Yun

Yun: O que foi?

Jungkook: Posso te fazer uma pergunta?

Yun: Pode

Jungkook: Você já amou alguém?

{...}


Notas Finais


Comentem❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...